História Hells Angel - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Adam Milligan, Anna Milton, Ash, Balthazar, Bela Talbot, Bobby Singer, Castiel, Chuck Shurley, Claire Novak, Crowley, Dean Winchester, Diana Ballard, Ellen Harvelle, Gabriel, Jo Harvelle, John Winchester, Lilith, Lúcifer, Mary Winchester, Meg Masters, Michael, Miguel, Personagens Originais, Rafael, Ruby, Sam Winchester
Tags Arcanjos, Bobby, Castiel, Crowley, Dean, Irmãs, Sam
Exibições 54
Palavras 2.339
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi meus amores!
º Lá vem eu com isso
Me desculpem pela demora com o capítulo
Mas prometo que o próximo não vai demorar - porque já está praticamente pronto
Se preparem para esse capítulo, ele vai deixar no ar alguns "detalhes" do passado da Sah
E como sempre peço, não me matem pelo capítulo kkkkkkk

Capítulo 13 - Truth or Consequence Parte I


Fanfic / Fanfiction Hells Angel - Capítulo 13 - Truth or Consequence Parte I

POV Isabella Singer

Verdade ou consequência.

Essa era uma das coisas que há muito tempo eu queria fazer, tanto pelos Winchester's estarem junto, quanto pela Sah, acho que não vou ter momento melhor que esse para saber algumas coisas sobre o passado dela.

- Verdade ou consequência? - A Sah perguntou – O que é isso? - A encarei, ela só podia estar brincando com a gente, mas ela continuava séria.

- Você não conhece mesmo? - O Dean perguntou e ela negou – Bem, é um jogo que consiste basicamente em girar a garrafa, para quem o lado da tampa apontar, ela vai responder, quem ficar contra o fundo da garrafa pergunta. Você pergunta “verdade ou consequência?” e a pessoa escolhe o que ela quer.

- Se ela quiser verdade, você faz uma pergunta e ela é obrigada a dizer a verdade e responder, se não quiser, vai ter que fazer alguma coisa que o grupo escolher – Falei.

- No nosso caso, já que o Sam é uma criança, vai ser só beber mesmo – Olhei para o moreno e ele está sério.

- E consequência? - Ela perguntou e sorri.

- Ai quem te perguntou te impõe um desafio.

- Parece simples…

- E é, vamos começar logo – O Dean falou e foi para a cozinha.

- Me ajuda aqui Sam – Falei e ele veio até onde eu estava para me ajudar a tirar a mesa do meio da sala para que ficássemos ali.

- Tem certeza de que é uma boa ideia jogarmos isso? - A Sah perguntou assim que eu e o Sam tiramos a mesa para o lado da sala.

- Claro que é – O Dean falou voltando com algumas bebidas na mão – A não ser que você tenha algum segredo – O loiro largou as bebidas no chão e se sentou – Andem logo, quero começar isso, já estou cheio de perguntas, principalmente pra você Samantha – Sorri e me sentei a esquerda do loiro.

- Vamos Sah – Ela suspirou e se sentou a direita do loiro – Sam? - Ele se sentou na frente do Dean e coloquei a garrafa no meio da roda - Quem começa?

- Você – O Dean falou – Você é a aniversariante – Sorri e girei a garrafa, parou para eu perguntar para o Sam.

- Verdade ou consequência?

- Verdade – Sem graça, mas vamos lá.

- Sam… - Pensei um pouco e sorri – Já beijou alguém?

- Ele? Quieto do jeito que é, duvido… - O loiro começou a falar e o Sam o interrompeu.

- Já – O Dean o encarou surpreso.

- Quem?

- Uma pergunta por vez – Sorri.

- Gira logo Sam – Ele girou e parou para o Dean perguntar para a Sah.

- Verdade ou consequência?

- Verdade.

- Você tem irmãos ou irmãs? - Ela se arrumou no lugar.

- Tive irmãos, mas agora sou só eu – Ela girou a garrafa e parou para eu perguntar para o Sam.

- Verdade ou consequência?

- Verdade.

- Vamos por outra regra – O loiro falou – Só pode escolher verdade três vezes, depois tem que aceitar desafio – Concordamos.

- Você está apaixonado Sam? - Ele me encarou.

- Eu não sei…

- Anda vendo corações voando, pensa na pessoa, essas coisas?

- Não exatamente assim…

- Tá, deixa eu melhorar a pergunta, você está gostando de alguém?

- Sim - Olhei para o loiro e ele me indicou a Sah, tive que segurar o riso.

Ele girou a garrafa e parou para o Dean perguntar para a Sah.

- Verdade ou consequência?

- Verdade.

- Com quantas pessoas você já ficou Samantha?

- Sério?

- Sim – Ela suspirou.

- Duas – Assim como eu, os Winchester's a encararam.

Ela girou a garrafa e parou para eu perguntar para o Dean

- Verdade ou consequência?

- Consequência e não me venha com o de sempre – Sorri.

- Colocar cera quente no peito – Ele me olhou sério.

- Ou?

- Ou, gelo… - Apontei para abaixo da cintura dele e ele se arrumou no lugar.

- Cera quente – Sorri e fui na cozinha buscar uma vela e fósforos.

O loiro tirou a camisa e fiquei parada alguns instantes apenas apreciando aquela bela visão. Acendi o fósforo e coloquei sob o pavio da vela. Esperei um pouco até que começasse a derreter a vela para que jogasse no loiro.

- Bells – Olhei para a Sah – Tem certeza que isso é uma boa ideia? - Olhei para o loiro a minha frente.

- Quer mesmo fazer?

- Precisa que eu escreva? - Virei a vela fazendo a cera cair nele, ele se segurou para não falar nada e apaguei a vela.

- Feito.

- Não imaginava que essa droga ardesse tanto – Ele falou e colocou a camisa de volta acabando com aquela bela visão.

- Certo, continuando… - Falei e o loiro girou a garrafa, parou para eu perguntar para o Sam.

- Verdade ou consequência?

- Consequência – Sorri, aquele era um dos momentos que eu mais estava esperando.

- Quero que você beije a Sah – Os dois me encararam e o Dean segurou o riso.

- O quê? - Eles perguntaram em unissíno.

- Beijar a Sah, simples.

- Acho melhor… - A Sah foi falar, mas não continuou porque o Sam a beijou, certo, eu amei isso.

Ele se afastou dela e a Sah não disse nada, o Sam girou a garrafa e parou para o Dean perguntar para a Sah.

- Verdade ou consequência?

- Verdade.

- Essa é a sua última – Ela assentiu – Se alguém te pedisse em namoro você aceitaria?

- Não – Nós a encaramos – Eu já estou comprometida com uma pessoa – Vi o Sam parar de encará-la, acho que nenhum de nós esperava por essa.

Ela girou a garrafa e parou para o Dean perguntar para a Sah de novo.

- Só tem consequência agora.

- Pega leve com ela Dean – Falei.

- Eu sei – Ele pegou uma das garrafas de bebida perto dele e estendeu na direção da Sah – Como você é a senhora certinha, quero que beba – A Sah deu de ombros e pegou a garrafa bebendo um belo gole.

Ela largou a garrafa e nos encarou como se aquilo não tivesse sido nada. Ela girou a garrafa e parou para o loiro perguntar, mas parou entre eu e a Sah.

- As duas vão ter que responder – Assentimos - Verdade ou consequência?

- Verdade – Sabia que se escolhesse desafio ele ia me ferrar, a Sah concordou.

- Já mataram alguém? - Ri dele.

- Óbvio que não – Falei, mas a Sah não respondeu.

- Samantha? - Ela nos encarou.

- Sim – Nunca imaginei que pudesse ficar tão surpresa com uma resposta, mas com certeza aquela havia conseguido isso, porque além de tudo era a Sah.

- Você é cheia de segredos Samantha – O Dean falou e ela o encarou.

- Você não tem ideia da metade – Ela girou a garrafa e parou para eu perguntar para ela.

- Verdade ou consequência?

- Verdade.

- O que você e o pai conversaram? - Ela me encarou.

- Eu já disse…

- Sei que não foi sobre aquilo, se fosse ele teria me falado – Ela foi falar, mas continuei – É alguma coisa que só vocês dois sabem, o que era? Eu quero a verdade dessa vez Sah – Ela parou de me encarar.

- Não quero responder essa – Ela pegou a garrafa para beber, mas o Dean tirou-a da mão dela.

- Todos nós ficamos curiosos com isso Samantha, você sabe que pode falar com a gente sobre isso, somos seus amigos.

- Isso não é uma coisa que eu possa contar, o Bobby me pediu… - Ela começou a falar mais baixo.

- Não importa o que o pai pediu! Isso tem a ver com a nossa amizade? Ele disse que não te queria mais perto de mim? É isso? Porque ele fala tanto de você, que eu deveria tomar cuidado, porque não conhecemos ninguém da sua família, nenhum responsável seu…

- Não! - Ela falou e pela primeira vez pude perceber que ela estava extremamente irritada, ela levantou os olhos e me encarou, quando o pai me olhava bravo me dava um pouco de medo, mas a Sah nem parecia a mesma pessoa.

- Samantha, não precisa responder... - O Sam foi falar e ela apenas o encarou e ele se calou, ela me olhou de novo e falou.

- Quer saber mesmo? Falamos sobre sua mãe – Naquele instante o chão sumiu e parecia que as paredes começaram a se fechar em volta de mim.

- O… O quê?

- Exatamente o que você ouviu, sua mãe Bells, falamos sobre ela.

- Ele nunca falou nada dela…

- Ele tem os motivos dele para não falar, assim como eu também tenho – Ela se levantou – Eu não vou mais participar, não estou muito bem – Ela subiu as escadas que levavam ao segundo andar e ouvimos a porta do banheiro ser batida com força.

Minha mãe? Por que o pai falaria dela com a Sah? Por que ele trancaria o Sam num quarto para que ele não ouvisse o que eles falaram? Não tem o menor sentido! O pai nunca falou dela comigo, sempre pensei que ela havia morrido e ele não gostava de relembrar disso, por isso não falava.

Mas o porque dele falar dela com a Sah é que não tinha explicação! Tudo bem que a Sah é bem mais compreensível que eu para certos assuntos, mas eles falaram da minha mãe e eu mal ouvi alguma coisa sobre ela! Não tenho ideia de como ela era, do que gostava...

- Isabella? - O Dean falou e só então percebi que ele estava na minha frente – Você está bem? - Assenti fraco tentando afastar aquelas coisas todas da minha mente, mesmo sabendo que era impossível.

- A Sah ainda não voltou? - Perguntei ao ver que ela não estava ali na sala, nem o Sam.

- Ela ainda está no banheiro, o Sam foi até lá, mas até agora nada.

- Vamos lá ver se ela está bem – Falei e fomos para o segundo andar.

POV Samantha

Não sabia dizer o que era pior, a raiva que estava por ter me descontrolado e falado aquilo para a Bells ou por ter bebido. Estava vomitando por causa do que eu bebi, meu corpo nunca se deu bem com bebidas. Ouvi algumas batidas na porta.

- Samantha? - Era o Sam – Está bem?

- Sim, sim… - Mal terminei de falar e voltei a vomitar.

- Você não sabe mentir – Ouvi alguns passos no corredor.

- Sah? - Era a Bells – Desculpa por antes, você deve ter seus motivos pra não querer falar disso – “Sim, porque eu sou sua mãe”, pensei.

- Vamos buscar algum remédio pra você e já voltamos – O Dean falou.

- Não precisa… - Mais uma vez aquele gosto horrível me subiu garganta a cima e vomitei.

- Você não manda Samantha, eu sou mais velho - “Eu sou a mais velha aqui.”

Ouvi os passos se afastando da porta e suspirei, teimosos. Fiquei mais uns minutos no banheiro até ter certeza de que não iria ter que correr de volta pra lá. Passei uma água no meu rosto e coloquei um pouco na boa para tirar aquele gosto horrível, me encarei alguns instantes no espelho e acabei por me fazer pela segunda vez a mesma pergunta:

O que eu estava fazendo?

Minhas ordens foram extremamente claras e simples, observar e retratar a vida dos Winchester's sem interferir. Adivinha o que eu fiz? Exatamente o contrário. Estou mais envolvida na vida deles do que qualquer um já esteve. Além disso, envolvi minha filha com eles.

Mas não mudaria nada disso, nunca. Esse foi sempre um dos meus problemas, eu sempre tomo uma decisão e vou com ela até o fim. Estar perto dos Winchester's e da minha filha, essa foi minha escolha e nem em uma eternidade mudaria isso.

Me ajeitei um pouco, arrumei meu cabelo e minhas roupas, parei na porta e segurei a maçaneta firme antes de sair, respirei fundo e abri a porta. O Sam estava sentado no chão, encostado contra a parede oposta a porta do banheiro, quando me viu, ele se levantou.

- Você está melhor? - Assenti.

- Sim, estou.

- A Bells e o Dean saíram faz uns minutos, foram buscar alguma coisa pra você e…

- Sam – Ele parou de falar – Eu ouvi eles falando, não se preocupe.

- Desculpa.

- Vamos esperar eles lá em baixo – Ele concordou – Eles não devem demorar.

Fomos para o primeiro andar e me sentei no sofá, joguei minha cabeça para trás por alguns instantes e fechei os olhos. Percebi que o Sam se sentou no sofá também e o encarei.

- Sam sobre antes, quando perguntaram se alguém me pedisse em namoro…

- Tudo bem, nós só ficamos, não tivemos mais nada, só espero que você esteja feliz com ele e que ele te cuide como você merece – Sorri.

- Sam – Ele me encarou – Eu não estou com ninguém – Ele estava confuso, bem, quem não estaria?

- Mas você disse que já estava comprometida… - Ele parou um pouco – Com uma pessoa – Finalmente ele havia entendido – Ah, bem, eu…

- Ri dele, sempre atrapalhado quando o assunto é sentimento.

- O que acha de vermos alguma coisa? - Perguntei e ele concordou.

Liguei a televisão e estava passando Star Wars: Uma Nova Esperança, sabia que o Sam era apaixonado por Star Wars, então deixei ali mesmo. Apoiei minha cabeça no ombro dele e o Sam envolveu o braço sob meu ombro me deixando mais perto dele.

Ficamos assistindo o filme, mas meu cansaço acabou me vencendo. Normalmente quando meu corpo precisava se regenerar ou curar, ele fazia com que eu dormisse. Mas eu não posso dizer que dormi, vamos dizer que fui vigiar a Isabella e o Dean, mas o que eu vi, fez com que eu acordasse.

- Ah meu Pai… - Era só o que eu conseguia pensar sobre o que vi.


Notas Finais


Bem meus amores, por hoje era isso
O que acharam??
O próximo não demora - eu prometo kkkkkk
Até pudinzinhas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...