História Hello, Ugly Duckling! - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Infinite, Lovelyz
Personagens BamBam, Dongwoo, Hoya, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Myungsoo (L), Personagens Originais, Rap Monster, Suga, Sunggyu, Sungjong, Sungyeol, V, Woohyun, Youngjae, Yugyeom
Exibições 173
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


I'm here again and...

Sobre o cap:
1. JB seu lindo! <3
2. Mas que escândalo, Yeol...huehue
3. "Olhe aqui, garotão", o Yeol já shippa KaSoo, não complica não, ok?!
4. Jimin e V, seus loucos! \o\
5. Pobre JungKook...TuT
6. I LUV U ALL! Obrigada pelos favoritos e os comments do cap anterior, prometo respondê-los o mais breve possível!

Capítulo 11 - Garotão


Fanfic / Fanfiction Hello, Ugly Duckling! - Capítulo 11 - Garotão

JB Pov On~

—Eu não quero conversar agora, JB. Por favor... –Ela fala na intenção de desviar de mim, mas me coloco na sua frente, evitando sua passagem. –JB, por favor...-Ela começa mas hesita e leva uma das mãos na testa

Estranho seu comportamento repentino e mantenho minha atenção nela confuso.

—Katie? –Pergunto ao perceber que ele murmura algo ainda com a mão na cabeça

—Eu...eu não...-Ela começa voltando sua atenção para mim num tom fraco

Mas antes que ela pudesse terminar sua fala, ela parece perder a consciência e começa a tombar para o lado, contudo me apresso e seguro seu braço a puxando contra mim, a abraçando.

—Katie?! –A chamo ainda surpreso pelo ocorrido, porém não recebo resposta alguma –Omo! Katie, fale comigo! –Resmungo voltando meu olhar para o rosto da garota, a encontrando desacordada

Olho em volta no corredor e percebo que estávamos sozinhos. Desisto de procurar por outra ajuda e decido eu mesmo ajudá-la. Volto minha atenção a ela e me apresso em pegá-la no colo, a carregando na direção do corredor do meu dormitório, o qual não ficava muito longe.

Logo alcanço o destino e empurro a porta com as costas, adentrando o recinto e me apressando em deitá-la na cama.

—Omo! O que está acontecendo aqui?! –Ouço a voz familiar

—Chame alguém, rápido! –Falo sem olhar para o garoto, o qual eu reconhecia pela voz

Procuro por alguma revista ou qualquer coisa que pudesse usar para abanar a garota e tentar acordá-la.

—Quem? –BamBam pergunta

—Sei lá, o amigo dela, que seja! –Retruco impaciente

—Você deveria deixá-la sentada, é melhor. E eu já volto! –BamBam avisa antes de sair

—Aish! –Resmungo perdido sem saber como reagir

Me sento na cama e faço a garota se sentar, deixando meu braço como apoio para suas costas, quase que a abraçando.

—Vamos, acorde! –Resmungo abanando seu rosto com uma revista perdida de BamBam com a outra mão –Vamos, Katie, está me assustando, ne?! –Falo preocupado

Após um minuto a mais de sofrimento, começo a receber alguma reação da garota. E somente quando ela acorda é que volto a respirar decentemente, soltando um suspiro de alívio ao ver que estava tudo bem.

Ela me olha com estranheza por um tempo e a solto do “abraço”, a deixando se afastar de mim.

—Está bem?! Quer água? Está tonta? –Pergunto ainda receoso com sua situação

—Ah, anyo...obrigada. -Ela responde num tom baixo, meio aérea

—Minha boneca! Onde está minha boneca importada! –Exclamam abrindo a porta do quarto com força

Me assusto com essa entrada escandalosa do coreano e me levanto o olhando com estranheza pelo seu comportamento estranho e ele chega a me empurrar para sair do meio do caminho, indo de encontro à estrangeira sentada na minha cama.

—Ai meu Deus! Você está bem? Não se machucou? O que houve? Foi assaltada? Te bateram? O que houve? –O coreano pergunta descontroladamente afobado, se agachando em frente a garota

—Omo...não foi nada. Não se preocupe, Yeol. –A estrangeira fala enquanto esboça um sorriso gentil

—Ela desmaiou no meio do corredor. –Falo respondendo as perguntas do coreano

—Desmaiou?! –Ele pergunta surpreso, voltando seu olhar para Katie e se inclina um pouco na sua direção –Katie, você está grávida? Esse filho é do MyungSoo, não é? –Ele pergunta num tom baixo

—Yah! Mas que absurdo, SungYeol! –Katie o repreende surpresa

—Ah, não sei...vai que... –SungYeol fala dando de ombros

—Anyo. Foi só um momento de fraqueza, ne?! Mas devo agradecer ao JB pela ajuda. –Ela fala voltando sua atenção para mim, esboçando um sorriso fraco

—Não foi nada. –Retruco já me animando por ela ter dirigido sua atenção para mim –Vamos considerar isso como desculpas aceitas então, não? Afinal, eu a ajudei. Ou melhor! Que tal você apenas aceitar a ideia de poder me conhecer melhor e...

—Espera aí, garotão! –SungYeol me interrompe se levantando

Ele se vira para mim e me olha com desconfiança.

—Está interessado nessa boneca? –Ele pergunta –Pois saiba, que apesar dessa sua cara adorável e sua boa fama, ela já é comprometida...

—Yeol...-Katie o chama

—E ele é muito ciumento, ok?! Então, vamos calar a boquinha?! –Ele fala levando uma das minhas mãos no meu rosto, ou pior! Na minha boca

Me inclino um pouco pra trás pra me afastar do toque alheio e ele afasta sua mão, me olhando sério.

—Que eu saiba, ela não é comprometida. –Resmungo

—E que eu saiba, eles não são comprometidos ainda, porque num futuro não distante, Katie e seu Senior terão um belo de um relacionamento. Um de causar inveja! –O garoto fala cruzando os braços

O olho já irritado pela sua insistência, mas antes que eu pudesse retrucar algo, a estrangeira se pronuncia.

—Eu já estou melhor então acho que devo ir. E Yeol, nós já conversamos sobre essa história, não? Por favor.

—O quê?! –SungYeol resmunga ofendido –Mas é a verdade! O MyungSoo apenas não admite!

—Yeol. –Katie o repreende

—Ah, mas o que é isso?! Eu é quem devia estar te repreendendo por não se alimentar direito, ne?! Espere só eu contar isso ao MyungSoo...-Ele começa

—Soo não precisa saber. Vamos. –Ela fala o apressando enquanto se levanta da cama –Ah, e muito obrigada novamente, JB.

—JaeBum. –Falo

—Ne...Vamos, Yeol. Por favor, não seja escandaloso. Eu vou passar mal novamente se continuar agindo assim... –Ela fala segurando um dos braços do coreano, o arrastando para a acompanhar

SungYeol ainda olha para mim e lança um olhar com uma mensagem subliminar de: “Estou de olho em você.” Mas sequer me importo ou me intimido, afinal, ao menos agora a estrangeira deva ter uma imagem diferente de mim já que a ajudei, não?!

—Porque está sorrindo sozinho, hyung?!

—Hm?! O quê?! –Pergunto acordando dos devaneios

—Está sorrindo sozinho. –BamBam explica com estranheza

—Eu?! –Pergunto

—Ne!

—Omo! Você está vendo coisas, ne?! –Resmungo

JB Pov Of~

Jungkook Pov On~

—Quando vai entregar à ela? –Jimin pergunta sorrindo

—Quando puder. –Falo saindo do dormitório de Suga hyung junto a Jimin e Taehyung, os quais me acompanharam inutilmente, afinal, eu só iria entregar o dinheiro ao Suga e pegaria a câmera

—Quando puder?! Então o que acha de entregar agora?! –Ouço Taehyung perguntar

Estranho suas palavras e o olho confuso, mas ele apenas sorri e aponta para algo a frente. Consequentemente olha para a direção que ele apontava e paro de andar ao ver que a estrangeira estava saindo de um dos dormitórios acompanhada de um outro coreano e seguia a mesma direção que nós.

—Aquele é o namorado dela? –Ouço Taehyung perguntar

—Anyo! Se for, será uma facada no peito do nosso Maknae! –Jimin argumenta –Vamos, entregue logo isso, Kook!

—O quê?! Anyo! –Falo assustado com o que ouço

—Ué, você não quer mais dar a câmera a ela?! –V pergunta

—Vamos, é só a chamar, dizer que sente muito pela câmera quebrada e pronto!

—Anyo! –Resmungo

Jimin apenas suspira fundo, insatisfeito com minha teimosia ou medo, logo volta a atenção para a estrangeira que se afastava cada vez mais e, sem mais nem menos, grita por ela...

—Hey, garota! Você, estrangeira! Hey! –Jimin grita voltando a andar na direção dela

—Hyung! –O chamo incrédulo

O pior de tudo, é que ela parou e se virou para ver quem a chamava. Sem pensar muito, desisto de Jimin e me viro pronto para fugir dessa desgraça, mas sinto puxarem a gola do meu casaco e me fazem recuar com o plano de fuga.

—Você não vai fugir, JungKook. –Ouço V comentar sorrindo

—Omo...-Resmungo choramingando

Logo Taehyung começa a me puxar pela gola do casaco na direção da garota e sua companhia, e a cada passo mais próximo, mais eu me sentia próximo da minha sentença de morte...

JungKook Pov Of~


Notas Finais


SUNGYEOL SEU LOUCO! HUEHUE
DE QUE TIME VCS SÃO AGORA? DO MESMO TIME QUE O YEOL?! KASOO? OU KAKOOK? OU JAETIE?(JAEBUM+KATIE? I don't know...)
E AGORA?! KOOK VAI FINALMENTE ENTREGAR A CÂMERA E FALAR COM A CRUSH AGAIN?!
Soo não apareceu nesse cap...TuT But, no póx!

Respondo os comments em breve, oks?! I promise! And...
ONDE ESTÃO MINHAS DILFS?! CADÊ VCS? FALEM COMIGO, NÃO ME DEIXEM SOZINHA AQUI...( T ^T) PLEASE, DON'T LEAVE ME...
Let me know, I'm here for you! TuT Eu leio todos os comments sempre, apenas não tenho muito tempo para respondê-los, mas sempre que posso, os respondo, ne?! Sem comments nós (Ficwriters) acabamos nos desanimando, ou pelo menos eu, aí some aquela vontade de atualizar a fic...( T ^ T) Prometo que responderei os comments! <3
Xoxo! <3 Love U all!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...