História Heathens - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila G!p, Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Norminah, Vampiro: A Máscara, Vercy
Exibições 193
Palavras 2.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Steampunk, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Raaaannnnnn
Quem é que fortalece às 22h da noite?
Eu quero aqui dar um abraço pros meus chuchus que favoritaram e um abraço mais forte ainda naqueles que comentaram.
Quem tiver afim de escutar a música que vai tocar, ela se chama "Pornstar Dancing - My Darkest Days". Vai ter um sinalzinho dizendo que é pra dar o play na hora. Quem não tiver afim, não escuta, mas vai perder a vibe. O link tá nas notas finais junto com mais informações sobre o clã do lindo do Shawn, MALKAVIANNNNNN
Inclusive, quem gosta de AHS vai encontrar a minha rainha minha dona e sua personagem (porque ela é mto rainha sim e não é so cantora)
Favoritem e comentem se tiverem afim. Bjssssss

Capítulo 4 - Estratégia


Eu estava absurdamente ansiosa. 

Naquela noite, a nossa missão era entrar no escritório da líder dos toreadores, a artista mais aclamada da atualidade em Quart e também a mais esquisita. Toreadores eram perversos em suas buscas pela beleza, nunca se sabe o que eles querem, mas posso garantir que as coisas mais esquisitas lhes são dignas de admiração. 

Lady Gaga, entre eles chamada de Condessa, era a líder de todos deste clã da região, era uma vampira anciã cujos os interesses eram ímpares ao resto dos membros, ela não participava das reuniões da cidade e as ordens de Harry não lhe diziam respeito. Por incrível que pareça, o príncipe nunca sequer citou o nome da anciã, nunca chegou perto de sua área e também nunca lhe disse ódio ou amor. 

Lady Gaga mantém um salão de festas de luxo na área mais nobre de toda Quart, o Dulce Tortura. Praticamente todos os toreadores frequentam e trabalham lá, e até onde eu sei, nenhum humano entrou e saiu ileso de lá. 

Voltando à nossa missão: temos que entrar lá, roubar-lhe os arquivos sobre Louis e sair sem sermos pegos. 

Shawn sugere que usássemos uma magia de sua especialidade, onde fica-se invisível e eu acho a ideia sensacional, mas Lauren decide incrementa-la, alegando que Lady Gaga com certeza já viveu pra ver Malkavianos lhe passando a perna assim há muito tempo. 

Assim, eles elaboram um plano enquanto eu apenas penso nas sacanagens que devem existir dentro daquele antro de perversão. Meu amigo reclama dentro de minha calça e eu sou obrigada a acaricia-lo rapidamente. 

- Você pode por favor parar de se masturbar na minha frente e  começar a prestar atenção no que falamos, ralé? - Lauren diz. 

Me sinto meio ferida e magoada, a raiva que eu tinha de Lauren me xingando cresce em subjetividade, apenas esperando para explodir. Enquanto isso eu brinco com ela 

- Você pode por favor parar de prestar atenção no que falamos e começar a se masturbar na minha frente? - Pergunto e lhe lanço um sorriso. 

- Olha aqui, sua imun-

- Chega! Camila, por favor, você pode? - Dinah fala irritada com nossas discussões. 

Me ajeito na cadeira revirando os olhos. Lauren me olha sob aqueles longos cílios negros, um olhar de desprezo, digno de uma Ventrue, ela cruza seus braços e suas narinas inflam por um segundo, eu tenho certeza que ela está se controlando pra não voar em cima de mim almejando a minha morte. Isso me faz suspirar de animação. 

- O plano é: Lauren vai com Camila para o Dulce Tortura pela porta da frente. - Dinah diz, me espantando e espantando Lauren - Vocês entrarão e dançarão a música que tocarem até que consigam ter uma particular com Lady Gaga. Façam como for, mas vocês precisam ter total atenção dela às 01h, que é quando eu entrarei, sob a magia de Shawn, que ficará no carro se concentrando, e vasculharei seus arquivos. 

- Por que eu tenho que ir com a porra da Camila, caralho?! - Lauren pergunta exasperada. 

- Você quer ir com a minha porra? Podemos providenciar... - Eu digo 

- Porque ela é a mais forte de nós pra proteger você caso seus encantos falhem e também porque é muito notável a tensão sexual entre vocês duas. 

Eu e Lauren ficamos caladas perante a fala de Shawn, que diz aquilo como se nada fosse. Dinah acena com a cabeça em concordância e Lauren bufa, em nenhum momento negando. Hm...

Nos minutos seguintes, nós nos arrumamos. Eu visto uma calça de couro cheia de correntes penduradas, botas de salto alto e um cropped vermelho sangue. Dinah decide me maquiar e arrumar meus cabelos, assim me deixando de matar. 

Lauren dá as caras vestida num body apertado preto, uma jaqueta de couro e um short jeans apertado. Ela também está maquiada e arrumada. Quando nossos olhos se cruzam, eu sinto imediatamente meu coração palpitar em uma excitação fulminante. Pelo visto, ela também sente algo, pois não me lança seu habitual sorrisinho de desprezo, ela entra no carro de Dinah com a cara fechada. 

- Não, Lauren, você vai na moto de Camila com ela, vão chegar juntas. - Dinah diz. 

Meu peito vibra novamente quando a perna nua de Lauren sai do carro, seu pé vestido no salto agarrado toca o chão e ela anda pra mim, sem reclamar, apenas atônita. Eu sorrio e me disponho a segurar sua mão para que ela suba na moto, presumindo que ela nunca tenha andado em uma, mas ela me surpreende ignorando minha ajuda e subindo na minha garupa num movimento elegante e preciso, o calor de seu corpo emana para minhas costas e eu sinto na minha lombar o calor de sua buceta. Meu pau fica duro na hora e eu fecho os olhos com força antes de ligar a moto e seguir para o Dulce Tortura. 

(...)

O carro de Dinah fica para trás quando eu estaciono na frente do imponente casarão. A arquitetura é mórbida e extremamente elegante. Lauren desce da moto e logo em seguida eu estou a acompanhando para a entrada. Ouço um rock tocando lá dentro enquanto Lauren cumprimenta uma mulher esguia na posição de hostess. 

- Nomes, por favor. - Ela diz.

- Oh, querida, acho que não vai querer nossos nomes nem querer perder a chance de nos ver em ação. - Lauren diz. 

Noto que a voz de Lauren está ligeiramente mais rouca e absolutamente mais sedutora. Eu a olho e suas íris estão num verde diferente. Então fica claro para mim: Lauren está usando o carisma ventrue para nos fazer entrar. 

- E-eu... hm, tenho certeza que a condessa gostaria que eu só deixasse quem tem o nome na lista. 

Lauren se inclina sobre o pequeno balcão da garota e morde o lábio começando a falar qualquer coisa, eu vejo que inconscientemente ela balança sua bunda de um lado pro outro e fico apenas concentrada no balanço daqueles quadris. Fico tentada a lhe dar um tapa ou qualquer coisa assim, mas quando vou me mover ela se vira. 

- Venha, meu bem, nossa amiga nos deixou entrar. 

Nem me dou conta quando Lauren me pega pelo pulso e me puxa para dentro. Olho pra trás de vejo a garota sorrindo boba e anotando algo em seus papéis. 

Olho para os lado gravando mentalmente cada detalhe da arquitetura do salão. Pilastras enormes se erguem aos nossos lados, a luz é mínima lá dentro, nas paredes quadros e quadros se erguiam, eu não sabia julgar, mas acho que eram de muito bom gosto.

O som vai se potencializando e quando chegamos ao fim do salão de entrada e abrimos a porta, pude ver de onde vinha. 

O salão seguinte é como uma boate, uma grande boate cheia de corpos dançantes, todas as luzes eram vermelhas com exceção das luzes do bar e do palco. No palco, uma banda toca e uma baixinha tinha o microfone cantando com sua potência. Eu a conheço, ela se chama Ally e é uma toreadora  talentosíssima. 

Os corpos dançam ao som de "I Love Rock n Roll", Ally os estimula a dançarem e a se tocarem enquanto não canta. Em alguns cantos do enorme espaço eu vejo casais, trios e até mesmo grupos compartilhando momentos íntimos, o aroma é de sexo misturado com bebida e sangue, todos parecem embebidos com a atmosfera, inclusive Lauren e eu. 

Eu me aproximo mais da ventrue, toco o início de suas costas com minha mão espalmada e colo a lateral de seu corpo no meu, começo a conduzi-la para o bar. Eu não faço a menor ideia de qual era o plano, mas ficarmos paradas ali olhando para todos com certeza na faz parte da estratégia. 

Eu peço um whisky e Lauren um martini, o barman loiro nos atende e logo puxa assunto. 

- Eu nunca vi vocês aqui. Primeira vez? - Ele pergunta. 

- Sim, na verdade, gostaríamos de saber até onde podemos ir... - Lauren diz e eu reconheço o tom de voz de seu poder.

- Bom - ele fala, hipnotizado -, vocês podem ficar aqui, podem ir para algum quarto com quem quiserem...

- Como eu faço pra ter um momento particular com Lady Gaga? 

- A Condessa? Bom, eu sugiro que você fique aqui e chame a atenção dela, ela costuma chamar pessoas aqui para orgias. 

- Como eu chamo a atenção dela? 

- Com essa sua amiga gostosa, você sendo mais gostosa ainda, vocês só precisam... se destacar. 

Estou chocada e absolutamente excitada quando Lauren pisca pro cara e me puxa dali. Meu pau está louco em minhas calças e eu nem sei o que fazer. Lauren está excitada também, eu sei que está, sei pelo fato dela estar praticamente mastigando o lábio inferior. 

- Como vamos fazer isso? - Eu pergunto. 

Em resposta, Lauren vira sua bebida e me entrega o copo. Ela caminha firmemente em direção a uma mesa qualquer. Quando eu vejo ela subindo em cima da mesa, meu pau quase grita, eu bebo minha dose, deixo os copos em qualquer canto e a sigo. 

Ally canta uma música envolvente e animada enquanto Lauren ergue os braços e começa a dançar. Eu fico aos seus pés de graça, assim como todos à nossa volta. A ventrue toca os próprios braços e balança os quadris, a luz vermelha atinge a pele das coxas e quando ela abre as pernas descendo até ficar de cócoras, eu abro a boca com a visão. 

Lauren, de frente para mim segura o meu rosto. Eu seguro sua cintura, a deixando de joelhos em cima da mesa, ela se abaixa mais um pouco e enfia a língua da minha boca. 

Oh meu Caim, Oh meu Caim, Oh meu Caim puta que pariu caralhooooooo!

Um incêndio começa em mim, um incêndio poderoso e escandaloso. Sua língua molhada entra em choque com a minha e elas se enroscam de uma maneira tão gostosa que eu penso que vou morrer de tesao. Nossos lábios se batem, se mordem, se perdem e se encontram, o beijo é molhado e absurdamente quente, Lauren segura meus cabelos com força com uma mão e a outra está agarrada no meu seio. Assim, eu sei que não é ela quando meu pau é apertado. 

Eu arfo me afastando da ventrue e vejo que um cara está com a mão no meu pau. Olho pra ele confusa e ouço Ally gritar do palco.

- ESSE COM CERTEZA FOI O BEIJO MAIS GOSTOSO DA NOITE! 

Todos gritam, Lauren sorri safada pra mim, pisca o olho. Nem parece aquela chata entojada que me odeia por ser brujah. Eu a olho como admiração, tesão e apreço. Realmente, eu era caída de quatro por essa mulher. 

Ela fica de pé novamente na mesa e eu a olho de baixo pra cima, com idolatria. De repente uma ideia passa na minha cabeça. 

O choque do pensamento me faz me desvencilhar daquele momento. Lauren grita por mim enquanto em corro pro palco. 

Eu tinha uma ideia. Se der tudo certo, Lauren não vai mais precisar me chamar de menosprezar ou sei lá. 

A banda havia acabado uma música, eu me aproximo do guitarrista cheio de tatuagens e sussurro algo em seu ouvido. Ele sorri pra mim e trocamos um cumprimento. Pego sua guitarra, a banda me olha com expectativa, assim como imagino que está o olhar de Lauren, mas não ouso fita-la. 

- Ally, você conhece essa daqui? 

(PLAY)

Eu ergo minha mão e dramaticamente corro meus dedos pelas cordas da guitarra, o primeiro acorde da música soa alto nos alto falantes. O rosto de Ally e do resto da banda se ilumina e logo a bateria me acompanha. Olho para Lauren lhe dando o meu melhor sorriso, Ally começa a cantar e a ventrue me retribui o sorriso. Seu corpo começa a se movimentar em cima da mesa, seus braços erguidos e as mãos entrelaçadas lá em cima, a jaqueta não cobre o quadril que se movimenta num ritmo cadenciado. 

A guitarra em minhas mãos continua dando o tom pesado da música, Lauren me incendeia, me olhando nos olhos enquanto eu toco. Ela mantém os olhos verdes em mim quando se senta na mesa, as longas pernas se abrem e se esticam, ela então está no chão. Meu pau está mais do que duro, eu relembro do gosto molhado e doce do nosso beijo, todos abrem o caminho que ela traça para o palco e então Lauren está a apenas alguns metros de mim. 

Eu grito o refrão com Ally, Lauren tira a jaqueta e deixa no canto do palco. Ela começa a dançar em cima do palco, jogando o cabelo de um lado pro outro. Os nossos olhares estão empacados um no outro, eu estou suando e com a boca seca. 

Noutra ponte, Lauren se ajoelha no chão com força e fica de quatro, começando a engatinhar na minha direção. Eu começo o solo de guitarra da música, que é difícil pra caralho, enquanto ela vem engatinhando pra mim. O baixista sai de seu caminho e eu sinto meus dedos doerem. 

O calor está quase insuportável, eu nem posso acreditar no que está acontecendo. Parece um sonho, um delírio. 

A ventrue agarra minha perna e começa a dançar ajoelhada aos meus pés. A voz de Ally falha quando Lauren morde o lábio pra mim. Meus pensamentos vão longe com ela ajoelhada e me olhando assim. A música vai acabando e eu tenho certeza que vou morrer quando ela se ergue, segura minha nuca com força, lambe os lábios e choca nossas bocas. 

Nós trocamos um beijo de mesmo gosto, eu também seguro seus cabelos e os puxo. Não batalhamos pelo controle do beijo porque ele simplesmente não tem controle. É um beijo descontrolado e tão tão tão gostoso que eu nem me recordo quando foi a última vez que estive tão excitada assim. 

Ouço gritos eufóricos mas não ligo, eu continuo a beijá-la, descendo outra mão pra sua cintura e a segurando firmemente, já que Lauren parece estar se derretendo colada em mim. Ela geme contra minha boca e eu gemo contra a dela, o músculo de minha língua arrasta-se pelo dela e depois percorre o céu de sua boca, eu mordo seu lábio inferior e volto ao beijo. 

Eu continuaria a dar à Lauren um beijo molha-calcinha mas alguém segura meu ombro e a me distância dela. Uma mulher negra e muito elegante, vestida num vestido vermelho sorri para nós duas. 

- Boa noite, senhoritas. A Condessa às convida para um passeio pelo Dulce Tortura. Vocês aceitam? 


Notas Finais


MALKAVIAN - apelido: lunáticos
Os malkavianos são poderosos loucos. Eles não ligam muito para onde estão, não ligam muito para sua conduta e nem tem um estilo específico. A única coisa que une os filhos de Malkavia é a loucura. Todo malkaviano é louco, alucinado, apenas variam de loucura. Alguns são sádicos homicidas, outros são esquizofrênicos, enfim, são tantas as variações da loucura...
Quanto mais louco é o malkaviano, mais poderoso. Eles podem não ser muito levados a sério mas são um dos clãs mais poderosos da Camarilla. São magos potentes e altamente eficazes. Humanos que são abraçados pelo clã malkaviano adquirem sua loucura ou então já são naturalmente loucos.
Dica: não leve um malkaviano a sério, mas também não desacredite no que ele diz.

PORNSTAR DANCING ON SPOTIFY:
https://open.spotify.com/track/34sWDJ5nrn33kID2c5NA87


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...