História Heaven Can Wait - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Michael Jackson
Personagens Michael Jackson, Personagens Originais
Tags Heaven Can Wait, Kamy Jackson, Michael Jackson, Mj Fics, Raquel, Raquel & Michael
Exibições 80
Palavras 1.310
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Encontro indesejado


Fanfic / Fanfiction Heaven Can Wait - Capítulo 8 - Encontro indesejado

Acordei e estava sentindo Michael lambendo meu rosto.

— Ai! seu nojento - falei o agarrando para beija-lo mas assim q o peguei percebi q não era Michael e sim o Kill.

 o Michael estava em pé vendo ou melhor filmando tudo

— Que merda Michael, vc sabia que com essa língua ele lambe o pinto dele e sabe se lá mais o quê ? - falei irritada

— Oras por isso mesmo - Michael falou rindo.

Não consegui fazer nada naquele momento só peguei um travesseiro e joguei nele.

— Ah, então é assim ? - Michael falou colocando o celular na cômoda e pegando o travesseiro do chão.

— Homem que é homem não bate em mulher . - falei zoando ele só p não me tampar o travesseiro.

— E quem disse q eu vou te bater ?

— Ufa - suspirei aliviada

— O travesseiro q vai !! -  Michael falou me jogando o travesseiro.

Eu imediatamente peguei o travesseiro e tava juntando todas minhas forças para tampar nele. Quando o cell dele começa a tocar.

Aaaah que raiva de seja lá quem for!!!

— Salvo pelo gongo haha - Michael falou rindo.

Depois ele saiu do quarto e foi atender o telefone e eu fui me arrumar.

Michael entrou no quarto de novo por volta de 5 minutos depois.

— Era o Félix, ele perguntou como você estava eu falei que estávamos juntos e tal. Mas ele disse q eu vou precisar fazer uma turnê ...
Maaasss eu posso levar alguém cmg e esse alguem é vc. - Michael falou segurando mhas mãos.

— Bom, tudo bem, mas e o Kill ? -perguntei preocupada.

— Ah, as empregadas cuidam dele e eu peço para Alice vim aqui de vez em quando. E não é uma turnê na verdade é um show . 

— Ok, mas é aonde e quando ?

— aqui no país mesmo, e é amanhã 

— oo quêêê ? Amanhã? como assim Michael ? - perguntei confusa.

— Bom, o Félix só me avisa se tem turnê um dia antes, esse é o segredo do meu sucesso.

— Não entendi e prefiro não entender. -  falei o olhando nos olhos.

— Ok, tire o dia de folga e arrume as malas, quando eu chegar sairemos .-Michael falou se despedindo .

- Ok. -falei dando um selinho nele.
   

{...}

Estava fechando a última mala quando Michael chegou. Ele pegou algumas roupas de show e depois foi tomar banho. Com roupa de show eu quis dizer, aquelas roupas brilhantes e que chamam bastante atenção. Logo em seguida pegamos o vôo. 



Nossa, o lugar estava literalmente com fãs até o teto.  

 — Espere no camarim, lá tem uma tv mostrando o palco, aí você pode ver oque eu estou fazendo. - Michael falou me dando um beijo sem se importar com quem tava em volta. 

 Fui para o camarim e não pude deixar de reparar que toda hora Michael olhava para uma mulher da platéia. Aquilo já estava me deixando irritada, ele não tirava os olhos dela. Está tentando me matar de ciúmes por acaso senhor Jackson?! 

 Quando Michael voltou pro camarim estava sem fôlego, mas não por causa da apresentação. Parecia que tinha visto um fantasma. Estava mais pálido que o normal 

 — É ela. - Michael falou com uma mão na parede e olhando para o chão . 

 — É ela quem Michael ! -falei meio irritada pois ele tava olhando uma puta e agora ta falando "é ela". 

 — É a Cortny . – Michael disse levantando a cabeça e olhando para mim. 

 — Michael você não sabe se é ela. Meu Deus, tem 5 anos que você não vê ela, você não pode lembrar. 

 — Não! Você não entende. Não tem como esquecer a aparência dela, ele é uma vulgar que entra na sua mente e te pertuba ate não aguentar mais! - Michael falou respirando fundo. 

 — Tudo bem Michael só tem mais uma dança, depois algumas fãs vão vim ao camarim e pronto, dormimos num hotel e amanhã voltamos para casa. - Falei e logo depois o empurrei no sofá que estava atrás dele. 

 Ele caiu sentado e eu sentei em cima dele com as pernas abertas se cruzando atrás de suas costas e virada para ele comecei a beija-lo. Ele ficou exitado e me abraçou naquela posição mesmo. Nossas bocas não se desgrudaram em momento algum. Depois fiquei rebolando sobre seu membro quando de repente alguém bate na porta e grita "sr Michael esta na hora da última apresentação". — Aconteça o que acontecer eu te amo, não se esqueça disso.- Michael falou enfiando seu dedo em minhas partes íntimas (pois eu estava ed saia entao ele so tihna q levantar minha saia e chegar a calcinha para o lado) me fazendo gemer e provavelmente assustar quem estava lá fora. Depois da apresentação Michael voltou para o camarim para esperar suas fãs.  

Dou um beijo bem demorado nele e depojs ele me pediu para ficar ao seu lado.  Escutamos vozes femininas vindo do corredor e logo pressentimos q as pessoas que viriam aqui seriam mulheres. 

 Alguém bateu na porta e Michael falou "pode entrar" e isso arrancou suspiros de uma delas.  

 Uma das mulheres entrou e a outra só ficou na porta. A que entrou estava vindo em direção ao Michael. Ela veio tão rápido que nem eu vi, segurou o rosto dele e o beijou a força. Assim que ele conseguiu se soltar das garras daquela puta oferecida dei um tapa na cara dela.  

 — Raquel é ela. - Michael sussurrou em meu ouvido. - já percebi. 

 — Oi meu amor - a puta falou com a mão no rosto para nós não vermos se deixou marca. 

 — Cortny se retire agora! - Michael falou firmemente. 

 — Não, não, não, o dinheiro que eu paguei é para 10 minutos, meu querido. 

 — O seu dinheiro e o meu contrato não inclui receber beijos de fãs. 

 — Mas eu não sou sua fã, sou sua esposa Michael - ela falou olhando no fundo dos olhos dele. 

 — Não, não é, eu consegui te dar como morta e então só precisei da minha assinatura para assinar o divórcio... Ah e parabéns anjo fiz isso ontem e esqueci de te falar - Michael falou me agarrando na frente dela e me dando um beijo bem gostoso. 

 — E essa quem é ? ... Uma garotinha de programa que você chamou para te satisfazer. - Cortny falou olhando p mim quando o beijo acabou. 

 — Essa é minha namorada. E não aceito desrespeito com ela ou você terá consequências! - Michael falou segurando minha mão. 

 — Awn q lindo casal, uma empregada e um maconheiro! - ela falou se levando e ficando na nossa frente.  Não me segurei e dei novamente um tapa em seu rosto com toda a força que eu tinha. 

 — Primeiro, empregada o teu cu segundo, maconheiro a tua buceta, agora vai para a rodinha de traficante fazer suruba que lá é o seu lugar, puta. - falei irritada 

 Ela ia me dar um tapa mas no momento q ela levantou a mão Michael segurou a mão dela . 

 — Não encoste na futura sra Jackson. -ele falou soltando a mão dela. 

 — Foda-se, eu não ligo. Ah e para sua informação aquele lindo bebê que eu tava esperando eu abortei. - ela falou na cara do Michael.

 Não aguentei aquilo e a segurei pelo pulço com força e a puxei para fora. Lá fora ela tentou me agredir, so que como minha unha é e sempre foi muito grande eu arranhei aquele rosto de puta que ela tem. E olha, o negócio foi feio ate sangrou.  Depois disso ela saiu correndo com sua outra "amiguinha".  

Voltei p camarim e fechei a porta Michael perguntou oq eu havia feito com ela eu não o respondi e comecei a beija-lo dps tirei sua roupa e fizemos sexo ali msm no camarim !  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...