História Hello, Mr.J - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arlequina (Harley Quinn), Batman, Esquadrão Suicida, Hera Venenosa
Personagens Bruce Wayne (Batman), Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Personagens Originais
Tags Arlequina, Coringa, Harleen, Harley, Joker, Mad Love, Mrj, Puddin, Quinn, Quinzel
Exibições 330
Palavras 590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Nossa querida Harleen terá sua primeira sessão com o Mr.j, será que tudo ocorrerá tão bem quanto o esperado?

Capítulo 2 - Hello, Dr.Quinzel...


Fanfic / Fanfiction Hello, Mr.J - Capítulo 2 - Hello, Dr.Quinzel...

~Narrador on~
                     Harleen chegou ao seu escritório e se deparou com uma tulipa e um bilhete
Venha me visitar um dia desses -J
                    Harleen não soube como respirar, uma mistura de medo e felicidade subiu sobre sua espinha, causando um arrepio sobre todo o seu corpo
-Senhor Wayne! -disse Harleen, ao vê-lo no corredor
-Sim, Harleen?
-Eu aceito a sua proposta!
-Mas por quê mudou de ideia?
-Não há nada mais interessante que a loucura, a não ser o Joker. 
                    Wayne ficou em silêncio, pensando se tinha feito a escolha certa, e disse:
- Seu horário é ás 03:30pm, Ms.Quinzel
~Harleen on~
                   Não acredito! Vou encontrar o Joker! Será só profissional claro! Mas mesmo assim, o Joker! O rei do crime de Gotham! Se eu curá-lo nem imagino o quanto serei disputada! *olha no relógio* ai! Quinze minutos para o horário! Corre Harleen!
 ~Narrador on~
                  Harleen pegou o bilhete dado pelo seu... paciente e foi ao seu encontro. Sua pernas bambas estavam cedendo quando ela entrou no consultório, o palhaço já em sua cadeira, viu a Dr.
-Dr Quinzel! Que honra em conhece-la!
-Posso saber como isso chegou á minha sala? 
-Eu o pus lá...- disse Joker, sorrindo e colocando os pés na mesa.
-Os guardas não vão gostar de saber disso. - disse Quinzel, tentando ser séria
- Se você fosse contar, já o teria feito!
                  Harley ficou sem palavras, e olhando fixamente para a camisa de força, e como ele teria conseguido tirá-la
-Veja só! Seu nome é Harleen Quinzel! Algumas mudanças e se torna Harley Quinn!
-Como o palhaço, eu sei.
-Esse é um nome que põe um sorriso em meu rosto!
             A sessão ocorreu bem, até que Joker começou á inventar um passado, onde seu pai o violentava, o que comoveu Harleen, que se identificou com o psicopata
               Ao final da sessão, em seu bloco de notas a seguinte conclusão:
         Ao final de minha primeira sessão com o Joker, vejo que ele é uma vítima da sociedade e, principalmente do Batman, sempre violentando o pobre Joker que só quer dar algumas risadas.

As sessões se tornaram cada vez mais frequentes, a pedido da Dr.Quinzel, que desenvolveu um grande afeto pelo paciente, o que seria letal para Gotham e, principalmente pra ela. Antes de uma consulta, Harleen escreveu isso:

Não posso mais negar, acho que tenho sentimentos pelo meu paciente. Não consigo evitar, ele é tão sensível e profundo! Batman estúpido! Sempre atacando meu querido Joker que é tão doce e frágil como um Pudim! E diga-se de passagem, tão delicioso quanto...

-Dr.Quinzel! Eu vivo para esses momentos com você!

-Te trouxe um gatinho! *mostrando um gatinho de pelúcia*

-Tão atenciosa! Olhe, eu precisoque você faça algo por mim

-Qualquer coisa! Digo, sim

-Eu preciso... de uma metralhadora

-Uma metralhadora...?

-HHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHA

E assim ocorreu o massacre do Arkham, orquestrado pelo Joker, e tendo Harleen como cúmplice. Ele fugiu, e Harleen continuava cega de amor por ele. Após algum tempo, o Arkham se recoonstruiu e tudo voltou aos conformes, e haviam rumores de que o Batman tinha capturado o Joker, e trazia de volta.

~Harley on~
Morcego idiota! Sempre perseguindo meu Puddin! DEIXE-O EM PAZ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

~Narrador on~

Um dia depois, o Batman trouxe o Joker (espancado) para o Arkham,e Harley não gostou nada do que viu. 

-Seu monstro!!!!!!!!!!!!!!!!
-Harleen! Ele é um criminoso!
-SAI DAQUI

O Batman foi embora, receoso. Harleen ficou, e não saiu do lado de seu Puddin um segundo, o que só a hinotizou mais e mais, a Harley estava tomando o corpo da Harleen.


Notas Finais


Agora está começando a ficar interessante! No próximo capítulo veremos Harley Quinn! Juntei as duas histórias da criação da Harley pra ficar mais completo! Comentem! Bjos, vou soltar o próximo ou hoje ou amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...