História Helena ao início - Capítulo 137


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bdsm, Bebidas, Drama, Hibridos, Hot, Inocencia, Lobisomens, Original, Reencarnações, Romance, Romance À Quatro, Sadismo, Sadomasoquismo, Sangue, Sexo, Sobrenatural, Universo Paralelo, Vampiro
Visualizações 84
Palavras 429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 137 - Planos


Fanfic / Fanfiction Helena ao início - Capítulo 137 - Planos

Saí do hospital às seis da noite. O cheiro do ar era libertador. Eu ia me esquecer que tinha pais e irmã. Me esqueceria que tive maridos, pelo tempo que levasse para a dor da traição passar. 

Ajudaria o Lucas a se encaixar no mundo dos lobisomens. Talvez voltasse a Romênia para isso. É claro que o Lucas encontraria a sua Eva também. O que ele sentia por mim era só o alívio de não ser o único, de não estar mais sozinho no meio do mato, com medo de si mesmo. Ele me deixaria também.

Que droga!!! Pensei. Sorri.

Caminhava para casa. Havia entregado as chaves do carro, para o Lucas, e estava pensando se pegava um táxi ou...

Algo me desacordou. Acordei presa a uma poltrona. Havia uma mesa a minha frente. Com pasta sobre a mesa. Levantei o olhar, vendo os meus quatro ex.

_ E a noite tinha começado tão bem _ lamentei com a voz rouca de recém acordada.

_ Olá, Helena! Pode nos ouvir, agora? _ o Uriel falou.

_ Já que insiste _ girei a mão presa, para ressaltar a situação.

_ O que você acha que fizemos com a Eva? _ prosseguiu.

_ Eu não pensei nisso. E você, poderia ser cavalheiro, e me poupar dos detalhes?

Olhei para o rosto de cada um, naquela mesa. Os três sentados juntos como comparsas, e o Chris na ponta com cara de zangado, com uma mão na cabeça.

O Uriel me mostrou uma pasta aberta, sobre a mesa. Eram fotos de mulheres parecidas comigo. Tinha tudo sobre cada uma delas, ali naquelas pastas. O Uriel folheava para mim.

_ Helena, se tudo o que bastasse nas suas reencarnações, fosse a aparência, teríamos muitas de você para cada um de nós.

_ Então, por que esqueceram que eu existia, quando viram a Eva?

_ Foi só uma ideia do Will, para te causar ciúmes.

_ Ninguém é tão bom ator? _ protestei _ Vocês apresentaram a Eva para o Chris. Até ele me deixou sozinha.

_ Nós dopamos ele _ o Will e o Lui falaram quase juntos.

Olhei para os três incrédula, e depois para o Chris. Acreditei no que diziam.

_ Era preciso, para o plano dar certo, Helena.

_ Mas o seu plano deu certo _ falei  brava _ Graças a ele, eu não quero ver nenhum de vocês na minha frente, de novo. Me solta dessa droga. Eu vou tirar as minhas coisas da sua porra de casa, agora.

Olhava nos olhos do Uriel e dos outros dois ao dizer.

Como não me soltaram, me transformei, arrebentei a poltrona e saí a toda velocidade, ainda presa nas algemas de prata.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...