História Hate or love? - Capítulo 23


Escrita por: ~ e ~ysatwt

Postado
Categorias Arlequina (Harley Quinn), Batman, Esquadrão Suicida, Gotham, Hera Venenosa, Ian Somerhalder, Jared Leto, Margot Robbie, Mulher Gato
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Personagens Originais
Tags Batmam, Esquadrão Suicida
Exibições 246
Palavras 1.596
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Chegay olha hjjjjj vamos ter um cap muito forte contem umas. Ceninhas que vcs podem não gostar mas e necessário pro enredo da Fic ok
Xoxo só vai🐼🐼🐼🐼

Capítulo 23 - Abuso


Fanfic / Fanfiction Hate or love? - Capítulo 23 - Abuso


               POV.JOKER

Fui até meu escritório e tentei trabalhar...oque não aconteceu claro.porque?porque eu não consigo parar de pensas nessa ideia absurda da Harley de ter um bebê. Sério ela tem que ser muito louca de achar que nos vamos ter um.odeio crianças...elas choram,fazem bagunça,são chatas,tomam tempo de mais,precisam de carinho,amor e essas bostas todas.elas são barulhentas e desastradas.eu não quero brinquedo jogado pra lá e pra ca na minha mansão.nem choros enquanto eu cuido dos meus negócios.sem contar que a criança poderia ser vista como meu ponto fraco assim sendo usada pra me atingir. Por exemplo.poderia ser sequestrada e os sequestradores pediriam algo em troca.e eu não daria.ai a kid morria e a Harley também porque provavelmente ela ia ficar apegada a criança.e também a Harley e louca e não ia saber cuidar de uma criança.tem também as mortes,drogas,violência e toda essa merda em que nos vivemos.não entendo de cuidar dessas mini-pessoas mas acho que não e o ambiente onde se pode criar uma ok?.

Bom vou parar de pensar nessas coisas e focar nos negócios.

Chegou um email do espantalho.não gosto muito dele.e sempre tenho uma pulga atrás da orelha em relação a esse cara.mas ok.ele me convidou para ir até a boate dele.disse que trataria de negócios,marquei com ele hoje as 22:00 e Já eram 21:00 da tempo de eu me arrumar.

Fui até o quarto da Harley e ela estava acordar.

-vamos sair.esteja pronta em uma hora-disse e sai.

Pov.Harley

Me levantei e fui tomar banho.sério que ele acha que eu sou o flash pra eu consegui me arrumar em uma hora.tomo um banho muito rápido mas higiênico. Visto um vestido branco e preto curto e um pouco soltinho pra dançar. Faço uma make focada mais no batom vermelho.calço o salto preto,coloco algumas jóias,passo o perfume pego a bolsa e desço.

Ele estava vestido com uma blusa social vermelha.com um paletó cinza por cima.usava uma calça preta e um sapato preto.jóias e sua bengala.

-vamos amor.-disse

-vamos-ele disse e eu o encarei-a propósito você esta bonita-completou e fomos em direção ao carro.

-aonde iremos Mr.j?-pergunto

-você verá.quero que se comporte-falou entrando no carro.logo vejo johnny e rocco entrando no outro carro. E seguimos viagem.

Paramos de frente a uma boate luxuosa.chamada "Fear" ou medo.entramos sem problemas nenhum.

-fique comigo o tempo todo-ele diz segurando meu braço.

-mas puddin eu quero dancar-disse

-você me ouviu ou esta surda harley-ele disse entre dentes

-sim senhor.-disse e me sentei em uma messa com ele.lá estava espantalho.e eles começaram a conversar. Eu fiquei sentada pensando em varias coisa e conversando com minhas vozes.começo a me sentir mal.

-o que foi Harley?-pergunta Mr.j

-nada Mr.j- digo e ele me escara um pouco mas volta a conversar com espantalho.esse cara e bizarro.

Bebê

Filhos

Família

Casamento

Felicidade

Amor

Amor

Amor

Amor

As vozes gritavam na minha cabeça isso me deixava com mais ânsia de vomito ainda.tava ficando tonta fiz de todo pra ele não perceber.e deu certo.

-ótimo joker ficamos assim-disse o cara de capim.

-ta-concorda e se levanta-vamos harley-me chama

-vamos sim-digo ele se despede do jonathan

-tchau cabeça de capim seco-digo sorrindo

-até mais-ele diz raivoso e nos saímos.

-oque aconteceu com você Harley-ele me diz dentro do carro-esta calada de mais

-nao e nada....puddin-e sim to encabulada com essa história de não ter uma família-não se preocupe eu só não queria atrapalhar os seus negócios e apanhar depois-digo sorrindo

-esperta-ele diz e arranca

Seguimos até uma boate chamada "the joke"ou a piada.

-oque estamos fazendo aqui amor-pergunto curiosa

-vamos nos divertir querida.-ele desce do carro e eu também.

-é de algum conhecido seu?-pergunto ao ver que ele passa pela porta dem dar satisfações e o segurança ainda se curva levemente em sinal de reverencia.

-há há há há há há não.há há -ele nega-e minha sweet-completa.

Agora faz sentido.só podia ser dele.a boate era toda decorada de dourado preto e roxo.tinha sorrisos pra lá e pra ca.correntes douradas.umas grandes e outras pequenas.tinha também uns palcos pequenos.com barras de pole dance.nos seguimos até a área vip.e pegamos umas bebidas. Eu estava olhando o lugar senta perto dele.

-Mr.j-chamo-ja que esse lugar e seu eu posso dançar agora?-peço

-pode.mas você Ja sabe das regras-adverte.

-sim amor.-vou saindo mas ele me segura e fala.

-cadê o meu beijo-diz

-não vou borrar meu Batom.e todos que estou com você.-dito isso saio sem nem esperar uma resposta dele.com certeza ele ficou com raiva.

Fui até o bar e pedi uma dose de tequila bebi tudo em um só gole e fui em direção a um palco que era envolto por um Vidro.dentro dessa "cabine"tinha uma corrente e um pole dance.

Entrei na cabine expulsando uma puta de lá.sério esse lugar tem muitas putas,espero que nenhuma delas se engracem com meu homem porque se não eu arranco as cabeças delas.vadias.

Começa uma musica sensual e eu começo a dançar.olho em direção a sala vip.lá estava ele.me olhando faminto pelo meu corpo.em minha volta estavam muitos homens mas eu não tirava os olhos dele e ele de mim.

Eu dançava sensualmente pra ele.só pra ele.Rebolava,descia,subia,jogava cabelo...

Derrepente chega um homem e começa a conversar com ele ele para de olhar pra mim depois de um tempo ignorando ele.depois de um tempo a musica acaba e eu volto para o bar.

Peço mais duas doses de tequila pro bar man

-oi linda-diz um cara-você estava deliciosa lá em cima-diz sorrindo malicioso.

-olha querido acho melhor você ir embora.não to afim de confusão.-disse dando as costas pra ele.

-que isso delicia não vai embora não-ele segura o meu braço e me vira.eu tento me soltar mas ele me agarra e me beija segurando os meus braços. Ele me beijou de surpresa e eu não tive reação

Pov.joker

Ja tinha bebeido bastante e estava conversando com Charlie um traficante conhecido meu.olho em direção ao palco onde Harley dançou.mas ela não estava mais lá.Me levantei a procurando com o olhar .e encontrei....mas ela estava beijando um homem.

Uma raiva incomum surgiu em mim.desci as escadas e fui andando a passos rápidos e furiosos até ela.vadia.ela me paga.

Pov.Harley

Senti o homem ser arrancado bruscamente pra longe de mim,era ele.joker.

Ele deu um soco muito forte no rosto do homem Que caiu no chão. A musica parou porque o dj viu oque aconteceu.ele chutou o homem,socou,chutou novamente,até sair sangue da boca dele.por fim ele disse pro homem.

-aquela boceta me pertence.não toque no que e meu.nenhum outro pau entra nela a não ser o meu.-ele cospiu no homem e por fim deu um tiro na barriga e outro na cabeça. Ele ofegava e derrepente olhou pra mim.um olhar de furia,de desgosto,de nojo,de....tristeza.

Ele me pegou pelo cabelo e saiu me arrastando até o carro.me jogou lá dentro sem nenhuma delicadeza e trancou a porta, provavelmente pra eu não fugi.Ele entrou e bateu a porta com forca e saiu em alta velocidade.ele apertava o volante e serrava os dentes.

-Mr.j eu...-ele não me deixou completar

-CALADA SUA VAGABUNDA....EU NÃO QUERO OUVIR UM PIO SEU VADIA.-gritou estapeando a minha coxa direita

Me calei.estava tremendo de medo,eu sei oque vira a seguir,ele vai me bater,me bater até eu desmaiar provavelmente,ele deveria estar pensando que eu o trai mas não foi isso que aconteceu.

Chegamos em casa e ele me tira do carro me puxando pelo braço apertando-o.

Me levou até meu quarto.e me deu um tapa no rosto.

-VADIA TRAIDORA-ele grita.me da mais vários tapas e cai no chão.

-Mr.j não e oque você...-ele me calou com um tapa

-VOCÊ E SURDA,EU DISSE QUE NÃO QUERIA OUVIR UM PIU SEU SUA PUTA.-ele me da um soco que me deixar mais tonta ainda segura meu pescoco- você gostou da língua dele na sua boca harleen?...queria o pau dele dentro de você?-ele falava no meu ouvido e eu só chorava-RESPONDE CARALHO-ele grita.mas eu não conseguia dizer nada.-ah não vai falar.então eu vou te fazer gritar-ele fala e começa a arrancar a minha roupa.não ele não vai fazer isso.

Ele tira toda a minha roupa e eu me debatia contra ele.quando eu Ja estou totalmente despida ele diz.

-calma querida não vai doer nada-ele disse-pelo menos não em mim.

-n-não faz isso por-por favor Mr.j-eu chorava e soluçava

-ahhh você sabe falar.mas não adianta.-ele diz sério e rouco.podia sentir de longe o cheiro de álcool vindo dele.ele estava bêbado.

Ele abaixou as calças e adentrou em mim com força. Ele me machucava porque eu estava seca.a cada entocada era um grito meu.ele não olhava pra mim,olhava pra um ponto fixo.sem expressão. Eu gritava,berrava pra ele parar mas ele não parava.me machucava porque além de esta me invadindo ele mas apertava nos pulsos que ele prendeu com uma mão acima da minha cabeça e com a outra ele apertava a minha cintura.tão forte mais tão forte que parecia que ia quebrar.

-você e minha Harley...ninguém vai tocar em você. Nenhum outro pau vai te foder a não ser o meu...você e minha...-ele disse logo depois ele gozou e se retirou de mim.

-espero que tenha aprendido a lição. Não abra as pernas pra outro homem parecendo uma puta.você e minha puta.não divido oque e meu-ele fala se arrumando.não me olha nem um Momento e sai do quarto.fico um tempo deitada no chão chorando com minha intimidade queimando.chorava...chorava muito.ele nem me deixou explicar.me machucou como nenhum homem fez.porque ele fez isso?

Ouço barulhos vindo do seu escritório.ele estava quebrando coisas e atirando também.

Me levanto e caminho até o banheiro com muita dificuldade.minha intimidade estava sangrando por causa da violência usada por ele.me olhei no espelho...estava acabada.meu rosto estava com marcas perfeitas dias suas mãos,meu nariz sangrava pelo soco,olhos vermelhos pelo choro.coração quebrado pelo homem que amo.


Tomei um banho demorado regado de choro.lavei todo meu corpo.sai do banheiro coloquei uma calcinha e uma regata.me deitei e tentei dormi de imediato mas o sono não vinha.eu me lembrava de tudo o que tinha acontecido.chorei...chorei bastante e por fim dormi.com minha alma sangrando.


Notas Finais


Xoxo só vai🐼🐼🐼🐼


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...