História He's a... you'll know. | Jeon Jungkook (BTS) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bts, Depressão, Escolar, Incesto, Kpop, Psicopata, Suícidio
Visualizações 25
Palavras 965
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


mesmo que uns personagens apareçam , o principal mesmo é o Jungkook e a S/n ok pessoal?
Espero que gostem ... Não tenho mais o que dizer <('-'<)

Capítulo 1 - Mais um dia...


Hospital de Seoul. 7:30AM 

 

 

- Onde eu estou?

Pergunta Jeon Jungkook que está deitado em uma cama de hospital com fortes dores de cabeça e com os olhos embaçados por causa da tentativa de suicídio com overdose de remédios na noite anterior.

 

- Finalmente acordou Oppa! Você está no Asan Medical Center. Eu estava tão preocupada. Porque você fez aquilo? Nunca mais tente isso de novo!

 

Diz s/n em um tom de desespero e alivío. S/n é a irmã mais nova de Jungkook que está sentada ao seu lado esquerdo em uma cadeira de ferro nem um pouco aconchegante.

 

- Como você está?

 

 Pergunta e em seguida pega na mão de seu irmão que estava completamente branca, assim como ele naquele momento totalmente pálido por ainda não estar totalmente recuperado.

 

- Sua mão está muito gelada. Está sentindo alguma coisa?

 

A mesma lança outra pergunta.

 

- Me solte S/n! Eu quero sair desse lugar agora. Porque me trouxeram para este hospital imundo?!

 

Jungkook nervoso por não ter conseguido realizar seu desejo de suicídio, começa tirar o soro e todos os remédios que estavam sendo injetados em suas veias dos braços. Tira todos mesmo com sua irmã tentando o impedir.

 

- Eu não quero ver a cara de vocês, de nenhum de vocês, de ninguém!

 

 Fica fraco em questão de minutos, ao ato falho de tentar levantar-se , por estar nervoso sua pressão sobe em rapidamente o fazendo desmaiar assim como na noite interior. [...]

 

Jungkook POV's 5 anos atrás;  Segunda-Feira. 10:00PM 12/05/2012

 

Acordo e fico uns minutos olhando para o teto branco do meu quarto com teias de aranha em todos os cantos, parecia que não fazia uma limpeza a mil anos nesse lugar. Mas, por incrivel que pareça, fiz ontem... Após 5 minutos, me levanto e vou direto pro banheiro fazer minhas necessidades e escovar os dentes, desço para o andar de baixo indo diretamente para cozinha, que precisava passar pela sala em que ficava minha irmã s/n com o namorado dela todo santo dia trocando carícias. Não sei o que sentia, mas sempre que eu os vejo juntos, me dá um ódio, vontade de esmagar a cabeça dele, espanca-lo até a morte, por que ela trás esse embustre sempre aqui sabendo que eu o odeio? Se ele morrer, não foi minha culpa. Passo por lá como se não tivesse visto eles e tomo um pouco de água, não estava com nem um pouco de fome, aliás, eu não comia fazia uns 4 dias, como sobrevivi até hoje? Drogas, isso me faz me sentir vivo. Volto pro meu quarto e sento na cadeira que fica uma mesa em frente de madeira com meu computador desktop. Ligo ele e lembro que terei aula daqui 3 horas. Justo hoje? Por que não pode ser amanhã? Que merda! Me levanto e começo a me trocar, coloco uma blusa azul , calça bege , uma gravata de xadrez azul e bege e uma camiseta branca por baixo. É aquele uniforme clichê que tem em todas as escolas, é feio que dói. Bom que daqui uns anos já poderei sair dessa merda e fazer o que eu quiser, apesar que eu já praticamente faço. Enquanto termino de me arrumar fico pensando como vai ser a merda de hoje, mais um dia tediante, mais um dia sem fazer nada, mais um dia tendo que aguentar animais, mais um dia tendo que ir naquela merda de escola, mais um dia aguentando tudo isso, mais um dia sem sentido.

 

As três horas se passaram e cheguei naquela maldita escola Chungju High School, dava nojo só de ver o portão da escola. Entro e já vou diretamente pra sala e me sento no fundo , odeio ficar na frente, eles ficam mandando abaixar a cabeça, jogando papel, borracha, é uma infatilidade só. Fico no canto ouvindo uma música que compus chamada Begin, porém não tenho coragem de manda-lá pro ar, se as pessoas gostarem seria horrível ser famoso e ter que fazer mil coisas, mesmo que eu consiga muito dinheiro para comprar muitas drogas, mas, não, não quero, tudo ia ficar a mesma merda. Coloco minha mochila na mesa de madeira e me deito por cima , fecho meus olhos e acabo dormindo até o dá a hora do horário livre. Queria ficar dormindo nessa hora também mas os professores obrigavam a todos sairem da sala. Deixo minha mochila ainda no mesmo lugar e saio, fico andando pela escola, passo na cantina e vejo que era mingau de a veia ou melancia. Não gosto de nenhum dos dois, volto a andar e vejo que tem uns moleques olhando pra mim e rindo, ja sei que eles estão me zoando por causa que "não peguei" ninguém e por andar sozinho, mal eles sabem o que posso fazer com as namoradinhas deles. Mesmo que certos bullying me afetava , eu simplesmente ignorava a todos. Passou a hora do horário livre e voltei para sala e fiz a mesma coisa, dormir até ir embora. Acordo com o alarme estridente e pego minha mochila, vejo que ela não vem porque algum miserável a amarrou na mesa. Ajoelho perto e desamarro depois de minutos. caminho até o portão e vejo que já se encontra fechado. Suspiro fundo e dou a volta e vou no outro portão saio da escola e me sinto livre novamente. Vou para um beco escuro e todo sujo que ficava a uns quarteirões da escola onde se encontra uns amigos meus, eles sim me davam as melhores drogas e era por um preço baixo. Entro no tal beco, me sento no canto mais escuro de lá,

 

- Então jungkook, o que quer hoje? - Escuto uma voz grossa e rouca ecoando do beco, não consigo ver o rosto do mesmo por estar totalmente escuro.


Notas Finais


Oppa - irmão mais velho (usado por garotas)
Begin - música do real cantor jungkook
Espero que tenham gostado. ;^;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...