História He is "Perfect" - 91 days. - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Crybaby_Mell

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Bulletproofic Line, História Própria, Kim Taehyung
Exibições 16
Palavras 1.367
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.
(Desculpem qualquer erro.)

Capítulo 2 - Maninho.


Fanfic / Fanfiction He is "Perfect" - 91 days. - Capítulo 2 - Maninho.

[...]



JS:     Eaaiii! Como estão os preparativos para o casamento? Você já viu o seu noivo? Ele vai vir hoje? A sua mensagem me deixou confusa! - eu a puxei para se sentar do meu lado.


HJ:        Eu não conheci ele ainda. Ela vai jantar aqui hoje à noite. Eu não ligo para isso, mas minha mãe liga. E eu te chamei para me ajudar com o meu cabelo.


JS:       O seu cabelo é perfeito! Até bagunçado ele é  bonito! Mas pensando bem... Ele merece um penteado especial! - disse ela indo em direção ao meu guarda roupas e já separando um vestido preto e vermelho, lindo para a ocasião.


HJ:       Até você se importa mais com esse dia do que eu! - ela jogou um casaco na minha cara. - Aísh! O que eu fiz?! Ficou louca unnie!?


JS:        Você vai se casar! Sabe o significado dessa palavra?! Isso não é um dia qualquer! - se sentou atrás de mim e começou a colocar grampos no meu cabelo.


HJ:        Se eu não quero me casar, esse dia vai ser só mais um, dentre muitos dias em que o meu pai muda a minha vida sem me comunicar pensando apenas no bolso dele.


JS:        Não fale assim! Mas por falar em família.. Onde está a praga? 


HJ:          No inferno. Ou melhor, no quarto dela.


JS:         Que fique lá! Não estou preparada para ver a cara dela sem a marca da minha mão!


HJ:          Falando nisso, e você o Bambam? Estão bem?


JS:         Graças a essé projeto de piranha, ele não fala comigo desde ontem...


HJ:        Deixe eu ver o seu celular! - peguei o celular dela que estava na cama e entrei no perfil dele. - Ele não está online desde ontem Joo! Deixe-me tentar uma coisa. - desta vez peguei o meu celular e liguei para ele.


Ligação ON# [viva voz on]


BB:       Hyo? 


HJ:       Em celular e voz! Me diz uma coisa? Você sabe onde está a Joo? 


BB:        Na verdade estou com saudades dela, mas eu ando ensaiando muito com o Mark. Por que?


HJ:      Porque ela deixou o celular na minha casa. Eu vou ligar para a mãe dela então. 


BB:        Diga para ela que eu vou ligar assim que puder. E diga que eu estou com saudades.


HJ:         Vou dizer que vocês não se viram por um dia mas você já está de fogo no rabo! Pode ser?


BB:       Você vai ser pior do que eu quando se casar!


HJ:       Eu nem lembro o nome do meu futuro marido! Acha mesmo que eu vou me importar? Enfim... beijinho, gatinho! 


BB:      Tchausinho!


Ligação OFF. 


JS:      Obrigado! 


HJ:      De nada! Agora arruma logo essa vassoura!


JS:      Se você falar mal do seu cabelo de novo, esse pente vai voar na sua boca!


HJ:       Hahaha! Agressiva.


Sra.Jeon:      Licença meninas. - disse a minha mãe abrindo a porta. - Eu só passei aqui para avisar que eu e o seu pai estamos saindo para fazer a sua reserva no seu restaurante favorito.


HJ:     Obrigado mãe! 


Sra. Jeon:     E também, o seu noivo já deve estar chegando. Os porteiros irão recebê-lo, então se arrume logo! - ela saiu do quarto.


JS:       Okay! Vamos lá!


[...]


JS:       Perfeita! Agora só falta você escolher os sapatos! Então... qual vai ser?  O nude ou o preto?!


HJ:       Tanto faz, eu confio em você!


[...]


Após um longo discurso sobre "certos tipos de sapatos são perfeitos para certos tipos de vestidos" da Joo, a campainha tocou.


HJ:       Será que é ele?! 


JS:       Eu vou lá ver como ele é pessoalmente. Você fica aqui. Okay?!


HJ:      E descubra o nome dele também!


[...]


Ela desceu e demorou um pouco mais do que deveria. Eu estava impaciente e decidi descer também . 

Eu desci e ambos os dois não estavam na sala. Eu fui até a sala de jantar e vi a Joo espiando pela entrada da cozinha. Eu não fiz barulho e me inclinei para ver o que ela estava observando. 

Minha irmã e meu noivo estavam frente a frente na cozinha, muito próximos. Minha irmã dizia alguma coisa que eu não consegui ouvir. 

Joo estava com os punhos cerrados. De repente eles começaram a se agarrar e a Joo entrou na cozinha aos berros. 


JS:       Já não basta dar em cima do Bambam  anteontem! Você não se contenta nunca?! Como você pôde descer tão baixo?! - minha irmã empurrou o garoto automaticamente e  procurou se recompor.


JL:       E-Eu posso explicar... 


HJ:      Como você pode explicar?! - eu entrei na cozinha e apontei para o meu suposto noivo. - Você! Fora da minha casa! - Peguei minha irmã pelo cabelo e a puxei para perto de mim. - Eu já aturei muita coisa vindo de você! Suba para o seu quarto agora!


JL:      Eu não... - eu dei um tapa em seu rosto estampando a marca de meus dedos com toda a força. Seus cabelos cairam sobre o rosto e seus olhos me olhavam fulminantes. Ela levantou sua mão para revidar o tapa mas eu segurei a mesma, e a apertei fazendo-a estalar na minha mão. 


Ela se ajoelhou no chão, e eu podia ouvir os baixos gemidos  de dor e os estalos vindo de seus dedos. 

Joo me puxava para longe da Jully e quando nos viramos, meu pai e minha mãe nos observavam calados. 

Meu noivo estavam atrás do meu pai e minha irmã continuava no chão.

A cena perfeita.


Sra. Jeon:      Eu quero conversar com você Hyo! Tirem esse moleque e a Joo da minha casa agora. Jully, vá para o seu quarto!


[...]


Minha mãe começou a mandar mensagens feito louca pelo celular e o jogou na minha cama.


Sra. Jeon: Eu estou cansada de brigas! Você é a irmã mais velha! Deveria ser exemplar! Sua irmã é mais passiva do que você! Você tem que ter limites! Ficar longe dessa menina, a Joo! Ficar longe da sua irmã e de todos os seus empregados e amigos. Você vai morar com o seu irmão!


HJ: Visitar sim! Agora, morar?! Eu não vou!


Sra. Jeon: Você vai!


HJ: Eu já disse que eu não vou! Castiguem a minha irmã!


Sra. Jeon: Você vai! Seu irmão disse que você pode ir morar com ele e os meninos.


HJ: Você está ficando louca?!


Sra. Jeon: Ou você pode ir para a casa da sua avó.


HJ: Aish! Isso é injusto!


Sra. Jeon: Então você vai morar com o seu irmão. É só até nós voltarmos para Los Angeles.


HJ: Daqui a quantos dias?


Sra. Jeon: Você está errada e ainda quer um prazo para o castigo?!


HJ: Sim!


Sra. Jeon: Tudo bem. Noventa e um dias?


HJ: Isso quer dizer três meses?!


Sra. Jeon: O tempo passa rápido... agora ligue para ele e arrume as suas malas. E não conte para o seu pai!


HJ: Tudo bem mãe.


Ela saiu do quarto e deixou o celular comigo. A conversa com o meu irmão estava aberta e eu entrei no perfil dele. Muitos amigos, vários países e ele estava tão diferente! Deixei algumas lágrimas caírem e logo recebi um ligação dele.


Ligação ON#


JK: Mãe? Que história é essa da minha irmã vir morar aqui?! Está tudo bem?! A Hyo está bem?! Eu posso falar com ela?!


HJ: Maninho? - um silêncio se estendeu por alguns segundos.


JK: Hyo? Hyo?! Hyo!! Está tudo bem?! Eu tenho tantas perguntas!


HJ: Eu não posso respondê-las agora. Mas eu chego aí de manhã cedo!


JK: Eu estou com saudades.


HJ: Eu também.


Ligação OFF#


[...]


Minha mãe me acordou por volta das 04:00 AM, e me levou até o nosso motorista favorito. Ela me abraçou e eu entrei no carro. Logo o motorista seguiu com as minhas malas até o porta malas e deu a partida.

Eu tive uma longa conversa com a Joo, sobre tudo o que aconteceu. Ela ficou magoada, mas entendeu.

O dia foi amanhecendo pela janela do carro até que nós paramos.


??: Nós chegamos.


HJ: É aqui?


??: Sim senhorita. - ele desceu e pegou as minhas malas. Depois abriu a minha porta e eu saí do carro.


HJ: Vou sentir saudades senhor Williams.


Sr. Williams: Também sentirei, senhorita Jeon.


Nós nos abraçamos e ele foi embora. Eu criei coragem e toquei a campainha. A entrada era bonita por fora. A casa parecia ser de três andares, havia um cachorro latindo com a minha presença.

Eu ouvi alguém acalmar o cachorro e logo reconheci a voz. A porta se abriu e minhas lágrimas não se seguraram.


HJ: Maninho...? 


[...]


Notas Finais


Curtinho pq o App fechou e eu esqueci algumas partes. Sorry. 😯😔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...