História Hate... Or Nah? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Star vs. as Forças do Mal
Personagens Marco Diaz, Personagens Originais, Star Borboleta
Tags Fanfic, Shortfic, Star×jackie, Tomco
Visualizações 126
Palavras 503
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá minha gente, como vão? Eu vou ruim, afinal, minhas aulas começaram, e aí eu lhes pergunto:tem tortura pior que essa? Eu acho que não!
Sobre o capítulo: Não sei dizer se o título coincide com o conteúdo, mas como eu não gosto de deixar sem, fica assim mesmo.
Não tem capa porque eu tô postando pelo celular, e no meu celular não tem o álbum que eu fiz para fic, só tem no PC.
Capítulo revisadíssimo dessa vez.
Capítulo com uma quantidade boa de Star, e com Marco se fazendo de difícil.
Por enquanto é isso, a gente se vê lá embaixo, aproveitem o capítulo e bye!

Capítulo 5 - Complicações?!



Depois de conseguirem acalmar Marco, Star explicou devidamente a situação a ele, ocultando a parte de ter sido por sua causa que Tom estava lá, é claro. Obviamente o moreno não aceitou aquilo com facilidade, o que incomodou o demônio, de certa forma, mas a loira o reconfortou dizendo que Marco não se importava tanto quanto deixava transparecer, que na verdade o moreno só estava se fazendo de difícil.


-De todo jeito, mesmo que eu deixe o Tom ficar aqui, não significa que meus pais irão deixar.-O moreno disse no exato momento em que os dois desciam as escadas, sua mãe carregando uma bolsa e seu pai usando um chapéu que Marco julgou tão horrível ao ponto de fazer uma nota mental para queimá-lo assim que estivesse sozinho.


-Ah, ei, pais do Marco!-Star chamou antes que eles saíssem da casa, pareciam estar com pressa, o que deixou o moreno à sua frente levemente desconfiado.-Meu amigo, que por um acaso é um demônio com sérios problemas de raiva, pode ficar uma semana aqui?-A loira pediu, lançando aos dois seu melhor olhar de "criatura adorável o suficiente para não dizer não", vendo-os ficar em silêncio por um instante antes de completar:-Por favor?


-Mas é claro querida.-A mulher respondeu lhe lançando um sorriso doce, atravessando a porta enquanto acenava para os três. 


-Se é um amigo da Star, então não vejo problema!-O homem completou, antes de fazer um gesto com seu chapéu e também atravessar a porta, a fechando atrás de si, deixando uma Star contente, um Tom aliviado e um Marco completamente atônito para trás.


-O QUÊ?-O moreno exclamou assim que recuperou os sentidos, interrompendo a pequena comemoração de Star por ter tido êxito em conseguir uma autorização dos pais de Marco para que Tom passasse uma semana por lá.


-Sabia que deixariam você ficar! Eles são gentis, você vai ver!


-Isso é um alívio.-Tom falou respirando fundo e se virando para Marco-Vocês tem algum quarto de hóspedes?


-Não, mas você pode ficar no meu!-Star respondeu, deixando Marco ainda mais atônito do que estava antes.


-O quê? Não! De jeito nenhum! Ele fica com sofá!-O moreno interviu antes que Tom pudesse expor sua opinião sobre o assunto.


-Mas ele é visita! Não pode ficar com o sofá!-A loira rebateu indignada apontando para o móvel. 


-É claro que pode! Olha só para ele, ele veio do inferno, tem lugar pior para dormir?!


-É, mas ele veio de um castelo no inferno Marco! Ele é um príncipe! Não pode simplesmente dormir no sofá!


Se cansando daquela discussão, Tom suspirou e deu meia volta para o jardim, afim de não ouvir mais os dois que elevavam a voz a cada palavra dita. Eles que se resolvessem com aquela questão, afinal de contas, não era ele quem morava na casa.


Quando enfim chegou ao seu destino, procurou por uma árvore e se sentou embaixo da mesma, apreciando sua sombra.

Começou a mexer em uma de suas pulseiras para se distrair.


-É... Parece que isso vai ser ainda mais difícil do que eu pensava...-Falou consigo mesmo, se recostando na árvore e fechando os olhos. 




Notas Finais


Aqui estamos de novo! E mais uma vez eu gostaria de agradecer aos favoritos e aos comentários! Gente que favorita e principalmente gente que comenta, eu amo vocês. Sem sacanagem, eu amo vocês ♥
E então, gostaram do capítulo? Espero que sim, porque até eu gostei dele! E AGORA A STAR VAI PARTICIPAR MAIS DA HISTÓRIA ÊÊÊÊÊÊ!
E onde vocês acham que o Tom vai dormir, hum?
PS: Eu não sei se na casa do Marco tem quarto de hóspedes ou não, mas decidi deixar que não, já que a Star já tá em um...

Era só isso que eu queria falar mesmo, a gente se vê no próximo capítulo minhas delícias, tchaau~

PS: TATAKAE!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...