História Help me. (Camren) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Família
Visualizações 703
Palavras 1.777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Sadomasoquismo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Ela não veio/eu sou uma idiota.


Erros ortográficos serão corrigidos depois. Boa leitura. 

 

 

Aviso importante: Pra quem não sabe ou esqueceu, a fic já é totalmente planejada, significa que, oque acontece nela é pra ser. 
Porque no final tudo terá explicações, não darei muitos detalhes, ligando os fatos concluir muita coisa :)
Comentem, eu gosto muito.

Erros ortográficos serão corrigidos depois. Boa leitura.

_________¤________¤________¤______

 

Point of view Lauren Jauregui.

Estou no meu quarto. 
Disse a minha mãe que estava cansada, não falei nada com Michael até agora, também não quero. Já se passava das meia-noite, Normani estava ao meu lado deitado em meu braço direito com a cabeça em meu peito.

Eu estava pensativa com o que tudo aconteceu, ainda mais em Camila. Fecho meus olhos lembrando de nossos momentos, acho tão fofo.

- Droga Camila, por quê você saiu tão rápido? - me lamentado baixo.

- Lerni ? - ouço a voz de Normani.

- Está acordada ? - diz com uma voz de sono.
Ela se levanta ficando de frente pra mim, sentada.

- Sim. - penso em detalhes.

- Está pensando nela né?

Minha irmã sabia que eu não pensava à toa, só quando algo está me incomodando.

- Sim, eh, estou pensando. Por quê ela saiu daquela forma Mani ? -tento achar uma resposta.

- Talvez ela não aguento o excesso de falsidade de Michael. -fala simplesmente. - na verdade foi Dinah que a chamo. - me olhando.

- Eu acho que ela não gosta de mim.- falo levantado as duas sobrancelha, como um óbvio. 
Eu sinto isso.

- Talvez ela esteja só com ciúme , você entrou roubando, atenção, carinho, tudo que Dinah tinha direito.

Verdadeiramente deve ser isso, não fiz nada para ela.

- Talvez seja. - tento esquecer.

- Eu não sabia que você gostava de meninas. - arqueia um sobrancelha. - Você gosta realmente dela? - me com uma confirmação no olhar.

- Eu também não, mas eu não ligo, só não posso deixar que a mamãe e Michael descubram é sim, estou gostando muito mais do que pensei dela. - concordo com sorriso nos lábios.

- Eu estou feliz por você, nunca te vi sorrir tanto, bom...você nunca teve um relacionamento. - fala olhando para baixo.

Eu penso mais alguns segundos, verdade, Camila está me fazendo muito feliz.

- Hum..rum.

- E você, hein ? - pergunto sorrindo, indo pra cima de si, atacando sua barriga, provocando risadas fofas. - toda animadinha com Dinah. - com tom de brincadeira.

- Ah, ela uma ótima companhia. -me olha.

- Hum..- digo desconfiada brincado.

- É sério. - ela fala meio sorrindo.

- Vou tentar acredita nisso.- afirmo desconfiada.

- Quero te dá uma coisa. -  Normani me olhando sorrindo, se levantando indo pegar algo de baixo da cama.

Era um embrulho de presente com algo dentro.

Ela me dá o presente.

Olho por alguns instantes.

- Abre. - diz ela referido-se ao embrulho.

Não espero nenhum momento, arranco o embrulho.

- Owtn..Normani. - digo sorrindo ao ver o que era.

Era um porta retrato com a nossa foto, quando éramos criança.

- Aaah, você era tão bebê.- digo toda fofa.

- Para Lerni.-diz sem jeito. Simplesmente adorei.Vejo com mais atenção.

Nós duas estávamos no sofá, eu estava segurando ela no colo. Não sei por quê, ela já sabia andar.

Apenas rio.

-Amei. - digo abraçado forte.-presente mais fofos. - beijando sua testa.Ouvimos batidas, que nós fez ficar com o coração na boca.

Ficamos no suspense..

- Meninas. - a porta se abre, era minha mãe. - Ainda não dormirão?

- Desculpa mãe, só estávamos conversando. - falo botando o porta retrato no criado mudo ao lado de minha cama.

- Okey, mas durma. Michael não está em casa, ele teve que sair pra ajuda um irmão. - Obrigado senhor. - penso eu. - Lauren. - ela me chama atenção. - Amanhã eu e seu pai queremos conversar sério com você. - ela afirmar.  Apenas concordo.

Ela veio até nós, dando um beijo em cada uma.

- Boa noite. - ela apaga a luz.

Minha mãe não se incomoda de Normani está deitada comigo, ela sabia que a gente fazia isso.

- Parece que vou dormi com a minha maninha hoje. - digo abraçado-a levando ela pra trás, me deitando.

Ela rir.

- Isso é ótimo. Boa noite Lauren. -se aconchega mais em mim.

-Boa noite, maninha. -  acariciando seus fios.

Point of view Camila Cabello.

Vejo os raios do sol invadido meu quarto. A grande janela de vidro estava com uma abertura no meio, permitido ver que já era de manhã.

Estou na cama com Dinah, ela estava em cima de mim com uma das suas pernas sobre as minhas, ela está sem a parte de cima, apenas de sutiã, mas não e nada de mais, a gente fazia isso.

Me desfaço de seus braços, levantando lentamente, com bastante cautela para não acorda-lá.

Tomo banho e escovo meus dentes, visto apenas um moletom preto. Era domingo, eu não tinha trabalho, desci e arrumei uma mesa que estava toda bagunçada com vários papéis.

Resolvo fazer um café, Shay estava de folga, ela se deu folga.

- Já acordada? ouço a voz de Dinah na porta, ela estava simples agora com sua blusa.

- Sim, café? - eu pergunto sentada no banco giratória do balcão ao meio.

Ela não falo nada, apenas pego uma fruta, sentando sem me olhar. Suspiro leve.

Me levanto indo abraça-lá por trás ainda sentada.

- O que foi, ãn ? - pergunto simplesmente beijando seu pescoço.

- Nada. - seu tom foi frio, dando uma mordida na maçã. Eu sei que o que aconteceu ontem não foi fácil.

- Já que não é nada, quero um abraço e um bom dia bem animado. - me alegro, tentando alegra-lá.

- Bom dia. -  olhando pra frente analisando a cozinha.

- Dinah, não faz isso por favor...-  virando sua cadeira para que ela possa me olhar.

- O que você irá fazer hoje ?-pergunta me olhando. Seu cabelo estava todo bagunçado.

- Bom, vou arrumar as papeladas pra amanhã e vou passar a tarde fazendo umas plantas.

-E de noite ? - ela pergunta mudando sua expressão pra uma "certa" alegria.

- Bom, de noite eu irei à igreja falar com Lauren e tentar fica um pouco junto a ela.

Sua expressão muda, fincando séria.

- Ata. - ela abaixa a cabeça dando mais uma mordida. Eu sabia que ela queria algo.

- Por quê?

- Hum...eu queria que você fosse de noite, comigo na casa de campo.

- Tem que ser de noite Dinah ?- eu pergunto sem crê.

- Sim, é melhor. - me olhando. Penso por alguns momentos.

- Por favor Camila, eu quero algum tempo contigo, com a Lauren você passo o dia todo ontem, e amanhã eu sei que ela irá trabalhará. - me pedi.

- Eu tenho que ir hoje, Lauren sabe que eu irei e ainda tenho que explicar o porque de eu ter saído daquele jeito.-

- Faz um esforço Mila, você pode amanhã explicar pra ela, ela não vai morrer por isso. - pegando em na minha mão.

Dinah me deixo numa situação complicada, mas eu mesmo disse pra ela que não faria mais sofrer, depois daqueles meses...

Levanto meu olhar para o seu.

- Por favor. - pedi carinhosa.

Analiso por alguns estantes.

- Certo, Dinah. - por fim.

Ela fica animada e pula em cima de mim, beijando meu rosto todo.

- Mas... eu quero que você avise a Ally que eu não irei para que ela possa dizer a Lauren. - olhando-a séria.

Ela revirar os olhos brincando.

- Okey. - sorrindo.

Certo, só espero que Lauren entenda.

Point of view Lauren Jauregui.

7:00 p.m

-Filhas, já estamos atrasadas.- grita minha mãe já pronta.

Eu estou com as velhas roupas, uma saia ate o tornozelo, uma blusa branca e uma casaco de croché por cima.

Normani estava linda com um vestido branco abaixo dos joelho.

Estou ansiosa pra ver a Camz, mesmo que eu estivesse ficado sem entender e ao mesmo tempo decepcionada com o que acontece, ela com toda certeza irá me explicaria.

Eu entro no carro, não muito novo.

- Está linda filha. - Michael me analisando. Apenas concordo falsamente.

A nossa igreja era perto.

Chegamos.

Alguns fiéis estava nós esperando.

- Meninas. - diz Ally vindo me abraça.

A baixinha estava com uma saia branca e uma blusa listrada azul e branco.

- Oiee, Ally. - sorrir.

- Nossa Mani, você tá um arraso, na verdade, como sempre. - Ally analisa de ponta a ponta minha irmã.

Eu olho pra todos os lugares possíveis tentado achar a Camila.

- O que foi Lauren ? - pergunta Ally me tirando um pouco atenção.

- Você viu a Camila Ally ? Sabe se ela está aqui ? - na esperança de um "sim"

- Não, não vir ela até agora, nem ela e nem a Dinah. - Certo Lauren, respirar, ela vai vim.

- Vamos entrar?

Apenas concordamos e seguimos a porta em nossa frente.

Alguns minutos.

O culto começou é nenhum sinal da Camila. Tento ao máximo prestar atenção, porém de nenhuma forma estava dando, minha cabeça está longe.

O culto foi longo já estava no final.

Olho mais uma vez em volta, nada de Camila Cabello.

Michael com àquela voz enjoada falando, estava me causando raiva. Ele terminar o culto dando a bênção apostólica.

Todos se levantão pra darem a paz um para o outro.

- Ei, o quê houve ? - pergunta Normani, com preocupação no olhar. - Ficou o culto todo inquieta. - olho-a bufando forte.

- Ela não veio Normani, esse é o motivo. -  tristeza me consome.

- Eiii.- era Ally. - o culto foi bom hoje. - animada.

- Camila apareceu, Ally ? - pergunto com alguma esperança dela ter visto.

- Não, acho que ela não veio, já e o final do culto, se fosse ela tinha vindo mais cedo. - simplemente.

Verdade, eu me iludi achando que ela vinha, ainda não me deu uma sequer explicação.

- Oi.- ouço na esperança de que seja ela. Era Keaton.

Bufo já irritada.

- Desisto, eu já vou, vou esperar lá no carro. - digo por fim, Ignorando totalmente Keaton.

Estou no carro.

Me jogo para trás fechando meus olhos.

Como você é uma idiota, Lauren. - penso decepcionada.

_______¤________¤________¤________¤

Autora: Iai ?? O que aconteceu para a Ally não ter falado nada ? Será que Dinah deu o recado ?

Vocês entenderão mais para frente o real motivo. Até daqui 1 mês, hahah tô brincando. Prometo atualizar rápido. Até. Comentem por favor.

- Ally. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...