História Heal Me - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga
Tags Jihope
Exibições 130
Palavras 973
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Passado.


       -EU ESTOU CANSADO DISSO!

     -AH, É MESMO? POIS EU TAMBÉM, ESTÁ SENDO À GOTA D' ÁGUA PARA MIM. EU QUERO DIVÓRCIO, ENTÃO. QUERO ME SEPARAR DE VOCÊ DEFINITIVAMENTE, SIWON!

       -HAHA! ÓTIMO, MAS FIQUE SABENDO, QUANDO EU SAIR POR AQUELA PORTA, HOSEOK IRÁ COMIGO TAMBÉM.

       -MELHOR PARA MIM! LEVE SEU FILHO JUNTO. NENHUM DE VOCÊS IRÁ FAZER FALTA DENTRO DESSA CASA!

      Eram 3:00 da manhã e os pais de Hoseok, Siwon e Hyolyn estavam brigando. De novo. O pequeno já perdera as contas de quantas vezes isso aconteceu. No início, o casamento era perfeito, sem nenhum tipo de problema, mas com o tempo foi se desgastando, e o resultado disso são as brigas recentes.

       E Hoseok como sempre, estava lá, olhando tudo pela fresta da porta de seu quarto. O pequeno garoto sempre fora acordado com os barulhos das discussões, mas nunca entendia os motivos das mesmas. Era uma criança afinal, o que entendia sobre o assunto?

       Depois de uma pausa entre a briga, Siwon continuou:

       -Nós iremos sair logo pela manhã. Você nunca mais irá ver nossas caras, e isso é um favor que estou lhe fazendo, Hyolyn.

        -Ha! Espero nunca mais ver a cara de vocês mesmo. Você está sendo gentil me proporcionando isso, Siwon, nesse momento você está sendo mais gentil do que você foi em todos nossos anos de casados! Mas isso acabou. Pode sair agora. Seu filho não está dormindo. Ele está nos escutando, como sempre fez. Ele acha que eu nunca percebi isso...

       -Você é horrível. Eu sinto pena do meu filho. Sinto pena por ele ter uma mãe que nem você! -Siwon falou e nem sequer esperou a mulher responder, e rumou diretamente ao quarto do seu filho.

       Siwon abriu a porta com cautela para não assustar Hoseok, e viu o mesmo sentado em sua cama com um olhar confuso em seu rosto:

       -Oi, papai. Nós vamos sair?

       -Oi, filho... nós iremos sim. Arrume sua mochila. -Siwon sentou-se ao lado de Hoseok.

       -Mas por que, papai? Hyolyn está nos expulsando daqui?

       -Filho, a chame de "mãe", não por seu nome. Não, ela não está. Hoseok, nós dois vamos nos mudar daqui, está bem? A mamãe e eu não estamos nos dando bem, como antes. Nós... vamos nos separar, entende? Mas isso tem um lado bom, meu amor,  nós dois poderemos brincar muito mais juntos, como pais e filhos fazem. Você quer vir com o papai, não é? -Siwon o diz sorrindo para seu pequeno.

       -Quero sim! Eu quero ficar junto com o papai! Eu amo você, papai. -diz Hoseok sorridente e abraçando Siwon.

       -Eu amo você também, meu filho.

  ∆  ∆  ∆

       Hoseok tinha uma ótima vida ao lado de seu pai. Viviam como dois amigos. Como sempre foram, um parceiro do outro. Siwon sempre deu muito amor e carinho para seu único filho. Um excelente pai. Isso teria durado muito mais tempo se Siwon não tivesse adoecido.

       Siwon nem sempre foi um homem saudável, muitas vezes ia à hospitais para ser tratado por profissionais. Mas dessa vez foi pior, o homem se recusa à ir para um hospital, por causa de Hoseok, não queria deixar o filho sozinho. Grande erro da parte dele.

       Todo dia, quando estava voltando da escola, Hoseok corria para casa para poder ver seu pai logo, e para poder cuidar dele também. Ele sabia que Siwon não estava bem. Mas Hoseok sempre achou que o amor dele iria ajudar seu pai a melhorar.

       Certo dia, quando o garoto chegou em casa, se deparou com Siwon caído no chão. Hoseok correu em direção à ele desesperado. Seu desespero e suas lágrimas cresceram quando percebeu que seu pai não respirava mais, e estava completamente pálido. Seu pai havia morrido.

       Todas as tentativas de reanimar o pai foram em vão. Ligou para  ambulância, pediu ajuda aos vizinhos, mas nada disso iria adiantar mais. Tarde demais.

  ∆  ∆  ∆

       Tempos depois da morte de seu pai, Hoseok estava destruído, tanto psicológicamente e emocionalmente. Ele chorava à todo momento. Ele ficava trancado em seu quarto o dia inteiro, se não estava chorando, estava dormindo.

       Ele não conseguia aceitar o fato de que Siwon havia o deixado sozinho naquele mundo. Com a perda de seu pai, Hoseok fora obrigado a voltar para casa de sua mãe, e a mesma... bom, qualquer lugar seria melhor para ele do que dentro daquela casa. Hyolyn nunca foi uma boa mãe. Sempre desprezou Hoseok, nunca deu a atenção necessária para seu filho. Ainda mais depois da perde de seu pai.

       O fato é que Hyolyn sofreu de uma grande depressão após dar a luz à Hoseok, e passou a não amar seu filho como uma mãe deveria fazer. Com o falecimento de Siwon, o garoto sempre ouviu as mesmas palavras vindo dela: "Saia desse quarto agora". "Ficar chorando e dormindo não vai adiantar nada, sabia?". "Você é um fraco! Reaja!". E isso sempre arruinou ainda mais o garoto.

       Hoseok vivia em um inferno psicológico, até já havia pensado em suicídio. Desse modo, ele poderia se livrar da "mãe" que tinha e poderia se "encontrar" com seu pai. Mas quem garante que ele teria a coragem para fazer tal coisa? Ele era apenas um adolescente.

       Enquanto sua mãe trabalhava, Hoseok ficava em casa, o mesmo mentia para ela, dizendo que iria à escola. Isso parou quando o turno do trabalho de Hyolyn mudou, agora de fato, Hoseok precisava ir à escola. Precisava mesmo? Hoseok precisaria mentir novamente.

       Então aí, o garoto vagava pelas ruas da cidade. Sem rumo. Enquanto estava na rua, Hoseok descobriu muitas coisas, inclusive as drogas e bebidas alcoólicas.

       Seu vício começou nelas.

      

  
      

      

     

      


Notas Finais


Ah, que coisa. Vamos ver como essa história se desenrola...

Eu voltarei... Eu acho. Gostaria que falassem suas opiniões sobre esse capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...