História Heart Ice - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Colegial, Drama, Jelena, Romance
Visualizações 211
Palavras 1.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura ♡

Capítulo 20 - I really love you


Fanfic / Fanfiction Heart Ice - Capítulo 20 - I really love you

Já era tarde da noite, quando ouço alguém chamar meu nome e pequenas pedrinhas serem jogadas na janela de meu quarto.

Levantei-me da cama e vi que meu celular tocava.

— Alô? — atendi a ligação, um pouco sonolenta.

— Te acordei? Bom, peço desculpas por isso, mas… Poderia me deixar entrar? — a pessoa do outro lado da linha perguntou, rindo.

— Quem é você?

— Olhe para sua janela e você descobrirá. — levantei-me da cama e fui até a janela, onde vi Justin sentado num galho da árvore que havia em meu quintal.

— Como conseguiu meu número? — puxei a cortina mais para o lado para vê-lo melhor.

— Isso realmente importa? Olha, preciso conversar com você. Poderia abrir a janela?

— Eu estou sozinha, Bieber, vai embora e me deixa em paz. — disse um pouco sem paciência.

— Sky… Eu quero apenas conversar. Desculpa por hoje na escola, eu…

— Eu já disse para ir embora. Nós não temos nada para conversar! — encerrei a ligação e fechei a cortina.

Quando ia voltar para cama, escutei a janela se abrir e, quando me dei por si, Justin já estava em meu quarto.

— Sai daqui agora, ou eu vou gritar. — falei com a respiração rápida. O quarto estava escuro, porém a única coisa que eu conseguia ver melhor de sua face era seus olhos claros.

— Eu só irei embora depois que falar o que tenho para te dizer. — diferente de mim, o loiro falava calmamente e eu não conseguia entender o porquê dele estar na minha casa as três da manhã.

— Nós não temos nada para conversar, vai embora antes que eu acorde a vizinhança inteira dizendo que você está aqui! — o empurrei fortemente para trás, mas ele segurou em meus pulsos, impedindo que eu o batesse mais.

— Me solta e vai embora daqui agora. — grunhi puxando meus braços para que ele soltasse, mas nada.

— Eu já disse que só vou embora quando eu te falar algo.

— EU NÃO QUERO ESCUTAR NADA DE VOCÊ! VAI EMBORA! — berrei me debatendo.

— Baixa a bola, por favor. — pediu num tom baixo e de cabeça baixa.

— BAIXA A BOLA VOCÊ. QUEM VOCÊ PENSA QUE É PARA… — meus berros foram interrompidos por Justin que tomou meus lábios em um beijo.

O loiro soltou um de meus pulsos e segurou em minha cintura, logo me puxando para mais perto de si. Aos poucos, fui me entregando ao seu beijo e o garoto deitou-me delicadamente em minha cama, sem deixar de beijar-me.

— Eu realmente te amo, sabia? — perguntou quase que num sussurro, olhando fixamente em meus olhos. Mordi meu lábio inferior, deixando uma risada escapar.

— Você só pode estar brincando. — tentei me levantar, porém o garoto que estava em cima de mim não deixou. Segurou novamente em meus pulsos e levantou meus braços, impedindo que eu fizesse qualquer tipo de movimento com os mesmos.

— Dessa vez eu não estou brincando. Você fez algo comigo e dessa vez não estou reclamando. — me deu um selinho e voltou a encarar-me.

Sua expressão estava séria e o silêncio, naquele momento, faziam com que as coisas, por incrível que pareça, não estivessem desconfortáveis.

— Sky, você está acordada? — passos de alguém subindo as escadas pode ser escutados e Justin saiu rapidamente de cima de mim.

— É minha irmã. Você precisa ir embora, rápido. — sussurrei enquanto corria para a janela.

— Você não disse se ainda sente o mesmo por mim. — sussurrou aproximando-se de mim.

— Amanhã eu te respondo no colégio. Agora você precisa ir embora. — empurrei o loiro para que saísse rapidamente do quarto e, quando eu havia fechado a cortina, Jessica entrou no quarto.

— É você, maninha? — perguntou ligando a luz. — O que faz acordada essa hora? Amanhã você tem aula.

— Eu sei, é que eu… Eu…

— Está escondendo algo? — a mais velha se aproximou de mim e eu rapidamente me apoiei sobre a janela.

— Claro que não. Eu só vou me arrumar para sair. É que me aconteceram tantas coisas hoje que eu preciso esfriar um pouco a cabeça. — corri para o armário, pegando uma muda de roupa que estava no chão, provavelmente sendo de Jessie.

— A essa hora? Por acaso você ficou maluca? — riu, não acreditando em minhas palavras.

— E por que não? Atlanta é movimentada essa hora e eu vou apenas dar uma volta pelo quarteirão. — falei abrindo a porta do quarto.

— Você tem sorte da mãe fazer plantão hoje, senão você estaria morta. — riu, logo subindo para sua cama. — Só tome cuidado por onde você vai andar e, qualquer coisa, não se esqueça de me ligar.

Assenti com a cabeça e fui para o banheiro para me arrumar. Eu realmente precisava esfriar um pouco a cabeça, ainda mais depois de Justin ter vindo em minha casa para dizer que me amava. Aquilo estava me dando uma tremenda dor de cabeça.

❈-❈-❈-❈-❈-❈-❈-❈

Depois de dar algumas voltas pelo quarteirão, resolvi ir para o parquinho que havia logo perto do colégio.

Ao contrário de todas as tardes, ele estava totalmente vazio, o que fazia com que parecesse mais uma cena de algum filme de terror.

Sentei-me no balanço e comecei a me balançar, enquanto olhava para a rua pouco clara mais a minha frente.

— Buu! — meu coração gelou quando aquela voz ecoou pela minha cabeça e mãos geladas encostaram em meus ombros.

Saí rapidamente do balanço e, quando olhei para trás, o medo que eu sentia sumiu e a raiva rapidamente tomou conta de mim.

— Você por acaso tem problemas? Eu quase tive um infarto agora. — me aproximei do garoto de olhos verdes que ria de mim e o empurrei fortemente.

— Eu estava só brincando. Aliás, o que faz sozinha essa hora na rua? Não sabe que é perigoso? — Dean perguntou, jogando sua bolsa para seus ombros.

— Eu sei me cuidar. Não preciso de pessoas como você atrás de mim. — bufei irritada, saindo do parquinho.

— Quer que eu te faça companhia? Nunca se sabe o que pode acontecer com garotas indefesas a essa hora. — perguntou correndo para me alcançar.

— Dean, por que você não vai para sua casa logo e me deixa em paz? Já são quase quatro da manhã e, se você não chegar em casa, seu papai pode chamar a polícia. — apressei meus passos assim que percebi que o moreno havia parado de andar.

— Você quer dizer o seu pai, não é? Ele é apenas o marido da minha mãe, não é meu pai como diz. — parei de andar na mesma hora e fechei meus olhos, logo suspirando.

— O que você quer de mim? — perguntei me virando.

— Não foi minha intenção te deixar mal, desculpa. Mas… Por que não dorme lá em casa hoje? — perguntou se aproximando de mim.

— Eu não quero dormir na casa daquele homem. Dormir lá é uma das últimas coisas que eu faria, mesmo se estivesse sendo expulsa de casa e não tivesse onde dormir.

— Por favor, Sky, só por essa noite. Se eu chegar agora sozinho, ele vai me matar, mas se eu chegar com você estará tudo bem. — implorou de mãos juntas. — Sem contar que, entre Jessica e você, ele sente muita falta sua…

— Olha só Dean, eu não vou por causa daquele homem que você diz ser “meu” pai. Eu vou porque sou muito boa e não quero que você leve bronca dele, entendido? — bati em minhas coxas e o garoto sorriu agradecido.

— Valeu, Scarlett! Saiba que fico te devendo essa. — me abraçou e eu dei um tapa forte em suas costas.

— Tá, tá. Mas nunca mais me peça um favor como esse na sua vida. — segurei em seu braço e o moreno assentiu, sorrindo.

E lá vamos nós para a casa do Diabo…


Notas Finais


✘ Comentem para eu saber o que acharam, é muito importante saber o que estão achando da fic e eu ficarei muito feliz em ler os comentários ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...