História Heat - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Abo, Harry!alpha, Larry, Larry Stylinson, Liam!alpha, Louis!ômega, Mpreg, Niall!ômega, Niam, Niam Horayne, Universo A/b/o
Exibições 310
Palavras 1.746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um escrito na aula de física! UHUUU!
Espero que gosteeem!

Capítulo 2 - Capítulo II


Louis se sentia mal por ter aproveitado todas as coisas boas que Cancún pôde lhe proporcionar enquanto Niall ficou trancado o tempo todo da viagem no hotel. Mas por outro lado, ele se sentia feliz por ter feito Niall finalmente ter algum vínculo com Liam. Todos os amigos de Niall sempre souberam o amor platônico que o loiro nutria pelo alpha dos Payne. Porém, Horan nunca teve coragem e confiança o suficiente para, pelo menos, falar com Liam e ser amigo dele.

– Ano que vem nós vamos novamente, Ni. Aí marcamos bem longe do seu heat, ok? – Louis falou da cozinha do apartamento e Niall riu nasalmente do sofá da sala de estar.

– Ok, né? Não tenho o que fazer mesmo. – Falou com um sorriso no rosto e logo viu Tomlinson voltar para a sala com duas xícaras verdes em mãos. Entregou uma para o ômega mais novo, que agradeceu prontamente.

– Mas então, me conta como foi passar o heat com o amor da sua vida! – O mais velho falou com um sorriso orgulhoso de lado e Niall sentiu o rosto queimar violentamente.

– Louis! Ele não é o amor da minha vida!

– Qual é, Nialler? Você é apaixonado por ele desde o colégio!

– Ok, Louis, eu conto. – Falou o mais novo revirando os olhos e Louis gargalhou. – Liam foi, de longe, o melhor alpha que eu já me relacionei. Ele foi carinhoso e se controlou para não me marcar.

– Oh, isso é bom. Não é fácil para um alpha não marcar um ômega... Falo isso porque o Harry se controlou bastante quando namorávamos, e ele sempre choramingava de dor quando não me marcava. – Tomlinson falou como se falasse do clima daquele dia e logo fez um movimento com a mão, como se quisesse se focar no assunto principal novamente. – Enfim, Ni, acho que você deveria agradecer a ele por tudo, sabe? – Falou simples, porém deixando a sugestão principal encoberta.

– Posso convidá-lo para jantar na minha casa... O que acha? – Niall falou inseguro e o mais velho se limitou a sorrir e concordar com a cabeça, pensando em como suas habilidades de cupido eram infalíveis. De repente, o loiro desatou a falar sobre possíveis pratos que poderia cozinhar para Liam e seus olhos azuis brilhavam animados.

(...)

TEXTING ON

“Hey, é o Niall. Tudo bem? Precisamos conversar.”

“Hey Niall, como está? O que aconteceu?”

“Estou bem, mas preciso te agradecer por... Aquilo... Que tal você vir aqui em casa jantar?”

“Na verdade, não precisa agradecer... Mas se você quer, eu aceito :D”

“Ótimo! Então esteja aqui às oito”

“Tudo bem, até mais”

TEXTING OFF

Depois daquele pequeno diálogo, Niall sentia seu estômago repuxar de ansiedade. Só a imaginação de sentir aquele cheiro novamente fazia todos os seus pelos se arrepiarem e um sorriso bobo surgir em seu rosto.

~.~

Um arrepio percorreu a coluna de Niall quando os passos de Liam foram ouvidos nas escadas frontais da casa. Do lado de fora, Liam sentia o cheiro de Niall inebriar todos os seus sentidos quando tocou a campainha.

A porta foi aberta e os olhares se encontraram antes de as palavras serem ditas. Uma conexão grande e inexplicável foi sentida pelos dois e sorrisos grandes e cheios de dentes foram exibidos pelos dois.

- Tudo bem? Entre. – Niall foi o primeiro a se pronunciar, ainda um pouco inebriado pela presença de Payne. Deu dois passos para trás e deu espaço para que o alpha entrasse na casa.

- Trouxe um presente para você. – Payne falou logo após ter seu casaco tirado e pendurado ao lado da porta por Niall. Virou de frente para o ômega e tirou uma caixa de joia do bolso. Entregou a caixa azulada para Niall, que a pegou com um enorme sorriso abobalhado no rosto.

Abriu a pequena caixa e viu um pequeno pingente de avião feito de ouro, preso à uma corrente de mesmo material. Tirou a joia delicada da embalagem com mesma delicadeza e direcionou o olhar brilhante para o alpha, que lhe encarava com uma expressão indecifrável.

– É lindo, Liam! Obrigado. – O loiro falou um tanto envergonhado e estendeu a corrente para o alpha antes de virar de costas para ele. Liam abriu o fecho e se aproximou de Niall, passando os braços devagar para a frente do pescoço dele, fechando a corrente na nuca dele. Aproximou o nariz da pele branca e delicada da nuca dele e aspirou o cheiro único e maravilhoso de Horan, ouvindo um suspiro deleitoso em resposta.

Payne desceu as mãos para a cintura fina de Niall e o virou de frente para si, não demorando em juntar seus lábios com os dele. Horan sentia-se confortável, como se pudesse apenas abraçar Liam que todos os seus problemas se resolveriam.

~.~

Voltar ao trabalho depois de uma semana de folga era difícil. Mas não tanto, já que trabalhava como recepcionista da clínica veterinária de Louis e Harry. Os dois eram formados na mesma área, porém Louis era especializado em animais de grande porte enquanto Harry era especializado em odontologia veterinária. Niall era formado em design de interiores, mas era muito mais feliz sendo recepcionista do que designer, então tinha o diploma apenas de enfeite (e para dizer que tinha, também).

Era uma segunda-feira pacata no consultório, Niall estava sentado atrás do balcão que separava seu espaço de trabalho e os sofás que as pessoas esperavam com seus animais para serem atendidos por Harry ou Louis. O sino da porta tocou e Niall se recompôs do tédio, ficando em pé prontamente para atender a quem chegava. Quase perdeu o fôlego ao ver ele ali, entrando com um cachorro no colo.

Zayn Malik tinha sido seu primeiro namorado e o último também. Já fazia uns bons anos que não se viam. O moreno abriu um sorriso enorme ao ver o loiro parado atrás do balcão e andou até lá. Niall não sabia se chorava ou se saía correndo, já que a vontade de esganar Zayn estava lhe tomando.

– Quanto tempo, Niall! Você sumiu! – Malik falou com um sotaque estranho e Niall forçou um sorriso.

– Você tem um horário marcado? – Perguntou ignorando a “saudade” que Zayn demonstrava ter de si.

– Ah, sim, com o Doutor Styles. – Falou murchando o sorriso e passou a mão na cabeça do pequeno filhote que estava em seu colo. Niall mexia no computador que estava trás do balcão e tentava ao máximo ignorar o cheiro que tanto lhe fez bem alguns anos atrás.

– Fuzzy é o nome dele? – Perguntou Niall ao moreno, que apenas concordou com a cabeça. – Espere aqui na sala, o doutor Styles logo virá lhe chamar. – Malik concordou com a cabeça e sentou em uma poltrona ainda com o cachorro no colo. Horan andou até a segunda porta à sua direita e bateu na porta branca antes de entrar. Entregou a ficha recém impressa para Harry, que lhe olhou com as sobrancelhas franzidas.

– Niall, o que houve? – Perguntou o cacheado antes que Niall pudesse sair do consultório e o ômega respirou fundo antes de fechar a porta para responder.

– Zayn é o dono do cachorro que você vai atender agora, Harry. – Respondeu de uma vez e Harry entendeu na hora o descontentamento repentino do loiro. Harry não conhecia Zayn, mas sabia que ele tinha machucado muito Niall e não queria que toda essa situação estivesse acontecendo com o loiro justo na clínica que o loiro tanto amava trabalhar.

– Ah... Mas, ele tentou algo com você? – Perguntou ao se levantar da cadeira e andar até o loiro, que o olhava com os olhos marejados.

– Não, ele só disse que eu sumi... Ah, como ele é cínico! – Respondeu e limpou uma lágrima que escorreu do olho esquerdo.

– Ignore, Ni. Não deixe ele te afetar novamente. – Harry puxou o loiro para perto e o abraçou apertado, como se ele fosse seu filho. – Respira, segura o choro. Ele não é mais nada na sua vida, ok? Nem seu passado ele é, entendeu? – Styles falou ao segurar o rosto de Niall e fazer o ômega lhe olhar nos olhos.

– Obrigado, Hazz. Não sei o que seria de mim sem você e o Lou. – Niall falou agradecido e abraçou Harry mais uma vez, lhe dando um beijo na bochecha antes de sair do consultório mais uma vez.

O alpha se sentia desconfortável ao ter Zayn dentro de seu consultório. O alpha moreno tinha uma aura pesada e não parecia ter boas intenções e Harry sentia sua cabeça latejar só de ter de ficar ao lado dele para examinar o pequeno filhote sem raça definida.

– Você disse que o achou na rua, certo? – Harry perguntou sem desviar os olhos dos dentinhos pequenos e em formação ainda do cachorro.

– Isso. Ele foi deixado na frente do condomínio que moro e eu resolvi pegá-lo para mim, já que o meu último cachorro fugiu. – Malik falou simples e Harry teve que admitir que ele não era tão ruim como pensava.

– Bem, aparentemente ele não tem nada e está saudável. Passarei alguns exames para ele e deixarei o retorno marcado, preciso ter certeza de que ele não tem nenhuma doença. – Falou ainda sem olhar para Malik e pegou o cachorro de cima da maca, entregando-o para o dono. Voltou para a mesa e fez todos os papéis que Zayn precisaria, imprimiu-os e entregou-os para o moreno. Acompanhou ele até a recepção, onde Niall conversava com Liam animadamente. Se sentiu um tanto mal ao ver o sorriso do loiro murchar e Payne olhar para ele com um ar confuso. – Niall, marque um retorno para Fuzzy para o mês que vem, por favor. – Falou sério e um pouco desconfortável com o clima tenso que tinha se instalado e Horan praticamente correu para abrir a agenda e ver um dia livre para marcar logo e Zayn ir embora de uma vez. Falou o dia que tinha horários livres e Zayn escolheu o melhor, logo se despedindo do veterinário e indo embora.

– Bom te ver, Liam. Espero que esteja tudo bem com você... E com vocês. – Harry falou e sorriu minimamente ao desviar o olhar de Liam para Niall. O ômega corou violentamente e xingou todas as gerações de Harry quando ele entrou no consultório novamente.

– O que foi isso? – Liam falou ainda um pouco perturbado pelo clima tenso entre o moreno conhecido apenas de vista e os outros dois.

– Longa história. Um dia te explico. – Niall falou em um tom cansado, mas logo voltou a sorrir para o alpha que tinha os braços apoiados no balcão.


Notas Finais


E eu acho que eu gosto mesmo de vocêeeee
Bem do jeito que você ééééé...
KKKKKKK e aí, gostaram? Podem me dar sugestões se quiserem.
Beijos e até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...