História Hashimoto Academy - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Romance, Voleibol
Visualizações 6
Palavras 3.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Um dia de atraso aaah, desculpem cheguei sem forças para revisar o capitulo ontem, porém hj eu tirei forças para revisar e posta o capitulo, espero que vcs gostem e aproveite, até o final do capitulo <3

Capítulo 3 - Vergonha: Entrada no Time


''Não há satisfação maior do que aquela que sentimos quando proporcionamos alegria aos outros.''

3 capitulo

Vergonha: Entrada no Time 

Os dois caídos no chão, ao sentir uma presença ameaçadora pararam de brigar na hora, se virando e olhando de onde viria tal presença, vendo uma pessoa de cabelos negros, sendo camuflada com a presença com a áurea roxa saindo de seu corpo, mostrando seus olhos roxos sendo destacados. Os dois se separam na hora ficando ajoelhados na escada, se inclinando colocando as mãos no chão.

– Desculpa! Desculpa! Por estamos brigando aqui - Os dois falam em uníssono, se olhando após as palavras.

– Quem são vocês? – Diz a garota em voz melancólica, fazendo os dois se arrepiarem  totalmente com suas palavras.

– Sou Takanashi Natsume, venho aqui ser membro do time de voleibol – Diz ela com tamanha determinação em suas palavras, perdendo totalmente o medo da mulher assustadora em sua frente.

– Sou Sasaki Haru, também venho entrar no time de voleibol – Ele tentar ser serio, mas no fundo ainda está com medo.

– Sou Hayashi Sayuri, Sou do segundo ano – Sua voz transmitia frieza – Vocês não deveriam fica brigando na frente do clube, se não nem vão ser bem vindos ...

– Hai! – Diz novamente os dois em uníssono, concordando com ela, mas isso seria totalmente mentira, pois eles se odeiam, vai ser difícil não brigarem.

– Levantem logo! Entre aqui – Ela abre totalmente a porta dando espaço para eles entrarem

Os dois entram na quadra, Natsume não perde a oportunidade em apreciar a quadra vendo suas paredes feitas de madeira, seu piso todo liso, a rede montada no meio da quadra, uma escada dando para o piso de cima, tantos detalhes que ela ver, um sorriso brota involuntariamente em seu rosto. O garoto já está com a reação totalmente à contrária dela, mantendo sua expressão de tédio, afinal é algo normal ver uma quadra, seus olhos vão de encontro ao rosto de Natsume, vendo o tanto que os olhos dela estão a brilhar, fazendo o garoto fica com gota na cabeça.

– Sério que você fica surpreendida com isso? - Comenta o albino revirando os olhos e suspirando logo em seguida - É só uma quadra, com uma rede, ela escuta o comentário, se virando para ele com uma expressão de indignação olhando pra ele.

– Não é só uma quadra, é a quadra que vamos jogar por três anos inteiros - Diz com toda alegria, vendo seus olhos de brilhando - Você precisa ter mais entusiasmo Sasaki San - Você que deveria fica quieta – Fala sem nenhum pingo de piedade da garota.

– FRIO! - Grita ela o olhando mortalmente

– CHATA! - Grita de volta para a garota, que se surpreender.

– Realmente vai me rebater baka? - A ruiva o provoca, estampando um sorriso sacana no rosto - Vai é? - Uma veia estoura na cabeça de Haru.

– Han? Eu só falei a verdade - Diz ele furiosamente a rebatendo  –Garota idiota, porque diabos foi para no time dela

– Vocês dois deveriam para - Uma figura bate no ombro dos dois, dizendo tais palavras, fazendo eles se assustar se arrepiando todo.

– Q- Quem é você? - Diz a pequena assustada, olhando para o rosto da figura estranha.

– Eu? - Ele coloca a mão no queixo pensativo – Bom eu sou o capitão de vocês, me chamo Matsuda Azumi, vocês não se dão bem mesmo né? – Fala tranquilamente olhando os dois começando a relaxar.

– Azumi eu peguei esses dois brigando na frente da quadra, realmente eles brigando me irrita, porém tentei aguentar um pouco - Diz ela olhando friamente para o capitão.

– Sayuri San eu não fiz nada a você - Infelizmente Azumi também foi arrepiado pela áurea da morena.

– C- Capitão? Gigante! - Diz a pequena andando em volta dele o analisando, aparentemente eles teriam vinte centímetros de diferença de altura.

– Que gracinha - O loiro pega na cabeça da menina a acariciando, fazendo as bochechas dela começarem a queimar de vergonha –Nos temos uma libero já sabia? - A expressão dela muda totalmente.

– Eu não quero ser libero, eu quero ataca - Diz a menina com tamanha confiança, fazendo o capitão se concentrar em suas palavras – Eu pulo, pulo tão alto para conseguir atacar as bolas por cima da rede...

– Você viu capitão! - Haru estaria a rir com as palavras dela - Desse tamanho querendo atacar

– Interessante! - O loiro parecia pensativo sobre isso, logo voltando os olhos ao Haru – Você é o que deveria mais saber o tanto que ela pode ter potencial - Diz calmo o olhando, fazendo o para de rir na hora.

– Ela desperdiçou tempo, ela poderia ser bem melhor - Diz o albino agitado sobre isso, enquanto a pequena só escuta calada.

– Então faça a ser melhor - Diz a morena se intrometendo no assunto – Agora vocês o participam do mesmo time, você precisa a ajudar - Continua o encarando seriamente – Não é todo mundo que teve as mesmas oportunidade que você ...

– E-Eu não preciso da ajuda dele - Diz ela decepcionado apontando o dedo para ele – E- Eu queria superar ele, como vou superar o superar, se estou no mesmo time que ele ? - Diz a menina com cara de choro.

– Vocês estão no mesmo time agora é vão precisa cooperar entre si - Diz o loiro olhando a menina, mas logo estende duas folhas - Essas são suas inscrições, vocês são dois potenciais para o time, vocês vão precisar se dá bem

– Espero conseguir trabalha com vocês, esqueci até de me apresentar sou Takanashi Natsume e quero que cuidem de mim - Diz ela se referenciando.

– Sou Sasaki Haru espero que cuidem de mim também - Ele se reverência também.

– Vocês estão aceitos no clube, só que essa rivalidade de vocês pode prejudicar o time, pelo bem do time vocês precisam se dá bem - Diz o loiro com um sorriso no rosto.

– Sim Azumi Senpai - Diz a ruiva o olhando retribuindo o sorriso, sentindo suas bochechas sendo apertadas logo depois, fazendo ela fica avermelhada de novo.

– Tão fofinha - Diz o menino hipnotizado pela fofura dela - S- Senpai- Logo o loiro cai desmaiado no chão, só vendo uma áurea roxa atrás dele.

– Você está bem? - Diz a morena se aproximando da pequena, mudando totalmente a energia ao redor dela.

– S-Sim Hayashi Senpai - Diz com um sorriso, depois colocando as mãos nas bochechas as massageando pela dor causada pelo aperto.

– Você poderia ser menos agressiva Sayu - Loiro é interrompido por um soco no rosto, o fazendo cair igual uma banana no chão.

– Você não pode ver algo fofo que ativa seu interrompido de Lolicon - A morena brinca com ele.

– Eu não sou um Lolicon - Diz ele se levantando colocando a mão no lugar que levou um soco massageando.

– Ele só fica com meninas fofinhas que nem você - Diz morena olhando a garota que fica com as bochechas avermelhada.

– Até parece que essa coisa é fofa-Diz Haru já provocando briga com a menina.

– E-Eu não sei - Gagueja ficando envergonhada, ela nem ficou com raiva por causa disso - Eu realmente não sou fofa.

Que estranho ela não ficou com raiva  - Pensa o garoto a olhando, vendo que ficou bem sentida pelo comentário.

– Você devia fazer comentários mais amorosos - Diz o loiro chegando ao seu lado passando a mão em sua cabeça - Tem muito Sasaki San...

–  Esse cara realmente é um Lolicon - Pensa com a expressão indignada no rosto.

– Vocês vão entrega suas fichas? - Diz o loiro mostrando uma pasta com as inscrições.

– É mesmo - Natsume pega sua bolsa a procura do sua folha, enquanto Haru só entrega a folha que já estava em sua mão, até que ela encontra entregando para o capitão.

– Os treinos começarão amanhã, depois das aulas, espero ver vocês depois das aulas - Diz olhando os dois no fundo dos olhos, como se fossem a esperança de algo – Foi um prazer conhecer os dois.

– Espero vocês amanhã também – Sua expressão está seria, mas no fundo com a entrada de novos alunos, foi algo que a deixou bem feliz.

– Também foi prazer conhecer vocês – A voz dela transmitia muita alegria – Estarei aqui Capitão.

– Até amanhã depois da aula - O albino já de costa balançando a mão.

 

*

Natsume abre seus olhos lentamente, ao ouvir o toque do seu despertador tocando a musica “ Numb” do Linkin Park, ela se sentar em sua cama se espreguiçando, olha para janela vendo a coberta pela cortina, assim colocando suas mãos na cortina abrindo deixando os raios solares entrarem pela janela iluminando seu quarto, que seria no segundo andar de sua casa. Ela coloca seus pés em sua pantufa se levantando completamente. Vai até o banheiro se olhando no rosto, não enxergando absolutamente nada, todavia começa a tirar seu pijama deixando o pendurado, logo ligando o chuveiro e entrando de baixo, deixando a água morna molha seu corpo, começa a se lavar, depois de alguns minutos termina seu banho saindo enrolada em uma toalha andando em direção ao seu quarto novamente, pega seu uniforme em seu guarda roupa, colocando em cima da cama, assim começando a se secar. Pega o seu uniforme sendo uma saia xadrez com a cor roxa e preta sendo cos alto, sua blusa branca com um lacinho xadrez igual a saia, coloca uma meia até sua coxa calçando seus sapatos, como é primavera usaria o uniforme mais fresco. Natsume se senta sua penteadeira começando a pentear seus cabelos prendendo em Chiquinha, passando um brilho em seus lábios por secarem facilmente, logo colocando seus óculos que são pretos e quadrado.

– Prontinho! Finalmente vou para meu primeiro dia oficialmente no vôlei – Fala alegremente, enquanto sorrir na frente do espelho.

Saindo de seu quarto indo em direção ao quarto do seu irmão que é ao lado do seu, abrindo a porta o vendo dormindo tranquilamente, se abaixando ao lado da cama dele, admirando o quanto fofo ao dormir.

’Realmente não quero o acorda, fica tão fofinho ao dormir’ – Pensa a enquanto o observa sem piscar os olhos, porém toca a bochecha dele freneticamente, o vendo abrir os olhos lentamente, vendo o sorriso estampado no rosto da irmã ao acorda.

– Nee Chan – Ele levanta os bracinhos como se fosse um pedido, assim o entende pegando ele nos braços o colocando sentado na cama – Tenho que ir para escola mesmo? – Fez bico para ela, a fazendo rir levemente

– Você precisa estudar amor, ou você quer fica sem comida? – Ela faz um rosto surpreso, fazendo ele nega na hora, se levantando da cama rapidamente correndo até o banheiro.

O irmão de Natsume tem o cabelo ruivo igual de sua mãe, mas seus olhos eram do pai sendo azuis, está com dez anos, estudando na escola primaria, a ruiva teria que cuidar dele por causa de sua mãe que trabalha o dia todo para sustenta sua família, a dois anos atrás teria sido abandonada pelo seu, na verdade toda família teria sido, deixando tudo para cima de sua mãe.

– Ei se lave direitinho – Grita para que seu irmão a escute em bom som – Vou preparar o café, te espero lá embaixo...

Natsume desce as escadas entrando na cozinha, abrindo a geladeira vendo as marmitas que sua mãe tinha feito, colocando em cima da mesa as enrolando em um pano, logo indo até o fogão fazendo panquecas para o café da manhã. A menina não cozinha muito bem, por isso faria coisas simples no café, entretanto o básico está bom, assim ela ver seu irmão descendo as escadas uniformizadas, ela ver o sorriso estampado em seu rosto ao ver as panquecas.

– Fiz seu favorito – Diz ela alegremente colocando mel e manteiga nas panquecas dele, enquanto ele já senta pegando o garfo e faca.

– Panquecas da Nee chan são as melhores do mundo – Diz alegremente começando a comer as panquecas, até que p irmão dela é uma criança comportada que consegue comer sozinho sem se sujar pelo menos.

– Obrigada! Pelo menos isso eu consigo fazer bem – Alegremente ela fala o olhando comer, até que ela levanta colocando a jarra de suco de maracujá na mesa, colocando no copo de ambos.

– Maracujá Nee? Você quer me fazer dormir na sala de aula? – Fala brincando com sua irmã, que da um sorriso de canto.

– Se eu te pegar dormindo na sala de aula, não te dou mais panquecas – O provoca, o fazendo fazer um rosto assustado.

– Nem suco de maracujá vai me fazer dormir – Fala confiante, enquanto toma o suco, terminando suas panquecas, enquanto sua irmã começa a comer agora, mas não teria o mesmo apetite que Souma. – Vou pega as mochilas – Ele se pegando subindo as escadas para pegar as mochilas.

Ela terminar as panquecas limpando a mesa, lavando o que teria sujado, subindo as escadas vendo seu irmão deitado na cama, realmente ele não teria comprimido sua promessa.

– Isso é hora de dormir mocinho? – Pergunta em voz alta, fazendo ele acorda na hora assustado.

– Eu peguei as mochilas – Diz gritando assustado, enquanto ela pega a mão dele indo até o banheiro, os dois escovam os dentes e descem as escadas. Enquanto ela ria dele o tempo todo, fazendo ele fecha a cara.

Os dois vão andando até a estação, afinal a escola deles é em outra cidade, por Natsume querer estuda muito na Hashimoto seu irmão teve que muda para uma escola ali perto também. Entram no metro passando o cartão e andando até a plataforma a espera do metro.

– Seja comportado no primeiro dia oficialmente, assim que acaba sua aula me espere na frente da escola, eu vou te buscar para você me acompanha no clube – Diz ela atentamente para que ele prestasse atenção – Se eu demoro você me liga, meu numero está salvo em seu celular – O tom de sua voz demostra preocupação.

– Certo Nee chan, não fique tão preocupada, minha escola é perto da sua, só me ensina o caminho depois, pode não parecer, mas eu sei me cuidar – A voz dele já mostra confiança, todavia isso não impedia dela ficar preocupada.

– Mas faça o que eu mandar, se algo acontecer comigo, a Aki San vai te buscar – Continua a fala preocupada.

– Certo Nee chan! – Ela pega na mão do seu irmão o levando para fila, para entrar no metro.

Os dois entram no metro, por sorte conseguindo pelo menos um lugar, ela o coloca em seu colo, deixando a mochila em cima dele, por a viagem ser longa o menino acaba dormindo no colo dela, mas ela não liga por entender que a viagem realmente é tediosa. Após meia hora eles estão a chega em sua parada, Natsume acorda o garoto para se levantar para descerem.

Após descer do metrô, ela olha para os lados, vendo como é ali, para não esquecer do caminho, começa a andar de mãos dadas com seu irmão que está sonolento, quase tropeçando no próprio pé, começa a balança a mão na frente do rosto do menino.

– Souma Souma! - Repete o nome dele várias vezes, para que acorde do seu estado sonolento. Fazendo o se assustar acordando - Você precisa se acostuma com o horário agora, deve ser difícil.

– Tudo bem Nee Chan, eu vou me acostuma facilmente - Diz o garoto confiante começando a andar mais alegremente puxando sua irmã.

Ela vai andando saindo do metrô, mostrando o caminho até sua escola, andando cinco minutos eles chegam em frente à escola dele. Ela entra com ele até a sala de aula, vendo algumas crianças ali da idade do irmão. Souma olha no fundo dos olhos da irmã, não querendo que ela fosse então Natsume o abraça o apertando, o fazendo retribuir, a relação dos dois é muito amorosa, pois ela sempre quer mostrar que tem uma figura amorosa para ele, depois de alguns segundos o abraço se desfaz.

 

– Tchau Souma, preciso ir se não vou me atrasar - Diz com voz preocupada, dando um beijo na testa dele em despedida.

– Tchau Nee Chan - Ele só fecha os olhos sentindo o lábios se sua irmã em sua testa.

Ela começa a andar para sua escola, vendo vários alunos com o mesmo uniforme que ela indo até a escola, um sorriso brota no rosto da garota. Várias pessoas de diferentes cidades indo para o mesmo colégio, um início de um novo estágio de sua vida, isso acabam deixando ela bem ansiosa. Após alguns minutos se encontra em frente do seu armário, trocando seus sapatos, ao se apoia no armário quase se desequilibrar, mas o máximo que acontece é ela deixa seus óculos cair no chão, fazendo ela não enxerga nada, ela se abaixa para procurar.

– Nossa que olhos lindos - Diz uma voz desconhecida, logo sente seu óculos sendo posto em seu rosto.

– Você realmente é idiota Aki - Fala a menina dando língua para a amiga que começa a rir.

– Poxa! Nem deu para de enganar sua chata - Aki fica indignada enchendo as bochechas, fazendo birra falsa -Você devia tomar mais cuidado com seus óculos.

– Hai Hai - Confirma, começando a andar para dentro da escola.

– Eu queria ter caído na mesma sala que você, eu não conheço ninguém daqui - Se lamenta.

– Não tem ninguém do clube em sua sala não? - Pergunta a ruiva olhando sua amiga.

– Eu só conheci o terceiranistas, que ficou lá para pega as inscrições, vou ver hoje se tem alguém e você? - Rebate a mesma pergunta.

– Eu conheci o Matsuda Senpai e Hayashi Senpai - Diz alegremente para a amiga – Eles parecem ser bem legais.

– E o Sasaki San? - A loira a provoca.

– Oh Sim! E o Sasaki San - A expressão da ruiva muda totalmente com o comentário da amiga. Que só rir da reação dela com a mão na boca tentando abafar a risada.

– Bom Nat, aqui é minha sala - Para em uma porta, que está escrito 1-C.

– Hai! Até mais tarde Aki - Começa a andar até sua sala, que por sorte seria ao lado.

Ao entrar na sala, viu que teria lugares marcados, realmente essa escola seria bem organizada, ela começa a ler os nomes nas mesas procurando o seu o que não demorou muito pela metade da sala já está sentada. Seu lugar acabou sendo o quarto da fileira que teria seis carteiras e por sorte ao lado da janela, comemora por dentro por ter pego um bom lugar, assim ela se sentar colocando a mochila por da carteira, arruma seus óculos, ao olhar para a porta, avistou a cabeleireira branca.

"Não creio que ele é da minha sala - A expressão no rosto da garota, não seria nem um pouco agradável.

Não Acredito  - Pensa ele ao ver a garota o olhando.

 

...

 

 

 


Notas Finais


Boommm esse é o capitulo espero que tenham gostado, vou introduzir os personagens aos poucos, espero que gostem pelo menos de um <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...