História Here and now - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Cute, Fluffy, Hot, Lemon, Sexy, Taekook, Vkook
Exibições 498
Palavras 2.778
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá! Como vocês estão? Bem?
Já podemos ver que essa fic é baseada nas fanart na capa, que foram baseadas naquela foto maravilhosa de Kim Taehyung!
Bom, eu tava virando a tiazinha dos fluffy de tanto tempo que não escrevo um lemon, então se não tiver bom me desculpem, faz realmente muito tempo que não escrevo esse tipo de coisa. Enfim, boa leitura e até as notas finais!

Capítulo 1 - You drive me crazy. (Capitulo único)


Acordo com alguém me balançando e abro meus olhos vagarosamente. Jin sorri na minha direção e eu dou um mínimo sorriso em resposta. Meus olhos ardem com a luz do quarto que está ligada e eu volto a fecha-los, sentindo em seguida meu corpo arrepiar com o toque de uma mão fria no meu abdômen.

-Acorda Jungkookie, temos que sair hoje. –A voz grossa com toda certeza não é a do Jin e eu sei bem de quem é. –Não quer se atrasar, certo? –Sinto o aleto quente atingindo meu pescoço quando Taehyung sussurra perto do meu ouvido e eu abro meus olhos apressado me virando em seguida para o mais velho, vendo seu rosto extremamente próximo do meu. –Bom dia. –Ele diz baixinho, sorrindo de canto, se afastando e indo para perto de Jin.

-Vou preparar o café, vejo vocês lá m baixo. –Jin diz e sorri simplista para ambos, dando uma piscadela na minha direção e saindo do quarto com rapidez enquanto fecha a porta.

-Você não está com frio? –Taehyung pergunta se sentando na cama ao lado da minha e olhando para mim.

Olho para baixo e vejo as cobertas em todos os cantos da minha cama, menos onde realmente deveriam estar, sobre meu corpo, que no caso estava só de bermuda como em todos outros dias. Me sento com calma e puxo uma coberta até perto do meu pescoço escondendo meu abdômen.

-Ah... –Ouço Taehyung murmurar. –Eu estava gostando da visão. –Ele diz maldoso e sorri de canto para mim.

E lá se vai mais uma gota de sanidade...

-Hyung! –Repreendo baixinho. –Não fale dessa forma... –Murmuro.

-Como preferir. –Ele diz entre risos e se levanta, indo até a porta em seguida. –Vá logo tomar um banho, vamos esperar você para o café. –Assim que ele termina de falar vejo seu corpo saindo do quarto, me deixando um ultimo olhar maldoso e então a porta se fechando.

-Você é um inútil Jungkook. –Digo baixo para mim mesmo.

Já faz alguns meses que eu e Taehyung estamos nessa brincadeirinha de troca de olhares e provocações, o único problema é que Kim Taehyung quer que eu tome atitudes e bom, eu não consigo! Não consigo dar um passo se quer, não consigo fazer nada, apenas continuar nessa brincadeira besta. Eu queria tê-lo e ser dele.

Desço as escadas e me sento apressado à mesa vendo que já estou atrasado. Sorrio forçado para os demais e tomo meu café em silencio. Me atrasei no banho? Sim, mas eu sou um garoto de vinte anos que estava com alguns problemas para resolver, entende?

Taehyung sorri na minha direção e eu tomo o resto de agua que estava no meu copo, me levantando em seguida com a desculpa de que esqueci o celular no quarto. Ando vagarosamente escada acima e respiro fundo. Talvez eu devesse tomar atitude com Taehyung.

-Esqueceu o celular é? –Ouço a voz de Taehyung e olho para trás, vendo o garoto chacoalhar o aparelho na mão. –Sei. –Engulo em seco e solto a mão da maçaneta do quarto.

-Obrigado hyung. –Agradeço e pego o celular.

-De nada, Jungkookie. –Ele dá um paço a frente ficando extremamente próximo e eu suspiro.

-Taehyung... –Murmuro e ele revira os olhos, passando por mim e entrando no meu quarto.

-Às vezes te acho uma criança lenta. –Ele murmura baixinho. –Se fosse o Hoseok hyung... –Reviro os olhos e sinto meu corpo queimar.

Se tem algo que eu sempre odiei foi ser comparado ou rebaixado por culpa de outra pessoa, e isso só se torna pior quando Taehyung me provoca dizendo que Hoseok ou Jimin seriam melhores que eu em algo. Me sobe uma raiva, e nesse momento Taehyung conseguiu fazer essa raiva ser maior do que o pouco de sanidade que eu tenho ainda.

Entro no quarto após o garoto e fecho a porta, segurando o braço do mais velho e o encostando contra a mesma, colando nossos corpos e deixando que nossos lábios roçassem um no outro. Vejo os olhos do garoto descendo até nossos lábios e um sorriso maldoso se forma nos lábios dele no mesmo momento que ele vai um pouco para frente atrás de mais contado. Vou um pouco para trás com o corpo evitando que ele me beije e sorrio, vendo-o fazer careta.

-Ainda acha que seria melhor se fosse o Hoseok hyung? –Pergunto e Taehyung nega, sorrindo e tocando minha cintura.

-Eu não acho. –Concordo brevemente com a cabeça e vou para frente, tocando nossos lábios.

Assim que começo um beijo com o mais velho a maçaneta é puxada e eu ouço alguém batendo na porta enquanto pede para abri-la. Yoongi. Reviro meus olhos me afastando de Taehyung e ele ri, mordendo o lábio fracamente e concordando brevemente com a cabeça, como quem dissesse que estava tudo bem. Ganho um ultima selinho do garoto e sorrio.

-Terminamos isso mais tarde. –Ele murmura e abre a porta, passando reto por Yoongi e me deixando frente a frente com o mais velho.

-Temos que ir. –Ele diz e olha para trás, vendo Taehyung descer as escadas. –Eu atrapalhei algo? –Nego brevemente e fito o chão.

-Não hyung, não se preocupe. –Falo simpático e sorrio. –Vamos? –Pergunto e ele assente se virando e andando na frente. Suspiro e começo a segui-lo.

A sessão de fotos começa e eu e Namjoon somos os primeiros, em seguida Jimin e Yoongi e logo depois Hoseok e Taehyung. O loiro usava lentes de contato também azuis e tinha a palavra “HERE” escrita no pescoço. Estava incrível.

Taehyung sempre foi um hyung muito, mas muito provocativo, e isso jamais seria algo para se negar. As danças, a voz, o modo que era capaz de fazer cada movimento e ainda ser tão...ah meu Deus! Ele precisava mesmo mostrar a língua daquela maneira em meio às coreografias e até mesmo fora dos palcos? Eu realmente já tinha perdido há muito tempo minha sanidade, e a pouca que restava, aquele pingo de sanidade que me prendia, ah, ele se foi quando eu vi Kim Taehyung com aquele “HERE” escrito em seu pescoço.

Minha mente pura e inocente havia piorado com o passar dos anos e eu já tinha passado por muitas coisas para não ter pensamentos sujos com o loiro naquele momento. E obviamente estava impossível não olhar apenas para Taehyung, em cada segundo, desejando-o ainda mais, pedindo para que aquele ensaio acabasse logo para eu poder tê-lo.

-Taehyung, as fotos ficaram ótimas! –O fotografo disse simpático. –Vamos ter um descanso agora e depois tiraremos as fotos do Jin e algumas em grupo. –Todos concordaram. –Podem ir se trocar e almoçar!

Assim que vi Taehyung indo para uma sala separada para se trocar, andei discretamente atrás do garoto e segurei sua cintura assim que ele fez menção de entrar no lugar. O garoto se virou assustado, mas sorriu assim que me viu sozinho ali.

Puxei-o pela mão até dentro do lugar e fechei a porta, trancando o lugar e o encostando na parede com força enquanto sorria maldoso para o loiro. Toquei nossos lábios em um beijo demorado e intenso enquanto segurava sua cintura e aproveitava para acariciar seu abdômen por baixo da roupa. O toque frio da minha mão contra o corpo quente do garoto fazia o mesmo se encolher e rir entre o beijo com a sensação diferente. Era tão dócil. Me afastei depois, buscando ar e olhando os olhos de Taehyung que estavam com as lentes azuis. Eu via pura luxuria misturada com vontade, paixão, necessidade nos olhos do outro, e isso só me fazia quere-lo mais.

-Você quer mesmo isso? –Ele perguntou rindo baixo. –Aqui? –Sorri com maldade e comecei a beijar o pescoço do garoto onde tinha “Here” escrito.

-Aqui e agora. –Falei baixinho mordendo em seguida o lóbulo da orelha do mais velho.

Minhas mãos tiram o lenço que o garoto tinha amarrado no pescoço me dando mais liberdade para morder, beijar e chupar o lugar e em seguida começando a tirar o casaco que o garoto estava usando. As mãos do loiro retiram minha camisa preta com facilidade e eu o vejo olhando por segundos meu corpo, desejando cada parte exposta. Ele então começa a trilhar beijos desde minha mandíbula até meu abdômen, mordendo alguns lugares e arranhando meu corpo, oque me fazia suspirar e chamar o nome do mais velho entre suspiros e gemidos baixos. Taehyung agacha por fim em frente ao meu membro e eu nego.

-Não, ainda não. –Digo em tom de ordem quando ele se agacha na minha frente e o puxo de volta para cima.

Seguro o corpo do mais velho e começo a beija-lo com ferocidade, guiando-o até o sofá mais ao canto da sala onde estávamos. Retiro a camisa de Taehyung e desço beijos por todo corpo do rapaz, beijando e mordendo o garoto, deixando com que meus lábios descobrissem e conhecem com devida demora cada parte do corpo do mais velho. Sinto meu corpo queimar ao ouvi-lo gemer, chamando por mim com tanta ânsia. Deitando-o no sofá ficando por cima dele e acaricio seu corpo, beijando e mordendo o pescoço do loiro, sem me importar se ficaram marcas ou não por ali.

Sinto a mão de Taehyung arranhando minhas costas com um pouco de força e me afasto minimamente do garoto, olhando seus olhos e sorrindo para o mesmo de forma maldosa. Dou um beijo mais demorado no loiro e desço vagarosamente minha mão direita pela cintura do mais velho, alisando a curva da garoto e memorizando cada centímetro exposto, indo até sua coxa onde aperto e me permito arranhar arrancando suspiros e sussurros do outro,  subindo por dentro da mesma e parando sobre seu membro já acordado. Aperto sua ereção fracamente por cima da calça e ouço o loiro arfar com a ação inesperada.

-Jeon... –Ele chama rouco, passando as unhas curtas pela minha nuca e eu entendo o pedido tão silencioso do garoto.

Volto a beijar o pescoço do loiro e mordo onde estava marcado ‘here’, chupando o lugar enquanto desabotoou a calça do mesmo. Assim que termino de abrir os botões da calça de Taehyung, desço as mesmas com rapidez e passo minha mão por cima do seu membro, fazendo-o gemer baixo com a ação e remexer o quadril atrás de mais contato.

-Você quer mais? –Pergunto passando meus dedos pelo abdômen desnudo do garoto e vejo-o assentir rapidamente enquanto entreabre os lábios sensualmente, passando a língua pelo lábio inferior e levando sua mão até a minha enquanto entrelaçava nossos dedos e me puxava para mais perto dele.

-Só vá mais rápido com isso, Jungkook. –Solto uma risada anasalada da pressa do mais velho e concordo, beijando demoradamente o loiro e tirando a ultima peça que restava para o mais velho.  –Não é justo. –Ele choraminga me vendo ainda com as calças e eu começo a rir.

Tiro a peça juntamente com a minha box em um ato rápido e puxo o mais velho, sentando-o no sofá e ajoelhando a frente do loiro, entre suas pernas. Começo a movimentar uma das minhas mãos em um movimento vagaroso no membro do mais velho e uso a outra para apertar as coxas de Taehyung e arranhar o corpo do mais velho. O loiro joga a cabeça para trás em puro prazer e pede por mais em um sôfrego. Quando vejo-o sedento por mais, começo a sugar o membro do loiro em movimentos mais rápidos e paro quando percebo que ele está quase no seu limite, oque rende suspiros e palavras de reprovação do mesmo.

-Deita. –Mandei. Taehyung sorriu de canto e deitou no sofá, me vendo levantar.

Dei um selar rápido no garoto e sorri, começando a descer meu indicador por seu corpo. Trilhei primeiramente a linha de sua mandíbula, depois trilhando seus lábios e passando vagarosamente meus dedos pela palavra “here” já quase totalmente apagada de seu pescoço. Continuei a descer, passando por seu peitoral, adobem, coxas até enfim estar novamente entre as pernas do rapaz, mas dessa vez, em pé.

Me posiciono na entrada do garoto e vejo-o assentindo com a cabeça enquanto me olha. Começo a penetra-lo e meu corpo fica ainda mais quente vendo as expressões faciais do mais velho enquanto se entrega por completo a mim. O meu nome sai embaralhado aos gemidos e as mãos do garoto agarram ao sofá com força.

As suplicas do garoto por mais quase não saem de tanto que seus gemidos e suspiros o interrompem, oque me faz ir mais rápido, e mais forte contra o corpo magro e já soado do outro. Escorrego minhas mãos pelo seu abdômen e beijo sua barriga, sentindo o gosto do sal em minha boca.

Meu corpo se esfrega contra o do garoto enquanto o beijo intensamente e suas mãos correm pelo meu corpo quente. Me sinto exausto e mesmo assim não consigo para com meus atos, não consigo deixar de beija-lo, de possui-lo, te tê-lo apenas para mim. Eu não consigo me afastar do loiro.

-Jeon... –O garoto geme de forma extremamente sedutora e me aperta contra seus braços assim que acerto seu ponto sensível, mordendo meu lábio inferior. –Jungkook, ai... –Taehyung diz com a respiração rápida e descompassada.

Me separo dele com um sorriso sacana e ergo uma de suas pernas, pegando seu membro na minha mão. Começo a movimentar minha mão na mesma velocidade que invisto no garoto e mordo seu corpo, sua coxa e cada parte que me é exposta e alcançável.

O garoto de desfaz na minha mão e sobre seu próprio abdômen e eu arfo com seu interior se contraindo contra meu membro. Continuo os movimentos e me desfaço dentro do garoto, gemendo o nome do loiro e perdendo por completo o ritmo da minha respiração.

Saio de dentro do mais velho sorrindo igual bobo e vou até o lado do mesmo, beijando-o demoradamente. Escuto o meu celular tocando e vou até a minha calça até então esquecida no chão e pego o celular, vendo o numero do Jin brilhando na tela.

-Alô? –Respondo assim que atendo.

-Cadê você e o Taehyung? O almoço e o tempo de descanso já estão quase acabando. –Engulo em seco e olho para o garoto sentado me olhando curioso.

-Nós nos distraímos vendo o resto das roupas. –Minto. –Mas já estamos indo hyung! –Digo e me despeço do mais velho, desligando o celular em seguida.

-Eu até me esqueci que ainda estamos no trabalho. –Taehyung murmura pegando suas roupas normais e andando até mim.

-Eu também esqueci que estamos no ensaio de fotos. –Falo e recebo um beijo do mais velho.

-Acho que tem um chuveiro aqui nesse banheiro, porque não toma um banho? –Ele diz e eu assinto seguindo-o para dentro do banheiro. –Podemos fazer isso juntos? Vai poupar tempo. –Concordo e entro no box, abrindo o registro.

Mal parecemos o casal de segundos atrás, Taehyung é extremamente fofo e cada gesto é carinhoso e até mesmo, não sendo uma cena tão pura, cada toque é o mais inocente possível. Ele me ajuda a lavar minhas costas e eu retribuo, ajudando-o e tirando por fim do resto da palavra “here” ainda escrita em seu pescoço. Termino de me lavar com o garoto e me seco junto a ele, colocando minha roupa e saindo do banheiro.

-Volta aqui. –Taehyung me puxa quando faço menção de sair e me senta em uma das cadeiras no lugar. –Temos que secar o cabelo ou se não eles vão perceber. –Concordo sem jeito e deixo com que o garoto seque meus cabelos.

Faço o mesmo com ele e finalmente saio do lugar com o mais velho, sendo guiado pelo mesmo enquanto ele me puxa pela mão como se fossemos um casal de verdade. Assim que entro no lugar de almoço junto de Taehyung, todos olham direto para nossas mãos dadas e eu tento puxar minha mão da dele, sendo impedido por um aperto mais forte e um olhar repreensivo do outro.

-Acho que vocês não se atrasaram pela roupa. –Jin comendo quando sento ao lado de Taehyung na mesa e puxo a porção de batatas fritas.

-Realmente, não. –Taehyung diz sorrindo retangular e olhando na minha direção. –Jungkook me pediu em namoro. –Engasgo e olho o outro falando aquilo tão abertamente.

-Jura?! –Hoseok pergunta animado e vejo que todos do grupo estão nos olhando sorridentes. Concordo. –Felicidade a vocês! –Sorrio sem graça e olho Taehyung.

O loiro se aproxima rapidamente e me dá um selar de segundos aproximando os lábios do meu ouvindo e rindo baixinho.

-Você aceita? –Ele pergunta em um sussurro. –Aceita ser meu namorado? –Sorrio e me afasto do garoto, dando um selinho tímido no mesmo e assentindo discreto.

 -Aceito...


Notas Finais


Gostaram? Comentem.
Eu escrevi essa fic especialmente porque a Tinker me pediu, então bom, espero que ela tenha gostado e vocês também! Fiz com muito carinho.
tchau.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...