História Heart Skipped A Beat • Larry - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~fuckmarlie

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Louis Tomlinson, Personagens Originais
Tags Gay, Harry Styles, Larry, Louis Tomlinson, One Direction
Visualizações 6
Palavras 965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Crazy in love


Sofrimento: tudo aquilo que te faz mal, que te faz agonizar e que faz com que pareça que você vai morrer a qualquer instante. É o que está acontecendo comigo. Estou me corroendo, sofrendo, chorando.

Nessa semana foram incontáveis as vezes em que chorei na escola, em casa, em qualquer local. Também foram incontáveis as vezes em que Louis ou Gemma tentaram falar comigo, mas era incrível, eu não conseguia olha para eles como eu olhava antes. Também é estranho. Gemma eu conheço desde sempre, mesmo não sendo motivo de rancor já que ela realmente não sabia, eu tenho uma “justificativa”, mas Louis? Eu mal conheço ele!

Emma não falou comigo durante a semana também, Emma nem apareceu na aula durante a semana, já Luís ficou comigo o tempo todo, eu ajudei ele em algumas dúvidas de inglês e ele me ensinou palavras em português, foi legal, mas eventualmente, no almoço, quando eu via todas as pessoas felizes, eu olhava e chorava, ali mesmo, embaixo da árvore, junto com Luís, que me abraçava e me consolava, sem sequer saber o porquê de eu estar chorando feito louco desde o dia em que ele entrou na escola.

Foi na quarta-feira, quando eu comecei a chorar, que Louis apareceu e resolveu sentar do meu lado, Luís estava comendo um hambúrguer.

“O que houve?” Perguntou ele, sério Louis?

“Nada” respondi. “Pode ir embora.”

“Eu só quero saber se está tudo certo para sábado, trabalho lá em casa, lembra?” Agarrei meus joelhos e chorei mais, por que eu não conseguia falar com ele? Isso tinha que mudar até sábado, onde inevitavelmente eu teria de falar com ele.

“Certo.” Luís respondeu, Louis levantou e me abraçou, aquele desgraçado me abraçou.

“Uma hora você vai ter que falar comigo Harry.” Foi o que ele disse, depois ele foi embora.

Agora cá estou eu, indo para a casa dele, me segurando para não chorar, Luís está do meu lado.

“Qual é o lance entre você e o Louis?” Ele pergunta logo que saímos da minha casa.

“Nenhum.” Respondo.

“Ah, qual é Harry? É mais que obvio que você gosta dele, e que ele gosta de você, por que vocês não ficam juntos logo?”

“Eu não gosto dele, nem ele gosta de mim, por isso não ficamos juntos logo.”

“Fala a verdade.”

“Essa é a verdade.”

 

Chegamos na casa dele e ele abre a porta, seu cabelo está bagunçado e parece que ele recém acordou, está sem camisa. Meu coração acelera e eu me odeio por isso.

“Oi” ele diz e Luís responde com um amistoso “oi”.

Entramos e os dois começam a fazer o trabalho, eu fico sentado olhando tudo, não participo e acho que eles não ligam para isso.

Sinto as lágrimas virem e é aí que tudo complica, penso em tudo de feliz que já aconteceu na minha vida, mas nada acontece e eu continuo chorando.

“Harry, está tudo bem?” Luís pergunta, balanço a cabeça e ele me abraça, ele sempre me abraça.

“Luís, busca uma água por favor.” Louis diz e Luís obedece. “Escuta aqui, para de chorar por nada!” ele pega meus ombros “Eu sei que vacilei, eu sei que Gemma vacilou, mas a culpa não foi nossa, nós não sabíamos, eu falei com ela e estamos de acordo em não sentir nada um pelo outro, sabe por quê? Porque eu gosto de um idiota que não para de me ignorar e de chorar pelos cantos, Harry Styles, é de você que eu gosto e eu não vou descansar enquanto você não me perdoar!” fico sem palavras, literalmente. Não respondo e quando Luís volta eu tomo a água e levanto, vou embora.

Na saída, quando Louis me olha, eu percebo, não posso deixar assim. “Luís, eu esqueci de algo, vou buscar, pode ir embora.” Ele assente e começa a seguir o caminho. “Usem preservativo.” Ele diz.

Corro para o apartamento de Louis, chega de sofrer e chorar todos os dias, admitir o que sente faz bem, se Louis conseguiu ter coragem para falara que me ama, eu também consigo ter, ou não. Quando ele abre a porta eu travo, não consigo falar, então entro e puxo sua camiseta, beijo ele e ele retribui, ele me empurra até seu sofá e nos deitamos, entendi o que Luís quis dizer.

“Eu não tenho preservativo aqui.” Digo entre um beijo e outro.

“Eu tenho, no quarto.” Então seguimos para o quarto, ele tirou a camiseta no caminho e eu também, minha calça ficou na porta do quarto dele e quando ele tira a calça observo o volume formado na cueca dele, ele observa o que se formou na minha também. Nos beijamos mais e nos deitamos na cama, beijo seu pescoço enquanto tiro sua cueca, ele tira a minha e começo a masturbá-lo, ele geme baixo meu nome e tenho a sensação de que posso gozar sem ter feito absolutamente nada, coloco seu pau na minha boca e ele agarra meus cabelos, posso fazer isso para sempre. Ele pega o preservativo que estava no colchão e abre, tiro seu pau da minha boca e deixo ele colocar o preservativo.

Louis me beija loucamente, como se fosse a última coisa que fosse fazer no mundo, eu faço o mesmo. Então ele me coloca de costas e coloca todo seu pau de uma vez dentro de mim, grito muito alto, mas ele não para, suas estocadas aumentam gradativamente e a dor lentamente se transforma no maior prazer que já pude sentir, eu amo Louis Tomlinson. Grito quando ele atinge minha próstata e começa a ir ainda mais rápido, atinjo o ápice, mas ele continua, começo a gemer ainda mais seu nome até que ele goze também, ele me beija e tira o preservativo, ficamos ali, juntos, nos completando, um feito para o outro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...