História 'Hellish Obsession' - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens D-Lite (Daesung), G-Dragon, Seungri, T.O.P, Taeyang
Tags Big Bang, Daesung, G. Dragon, Seungri, Taeyang, Top
Visualizações 69
Palavras 1.289
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoal estou me aventurando no mundo das Fanfics.
Esta é a primeira que escrevo.
Espero que gostem.
Favoritem, comentem e deêm muito amor à ela.
Assim poderei continuar escrevendo para vocês!!!!
Beijoooooosssssssss.


Boa Leitura! Sz

Capítulo 1 - 'A Presa'


Fanfic / Fanfiction 'Hellish Obsession' - Capítulo 1 - 'A Presa'

‘A PRESA’

 

 

Min Hee – P.O.V

Meu nome é Park Min Hee, tenho trinta e um anos, sou professora de administração em uma universidade aqui em Seul, Coréia do Sul. Minha mãe é brasileira e meu pai coreano. Vivo na Coréia desde os meus doze anos. Já fui casada, mas infelizmente meu marido morreu em um acidente de carro. Faz dois anos que estou viúva, e pretendo ficar sozinha, pois nunca irei encontrar alguém que me ame como o Pedro. As únicas coisas que quero da vida são: paz e terminar meu pós-doutorado.

Mas infelizmente a vida nos prega peças que nunca pensamos em encarar. A três meses atrás recebi um convite do departamento de administração da universidade para dar aulas, aceitei de imediato. No entanto, com o convite veio algo mais, uma obsessão infernal. Hoje não consigo mais andar pelas ruas da cidade e nem mesmo pelos corredores da universidade, estou vivendo em uma constante perseguição.

_ É isso aí Min Hee, nada de fraquejar agora, aquele filhinho de papai não pode com sua verdadeira vontade! – Digo olhando para o espelho no meu quarto, já é hora de ir trabalhar.

 

 

G Dragon – P.O.V

Desde garoto sempre pego o que quero, seja pessoas ou coisas. O meu desejo da vez é aniquilar uma professorinha da universidade, que teve a audácia de me mandar para fora da sala de aula. É uma baixinha atrevida e dona de uma tremenda confiança. Francamente quem ela pensa que é para me mandar sair ou mesmo calar a minha boca? Vou quebra-la até não sobrar nenhum pedacinho, mulher nenhuma me diz o que fazer. Somente meu velho é que ainda possui rédeas sobre a minha vida, ou é o que ele pensa.

Ela anda pelos corredores como se fosse a dona do pedaço, com aquela bundinha empinadinha e arrebitada. Faz três meses que chegou aqui e já está disputando território comigo. Então eu decidi, vou ensinar lhe uma lição para que aprenda qual o seu lugar.

_ Seungri, hoje é para foder com os quatro pneus do carro daquela branquela. – Olho para ele e vejo que não gostou da ideia.

_ G, para com isso cara, ela não te prejudicou em nada. Você foi parar na diretoria e acabou tomando café com a diretora. Então desencana, ela só está fazendo o trabalho dela. – Ele me olha com receio.

_ Por acaso você está apaixonado por aquela vadia? – Não conseguindo me encarar, abaixa a cabeça e olha para o chão.

_ Não estou apaixonado, e também não farei o que disse. Se quiser faça você mesmo o serviço. – Me aproximo dele, se não fosse meu amigo de infância lhe daria uma baita surra.

_ Você é muito frouxo Seungri, só não se esqueça que já te salvei várias e várias vezes. Você me deve muito. – Passo por ele dando lhe um esbarrão no ombro.

Vou para o lado do estacionamento da universidade onde os professores deixam seus carros. Está quase no horário dela chegar, por isso me escondo entre os carros. Ouço o barulho de um veículo, sei que é ela. Espero até ouvir o som do alarme do carro para agir. Vejo os sapatos de salto alto e a barra da saia longa, com certeza deve estar usando aquele coque ridículo novamente. Pegando o canivete me levanto e vou até o meu alvo. Para uma professora universitária o carro é bem simples.

_ Vamos ver o que você fará quando não puder ir de carro para casa. – Rindo baixinho rasgo os quatro pneus, já imaginando a cara de raiva da branquela. Saio gargalhando alto, tenho certeza que irei rir durante toda a aula dela.

 

 

Min Hee – P.O.V

Mais um dia de aula, e para o meu pesar tenho que dar duas aulas para a turma daquele delinquente. Todos os dias eu venho rezando para que ele falte, mas acredito que alguém lá no céu não me ouve mais.

_ Min Hee, acabei de vir da biblioteca e vi o seu aluno preferido indo para a sala de aula, rindo de orelha a orelha. Se prepara amiga, tenho certeza que ele está aprontando mais uma. – Mika, professora de história e minha amiga, me avisa com os pequenos olhos tão arregalados que parecem saltar como bolas de pingue-pongue.

_ Cristo, de novo não! Não entendo porque a diretora não o expulsa, ele não é uma boa influência para os outros estudantes. – Falo fechando o meu escaninho.

_ O pai dele é muito rico e influente, sem falar que engorda a conta bancária da universidade. – Olhamos uma para a outra, e Mika se aproxima para não ser ouvida pelos outros professores.

_ Vem comigo, preciso te contar uma coisa que me atormentou a noite toda. – Ela me arrasta para fora da sala.

_ Mika espero que não seja sobre aquele seu ex-noivo maluco. – Ela faz sinal para falarmos baixo, parece muito nervosa.

_ Não é sobre ele! Presta atenção, ontem fui jantar com meus pais. Saí de lá muito tarde, era por volta da meia noite. A diretora mora do lado da casa deles. Já te contei isso antes?

_ Já contou sim, mas o que tem isso com o nosso assunto anterior? – Pergunto já impaciente.

_ Pois é, como eu estava dizendo, quando eu entrei no carro vi alguém saindo da casa da dela. Ela tem um amante Min Hee! Eles estavam se beijando, e o cara estava pegando na bunda dela. – Ela me olha com uma cara muito engraçada, seguro para não rir.

_ Ok, e o que tem demais ela ter um amante? A vida é dela, se o casamento não está dando certo o problema não é nosso Mika. – Abanando as mãos acima da cabeça ela se aproxima do meu ouvido e fala tão baixo que quase não a ouço.

_ Era o G Dragon, Min Hee! Eles são amantes! – Ela se afasta e olho seu rosto para tentar assimilar a informação.

_ Agora podemos entender porque ela nunca o puni. E você terá que se cuidar e muito daqui pra frente.

_ Por que? – Pergunto sem entender.

_ Duas coisas: primeira ela irá protege-lo de você; segunda coisa, o resto da gangue dele retornou para a universidade. – É parece que enfrentarei problemas ainda maiores.

 

 

G Dragon – P.O.V

Entro na sala de aula, vejo que a branquela ainda não está aqui. Estranho ela nunca se atrasa, sem me importar com o fato me dirijo para a carteira. Daesung já está sentado com uma piranha no colo.

_ E aí chefinho? Quais as novas? – Ele pergunta sorrindo.

_ Manda a piranha sair que te conto. – Olho para a garota que logo levanta e sai de cara amarrada.

_ Trouxe o que lhe pedi Dae?

_ Está lá no carro. O que vai fazer com aquilo? – Pergunta coçando a cabeça.

_ Iluminar a festa de hoje à noite. – Respondo rindo e vejo a branquela entrando na sala.

_ Bom dia pessoal. Hoje quero que façam um resumo do capítulo dezessete. – Ela fala sem olhar para o fundo da sala.

_ Não estou a fim professora! – Dae avisa rindo provocando-a, e sem alternativa ela olha para gente.

_ Vale três pontos, se quiser ficar sem nota a escolha é sua. – Percebo que ela me olha como se soubesse algo que lhe dá poderes para me enfrentar. Então me levanto e vou até sua mesa.

_ Quer mesmo jogar professora? – Bato minhas mãos na mesa derrubando a pilha de livros e papeis. E ela faz o mesmo.

_ É melhor pensar duas vezes antes de me ameaçar G Dragon, não estou nas suas mão como certas pessoas aqui da universidade. – O que ela quer dizer com isso? O que pensa que sabe?

 

Caracaaaaaaaa, isso vai dar um B.O!!!!!!


Notas Finais


Obrigada por ler!
Conto com vocês para continuar.

=^~^=


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...