História Haters of Love (Imagine Jimin) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 155
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeee amorees!!!♡♡♡

Como vcs tão? Suave na nave?? (To loka)


Mais um capítulo (terminei agora sjbsjssb)



Boa leitura!!

Capítulo 13 - Explicando



 - Gostou? - questiona Jimin, após termos caminhado um pouco até chegar ao local que ele queria me mostrar.

Era simplesmente incrível!

Estávamos no topo de uma montanha, o vento batia forte contra nossos rostos e, ao nosso redor, era possível ver toda a cidade em volta de uma névoa. Uma cena digna de um quadro.

Depois de observar tudo ao meu redor, inclusive a cidade pouco abaixo de nós, me viro para ele, com um sorriso no rosto.


- É perfeito - falo maravilhada com aquilo. - Por quê quis me trazer aqui?


- Porque é um lugar muito bonito. - Deu de ombros.- Quis mostra-lo para alguém legal.


Solto um riso baixo e volto a olhar para frente. Obro os braços, sentindo o vento bater neles, aquilo era como voar, meus cabelos balançando ao redor do meu rosto tornava aquilo mais real.


- Esse lugar é maravilhoso - falei de olhos fechados.


- Sim, muito. Eu nao teria te trazido aqui se não fosse - falou convencido.

Depois de respirar fundo aquele ar fresco várias vezes, me sento na grama, olhando Jimin ao meu lado, que logo faz o mesmo que eu.


- Achei esse lugar há alguns meses, quando briguei com meus pais - riu baixando o olhar para suas mãos, em seu colo. - Eu tinha pegado o carro, e saído por ai sem rumo, não sei oque passou na minha cabeça. Então, de longe, vi essa montanha, decidi subir, pra ver no que daria, e me deparei com essa beleza. Parece um quadro que foi pensado em cada mínimo detalhe e retrado com todo amor e cuidado. - sorri enquanto ele falava.


- Pensei a mesma coisa quando vi essa paisagem. - falo e ele sorri para mim.


- É, de vez em quando, quando preciso relaxar, eu venho aqui, isso me acalma - disse fechando os olhos e inclinando a cabeça para o vento, enquanto estava apoiado com os braços para trás. Aquela cena sim era digna de um quadro. - Desculpe, estou falando de mais?

Balancei negativamente a cabeça. "Não, Jimin, você não está falando de mais", penso, " eu ficaria horas só a te ouvir falar tudo o que sente, você faz uma discussão com seus pais parecer uma aventura".

Ficamos ali, sentados, aproveitando a brisa fria do fim de tarde e em silêncio.

Começo a pensar no que aconteceu entre a gente no carro. As cenas daquele beijo simplesmente invadiram a minha cabeça, sem permissão. Como alguém poderia chegar assim, tão de repente, e invadir meus pensamentos sem meu consentimento? Era assim com Park Jimin.

Ele era uma figura difícil de esquecer. Seus traços eram perfeitos e sua risada era como a junção de todas as coisas boas que ja existiram.


- Seria estranho se eu te falasse que gosto da sua companhia? - pergunto - Pois é, eu gosto da sua companhia.

Ele sorri e fixa seu olhar em mim, se aproxima um pouco mais, encostando sua boca em meu ouvido e sussurrando com a sua voz extremamente sexy:

- Seria estranho se eu falasse que gosto de você? Pois é, eu gosto de você.

Todos as terminações nervosas do meu corpo simplesmente se derretem com aquilo, meus pelos se arrepiam e minhas bochechas esquentam.


- J-jimin, eu...


- Shh! - ele me interrompe pondo um dedo em minha boca. - Não precisa falar nada, nada mesmo. - diz, agora olhando em meus olhos. - Escuta, não sei se ja te disse isso, mas me desculpa por ter sido tão idiota, quando te conheci. Jeongguk e Suga me disseram que você ficou mal com o que eu te disse, no primeiro dia de aula. Eu sei exatamente como é se sentir assim. Me desculpa mesmo - balançou a cabeça, como se estivesse triste, e em seguida me beijou, novamente.

Não importa se a primeira impressão que tive de Jimin tivesse sido terrível. Nem se o jeito como ele me incomodava me deixava perplexa. Na primeira vez em que o beijei aquilo realmente parecia algo distante. E agora parecia bem mais.

Ele leva as mãos até minha cintura, me puxando mais para ele, do mesmo jeito que eu, quando coloquei as mãos em seus cabelos castanhos. Mordo levemente seu lábio inferior, oque faz com o que ele sorria. Nos deitamos sob a grama macia e nos afastamos, lentamente, sorrindo um para o outro.

Ficamos em silêncio, novamente, por tempo  suficiente para que meus pensamentos voltassem a tona.


- Jimin?


- Uh?


- Por quê você gosta de manter segredo? Digo, sobre você e sua família serem ricos - pergunto com voz rouca.

Ele me olha, como se estivesse pensando na resposta, mas, por algum motivo, acho que não deveria ter perguntado isso, por um momento achei que ele fosse me dar uma bronca por ter perguntado isso ou dizer algo do tipo: "Isso não vem ao caso." Mas, para minha surpresa, ele respondeu:


- Por que não gosto de como as pessoas se aproximam de mim quando sabem sobre tudo. Por interesse. Já tive até mesmo namoradas que so começaram a namorar comigo por causa do dinheiro. - ele para novamente e depois continua - Já tiveram até mesmo pessoas que, depois de me aguentarem por "tempo suficiente" jogaram na minha cara o quão inútil eu sou e que eu deveria emagrecer... Teve uma época que eu era... digamos... acima do peso ideal - completou, a tristeza em seu tom de voz era perceptível.


- Jimin, essas pessoas eram idiotas, você não é inútil, nunca pense isso, e também não consigo lhe imaginar gordo. No máximo eu acho que você ficaria mais fofo que já é - comento com um sorriso.


- Eu não sou fofo. - rebate com um bico, o que me faz ir até ele e deixar um selar em seus lábios. - Se você fizer isso toda vez que eu discordar de algo sobre mim, eu juro que vou ser uma pessoa opositora a tudo isso.


- Não se acostuma! E nem diga que vai se opor contra quem você é de verdade!


- Tá legal - falou rindo e balançando as mãos. - Hey, vamos tomar sorvete? Há uma sorveteria por aqui...


- Vamos! - respondo

~*~

Após irmos tomar sorverte, e conversamos assuntos aleatórios, Jimin me deixa em casa. Eram quase 19:00 quando cheguei. Meus tios perguntaram onde fomos, respondi apenas que ele me levou a um lugar que achava legal, escondendo, claro, os detalhes.

Fico fazendo a atividade que o professor de literatura passou e depois vou tomar banho.

22:00, decido dormir. Mas, antes disso, meu celular toca, avisando que havia chego uma mensagem.

Park - idiota - Jimin: Boa noite♡!!

Eu: Boa noite!!!!♡


Notas Finais


Comentem oque acharam ♡♡♡♡


Até a próxima ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...