História He's a baby - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Ayascari Is Real, Baby!taehyung, Design:tkwdesig(agwstd), Drabble, Kooktae, Kookv, Taehyungerie, Taekook, Vkook, Whipped!jungkook
Exibições 531
Palavras 589
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Quem lu tem literalmente fogo no cu? Pois é, como estou com um tempinho livre, nada mais justo do que dar vida aos meus plots bonitinhos. Aqui vai mais um para a minha conta. c;

Avisos:

— Drabble dedicada a Scari por motivos de: 1) tô me vingando da att de Don't Forget — se vocês não leram, vão lá ler —, 2) amo a larissa, 3) amo a scar, minha estrelinha azul;
— JK whipped (chicoteado, espancando, açoitado, amarradão no Tae) sim senhoras e senhores;
— Primeira vez que a lu tenta escrever em 1ª pessoa porque acho que combina mais com o formato do plot.

Boa leitura~ <3

Capítulo 1 - You're gonna love me a lot; capítulo único


Fanfic / Fanfiction He's a baby - Capítulo 1 - You're gonna love me a lot; capítulo único

Taehyung, você sempre me diz que tenho olhos de coração.

Embora eu nunca tenha sido bom com declarações – aquelas que ensurdecem meus ouvidos e me fazem esquecer-se do mundo onde habito –, você é bobo por, após tanto tempo, ainda não saber interpretá-los com crueza.  

Eles só estão ali por sua conta, constantemente crescendo e me cegando. Talvez eu devesse arrancá-los e engoli-los como pequenos bolinhos de açúcar, triturando-os entre meus dentes e, quem sabe assim, fazendo com que você esqueça-os e olhe apenas para frente enquanto caminhamos entre as flores e tomamos refresco.

Você sempre me diz que eu sou o seu garoto. Sinto o impacto estelar dessas palavras.

Eu, Jeon Jeongguk, sou o seu garoto, mas não tanto quanto você é o meu, Taehyung.

Meus olhos sempre seguirão seu brilho; meu corpo sempre será puxado para onde você estiver; meus sorrisos sempre pertencerão unicamente às suas piadas fracas e sem vínculo.

Eu não me recordo de quantas vezes já tenha tocado em suas mãos, mas o aroma de pêssego entre seus dedos longos e finos jamais abandonarão meu olfato e nem meus lábios.

Eu sempre desejo mais.

Mais de seus murmúrios manhosos contra meu ouvido no meio da noite, quando você diz ter pesadelos e atravessa todo o campus universitário apenas para invadir meu dormitório e derreter contra meu peito – eu não me importo de servir como seu carneirinho dos sonhos –; mais de sua boca que escorrega contra minhas bochechas quando eu lhe dou flores e digo que elas me lembram de suas próprias bochechas rosadas de maquiagem – as quais eu amo –; mais da adorável imagem de seus pés cobertos com meias fofas, que lutam contra os meus quando jogamos uma partida de vídeo game na sua cama.

Eu sempre desejo mais de você. Tocar em sua cintura e botá-lo em meu colo – para que você descanse após mais uma bateria de exames universitários ou apenas chore por queimar nosso arroz novamente – não me parece suficiente.

Eu gosto quando você naturalmente me permite.

Quando você me permite beijar seu pescoço; quando você me permite fazer cócegas contra sua barriga de bebê e quando você me permite tocar seu coração, pois você sabe, TaeTae, que eu jamais tocaria em um único fio de cabelo seu se você apenas me dissesse.  

E, após tantos anos, minha responsabilidade sempre cai sobre você. Eu sempre cuidarei de você; sempre te direi que você continua lindo sem suas roupas da Gucci e sem suas lentes coloridas; que você continua sendo o dono do sorriso mais fabuloso do universo – seu formato retangular e cheio de manha sempre será um charme aos meus olhos que jamais se desviarão de você.

Você ainda é aquele que amo, mesmo que sequer me questione sobre o tamanho do amor que sinto por você.

Eu não tenho ousadia suficiente para olhar em seu rosto e dizer que te amo – você é simplesmente o meu mundo; o mundo mais belo e trancado em seu corpo –, mesmo que você já saiba disso. Meus olhos de coração e minha pirracenta mania de sempre estar o mais perto possível de você fazem-no me dizer que sou o garoto mais adorável; o seu garoto mais adorável.

Por favor, meu amor. Não diga que me ama com tamanha naturalidade, pois talvez o meu amor seja grande demais; muito maior que o seu.  

Ainda que eu te ame, desejo que você me ame um pouco mais. Apenas um pouquinho.

Você vai me amar muito.

Eu sinto tanta inveja do seu namorado, TaeTae. 

 

 


Notas Finais


Gente, sim, essa drabble foi inspirada em She's a baby, do Zico. Até hoje não consigo parar de ouvir e a letra é perfeita: https://www.youtube.com/watch?v=ohSpvSGXfhY

Dentro do meu projeto de drabbles, já postei mais duas, que são essas:

Duplex (twins!jk): https://spiritfanfics.com/historia/duplex-8570944
Não me chame de oppa: https://spiritfanfics.com/historia/nao-me-chame-de-oppa-8785648

E eu também postei uma one shot com Tae mascarado e JK todo tatuado e apaixonado, aqui: https://spiritfanfics.com/historia/kalon-9018293

. @taebabybelly no twitter para quem quiser e o meu curious cat é esse: https://curiouscat.me/taehyungerie

A lu ama vocês, viu? Vocês estão me dando muito amor ultimamente, me sinto extremamente agradecida. Vocês são meus bebês, deixem-me botá-los no colo e mimá-los. <3

Até a próxima!
E comentem, comentários deixam a lu feliz! c;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...