História He Is My Dream. - Capítulo 60


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Mebuki Haruno, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Borusara, Emdan, Gaaino, Himatomas, Kanflora, Naruhina, Sasusaku, Shikatema, Shikatessa
Exibições 618
Palavras 2.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi meus amores. ♥ Por muita insistência, eu vou fazer dez capítulos extras. EEEH. Então caprichem nesse. Final de ShikaTessa. ♥ Beijos amores e até os próximos.

Capítulo 60 - Sessenta.


Fanfic / Fanfiction He Is My Dream. - Capítulo 60 - Sessenta.

_HE IS MY DREAM_ 
_CAPÍTULO 60_
*POR* Tessa
:

THE END SHIKATESSA

- Shikadai....

- Me deixe terminar. – Ele coloca o dedo na minha boca. – Eu queria me desculpar pelo beijo, eu não devia ter feito aquilo eu simplesmente não devia.

- Eu gostei.

- Eu sei....espera! O que disse? 

- Eu gostei. – Me Levanto da cama, Shikadai me olha atentamente. Levo minhas mãos até o cós da camisola e a retiro, ficando apenas de roupas íntimas na frente dele. – Eu preciso mais do que aquele beijo. Eu preciso ser amada, e eu escolho ser amada por você. – Shikadai se levanta e se aproxima de mim, ele leva a mão ao meu rosto.

- Você tem certeza? – Fecho os olhos sentindo o carinho dele. 

- Sim, eu tenho. – Abro os olhos o puxando para um beijo. Shikadai fica um pouco parado,  por conta da surpresa.  

Apenas questão de tempo, logo seus lábios abrem os meus, famintos. Eu gemo e enterro minhas mãos em seu cabelo para que ele não pare de me beijar. 

Calafrios de desejo me percorrem enquanto ele se inclina sobre mim, devorando-me com sua boca enquanto minha cabeça pende para trás e um ruído de prazer escapa de minha garganta. 

Shikadai desliza suas mãos sobre meu corpo,  e assim que sinto seus dedos gélidos entre meus seios, eu estremeço enquanto imploro para que ele toque meus mamilos.

Céus, o que eu estou fazendo? É errado, mais certo, porra. 

- Você tem certeza?  – ele murmura enquanto olha para mim, seus olhos loucos de calor enquanto meus mamilos quase espetam o ar.

- Sim, mais que tudo. – murmuro, quase em um gemido. – Por favor, não pare, eu me sinto que é você, eu quero que seja você. 

Com uma travada perceptível no maxilar, ele estende a mão  e eu a sinto passando pelo meu cabelo - e então ele me olha, seus olhos reluzindo quando parece querer tanto quanto eu. 

- Tem certeza? - diz ele. NÃO, eu não tenho certeza de nada agora, eu só quero que ele me foda, eu estou tão molhada, que não demorara para que meu líquido escorra por minha perna. 

Homem nenhum me deixou assim, merda, o que está acontecendo? Um formigamento me percorre quando vejo as mãos dele. Fortes, grandes e vazias.

Subitamente, eu sinto aquelas mãos em minha cintura e ele me ergue, me colocando sobre a cama do quarto.  

Eu estou trémula, meu coração está totalmente acelerado,  por medo e por ansiedade, é minha primeira vez, e possivelmente à dele também. 

 - Tem certeza? – insiste ele encaixando seu corpo entre minhas pernas.

Ele me olha atentamente enquanto começa a manipular meus mamilos, e eu quase posso ver a rigidez de seu autocontrole ali, e que, se eu disser não, ele vai parar, mas eu concordo com um gesto da cabeça.

Ele então geme e belisca meus mamilos da maneira mais deliciosa enquanto se abaixa, encaixando os lábios nos meus, com mais firmeza dessa vez.

Sua língua mergulha voraz e intensa ao redor da minha, lampejos de prazer disparando dos meus mamilos até os dedos dos pés, da minha boca até minha vagina. 

Minhas mãos sobem pelo seu peito ele é forte, e com poucos pelinhos, quase não notáveis. 

- Céus. – ofego, Shikadai me pega novamente e me deita cama.  Quanto mais o tempo passa,  mais eu fico nervosa e com medo de ser pega... Más quem importa agora? 

Fico surpresa quando  Shikadai põe minha mão no membro dele e começa a me beijar, eu posso sentir sua pulsação batendo sob minha mão.

Eu amo o jeito como ele continua me beijando, nossas mãos tocando sua rigidez, imensa, grossa, pulsante, enquanto isso á uma piscina se formando entre as minhas coxas.

Ele desliza um dedo em minha vagina e observa meus olhos rolarem para trás.

- Porra, eu quero entrar em você. – Ele rosna. Sua língua úmida lentamente se arrasta pelos contornos da minha orelha. – Vou chupar você toda. –  Sua voz grave me deixa tão louca que posso sentir os cabelos de minha nuca se arrepiando enquanto ele coloca a mão ali e começa a me beijar de novo. – Vou fazer você gozar o mais forte que consegue.

Ele me deixa tão molhada, que meu corpo começa a se mover contra o seu quando continua sugando meus seios, me fazendo ofegar. Eu deslizo meu braço pelos músculos tensos de seu peito. 

Ele gira seu quadril, pressionando contra o osso do meu quadril como se precisasse do contato, ele rosna novamente enquanto desce a mão entre minhas pernas.

Eu o desejo tanto que chega a doer.

Abro minhas pernas um pouco mais e gemo enquanto ele me possui.Tento escapar enquanto meu corpo começa a se contrair.

- Eu vou gozar. – Eu não consigo… oh... céus. Sinto um leve incomodo quando ele coloca um dedo dentro de mim. 

- Você... Você é virgem?  – Seu rosto demonstra surpresa. Balanço a cabeça envergonhada. – Porque não me disse? 

- Isso não tem importância agora. – Coro. 

- Tem meu amor.  – Ele levanta meu queixo. – Isso é super importante.  – O encaro. 

- É? – Ele se aproximou da minha orelha e sussurrou. 

- Isso prova que você é só minha e sempre será minha.  – Ele volta a me invadir e arfo. 

Um êxtase puro e fervilhante irradia-se pelo meu corpo, meus joelhos se abrem, meu corpo se contrai, agarrando e soltando o dele, suas arremetidas enviando choques por mim até eu fazer o que seu corpo pecaminoso me força a fazer, e gozo com força.  

É tão novo para mim,  é uma sensação maravilhosa.  ofego pela força do meu orgasmo, contorcendo-me e arqueando o corpo sob o dele. Olho nos olhos dele e sorrio. 

- Posso?  – Ele abre minhas pernas e coloca seu pênis em minha entrada. Congelo, é medo... Muito medo.

- S-sim. – Ele me olha no olhos e beija meus lábios. 

- Eu serei cuidadoso. – Ele sussurra. 

- Eu confio em você.  – Murmuro. Ele se posiciona novamente e começa a me penetrar devagar, senti um forte incômodo, senti algo se rompendo, então o senti totalmente dentro de mim. 

- Você está bem?  – Pergunta. 

- Sim.  – Respondo, Shikadai permaneceu ali parado para que eu pudesse me acostumar com o seu tamanho, logo aumentando lentamente o ritmo de suas investidas.

Não demorou muito parece que meus gemidos de dor se tornassem gemidos de prazer. Saíam mil palavras desconexas de minha boca enquanto eu o sentia entrar e sair de dentro de mim de modo contínuo. 

Cravei minhas unhas em suas costas fazendo com que ele continuasse de modo cada vez mais rápido e intenso.

Senti seu membro crescendo dentro de mim. Ele ia gozar, e eu também. Os espasmos vieram outra vez, agora ainda mais fortes.

 Minhas pernas trêmulas,  nossos corações acelerados e respirações descontroladas. Shikadai ia cada vez mais fundo,  até que atingimos nosso clímax juntos. 

Um sensação de prazer e alegria, eu amei e fui amada, de alma, corpo e coração.


                 .[…]. 

Depois de nos vestimos rapidamente, Shikadai me abraça por trás e sussurra em minha orelha.  

- Você é a melhor coisa que me aconteceu,  Tessa.  – Sinto meu coração palpitar e sorrio me virando para ele. 

- Você também. – Beijo seus lábios. 

- Agora que você é minha de corpo e alma, você aceita ser minha namorada?  – O encaro surpresa. 

- Sim,  eu aceito.  – Nos beijamos novamente, más dessa vez fomos interrompidos por batidas na porta.

  *DOIS ANOS DEPOIS*

Desci do carro e a musica que tocava era a *(Everything I Do) I Do It For You (live)*  essa musica é a minha favorita. 

_Não há amor como o seu amor 
E nenhum outro poderia dar mais amor 
não há lugar, a menos que você está lá 
todo o tempo, todo o caminho!_

Cada passo que eu dava, eu ficava mais nervosa. O véu no meu rosto, escondia um pouco as minhas lagrimas. 

Assim que entrei na igreja,  os olhares se direcionaram a mim.  Todos ali presentes estavam sorrindo,  eu os olhava e elas retribuíam com sorrisos perfeitos.  

A decoração era com rosas brancas, e vermelhas.  O tapete por onde estou pisando também.  

Papai e Mamãe estão perfeitos ao lado do meu futuro esposo. Meu pai esta usando um terno preto,  seus cabelos estão grandes,  o que o deixa ainda mais com a aparência perfeita. Ele também deixou um pouco da barba crescer,  então imaginem como Uchiha Sasuke está gato.  

Mamãe está radiante em seu vestido rosa claro, com detalhes em branco. Os cabelos rosas estão grandes, a pedido do papai, ele os ama assim.  Minha mãe sorri para mim,  e retribuo, ela faz uma careta quando uma pequena pessoinha de apenas 7 meses se meche dentro dela. Minha mãe terá um menino, outro. Se chamará Josh.  Espero que ele não se pareça nada com Dan. 

Vejo a tia Hinata e o Tio Naruto ao lado dos meus pais. O tio está com um terno azul escuro, seu cabelo agora mais curto o deixa mais velho... Na aparência apenas. Já a Tia Hinata esta belíssima em um vestido azul claro. Seus cabelos em um coque frouxo a deixa ainda mais bela.  

Do lado do meu noivo, meus sogros estão sorrindo para mim.  Minha sogrinha está linda em seu vestido amarelo claro, deixando-a ainda mais linda. Seus cabelos deixaram por hoje os coques,  e estão em um cacheado perfeito. Meu sogro usa um terno também preto,  e os cabelos estão como sempre.  

Sorrio para ele assim que ele pisca para mim.  E do lado dos meus sogros,  está Gaara e Ino, nossos padrinhos. A loira está com os cabelos soltos perfeitos, combinando com seu vestido nude. Já o ruivo, usa um terno também preto, e devo dizer... Ele esta lindo.  

Agora o mais importante de todos ali,  meu futuro esposo. Ele está absolutamente perfeito em seu smoking preto.

A gravata borboleta me deixa com uma absoluta vontade de arrancá-la com os dentes... E farei isso. 

Fui chegando perto do altar quando percebo que Shikadai esta em prantos, daí desabei. 

Não consegui segurar minhas lagrimas, e quando parei em sua frente ele tirou o véu que cobria o meu rosto e o jogou para trás. 

Shikadai sorriu. O sorriso mais lindo e maravilhoso que já vi. Ele sempre sorri assim,  más eu não me canso nunca de ver. 

Nos ajoelhamos e foi a vez do Padre falar. 

– Estamos aqui hoje para celebrar a união desse jovem casal. Tessa Uchiha e Shikadai Nara..– O padre olha para Shikadai e continua falando. – Então o que tem a falar meu rapaz? 

- Eu, Shikadai Nara.. – Ele olha para mim.  – Prometo amar-te, respeitar-te, e que vamos ficar juntos na saúde na doença, na riqueza ou na pobreza até que a morte nos separe –  As lagrimas ainda rolavam, das duas partes, meu coração batia rápido de mais e minhas mãos estavam trêmulas, enquanto minhas pernas bambas estavam. 

– E você minha jovem? – O padre se direcionou a mim e respirei fundo me virando para Shikadai. 

- Eu, Tessa Uchiha, prometo amar-te respeitar-te, e que vamos ficar juntos na saúde e na doença, na riqueza ou na pobreza, até que a morte nos separe.  – Olhamos um para o outro, uma troca de olhar que só nós dois fazemos... É algo apenas nosso. 

– Pode trocar as alianças.  – O padre da a ordem e então nossa daminha entrega a Shikadai as alianças.

- Te amo meu amor.. – Ele coloca a aliança no meu dedo trémulo. – Agora iremos ficar juntos para sempre. – Ele beija a minha mão. 

- Nada e nem ninguém vai separar a gente.  – Coloco a aliança no dedo dele e beijo sua mão.  – Você foi a melhor escolha que já eu fiz. – Ele beija minha testa.  – Eu amo você. 

– Agora pode beijar a noiva.  – Nos levantamos e Shikadai se aproximo de mim. 

- Obrigada por ter me dado essa chance.  – Ele diz. 

- Eu te daria essa e outras mil se necessário. – Digo sorrindo. 

- Minha.  

- Meu.  – Então ele segura meu rosto com as mãos e  encaixa seus lábios aos meus.

Aplausos são ouvidos e depois de um beijo maravilhoso nos separamos.  

Nossos pais vieram até nós e nos abraçavam e elogiavam. 

- Estou muito feliz.  – Shikadai diz assim que recebemos uma chuva de arroz. 

- Eu também. – O beijo. – Amor, eu tenho que te contar uma coisa.  – Shikadai me encara. 

- O que aconteceu?  – Ele pergunta, pego sua mão e levo até a minha barriga. 

- Parabéns, você vai ser papai.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...