História Hawkins From the Other Side - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Stranger Things
Exibições 13
Palavras 717
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Me digam se gostarem da fanfic. Aceito críticas. sério, aceito mesmo. Boas ou ruins.
espero que curtam a leitura :)
-R

Capítulo 1 - Im back


    O que ele quer que eu diga? Por que ele sempre faz isso comigo? Acabei de chegar do meu intercâmbio e ele vem no aeroporto? Ele realmente acha que isso vai ajudar com alguma coisa?

-Oi, Finn – o cumprimentei, tentando soar normal. Mas falhei. Estava muito na cara que eu estava surpresa e irritada com a presença dele ali.

-Oi? - por um segundo não entendi o porque da pergunta, ele parecia quase ofendido. Não é do tipo dele demonstrar quando está ofendido, pelo menos não que eu me lembre. O que esses 4 anos fizeram com ele?

-Oi? Fala sério, Millie! – ele praticamente gritou no aeroporto, e me abraçou. De repente e sem nenhum aviso. O que ele acha que está fazendo?

Ele sorria de orelha a orelha quando finalmente me soltou no chão.

-Você não imagina o quanto nós estávamos com saudades de você! – ele soltou um gemido no final da frase, acho que pra enfatizar a “enorme saudade”.

-“Nós”? - perguntei. Ele ficou sério mas tentou disfarçar a mudança súbita na sua expressão e abriu o mais leve e doce sorriso fingido que conseguia fazer.

-É. Nós. O Noah tá lá no estacionamento. Não tinha vaga, então ele ficou parado ali na entrada – Noah. Algo em ouvir o nome dele me fez sorrir. E parece que o Finn percebeu. Logo desfiz meu sorriso besta e voltei a ficar séria.

-E vocês vieram juntos? - perguntei. O Finn pegou minha mochila que até agora estava nas minhas costas e a pendurou no seu ombro por uma das alças.

Ele ajeitou o cabelo que estava maior que o necessário parar parecer bagunçado e charmoso e só parecia bagunçado. Mas aquele cabelo ficava bem nele.

-É. Depois que você foi embora eu e ele nos entendemos – ele disse, sem jeito. Ele está com tanto medo de tocar no assunto quanto eu.

-Legal. E o Caleb? O Gaten? - perguntei, animada. O Finn me olhou rápido e virou o rosto, desconcertado.

-É, eles estão bem. O Caleb arrumou uma nova namorada...

-Jura? Outra? - o interrompi. Ele parou de andar e me encarou.

-Como você sabe que é outra namorada e não a primeira dele? - ele me olhava como quem tentava ler meus pensamentos mais íntimos e isso tornou a conversa um pouco mais estranha.

-Mantivemos contato quando fui embora – revelei. Admitir aquilo para o Finn foi como tirar um vestido de 40kgs.

-O que? - ele parecia realmente chocado com aquilo. E triste. Porque contei isso para ele?

-É. Eu nem expliquei para ele por que fui embora tão de repente. Nem me despedi dele. Nem do Gaten – falei, triste.

-Então também andou falando com o Gaten? - o jeito como ele falou, fez soar como se ele tivesse acabado de descobrir que o trai não só com um garoto mas com dois.

-Qual é o seu problema?  Não te devo satisfações! – reclamei, puxando minha mochila do seu ombro e indo em direção a esteira para pegar o resto das minhas malas. Sozinha. O deixei ali parado como um noivo largado no altar.

Depois de quase meia hora esperando a esteira começar a rolar, o Noah aparece do meu lado.

-Oi – ele toca levemente no meu ombro e foi como se todo o mundo se iluminasse. Como antigamente.

Não pude evitar abraçar ele e ele não se deu o trabalho de fingir que não esperava aquele abraço desde o momento em que fui embora.

-Então, Caleb e Gaten né? - ele deu um sorriso fraco e eu jurava que ele ia me brigar também.

-Noah... – mas ele me interrompeu. E graças a Deus que o fez por que depois de o nome dele sair da minha boca senti calafrios e nunca conseguiria começar, e muito menos terminar, a minha explicação.

-Você não precisa me explicar nada –ele pegou a mochila do meu ombro e a pendurou no ombro dele. Por que eles ficam fazendo isso? -Eu sei. Eu e o Finn estragamos o que nós três tínhamos mas isso não significa que estava tudo arruinado entre você e o Caleb, ou o Gaten – ele respirou fundo e antes de falar de novo, eu o interrompi.

-Mas não está tudo arruinado entre nós.

-Mas o Finn acha que...

-Não estou falando do Finn. Estou falando de nós.


Notas Finais


espero que tenham gostado. me digam suas opiniões e tudo mais.
se gostarem eu posto o cap 2.
-R


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...