História He kills, She dies - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bullying, Drama, Família, Homicidio, Psicopata, Romance, Suicida, Suícidio
Exibições 41
Palavras 511
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Desculpem os erros ♡

Capítulo 30 - Capítulo 30


Fanfic / Fanfiction He kills, She dies - Capítulo 30 - Capítulo 30

P.O.V Evan

-Onde ficam as panelas? - pergunto

-Ficam em cima do armário, pode pegar? Eu não alcanço - ela diz

-Claro

-Péssima notícia, não temos ingredientes para fazer brigadeiro... Mas um bolo, acho que a gente consegue - ela diz

-Ótimo, também amo bolo - digo

(...)

-Espera, vai rasgar... - ela gritou mas foi tarde demais, a farinha de trigo rasgou e caiu na nossa cabeça

Olhamos um para outro e começamos a rir incansávelmente.

-Tem farinha por todo lugar meu Deus. E agora? - pergunto

-Não se preocupe, eu limpo depois - ela responde ainda rindo - Espera, a farinha vai entrar no seu olho, deixa eu tirar

Ela chega bem próximo de mim a ponto de eu sentir sua respiração. A única coisa que vinha na minha cabeça aquela hora era beijar ela até que não conseguisse mais... Mas eu não fiz isso. Preciso esperar, preciso fazê-la esquecer do David primeiro.

-Pronto - ela sorri

-Então vamos continuar a fazer o bolo. - falo

-Vamos

(...)

-Boa noite Dara - falo quando ela abre a porta

-Boa noite - ela sorri e fecha a porta

Bom, eu fiz o que eu pude, preciso colocar o próximo plano em ação.

P.O.V Dara

No mesmo instante em que Evan foi embora, eu comecei a limpar toda a sujeira que fizemos, então ouço alguém bater na porta mais uma vez

-Esqueceu de algo aqui Evan? - pergunto abrindo a porta - David?

-Oi... - ele diz e eu o abraço

-Onde você estava? Porque não me ligou? O que houve? - pergunto sem soltá-lo

-Meus pais... Me levaram ao psicólogo, e ele me internou... disse que eu era louco e que precisava ficar internado por um tempo - ele explica

-Como assim? Por que isso assim derepente? Eu nunca imaginaria isso - digo

-Dara, eu preciso que você vá comigo para New York - ele diz - Só vim aqui para te buscar

-Quê? Porquê? - pergunto sem acreditar

-Dara, eu preciso de você perto de mim. Por favor, vamos - ele segura minhas mãos desesperadamente - Eu preciso de você

-T-tudo bem... - respondo

~Algumas horas depois~

-Vamos? - pergunta David

-Vamos... - respondo entrando no avião

(...)

-Eu pensei que seus pais não deixariam. - ele diz depois que nos sentamos

-Eu também pensei - falo

-Está com medo? - pergunta ele

-Um pouco. - respondo - É que eu ainda não entendi o porque disso tudo

-Meu psicólogo disse que se eu voltasse para morar com você e não tomasse meus remédios, eu iria te machucar - ele diz

-Entendi... - digo

-Você está bem? - pergunta ele

-Sim, eu acho - respondo

-Vai ficar tudo bem. Confie em mim. - diz ele me abraçando e dando um beijo na minha cabeça

-Quando chegar, vamos ligar para a Yasmin e o Erick, certo? - pergunto

-Sim - responde ele

Depois disso eu acabo ficando com muito sono e durmo. Mesmo assim, ainda consegui ver que David estava preocupado, muito preocupado. E eu, ainda não sabia o porquê.


Notas Finais


David voltou... mas algo o preocupa...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...