História Help! - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Sakura Haruno
Tags Itasaku, Naruto, Romance
Visualizações 471
Palavras 2.318
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


- CHEGUEI, CHEGUEI CHEGANDO E BAGUNÇANDO A ZORRA TODA -

E é em ritmo de Ludmilla que tô chegando uma SENHORA ressaca para vocês, digo.. Um capítulo novo :)

Pessoal, muito obrigada por todos os favoritos e claro.. Um alô especial pro grupo do Whats que eu mais amo vulgo o "Cabaré das Biscatxis" (Quer entrar pro Cabaré miga? Me manda o número <3)

E no mais... Boa leitura!

Capítulo 6 - Capítulo 06


 

Definitivamente eu estava péssima.

Havia vomitado umas três vezes e tudo estava rodando de uma maneira que embrulhava mais ainda meu estomago. 

As coisas estavam indo de mal a pior e como se não bastasse, Itachi ainda estava ali prestando atenção na cena, segurando meus cabelos.

- Itachi me desculp... – Eu não consegui nem formular um pedido descente pois novamente fui de encontro ao vaso sanitário. Estava tão envergonhada, que se estivesse em condições sairia correndo e me enfiaria em um buraco.

- Relaxa Saky, coloca todo aquele álcool pra fora que você vai se sentir melhor. – Suas palavras eram gentis e os minutos correram. Quando senti que meu estomago parou de embrulhar, sentei no chão e me encostei na parede, passando as mãos pelo rosto.

Eu não queria nem imaginar que cena deplorável estava sendo aquela.

- Vem Sakura, você precisa tomar um banho. – Senti Itachi me içando e mesmo sem forças para lutar contra, resolvi protestar sabe-se deus lá por que.

- Eu quero dormir, não quero banho, to cansada! – Esmurrei pateticamente o corpo de Itachi. Ele poderia muito bem abusar de mim e me abandonar em seguida, eu deveria estar agradecendo por ele estar ali querendo que eu ficasse bem, mas vai discutir isso comigo mesma transtornada como estou.

Ele abriu o zíper de meu vestido e eu fechei os olhos sem conseguir protestar mais. Logo senti ele me carregando até o box e me largando lá, ligando a agua.

Foi um baque horrível.

O ar saiu de meus pulmões em um primeiro momento devido ao choque e eu fiquei lá, inerte e patética.

Mas pouco tempo depois a agua se tornou agradável e eu relaxei.

Itachi murmurou algo e saiu do banheiro. Escorei-me na parede e desci até o chão.

Eu não queria chorar, ainda mais sem um motivo aparente, mas as lágrimas simplesmente vieram.

- Kami-Sama Sakura, o que está fazendo? – Ele entrou no box, provavelmente se molhou no processo e então me colocou de pé. Agarrei-me a seu pescoço como se minha vida dependesse daquilo e comecei a soluçar sem parar.

- Você é tão bonzinho pra mim... – Disse entre um soluço e outro e juro que Itachi riu. Ele se afastou, senti que ele deixou um beijo em minha testa e então pegou o sabonete. Eu ainda estava de lingerie, então suas mãos não tocaram em nenhum lugar indevido do meu corpo.

Já comentei que Itachi era muito respeitoso? Então, ele era!

- Sakura, agora preciso que termine o seu banho e pelo menos se enrole na toalha. – Disse ele como se estivesse falando com uma criança de cinco anos e eu apenas assentia. – Consegue fazer isso?

Continuei assentindo e o vi sair do banheiro.

Consegui terminar o banho, me enrolar na toalha e de praxe por uma roupa no quarto.

Eu estava saindo melhor que a encomenda, não acham?

Pouco tempo depois Itachi entrou no quarto e sorriu.

- Muito bem mocinha, agora tá na hora de dormir. – Eu senti vontade de chorar! Por que ele tinha que falar de uma maneira tão carinhosa comigo?

- Vai ficar Itachi-kun? – Eu nunca havia colocado “kun” para falar com Itachi em toda minha vida. Era uma maneira carinhosa de se tratar alguém e eu não sabia se tinha tal intimidade.

“Sakura ele te viu de lingerie, te fez massagem, te deu banho... Queridinha, intimidade é o que vocês mais tem.”

Vocês já perceberam que a consciência só aparece para terminar de te foder? Pois é.

- Fico até você dormir, Saky. – Disse ele sentando ao meu lado e afagando minha bochecha.

- Fica mais... – Fiz um biquinho que realmente se estivesse em um estado sóbria não faria e Itachi sorriu mais.

- Deita. – Fiz o que ele pediu e me ajeitei nos travesseiros. Acho que eles nunca foram tão macios em toda minha vida! Senti Itachi deslizar as cobertas até meu pescoço e deitar-se com cautela ao meu lado, me abraçando. – Agora dorme, Saky. Boa noite.

Eu queria o responder, mas minhas pálpebras estavam se fechando por conta própria então apenas sorri e me deixei envolver pelo cansaço.

~ ~

Estava com uma dor de cabeça mortal e meu corpo estava mole quando acordei. Pela claridade em meu quarto, notei que ainda estava de dia.

Tudo protestou quando tentei levantar uma, duas, três vezes...

Perdi as contas de quantas tentativas precisei fazer para enfim me desenrolar das cobertas e cair no chão. E foi um tombo bem feio.

Cai praticamente de boca.

Graças a Kami ainda tinha álcool o suficiente correndo nas veias para amortecer a dor.

Fui cambaleando até o banheiro e constatei o óbvio: Estava péssima quer dizer, péssima sera eufemismo. 

Eu estava acabada, naquele estado terminal hard mesmo. 

Usava apenas um short e uma camisa que pouco me lembrava como tinha conseguido vestir e então me lembro de Itachi.

Será que eu estava tão doida que imaginei que ele tinha ficado aqui?

Caminhei trôpega por todo o apartamento indo as catas de meu celular.

Será que havia o perdido?

Por sorte ele estava jogado em cima do sofá.

Vi que era quase quatro da tarde, mas não lembro a hora que fui dormir.

Dei uma ultima verificada e constatei que Itachi não estava ali.

Por Kami!

Sakura sua louca.. Fantasiou com o Itachi!

Eu soltei uma risada áspera que misturava incredulidade com uma súbita alegria e fiquei ali, inerte. Não tinha forças para fazer mais nada.

Lembrei então de como tinha sido lindo e incrivelmente mágico ter visto o sol nascer, embora minha visão estivesse pra lá de embaçada e eu só enxergasse uns borrões coloridos. 

Avisei no grupo do WhatsApp que estava viva e bem e em seguida me deitei no sofá, adormecendo novamente com a televisão ligada.

Quando escutei o barulho na porta, pensei estar novamente sonhando, mas logo que ouvi a voz de Itachi, levantei de supetão, o que quase me levou ao chão novamente.

- Sakura, já está acordada? – Eu sorri. Ainda me sentia bêbada e no momento estava extremamente puta por Itachi estar tão bem.

- Mais ou menos. – Respondi sem abrir os olhos direito.

- Fui até o meu apartamento trocar de roupa e também passei pegar uns remédios para você pois achei que precisaria. Mas não pensei que acordaria antes de eu voltar.

 – Então.. Eu não estava sonhando? – Pedi antes mesmo de frear as palavras e Itachi soltou uma gargalhada.

- Você pediu para mim ficar e foi isso que fiz. – Tenho certeza que fiquei corada.

- Obrigada. – Respondi baixinho e ele largou as sacolas em cima da mesa.

- Está se sentindo melhor?

- Mais ou menos... Mais para menos que para mais, na verdade. – Coloquei a mão na cabeça e Itachi assentiu em concordância tirando algo da sacola e se encaminhando para a cozinha. Voltou depois com uma agua e me estendeu dois comprimidos.

- Pra sua dor de cabeça e também pro estomago. Você deve estar péssima depois de ter vomitado tanto. – Senti o rubor em minha face se intensificar e levei as mãos ao rosto, me encolhendo no sofá, esquecendo totalmente os compridos.

- Ah! Não me lembre desse episódio vergonhoso.

- Relaxa Sakura... Te ver vomitando não foi a parte mais bonita da minha noite, fato, mas você fica engraçadinha quando está bem louca. – Eu queria me enfiar em um buraco! – Vem, toma isso aqui pra se sentir melhor.

A muito contragosto levantei e tomei os compridos.

Meu estomago ainda estava extremamente embrulhado e percebi isso no primeiro gole de agua.

Engoli o líquido e os comprimidos com dificuldade.

Sentei e fechei os olhos tentando controlar o mal-estar enquanto Itachi sentava ao meu lado. Senti ele me puxando de maneira que deitasse em seu colo e não protestei. Ele afagou meus cabelos e esticou as pernas para cima do puff procurando por algo para assistir na televisão. Pouco a pouco fui sentindo uma nova onda de cansaço e acabei adormecendo.

Não sei se muito tempo passou, acordei e ainda estava deitada no colo de Itachi mas sua mão repousava em minha cintura. Me remexi e fiquei de barriga para cima, ele que até então estava concentrado no filme me olhou.

- Quanto tempo apaguei? – Pedi com a voz embargada de sono.

- Acho que uma hora. – Ele olhou para o relógio. – É, mais ou menos por ai.

- Deveria ter me acordado. – Ralhei, mesmo que aquele não fosse de fato o desejo do meu coração.

- Você está precisando descansar, foi um belo de um porre ontem. – Ele sorriu de canto e voltou a fitar a televisão. Suspirei e cogitei a possibilidade de entrar no assunto que estava querendo entrar por um tempo, até tomar coragem o suficiente para prosseguir.

- Por que está fazendo isso, Itachi? – Eu tinha medo da resposta.

- Por que gosto de você, Sakura. É obvio. – Respondeu de maneira tão neutra que me senti até mal. De que tipo de gostar ele estava falando? E como se percebesse meu conflito, ele prosseguiu. – Você é uma garota legal, minha família te ama e dona Mikoto em particular que me mandou para essa missão.

- Mikoto? – Pergunto sentando.

- Tem poucas coisas que não converso com minha mãe Sakura. Diferente dela e Sasuke, nós mantemos uma relação agradável e ela me confidenciou que estava preocupada com você. Ninguém entende por que Sasuke fez o que fez, obviamente minha mãe sabia que tínhamos uma relação, mas ela não sabia que era por que Sasuke te traia.

- Entendo.

- A família ficou abalada e todo mundo está com a cara torta para o Sasuke. Ele teve sua fase de rebeldia, mas quando ele te apresentou todo mundo jurou de pé junto que você seria a garota a redigir o milagre na vida do meu irmão. Diferente das demais, você não parecia mesmo ligar para os números na conta dele. Obviamente que ninguém te defendeu no início por que mesmo que você demonstrasse ser uma boa moça, todo mundo ainda tinha aquela desconfiança de que você seria uma oportunista. – Franzi minhas sobrancelhas.

- Então foi isso que os Uchiha pensaram de mim? – Ri com desprezo e Itachi sorriu.

- Calma Saky, isso foi no início. Eu ainda nem morava aqui quando minha mãe ligou completamente preocupada sobre o namoro de Sasuke. Eu disse a ela para deixar rolar e nossa, quando você entrou no curso de enfermagem portando bolsa e não por aceitar a ajuda financeira de Sasuke... Minha família inteira tomou um tapa na cara. Depois disso os elogios de minha mãe sobre sua pessoa passaram a ser constantes nas ligações e foi a vez de eu me surpreender. Quando cheguei aqui e conheci a tão famosa Sakura Haruno, percebi o porquê de minha mãe estar tão empolgada. – Ele sorriu e eu tive que sorrir também. – Eu achava que o relacionamento de vocês era perfeito, até o dia em que te encontrei naquele restaurante por acaso em meio as lágrimas por que Sasuke havia esquecido o jantar.

Suspirei meio frustrada, é... Aquele dia havia sido horrível.

- Essa semana fui almoçar lá em casa e minha mãe pediu para mim cuidar de você. – Olhei para Itachi com os olhos arregalados. Por que ela pediria algo do tipo para ele? – Ela sabe que tenho um pouco mais de juízo do que Sasuke e bem, eu me sinto meio na responsabilidade pelas burradas do meu irmão mais novo.

- Você não tem culpa se Sasuke é um idiota. – Minhas palavras saíram com um pouco mais de aspereza que o necessário. Alguma parte de mim gritava que aquela não era a resposta que eu queria ouvir.

- E também Sakura, eu não sou de ter inveja do Sasuke, juro para você... Mas eu invejava ele ter você. – Engoli em seco e meu coração acelerou sem permissão, senti as palmas de minhas mãos molharem e olhei para Itachi em busca de respostas. – Pois é Sakura, eu invejava cada momento de carinho que você tinha com ele e cada gesto doce que você fazia mesmo que ele não retribuísse.

- Mas por que isso, Itachi? – Perguntei e ele me sorriu de maneira amarga.

- As mulheres com quem me relaciono são iguais ou até piores que as que Sasuke estava ontem. Elas são bonitas e de sorrisos fáceis, mas não servem para um relacionamento. Minha mãe surtaria se eu aparecesse com qualquer garota daquele tipo lá. – Ele fechou a expressão. – Por isso que quando te conheci me senti tão mal, me senti inferior a Sasuke por que ele tinha uma coisa que eu não tinha: alguém que o amava de verdade.

Murchei no mesmo instante, tanto pela declaração de Itachi, tanto por me sentir uma idiota dando para Sasuke todo o esforço que alguém gostaria de receber.

- Você ainda vai encontrar essa pessoa Itachi. – Eu sei, eu sei.. Isso é horrível de se dizer, mas eu não sabia bem o que falar.

- É, quem sabe...

Um silencio desconfortável se estabeleceu entre nós.

- Bom Sakura, eu tenho um convite pra te fazer. – Começou Itachi sem jeito e eu o encarei. – Semana que vem temos um almoço em família no domingo e minha mãe quer muito que você vá.

- Itachi, realmente você acha mesmo uma boa ideia? – Ele negou com a cabeça.

- Não, eu não acho. Mas você sabe como minha mãe é, ela já te considera da família e Obito e Rin estão vindo loucos para te ver. – Ele suspirou. – Mas eu entendo se não estiver confortável.

- Você me acompanha? – Pedi, mordendo o lábio inferior e ele sorriu.

- Claro, farei o impossível pra manter Sasuke longe. – Eu sorri assentindo.

- Tudo bem, então eu vou.

- Serio? – Itachi arqueou a sobrancelha. – Não vale desistir depois, Saky... – Falou ele em tom de advertência e eu sorri ainda mais, soltando uma risada.

- Eu não pretendo Itachi, não se preocupe. – Ele sorriu.

- Então está combinado.

 


Notas Finais


OPA... OPA.. OPA
Meu alerta de treta para esse almoço foi ligado e está apitando feito louco haha
PS GENTE; No próximo capítulo temos P.O.V do Itachi <3

Beijão e até lá ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...