História Helô & Stenio- A História Continua - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Salve Jorge
Personagens Heloísa "Helô" Sampaio Alencar, Personagens Originais
Tags Alexandre Nero, Giovanna Antonelli
Exibições 182
Palavras 1.264
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OIE VIADOXX.
Gente desculpa a demora,eu viajei essa semana e não tinha net. Desculpa mesmo gente. Vcs sabe que EU amo vcs 💜🌚
Enfim vamos pra fic.
Não revisada
Boa leitura :)

Capítulo 23 - Pokémon Go


Fanfic / Fanfiction Helô & Stenio- A História Continua - Capítulo 23 - Pokémon Go

  
  

      A semana de ambos foi muito corrida,de casa pra o trabalho do trabalho pra casa e cama,mal tiveram tempo pra namorar um pouco. Drica e Pepeu estava "morando" com eles por um tempo,ja que estão reformando o apartamento,agora que Stenio e Helô se casaram eles ficaram com o apartamento do advogado,mais não gostaram muito da decoração e agora estão reformando.
  
 

   XXXXXX

    ~ Helô ~

      estava sentada na sua cadeira na minha  sala da PF revisando alguns papel de um caso em que estava trabalhando quando escuto  algumas batidas na porta, subo o olhar e abro um sorriso quando vejo quem é.

  - Posso entrar? - Disse Maitê da porta.

 - Claro entra,Que honra ter você aqui - brinco me levantando da minha cadeira e indo até ela a abraçando forte.
 
     - Que saudades amiga. - Disse ela sentando na cadeira na frente da mesa e eu voltei pra Minha cadeira,olhando pra ela que estava com um sorriso no de olheira a olheira.
 
    - Nem me fale,essa semana tão corrida,com aqueles irresponsáveis morando la em casa agora. - Disse implicando um pouco com eles,mais eu sempre gostava de ter eles ali perto de mim.
 
   - E meu Afilhado hein?
 
   - Bem,judiando um pouco da mãe haha - falei fazendo ela rir - Ah não rir,não rir não ta - falei isso mais no final soltei uma risada
 
 - Desculpa amiga.E você é o Stenio tudo bem?
 
 - Aham aham, Tudo oteemo

 - Certeza Heloísa?  - Ela disse me fuzilando
 
 - E que tem mais de uma semana que a gente não namora - Disse sussurrando.
 
    - E por que você ta sussurrando mulher?  - Disse rindo e também sussurando.

   - Por que as paredes da PF tem ouvidos!!
 
 - Tá agora me fala,Por que você é o Stenio tão assim? uma semana sem namorar - ela disse me encarando.
 
  - Tempo, tô trabalhando em um caso difícil Stenio também ta trabalhando muito,ai chegamos em casa tarde,semana ta puxada.

 -Ihhh ta na seca heloisinha - Ela começou a rir da cara que eu fiz.

  - Como você está engraçada hoje hein Maitê.

  - E meu loiro cadê ele? Não vi ele aqui na PF.

 - Ah o seu 'Loiro' ta no horário de almoço - Agora e minha vez de rir da cara dela de boba apaixonada.

 - De que você ta rindo ai Heloísa? - Me perguntou séria.

 - Nada,so de você ai com os olhos brilhando e uma cara de boba apaixonada. - eu ria mais eu também era.

  - Não sei por que ta rindo,quando você fala do seu maridinho fica com a mesma cara minha querida!! - ela falou e eu me calei. -Ue parou de rir!?
 
  Nós olhamos uma no olho da outra e entramos em uma crise de risos.
  
   Ficamos ali conversando mais até da o horário dela voltar pra loja.
 

 XXXXXX

    Helô chega em casa cedo,saiu da delegacia alegando enjoo e cansaço. Ela entrou colocando a chave no lugar de sempre,e emcontrando os dois jovens sentados no sofá com um sorriso, Pepeu estava com a mão na barriga de Drica que estava chorando,vendo isso Helô logo sacou oque estava acontecendo,ela correu pra perto da filha e colocou a mão da barriga dela.
 
    - Chega pra la Pepeu -Disse Helô.
  - mexeu mãe - Disse Drica emocionada.

    Uma lágrima escorreu pelo o rosto da delegada ao sentir seu netinho/netinha mexeu pra ela.
  Nessa semana eles iriam saber o sexo do bebê e Drica estava muito ansiosa assim como Pepeu,ela jurava que era um menino mais Pepeu dissia ao contrário,Helô e Stenio SÓ queria que ele viesse saúde,menino ou menina eles iam amar do mesmo jeito.

    Depois de alguns minutos começa uma chuva forte lá fora,e uma sessão de raios começa a cair assustando a jovem que estava sentada no sofá junto ao marido,Helô que estava em frente ao computador trabalhando desliga o mesmo.
   Ela pega o celular e disca o número do marido,estava preocupada com essa chuva e principalmente com ele, o celular estava dando fora de área fazendo a delegada ficar cada vez mais apreensiva.
 
   Drica percebeu que a mãe não estava bem e a perguntou.

  - Mãe ta tudo bem?
 - Não,seu pai não atende a droga do Telefone.
 - ah mãe ele deve estar dirigindo sei lá -disse a jovem.
 - e deve ser isso.

 XXXXXX

   Meia hora depois e Stenio não tinha chegado.

   XXXXX
   
    

   Helô pega a chave e vai em direção a porta.
 
 - Aonde você vai mãe? - falou Drica levantando do sofá onde estava sentada.

 - Vou atrás do Stenio.
 
  - Tá chovendo la fora sogrinha fica aqui,ele JÁ deve estar chegando - Falou Pepeu tentando acalmar a sogra pela terceira vez.

 - Perigoso e o meu MARIDO ta nessa chuva

    Quando Heloísa colocou a mão na maçaneta da porta,a mesma se abriu e o advogado apareceu na sala todo ensopado,a delegada não se importou e o abraçou forte,Drica e Pepeu respirou aliviados.

 - Pai aonde você tava? Nós estavamos preocupados com o senhor - disse Drica.

 - E mesmo sogronhão - disse Pepeu com uma voz calmo.

 - Meu amor,aonde você tava? Oque aconteceu?  Você ta bem? - Falou a delegada dando selinhos pelo rosto do advogado que sorriu com o desespero da mulher,mais lembrou que estava todo molhado e se afastou da esposa.
 
 - Amor vou te molhar,Eu tava vindo e o pneu do carro furou,ainda fiquei esperando umas meia hora pro mecânico chegar,meu celular descarregou na hora que eu ia te ligar,desculpa por demorar - disse ele se explicando.

- Não tem problema - disse e puxou ele pra um beijo.

-EIIIH vocês dois. - disse Drica repreendendo os pais.

    Eles se separaram e stenio foi tomar um banho,Helô sentou-se no sofá novamente pra esperar o marido chegar.
   Drica se levantou com o celular na mão e começou a rondar pela sala.

 - Que isso Drica? - perguntou Helô.

 - Um joguinho aqui mãe - disse concentrada no celular - ACHEII - gritou a jovem assim que achou um Pokémon emcima da mesa de trabalho da mãe.

 - OQUE? - Helô se levantou e foi até a filha olhando pra tela do celular. - Que isso?

- Mais um gata? - disse Pepeu animado. - Pokémon Go sogrinha,um novo jogo que você tem que capturar o Pokémon. - Explicou Pepeu.

- Hoje peguei uns três - disse Stenio 'surgindo' na sala.

 - Você tem pai?

- Aham,baixei ontem anoite.

- E..e legal esse jogo ai? - perguntou Helô

- Ah é Maneiro - disse Pepeu.

- Deixá eu ver aqui - Falou e a filha entregou o celular pra ela,

   A delegada em trinta minutos já estava 'viciada' no jogo. Ela baixou o mesmo em seu celular.

XXXXX
  
    Stenio já estava deitado, Drica e Pepeu já dormia em seu quarto, e Helô? JOGANDO POKÉMON ela rodava pelo quarto,banheiro.
 Stenio que estava lendo um livro para ao deparar a esposa abaixada com a bunda totalmente empinada tentando pegar alguma coisa embaixo da penteadeira.
   Ele sente seu corpo queimar de tesão e seu sexo pusar dentro da samba canção,ele anda lentamente até ela,roçando seu mastro duro no bumbum da esposa,fazendo a mesma levar um susto.
 

  
 
 

 


Notas Finais


Comentem oque estão achando da fic. AMO quando vcs comentam
Até a próxima...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...