História He Is My Wolf (Vhope) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Vhope namjin jikook tae&hope
Visualizações 88
Palavras 2.448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Organization Of The Engagement Party Pt 2


Fanfic / Fanfiction He Is My Wolf (Vhope) - Capítulo 18 - Organization Of The Engagement Party Pt 2

Pov's Kim Hoseok


                Depois que nos despedimos da Midori entramos na Limusine e seguimos para uma loja de flores no centro de Seoul. Quando chegamos os funcionários fizeram a reverência e nós os abraçamos. CL já entrou dentro da Loja como se fosse íntima da dona e pelo visto é sim já que está a abraçando por trás.


                CL: Bom gente, essa é a minha tia, Wang Choi.


                Wang: Olá majestades, podem me chamar apenas de Wang.


                -Olá Wang, como vai?


                Wang: Vou bem Príncipe Hoseok e o senhor?


                -Senhor não, ainda estou novo, pode me chamar apenas de Hoseok e respondendo a sua pergunta estou bem.


                Wang: Que bom poder saber disto. Este deve ser o famoso Príncipe Jeon Taehyung?


                 Tae: Prazer Wang, sou Taehyung.


                 Wang: Menino você possui uma alma tão pura, seu coração é tão frágil, sua felicidade só pode ser mostrada ao lado de quem ama e de quem se sente seguro. És uma pessoa doce e generosa, carinhosa e bondosa, amorosa e alegre, o futuro te reserva grandes coisas, um futuro tranquilo e cheio de felicidade.


                   Confesso que quando ela falou essas coisas fiquei com um certo receio de machucar o Tae de alguma forma, eu o amo tanto que eu não poderia ser capaz de cometer tal coisa com ele. Eu não quero que isso aconteça, eu quero ser o melhor marido possível pro Tae.


                   Agora me encontro preocupado e apreensivo, tenho medo do que possa vir acontecer em nossas vidas, não quero que ele se machuque ao meu lado, quero que ele seja feliz e possa viver sua vida tranquilamente ao meu lado e ao lado dos nossos filhotes.


                   Perdido em meus pensamentos nem ouço quando Tae me chama, continuo navegando em todos os meus pensamentos e medos até ouvir Tae me chamar por pensamento.


                   PENSAMENTO ON


                   Tae: Meu amor o que te aflige?


               -Ah Tae eu tenho medo de um dia te machucar.


                   Tae: Me machucar como?


                   -Sentimentalmente...


                   Tae: Você já machuca, quando está longe de mim meu coração fica em pedacinhos, a saudade o faz bater rápido que chega a doer, cada minuto longe de você é tortura, preciso de você sempre pertinho de mim.


                    -Tae eu te amo tanto, te amo tanto, tanto, tanto. Eu não sei mais viver sem você meu amor, te amo muito, você é tudo pra mim.


                    Tae: Você também é tudo pra mim meu amor e eu te amo incondicionalmente.

 

                    PENSAMENTO OFF


                    Me surpreendo com Tae me abraçando pela cintura e deitando sua cabeça em meu peito, passo os braços por sua cintura e deposito um beijo em sua cabeça. Ficamos agarradinhos até Tae sentir cheiro de lírios e ficar louco por ser sua flor favorita.

   

                    Tae: LÍRIOS!!!


               Jimin correu até as rosas vermelhas e brancas assim como Jin correu para as rosas rosa e Tae saiu correndo em direção as flores enquanto eu ia pra um atendente pedir para ele fazer o maior buquê de lírios que ele conseguisse. Jungkook e Appa também pediram os maiores buquês de rosas para Jimin e meu Omma. Jungkook comprou um de rosas vermelhas e brancas e meu Appa de rosas rosa.


           Quando os Ômegas voltaram se surpreenderam com a surpresa que fizemos, colocaram suas mãos na boca e deixaram lágrimas escorrer por seus rostos. Tae chorava rios enquanto eu tinha o buquê em minhas mãos e me encontrava a sua frente.


                     Tae: S-Seok i-isso é p-pra m-mim?


                     -Sim meu amor, apenas pra você.


                     Tae: I-Isso é m-muito l-lindo... Eu n-nunca recebi u-um i-igual!


                     -Esse é o primeiro de muito que ainda vou te dar meu amor!


                     Tae: Ah Seok eu te amo tanto.


-Eu também te amo muito meu amor, te amo incondicionalmente.


                     CL: Ai gente meu rímel é caro e agora ele se foi todinho, isso é muito lindo, meu Deus acho que vou trocar meu nome pra cachoeira.


                     -Eu só estou provando o quanto eu amo o meu Ômega!


                     CL: Puta que pariu Príncipe Hoseok não me faça chorar mais ainda. Desculpa pelo linguajar...


                     -Tudo bem, até eu falo uns palavrões de vez em quando.


                     CL: Bom toda essa declaração está muito linda mas vamos ao que o interessa, tia eu quero 4 mil lírios nas cores de Azul Royal e Branco.


                     Wang: Vou fazer milagre para achar lírios na cor Azul Royal e ainda mais 2 mil unidades mas não se preocupa que eu vou dar conta. Pra quando é? 


                      CL: Daqui a uma semana.


                      Wang: Para a sorte de vocês o meu fornecedor de lírios bem trazer a nova remessa amanhã e se não me engano ele também tem pessoas que pintam os lírios da cor que os clientes querem então amanhã vou conversar com ele e vê se ele ainda faz isso.


                      CL: Tudo bem, então vou esperar rezando que ele ainda faça isso... Preciso dessas flores personalizadas tia, são muito importantes e são pra festa desse casal maravilhoso.


                      Wang: Meninos vocês serão muito felizes, claro que ainda passarão por muitas tribulações mas todos esses problemas vocês conseguirão resolver.


                      CL: A vida sem problemas não tem graça titia, é eles que fazem a nossa vida ter sentido, é eles que nos ensinam as coisas mesmo que seja a base do sofrimento e é desses problemas que se tiram as melhores lições e os melhores aprendizados.


                      -Você tem razão, está certa.


                      Tae: Quero falar uma coisa...


                      -Fala meu amor.


                      Tae: To com fome!

                      Caímos na gargalhada com o que Tae falou e ele acabou corando e colocando as mãoszinhas no rosto para esconder que estava corado, o que foi uma tentativa falha pois assim como o seu Omma ele tem as mãos bem pequeninas e gordinhas. CL olhava alguma coisa em seu tablet e acabou arregalando os olhos assim que viu o horário no canto direito superior do aparelho.



                       CL: Meu Deus gente, agora entendo o porquê do Príncipe Taehyung está com fome, já são 13:45 da tarde... Titia vamos almoçar e depois vamos ver o resto das coisas. A noite passo aqui para conversar com a senhora e tomar o nosso famoso chá das 21:00.


                       Wang: Tudo bem minha menina, até a noite.


                       -Obrigado por tudo Sr. Wang.


                       Wang: Sempre que precisar estarei para ajudar e fico muito feliz que farei parte da decoração da festa de vocês. 


                        Tae: Nós é que ficamos muito felizes por isso. Realmente muito obrigada por tudo, prometo vir comprar lírios sempre aqui.


                        Wang: Estarei esperando.


                        CL: Tchau titia.


                        -Tchau Sr. Wang.


                        Tae: Tchau Sr. Wang.


                        A&O: Tchau Wang.


                        Wang: Tchau Majestades e tchau sobrinha.

                        Saímos da floricultura e entramos nos carros indo em direção a um restaurante que nossa família costuma frequentar sempre, o restaurante italiano que levei Tae para jantar. 30 minutos depois chegamos ao restaurante e entramos, Omma ordenou que todos os nossos seguranças entrassem e pedissem o prato que quisessem para almoçar. 


                       Todos entramos e quase acabamos com todas as mesas do local, já que eramos ao todo 47 pessoas. Eu, Tae, CL, Appa, Omma, Jimin e Jungkook sentamos em uma única mesa. Tae pediu um prato com 2 porções de Capelett ao molho branco, eu pedi um prato com 2 porções de Ravióli ao molho branco, CL pediu lasanha, Appa e Omma pediram macarronada com almôndegas e Jimin e Jungkook pediram pizza.


                      Quando nossos pedidos chegaram acabei sorrindo bobamente por ver o brilho nos olhos de Tae quando viu a comida. Agradecemos aos garçons e começamos a comer, Tae apesar de está com muita fome comia calmamente e educadamente. 


                     Me impressiono por ver como Tae é extremamente educado e como sabe se comportar em qualquer situação. No dia em que fomos para a delegacia e ele agiu como um advogado fiquei tão feliz, tão encantado.


                     Ele acabou de comer e chamou o garçom para que recolhesse seu prato assim como o meu, já que eu já havia acabado de comer também. O garçom veio e levou nossos pratos, Tae faz cara de pensativo e depois arregala os olhos como se tivesse lembrado de algo que esqueceu e que só veio lembrar agora.

                     Tae: Meu Deus Seok eu preciso ir buscar a carta de deferimento do processo de assédio conta do Choi Jonglin na delegacia. Gente eu volto em 20 minutos me esperem aqui e Seok vem comigo.


                     -Tudo bem.

                     Saímos do restaurante depois de nós desperdimos de nossos familiares acompanhados por metade dos seguranças, entramos em nossa Limusine e fomos em direção a delegacia principal de Seoul. 


                     Quando chegamos o policial anunciou nossa chegada e logo a Delegada Sayumi pediu para que fossemos para a sala dela, entramos e Tae começou a falar um monte de palavra que eu não faço a mínima ideia do que seja e muito menos do que se trata... 

                     Tae: Bom tarde Sayumi.


                     Sayumi: Boa tarde Taehyung, como vai?


                     Tae: Vou bem e você?


                     Sayumi: Vou bem, Boa tarde Príncipe Hoseok.


                     -Boa tarde Sayumi, como está? 


                     Sayumi: Bem e você?


                     -Estou bem.


                     Sayumi: Bom Taehyung creio que você veio aqui para buscar a carta de deferimento do processo contra o Choi Jonglin não é mesmo?


                     Tae: Isso mesmo e como anda o processo de investigação do caso?


                     Sayumi: Já descobrimos que tem um mandante por trás de toda a executação do crime, o tal "cabeça" de tudo tem descendência chinesa e tem digamos uma certa "rivalidade" com o seu Pai Hoseok. O motivo principal desse "assalto" ter acontecido era tentar matar o Rei Kim Namjoon.


                      -Hã? Como assim? Rivalidade? Com meu Appa? Isso é muito confuso, meu Appa sempre foi uma pessoa de bem e nunca foi de brigar com ninguém.


                      Sayumi: Eu sei disso mas talvez essa rivalidade não seja de agora, talvez seja algo que envolva o passado de ambas as partes, uma coisa que poderia ter feito ficarem frente a frente alguma vez.


                      -Por favor tente descobrir isso, vou dobrar a segurança do Castelo, se eu dobrei uma vez por conta da nossa segurança posso dobrar agora pra segurança da nossa família.


                      Sayumi: Faça isso Príncipe Hoseok porque tem possibilidades dessa pessoa está preparando um ataque pro Castelo então todo cuidado é pouco e é necessário que vocês sempre tenham um segundo local para ficar, vocês lembram do Palácio que tem aqui no centro da cidade que pertence a vocês? 


                      -Sim, herança do meu avô.


                      Sayumi: Então, alguém cuida dele atualmente?


                      -Temos empregados e todos os funcionários trabalhando nele, porque?


                      Sayumi: Caso houver um ataque vocês podem vir para esse Palácio, assim vocês se mantêm seguros e mais ainda ficam perto de nós, a polícia.


                      Tae: Seok, acho melhor começarmos a preparar as coisas pra isso, não tenho mais certeza se estamos seguros no Castelo. Sei que seu pai ama o campo mas com isso acontecendo não podemos mais ficar tão afastados assim...


                      -Você tem razão Tae... Precisamos nos mudar o mais rápido possível.


                      Tae: Então vamos conversar com seu Pai sobre isso, tchau Sayumi, até a próxima vez que nos vermos.


                ( QUEBRA DE TEMPO: NO RESTAURANTE )

                 Pov's Jeon Taehyung


                 Receber a notícia de que todos os membros da minha família correm perigo não é algo fácil de se digerir mas apesar disso me mantenho forte e sério. Agora mais do que nunca é necessário prezarmos pela segurança de todos nós. Chegamos ao restaurante e fomos a mesa onde nossos Appas e Ommas estavam sentados.

                 -Voltamos.


                 Jm: Então filhote, pegou o que você ia pegar?


                 -Sim Omma, Sayumi já tinha preparado tudo e amanhã mesmo estarei indo para o tribunal entregar isso e ajeitar tudo para o dia do julgamento do Choi Jonglin.


                 CL: Desculpa majestades, sei que não devo me meter pois é um assunto familiar mas o que aconteceu?


                 Nj: Você soube do assalto que aconteceu no Shopping Center de Seoul?


                 CL: Na realidade eu ouvir falar sobre tal assunto, só não sei mais detalhes por conta que no dia eu estava na Inglaterra realizando um casamento.


                 Nj: Bom vou te falar tudo o que aconteceu.

                 Namjoon contou tudo o que havia acontecido naquela noite e algumas vezes meu Appa, meu Omma e Jin falavam poucas coisas. Esperamos ele terminar e CL absorver toda a história e entende-la.
 
                 CL: Nossa, a noite foi bem agitada mas... Qual processo é esse que você vai dar entrada Príncipe Taehyung?


                  -Então CL, creio que você ainda não sabe mas eu sou formado em Direito e Administração. Tenho licença para agir como advogado, sendo assim, eu estarei entrando com um processo por assédio contra o assaltante, vulgo Choi Jonglin. 


                 CL: Agora eu entendi tudo. Espera... Você é formado na Universidade em 2 cursos? Como você conseguiu associar as horas de estudo?


                 -Eu fazia Administração pois meu principal intuito era conseguir administrar meu Reino da forma correta e que não prejudicasse os habitantes, então iniciei cursando Administração. Quando cheguei quase na metade do meu curso de Administração o diretor da Universidade chamou meus pais e disse a eles que eu tinha capacidade suficiente para fazer dois cursos ao mesmo tempo. Eu já havia pensado em cursar Direito pois sempre foi algo que me interessou bastante, então entrei para o curso de Direito que ia iniciar no 2° semestre. A partir da aí apenas fui estudando e me formei. Hoje sou um Advogado renomado, sou conhecido mundialmente e nacionalmente por todas as causas que já ganhei e inclusive tenho muitos prêmios e já realizei muitas palestras. 


                  CL: Que bom não é mesmo, já sei quem será meu Advogado daqui pra frente. Agora Príncipe nós vamos a uma Loja escolher a roupa do seu casamento.


                  -Pelo amor de Deus eu quero vestido.


                  CL: Claro, vamos escolher o seu vestido Príncipe. Príncipe Hoseok você irá para uma loja de ternos que é bem ao lado da Loja de vestidos.


                  Seok: Tudo bem, vamos?

                  Todos assentiram e entramos nas Limusines indo em direção para as lojas onde vamos provar nossas roupas. Quando chegamos os Alfas partiram para a loja ao lado já que iriam escolher suas roupas também e nós os Ômegas fomos pra loja de vestidos. 


                  Omma e Jin foram escolher seus vestidos enquanto eu ia com CL até uma das atendentes para escolher o meu. CL cumprimentou a todas e eu fiz a mesma coisa, admirei a loja por um bom tempo, ela era toda branca com detalhes em dourado.
                  
                  CL: Olá meninas!


                  Xxx: Olá CL, como vai?


                  CL: Vou bem Eunji e você?


                  Xxx: Vou bem, quem é o Ômega?


                  -Sou o Príncipe Jeon Taehyung, Ômega do Príncipe Kim Hoseok filho dos Reis Kim Namjoon e Kim Seokjin, perdão não ter me apresentado antes.


                  Xxx: Ai meu Deus, Alteza me perdoe por não ter lhe reconhecido antes, me chamo Jung Eunji mas pode me chamar apenas de Eunji.


                  -Me chame da forma que quiser querida.
                      


                    
                      



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...