História Helena ao início - Capítulo 139


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bdsm, Bebidas, Drama, Hibridos, Hot, Inocencia, Lobisomens, Original, Reencarnações, Romance, Romance À Quatro, Sadismo, Sadomasoquismo, Sangue, Sexo, Sobrenatural, Universo Paralelo, Vampiro
Visualizações 94
Palavras 582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 139 - Revelações


Fanfic / Fanfiction Helena ao início - Capítulo 139 - Revelações

Caminhei seguindo ele até o quarto, onde dormimos juntos antes de tudo acontecer. Parou já dentro do quarto e fechou a porta atrás de mim, me abraçando contra a porta. Se inclinou para me olhar na altura dos meus olhos.

_ Fala a verdade para mim. Você não aguenta mais esse relacionamento polígamico, não é?

_ Isso não importa. Acabou.

_ Em que planeta isso é verdade, Helena? Você vai voltar com eles na primeira conversa que tiverem a sós e sabe disso _ expôs _ Por isso, eu preciso que responda a minha pergunta.

Suspirei pensando no assunto e constatei que sim _ Estou, sim. É difícil entrar na vida de quatro amantes que despertam sentimentos diferentes em mim, e ainda ter minha vida _ me senti culpada por admitir o que sentia há anos.

Chris deu um sorriso largo e feliz _ Eu sou o seu preferido, não sou? Você fugiria comigo. Deixaria eles?

_ Não _ respondi secamente.

Me movi e ele se afastou, vendo o que eu fazia. Simplesmente abri a porta e saí. 

Lembrava de quando o Uriel me fez a mesma pergunta. Me entristeci profundamente com essa ideia. Deixá-los não era uma possibilidade. Não importava o que eles haviam feito, nunca os deixaria.

Levantei o olhar vendo o Lucas sorrir para mim como se tivesse gostado de algo... Do que eu disse ao Chris. De repente vi o Chris ao lado dele.

Mas o Chris estava no quarto às minhas costas...

O Chris também sorria da mesma forma.

Logo os três que eu havia abandonado na casa vizinha também estavam diante dos meus olhos. Uriel, Lui e Will. O mesmo sorriso de satisfação no rosto dos cinco.

Estranhei. 

Ia dizer algo, quando os cinco se tornaram apenas um, Uriel. 

_ O que...

A mão do Uriel estava estendida para mim, a peguei. Me puxou para mais próximo dele. Me olhou nos olhos com aquele olhar travesso é um sorriso igual a de uma criança feliz.

_ Tentei te dizer da primeira vez que fiz essa pergunta, mas você fugiu.

_ Do que estamos falando _ estava confusa e tremia ao dizer.

Temia as palavras que sairiam da sua boca agora, mas queria ouvir. Não sabia ao certo o que seria, mas isso não importava. Era algo que eu esperava ansiosa para ouvir, eu sabia disso.

_ Eu sou o único. Sempre fui o único _ o seu sorriso deu lugar a uma expressão cautelosa, esperava que eu entendesse bem para não ter uma reação errada.

_ O Lui...

_ Era eu.

_ Eu fiz sexo com o Lui e o Will ao mesmo tempo...

_ Um clone criado por mim. Manipulados por mim, o tempo todo. Até o garoto na floresta, Helena. Você nunca esteve sozinha. Nunca, desde que eu te encontrei, aos seus vinte anos. A Eva foi a migalha que me levou até você. Eu nunca te deixaria só... Não deixei.

_ Por que?

_ Para te conquistar. Para ter você para sempre. Te fiz viver um difícil relacionamento polígamico, para ter certeza de que você me amava o suficiente para suportar uma eternidade comigo. 

_ Isso é muita loucura _ passei a mão pela testa atordoada com as revelações do Uriel.

_ Durante a minha loucura, antes de encontrar o Chris...

_ Abreviei o tempo da sua angústia. Te deixei sofrer. Desculpe-me, mas se eu queria o seu amor genuíno, não podia interferir nos seus sentimentos. Por isso, fiz passar trinta e oito anos de sofrimento em uma semana, só para nós dois. Acho que chamam isso de salto temporal ou viagem no tempo.

Desmaiei com a mente embaralhada



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...