História Hermione Black - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Abraxas Malfoy, Alastor Moody, Alecto Carrow, Alvo Dumbledore, Armando Dippet, Augusta Longbottom, Barão Sangrento, Bellatrix Lestrange, Charlus Potter, Dolores Umbridge, Dorea Black, Gellert Grindelwald, Gina Weasley, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Lord Voldemort, Luna Lovegood, Molly Weasley, Neville Longbottom, Órion Black, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rabastan Lestrange, Regulus Black, Rita Skeeter, Rodolfo Lestrange, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid
Tags Despedida, Hermione Black Lestrange, Ritual, Rumos- Diferentes, Tom Marvolo Riddle, Tom Riddle Jr, Tom Servolo Riddle, Tomione, Viagem Para O Passado
Exibições 133
Palavras 1.011
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Magia, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Não me matem. Sério eu demorei mesmo, me sinto maior culpada, mais eu não queria fazer uma porcaria pra você então tendem compreender.

Capítulo 4 - A ruiva-parte 02


Fanfic / Fanfiction Hermione Black - Capítulo 4 - A ruiva-parte 02

Pov. Hermione Lestrange:

As vinte e cacetada almas que matei passavam por mim me fazendo gritar. A dor era grande.

Pov. Gina Waesley:

Oque eu tinha que fazer era simples. Para salvar minha amiga eu só precisava cortar minha mão e dar te beber dele para Hermione. Pelo que me disseram minha vida estaria ligada a dela. E que isso me faria ficar no passado pra sempre.

Minha vida estaria ligada a dela, as almas que ela matasse invés de atravessar a "ponte" por ela, viriam pra mim. Me causaria um pouco de dor, tá muita mas seria um mal necessário. Além de dor diviríamos alguns de seus dons, mais eu não seria tão forte quanto ela.

Se fosse por qualquer outra pessoa eu não faria. Mais é Hermione, minha melhor amiga. A garota que me salvou na guerra.
Peguei a pequena adaga que a mulher me deu e fiz um pequeno corte na minha mão esquerda em cima da linha da vida.

-Espero que funcione Miih. -depositei um pouco do liquido na boca da minha amiga.

Aparentemente a dor da garota castanha passou. Mais algo estranho aconteceu, sua pele ficou alva. Seus cabelos castanho clarearam até o loiro, seus seios aumentaram e o quadril também, sua cintura afinou.

Quando seus olhos se abriram levemente só para se fechar novamente, a maior mudança estava lá; o castanho havia sumido dando lugar ao preto opaco.

Pov. Tom Riddle:

A prisioneira aos pouco foi se modificando agora seus cabelos eram loiros, a pele havia ficado bem branca e os olhos... Quando se abriram não eram mais castanhos cor de mel e sim negros e opacos.

Além dessa grande modificação, uma ruiva apareceu do nada, primeiro em forma translucida e depois foi tomando coloração.

-Quem é você?- essa pergunta tá ficando muito repetitiva pro meu gosto.

-Sou Gina. -ela suspirou.- Mais isso não importa, ela esta muito mal, preciso de um quarto ou melhor dois. Parece que vou ficar por um tempo aqui

Nesse meio tempo Primorose e Lorenzo haviam chegado. 

-Não de jeito nenhum. - respondeu Lorenzo. -Mestre me perdoe mais essas jovens não podem ficar aqui. Compreenda que essas duas já nos causaram problemas demais. Principalmente essa de preto. Sei que quer dados do futuros e sei que isso nos ajudaria e muito mais sei também que muitos de nossos irmãos morreram hoje somente para tentar capturar essa de preto...

-Oque quer dizer Enzo?-perguntei.- Seja direto por favor.

-Senhor só quero saber se o preço que estamos pagando por essa informações é realmente vantajoso?

Pov. Gina Waesley:

Estava preocupada se Voldemort nos jogaria na rua ou pior nos mataria. Qualquer uma seria terrível.

Bom preciso de achar uma forma de ficar... Vamos ver oque eles querem do futuro?Informações. Certo eu tenho informações. E se eu der a eles oque eles querem? Não seria maluquice e muito arriscado. Mais bom isso pode me dar um tempo pra achar um lugarzinho por ai, um canto para eu e Miih nos acomodar até achar um jeito de voltar ao futuro. Ou melhor dela voltar. Como disse eu não posso voltar.

Não, Gina é arriscado demais. Dizia um vozinha na minha cabeça. Hoje em especial eu não poderia ouvir essa vozinha. Hoje não. Tá, foda-se de vez vamos barganhar com o "capeta".

-E seu eu te dizer oque você quer?-perguntei atraindo a atenção dos dois homens para mim. -Você nos deixaria ficar?

-Se me fosse útil, talvez?- se pronunciou o moreno.

-Uma profecia- isso era útil o bastante. Me perdoe Harry mais aqui e agora é questão de sobrevivência.

-Senhor mais não compensa... -tentou o loiro que deve ser um Malfoy só pode. -ela poderá mentir.

-Cala boca, capacho que o papo ainda não chegou na ralé. - soltei. -Você quer a profecia? -perguntei ao moreno e o mesmo concordou. -" Aquele com o poder de vencer o Lorde das Trevas se aproxima...nascido dos que o desafiaram três vezes, nascido ao terminar o sétimo mês... e o Lorde das Trevas o marcará como seu igual, mas ele terá um poder que o Lorde das Trevas desconhece...e um dos dois deverá morrer na mão do outro pois nenhum poderá viver enquanto o outro sobreviver...aquele com o poder de vencer o Lorde das Trevas nascerá quando o sétimo mês terminar;..."

-Como posso saber se oque diz é verdade?- perguntou o moreno pensativo e um tanto desconfiado.

-Oque você quer?-perguntei já em desespero minha amiga estava gelada e suava frio.

-Jure fidelidade a mim e a minha causa e você e sua amiga podem ficar.

-Não foi esse o acordo e te dei a profecia. - aumentei um pouco o tom da voz. - Cumpra sua parte... É só por um tempo até achar um lugar.

-Entendo seu lado minha cara Gina, mais peço que entenda o meu. - o loiro sorria maldoso, enquanto seu mestre falava. -Não posso garantir que sua profecia é honesta, sua filiação seria um modo disso. Se a profecia for falsa eu tenho como cobrar minha hospitalidade. -ele era esperto tenho que admitir.- Pelo que vi sua amiga está mal, tenho medi-bruxos aqui posso cuidar dela. Tenho também vários aqui posso lhe dar um lar.

-Com uma condição. -seja oque deus quiser. -A marca será apenas uma garantia, você não me obrigará a matar ninguém e quando arranjar algum canto, você tira.- suspirei. - Sem isso eu não faço.

-Ok, então Gina, posso de chamar assim?- assenti. -Posso dizer que negocia bem. -apesar de toda a situação a cara do loiro até me animava um pouco.Tanto desgosto em ver a situação. -O braço esquerdo.

Estendi o braço um tanto quanto relutante, ele o virou e pressionou ali a varinha, senti dor muita dor. Ardia e queimava, uma fina lagrima desceu de meu rosto, mais era só isso uma fina lagrima, eu não podia chorar não agora.

~*~

Vamos fazer um acordo pessoal? É o seguinte se a fanfic chegar aos 40 favoritos e 30 comentários eu solto um hot até o capitulo seis.  Se não só no 15.

Mais só se alcançar essa marca.
 


Notas Finais


Vamos fazer um acordo pessoal? É o seguinte se a fanfic chegar aos 40 favoritos e 30 comentários eu solto um hot até o capitulo seis. Se não só no 15.
Mais só se alcançar essa marca.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...