História Heart Ice - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Colegial, Drama, Jelena, Romance
Visualizações 475
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus Amores como estão? Espero que bem, mais um cap para vocês. Desculpas pela enorme demora, irei explicar tudo nas notas finais.

Me desculpem qualquer erro, passou completamente despercebido.

Boa Leitura

LEIAM AS NOTAS FINAIS!!!

Capítulo 10 - School trip?


Fanfic / Fanfiction Heart Ice - Capítulo 10 - School trip?

Scarlett Gomez — Ponto de Vista

— Jessie, volta aqui. Eu não quis ser grossa com você. — disse enquanto subia as escadas indo em direção ao meu quarto.

— Scarlett, não é esse o problema. Só porque Justin te faz mal, não quer dizer que você tem que ser rude com os outros. — disse cruzando os braços.

— Mas eu não fui rude. — disse me encolhendo.

— Sky, eu não quero falar com você agora, okay? Depois nos falamos. — disse fechando a porta bruscamente.

Bom, o jeito seria esperar as coisas esfriarem ate amanha.

◊◊◊

Acordei pela manha com certa preguiça de levantar de minha quente e confortável cama. Porem eu não podia faltar a mais um dia de aula.

Ainda relutante, me levantei da cama e fui em direção ao banheiro para fazer minha higiene pessoal.

Depois de tudo pronto, desci para tomar o meu café da manha e logo vi minha mãe cantarolando algo enquanto terminava de arrumar a mesa.

— Bom dia. — disse sorridente assim que notou minha presença.

— Bom dia. — disse sorrindo sem mostrar os dentes me sentando na cadeira.

— Cadê Jessica? Geralmente ela acorda com você. — perguntou pegando uma torrada.

— Ela esta dormindo. Não quis acordá-la agora. — respondi mexendo em meus cabelos.

— Ah sim. Seu pai ligou ontem à noite. — disse mudando de assunto. Arregalei meus olhos assustada.

Meu pai e minha mãe eram divorciados. Ele nunca foi o homem que eu me orgulho de chamar de pai.

Durante a primeira gravidez de minha mãe, meu pai vivia bebendo e sempre que chegava altas horas em casa bêbado, a ameaçava dizendo coisas horríveis e depois de anos, segundo minha mãe quando eu havia completado dois anos, meu pai havia batido em minha mãe depois de uma briga e se não fosse pelos vizinhos, ele faria algo horrível comigo e com Jessica.

Ele havia sido preso e ficado por lá por apenas alguns meses. Quando saiu de lá, ele conseguiu um bom emprego e hoje em dia, trabalha em uma renomada empresa, tem um bom carro, uma boa casa, uma boa esposa — que somente liga para seu dinheiro — e um filho da mesma idade que eu. O filho não é dele se sangue e sim de sua esposa, mas ele o considera como se fosse realmente seu.

— O que ele queria? — perguntei pegando uma maçã.

— Ele quer que você e Jessica passem uns dias em sua casa. — respondeu sem olhar para mim.

— Eu não posso. E a escola? — disse. Qualquer desculpa seria ótima para não ter de passar uns dias na casa de meu pai.

— Ele disse que você poderia passar uns dias lá e ir para a escola. Ao que entendi, ele tem um motorista particular que te levaria todos os dias para a escola. — respondeu m fazendo revirar os olhos.

— Eu não quero ir. E pelo jeito nem adianta dizer isso a Jessica. Ela surtara se souber disso. — disse. Desde sempre eu ouço Jessica dizer o quanto odeia meu pai. Sei que ela não gostaria nem um pouco em saber que ele quer que passemos alguns dias com ele.

— Eu entendo, mas minha filha, o seu pai quer te ver vocês e muito. Eu não concordo com isso, mas se vocês não forem, ele vira buscá-las e será pior. — disse dando um suspiro cansado.

— Tudo bem. Eu só vou por você e porque te amo muito. — me rendi. Meu pai não sabia onde morávamos, pois minha mãe tinha medo de que algo acontecesse.

Sei que se eu não fosse meu pai viria me buscar e isso era o que minha mãe menos queria.

Minha sorriu o que me fez sorrir também. Terminei de tomar meu café e subi para o meu quarto, onde Jessica ainda se encontrava dormindo.

— Jessie, hora de acordar. — disse enquanto subia as escadas do beliche.

— São que horas? — perguntou sonolenta.

— Hora de dar carona a sua irmãzinha para a escola. — respondi me deitando ao seu lado. Jessie se virou e olhou seriamente para mim.

— Você tem pernas, pode ir andando hoje.  — disse me fazendo dar um biquinho.

— Jessie, eu já pedi desculpas por ontem. Por favor, não fica brava comigo. Eu te amo. — disse a abraçando.

— Você sente muito mesmo ou só diz isso pra não ir à escola a pé? — perguntou arqueando uma de suas sobrancelhas.

— Eu sinto muito de verdade. — respondi com voz de bebê a fazendo rir.

— Tudo bem, então. Não conseguiria ficar mais tempo sem falar com você. — disse rindo. — Vou me arrumar e já podemos ir. Espera um momento. — completou se levantando da cama. Desci para que ela descesse e fui para a sala a esperar.

◊◊◊

Assim que cheguei a escola, vi Lola e Spencer conversando perto do portão.

Fui a sua direção e assim que me aproximei, Lola me abraçou.

— Meu deus, eu pensei que não viria. — disse se desgrudando do abraço.

— Vamos entrar logo. O professor daqui a pouco chega. — Spencer disse segurando minha mão.

Entramos juntas na escola e fomos ate nossa sala. Lola se sentou ao meu lado e Spencer se sentou numa cadeira a minha frente. Não demorou muito, para que Justin e seus amigos chegassem e se sentassem do outro lado da sala.

— Bom dia, turma. — o professor disse animado assim que entrou na sala, acompanhado da diretora Marin. — A diretora quer dar um comunicado a vocês. Por favor, prestem atenção. — completou se sentando em sua cadeira.

— Como vocês devem saber, esse ano é o ultimo de vocês aqui na escola. Por isso, nós queríamos torná-lo inesquecível. — a diretora começou a dizer.

— Vocês irão fazer um baile? — Lola perguntou animada.

— Não, uma coisa muito melhor. — respondeu a fazendo bufar.

— O que vocês irão fazer? — Justin perguntou curioso.

— Estávamos pensando em uma viagem para Hong Kong.  — disse deixando todos surpresos.

— Isso só pode ser brincadeira. — Justin disse rindo sem humor.

— O que teremos que fazer pra ganhar essa viagem? — Ryan perguntou cruzando os braços.

— Nada. Toda a turma do terceiro ano irá a Hong Kong. — respondeu e todos comemoram. — Cada turma ficara em um hotel e terá um professor como guia. Será uma semana em Hong Kong e vocês precisam trazer a autorização dos seus pais amanha. — completou antes de sair de sala.

Todos começaram a comemorar e o professor dizia animado que seria o nosso guia. Lola e Spencer pulavam de alegria ao meu lado e eu nunca vi na minha vida uma sala tão barulhenta como aquela.

 Uma viagem para Hong Kong ate que seria legal. 


Notas Finais


Antes de tudo, espero que tenham gostado. Bom, é o seguinte, como vocês já devem saber, eu tenho outras fics e como elas são um pouco mais antigas eu tenho que focar mais nelas. Além das outras fics, eu estou finalizando uma oneshot e uma fic que estou planejando postar, por isso eu pensei bastante e cheguei numa conclusão. Para não ter mais o risco de demorar dias e mais dias a atualizar a fic, resolvi postar um capítulo a cada mês. Assim, eu terei mais tempo e caso, eu atrase no mês vocês podem me matar k. Espero que entendam e até o próximo cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...