História He existed for me - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Danielle Campbell, One Direction
Personagens Danielle Campbell, Harry Styles, Niall Horan, Personagens Originais
Tags Amigo Imaginário, Danielle Campbell, Harry Styles, Meu Único Amor
Visualizações 114
Palavras 1.611
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Cross-dresser, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIIIIIIII MEUS BBS AHAHHHAHA muito obrigada pelos 125 fav, E PELOS COMENTÁRIOS *-------* VOCES são maravilhosos, ahahah estou tão feliz, ahaha espero que gostem, sinceramente eu gostei, espero vê vocês nas notas finais

Boa leitura *+*

Capítulo 8 - Capitulo VII


Fanfic / Fanfiction He existed for me - Capítulo 8 - Capitulo VII



Estou pouco me fodendo pra você mesmo

Quem foi que disse que eu ligo pra você?


"Chicago, Califórnia, 2012"


- Danielle narrando.



Caminho divagar até a lanchonete que minha mãe estava me esperando, Harry não estava comigo pois disse que iria ter que ir resolver algumas coisas, não entende muito bem quando ele disse isso, mas deixei pra lá, parou na frente da lanchonete vendo pela janela de vidro algumas pessoas dentro do local, logo a visto minha mãe e entrou, vejo algumas pessoas olharem para mim, dei de ombros e caminho até a mesa onde minha mãe estava


- Pintou o cabelo? - digo e puxou uma cadeira me sentando em sua frente.


- Querida? - abre um sorriso falso - e tão bom vê você.


- Diz logo oque você quer - falo grossa, ela tira seus óculos 


- Queria apenas bater um papo com você, faz tanto tempo que não nos vemos - pega em minha mão, tiro  no  mesmo instante da mão dela.


- não parece! Você não se importa comigo, não sei porque me chamo aqui.


- Porque eu queria conversa com você, confesso que pensei que nem viria - beberica sua bebida, revirou os olhos.


- Oque você quer? - repito de novo, ela da de ombros e se ajeitar na cadeira


- Quero que você venha morar comigo - sorrir, franzi o cenho - não vai me responder?


- Bem que o Harry disse que eu não deveria vêm aqui - Dei de ombros, me levando da cadeira- foi um prazer te vê marry Jenner - falo irônica, tento sair mas ela segura minha mão com força.


- fique por favor Danielle!


- Acho melhor você ir embora da minha vida - puxou minha mão da sua- você já foi uma vez, porque não vai de novo?- me apoio na mesa e abaixo meu olhar para ela- você não se importa comigo essa é a verdade.



Levanto meu olhar e algumas pessoas olhavam para a gente, sorriu falso e me re componho, olho para ela e sorriu falso, caminho até a porta de saida, saiu do local e começo a andar de volta para minha casa, não deveria ter vindo, Paro no sinal de transito, enquanto alguns carros passavam





Atravessou a rua, olho para o céu que estava com algumas nuvens cinzas, parecia que iria chover, coloco as mãos no bolso do meu casaco e abaixo a cabeça caminhado, Bato em algo e caiu no chão, passou a mão na minha cabeça, um rapaz se abaixa e pega na minha mão me ajudando a levantar, puxou minha mão rápido da sua após olhar para ele, o moço estava vestido de branco, pareceria um vestido dos bem antigos, era branco e parecia bastante delicado, seus cabelos eram loiros e ele tinha olhos azuis




-  quem é você? - Olho para ele, olho para os lados vendo que não tinha muitas pessoas na rua, como se tudo tivesse parado e só restasse eu e o cara que estava na minha frente.


- Desculpe assustei você? - diz e sorrir deixando seus dentes extremamentes brancos a mostra, seu rosto parecia ter sido esculpido por um anjo.


- Não - falo e recuou


- Bom sou o niall - rir e levanta sua mão em forma de comprimento, não aperto- Precisava fala com você Danielle!


- como sabe meu nome? - levanto a sobrancelha, ele me puxa me fazendo ficar de baixo de uma tenda que tinha ali junto com ele


- Eu sei de muitas coisas - sorrir novamente- sou seu anjo da guarda.


- Você? - rir - eu já tenho um, não preciso de dois.


- Espere - ele me puxa de volta


- Oque você quer? - essa frase já estava no meu vocabulário.


- Que você se afaste do Harry, ele não é mas um anjo.


- Oque? - franzi o cenho- desculpa Anjo, mas eu não vou fazer isso.


- É para seu próprio bem, coisas terríveis iram acontecer!


- Como oque? O fim do mundo? Que acabe afinal minha vida é uma merda mesmo - dei de ombros, ele me olha sério como se eu tivesse falado algum insulto.



- Não deveria falar certas coisas menina - balança a cabeça negativamente- eu estou com isso aqui - ele pega um pergaminho de dentro de uma bolsa que estava


- Oque é isso? - franzi o cenho, ele me entrega, o pergaminho estava dentro de um tubo pequeno, era de ouro com alguns desenhos estranhos.


- Pegue, ai estão algumas coisas, detalhes sobre seu amigo - ele fecha sua bolsa - espero que leia com atenção.



- Espere - levanto o pergaminho no ar - isso aqui vale algum dinheiro? - falo rindo - oque foi?


- Não deveria brincar com isso - diz é me olhar-  em breve voltarei, tome cuidado.





Sorrir e passar seu polegar em minha bochecha, franzi o cenho, ele sai de baixo da tenda e abre suas assas brancas que brilhavam como as estrelas do céu, e some de vista, deixou minha boca entre a Berta, ficou parada no mesmo lugar, balanço a cabeça e uma pessoa me cutuca, olho e vejo um senhor mas velho 


- Você quer uma flor? - diz e me da uma tulipa- e de graça - sorrir deixando seus dentes amarelos a mostra



Agradeço porque ainda tenho bons modos, pego a flor e saiu dali,  caminho até a minha casa, deixo o pergaminho em baixo do meu moletom para que ninguém visse, paro em frente da minha casa e vejo Harry sentado nos degraus pegando chuva, ele me vê e abre um sorriso enorme.



- Pensei que iria demorar mas - diz e me abraça, recuo um pouco - oque foi?



- Nada - dei de ombros, subo os degraus e abro a porta vendo meu pai gritando com Penélope, vou até a área de trás da casa vendo ele rosna contra ela -Finalmente viu que ela não prestava.



- Danielle? - meu pai diz e olha para mim - não se meta agora.



- Porque não?



- Sua pirralha - diz e caminha até a mim, meu pai a segura- eu te odeio, eu te odeio Danielle!




- Só quero deixar claro - caminho até as escadas - Quero que você vá para o inferno Penélope - falo alto e a mostro o dedo do meio para ela.


- Não quero mas ela aqui - ouço ela esbraveja - sua filha atrapalha tudo




Subo as escadas e entrou no quarto, fecho a porta, tiro meus tênis e jogo em um canto do quarto, Harry me olhava com curiosidade



- Ela anda louca - digo- não entende porque ela disse que me odeia, nunca fez nada a ela - falo sínica, revirou os olhos - acho que ela precisa transar mas, anda muito estérica essa doida.




- Lúcifer não está gostando nada, nada do que ela anda fazendo - ele se joga na minha cama- estava com ele hoje mas cedo.



- Oque? - rir e entrou no meu closet, tiro meu moletom, pego o pergaminho e vou até atrás da prateleira dos meus sapatos, olho para porta vendo se Harry não estava ali me espiando, me abaixo e coloco de baixo da prateleira bem no fundo, me levanto e saiu em seguida do closet.




- eu estava tratando de assuntos com ele - da de ombros, tira sua blusa mostrando suas tatuagens


- Não havia reparado que havia feito tatuagens - pego meu livro da cabeceira da cama, me deitou ao seu lado -  que tipo de assuntos?



- Negócios do mundo de baixo e de cima - rir e passa a mão em meu cabelo - como foi com sua mãe?



- Ela veio com um papo deu morar com ela - dei de ombros, abro o livro na pagina  onde eu havia parado



- Só isso que aconteceu? - olho para ele, as vezes tinha a impressão que ele poderia lê meus pensamentos, balanço a cabeça confirmando não diria sobre o anjo que veio me visitar de surpresa, rir 



- Sim - minto - porque você não me diz mas sobre seus negócios? As vezes parece que eu não conheço você harry .



- Tudo bem, você têm direito a três perguntas - deixo o livro de volta em cima da cabeceira que ficava ao lado da minha cama, me sento em forma de índio, ele faz o mesmo, passou meu olhar pelo seu corpo - não conseguir parar de olhar né? - ele rir- sei que sou gostoso.



- Você é um idiota Harold - digo, ponho uma mexa de cabelo atrás da minha orelha, as palavras do tal anjo voltam a minha cabeça. - bom da onde você veio?



- Eu sou um caido, você já sabe disso - coça sua nuca- eu era daqui da terra, próxima pergunta.




- Você é o que? Digo? Você é um anjo ou um demônio? - franzi o cenho, ele sorrir deixando suas covinhas a mostra



- você podia me definir como um caido - rir- mas como um demônio agora, afinal eu não sirvo mas os céus.



- Porque?



- Acho que isso você vai descobrir com o tempo - diz e passar seu polegar na minha bochecha- você parece diferente, bom suas perguntas acabaram



- Eu acho que vou estudar - falo e me esquivo para pega o livro, mas o cacheado impedir.



Ele se aproxima de mim, e passa sua mão em meu rosto que estava quente, sua mão estava gelada como o gelo, olho para seus olhos que estavam tomando uma cor diferente, ele aproxima seu rosto do meu, sinto meu coração acelerar, aquele não era meu Harry, sinto seus lábios tocarem os meus, suspiro e me Afasto dele tirando meu rosto de perto do seu, balanço a cabeça negativamente, o mesmo me olha confuso.


- Desculpa - dei de ombros- eu estou com sono já - olho no relógio do meu pulso - já está tarde.















Notas Finais


Oiiiiii? Meus BBS ahahhah vocês gostaram? Espero que sim, não se esqueçam de comentar, se gostaram, ahh uma pergunta caso vocês queiram responder sei la, vocês querem tipo um flashback do passado do Harry? Antes de tudo isso? Se sim comentem e tals, bom nos vemos logo hem, Obrigada mesmo *+* até.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...