História HELP-ME ~Vkook/TaeKook ♡ - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Tags Taekook
Exibições 92
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Josei, Lírica, Luta, Poesias, Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - CHAPTER 11♡


Fanfic / Fanfiction HELP-ME ~Vkook/TaeKook ♡ - Capítulo 11 - CHAPTER 11♡

- Jungkook P.O.V

Não dormi essa noite, ainda e sexta-feira são 2:10AM, e todos esses problemas me impossibilitam dormir, a duas horas atrás me cortei, a uma hora atrás chorei, a cinco minutos voltei a querer dissistir de tudo, mais oque lisa falou sobre minha irmã me fez parar.

São 03:45AM, estou sentado na minha cama acompanhado por um caderninho escrevendo tudo oque sinto, em poucas palavras desabafando, deixando algumas lágrimas rolarem a cada verso.

São 7:00AM acabei dormindo em meio aos tantos papéis de versos escritos naquela madrugada, levanto vou ao banheiro fazer minhas higienes e acabo me pegando distraído com outro estilete nas mãos, aquilo estava tornando um vício, um hábito, inconscientemente estava fazendo aquilo pois já estava acostumado a rotina de cortes, por favor, Me Ajude.

São 08:00 horas, estou na sala de casa tendo como companhia o som vazio da grande casa onde resido, olho pra algumas fotos na sala, onde aquela família que la estava sorrindo escondia seus terrores, seus horrores, seus medos atrás de um sorrisso falso.

São 08:30 recebo uma mensagem de lisa me pedindo pra acompanha-la ao hospital para ajudar aquele que me ajudou, Kim Taehyung.

Na hora fiquei preocupado pensei que algo tinha acontecido consigo, eu o vi a noite passada e não ajudei, quando parecia precisar.

São 09:30AM chegamos no hospital, me deparo com um Kim Taehyung horrivel, olhos enchados e vermelhos, olhar cansado, corpo aparentemente cansado e curvado.

Lisa o abraça, cogitei em fazer o mesmo mais achei que não era uma Boa ideia, mal o conhecia e o último abraço não foi um dos melhores, pela minha reação horrivel Daquele dia, apenas abaixei minha cabeça vendo-o sair.

São 13:00, lisa me trás um café, não dormi bem noite passada e acho que ela percebeu.

São 16:00, o sono está começando a se tornar mais forte que eu, ja tomei tres copos de café, e não poderia deixar lisa sozinha e em primeiro lugar nao poderia deixar a mãe de taehyung.

Lisa está sentada ao meu lado um pouco pensativa, algumas vezes ele pega o celular, outras ela fixa seu olhar num lugar so e fica fitando-o mais logo volta tomar seu celular, se não fosse com a chegada do enfermeiro, teria dormido.

- E-ela está melhor? - droga odeio gaguejar.

- Ele está se recuperando aos poucos e muito bem. - Ele diz e logo depois sai.

São 18:00, sou acordado por um riso alto, Kim Taehyung estava la, rindo da minha forma desconcertada de dormir, fiquei constrangido sim, até porque eu sou Jeon Jungkook um nerd muito tímido, Mais fiquei feliz por vê-lo sorrir, um sorrisso quadrado diferente, so que bonito.

- aonde a lisa está?

-Be-em acho que ela foi no banheiro ou pegar um café. - eu estava estranhamente mais nervoso que o normal.

-…os médicos disseram alguma coisa?

- Na-ão, so disseram que ela está se recuperando aos poucos.

Ele vem em minha direção e eu congelo ( mais wtf, oque e isso?), ele se senta dando um longo suspiro e segura com as duas mãos a cabeça.

-Sinto mu-uito, não se preocupe e-ela vai melhorar. - disse tentando o conforta-lo.

- espero.

- Na-ao querendo me intromete, não po-orque estava chorando ontem anoite atrás do boliche, eé pela sua mãe? - minha curiosidade foi maior.

- sim, meu padrasto aquele..... Ele fugiu.

- Ele fez isso com sua mãe? 

- Sim..

Enquanto estavam os conversando, com taehyung ainda de cabeça baixa pude ver uma marca roxa no seu braço. - Ele que também  fez isso com você?

-e...si-im

- Você tem que denuncia-lo.

- não é assim tão fácil

- por que não? Se quiser posso te ajudar.

- Ele teve um filho com minha mãe, então ele vem nos ameaçando, sempre que denuncio minha mãe vai la e tira a denúncia por medo.

Ainda do lado dele inconsequentemente, instantaneamente coloco minha mão em sua costa, não sei porque fiz isso so senti vontade, queria poder conforta-lo de alguma forma, mais com a chegada inesperada de lisa me assustando fez com que retirasse minha mão subitamente de suas costa.

- A.. você chegou... descansou ?

Vejo ele tentar esconder a marca roxa no braço. - Obrigada por ficarem aqui.

Nos nos despedimos do Tae e antes de eu sair olho pra trás vendo novamente um Kim Taehyung Triste e desolado.

Vou caminhando junto com lisa pelos corredores do hospital, mais faço algo que eu mesmo acabo me surprendendo.

Paro na porta de saída do hospital - Jeon? Vamos?

- E-eu vou ficar, acho que o taehyung pre-ecisa de alguém junto com ele, e uma das formas que eu tenho de agra-adecer, e também não tenho nada em casa a não ser ficar me to-orturando com meus pensamento-os.

- Ok, se cuide, e me mande notícias. - diz ela se despedindo.

Vou de volta, caminhando em direção novamente ao quarto da mãe de taehyung.

Jungkook P.O.V OFF

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Narradora P.O.V ON

Estava jungkook caminhando de volta ao quarto da mãe de taehyung, ele estava estranhamente nervoso, mais que o normal, jungkook estava sentindo coisas que nunca tinha sentido antes, ver que uma pessoa compartilhava a mesma dor, e que também precisava de ajuda o fez se indentificar, por mais que motivo atual não fosse o mesmo.

Chegando no quarto Jeon viu taehyung conversando com um dos medicos, logo depois taehyung sentou-se novamente no sofá com um papel na mão e o Celular em outro, com uma cara de preocupação.

- Vo-ocê está be-em? - diz jungkook

- A sim, so alguns problemas, por que está aqui?

- quis ficar pra ajudar, também não tenho outra coisa pra fazer- jungkook não quis parecer rude, ele fica nervoso com sua palavras, acaba tentando de justificar mais acaba fazendo taehyung rir.

- Obrigada então - diz em meio a risos.

Jeon segue em direção ao sofá e se senta ao seu lado, não quis ser enxerido nem nada mais acabou espiando oque taehyung fazia, viu que ele estava com uma folha contendo o preço da internação de sua mãe, e pra alguém que trabalha como estagiário numa lanchonete anoite parecia ser algo muito caro.

- Olha se quiser posso pagar a internação..

- Na-não precisa..

- Você salvou minha vida, claro que precisa..

- Você não está gaguejando faz quanto tempo isso?..

- Não mude de assunto, se não quiser posso emprestar, quando puder me pague, so não quero que sua mãe acabe tendo que sair do hospital antes de De seus devidos cuidados.

- Não, realmente não precisa já tenho o dinheiro no banco não precisa.

O orgulho de Taehyung era maior de que sua necessidade.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...