História He's My Cherry Pie - Destiel - Segunda temporada - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Adam Milligan, Balthazar, Bobby Singer, Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Gabriel, Jo Harvelle, Lúcifer, Meg Masters, Miguel, Rowena MacLeod, Sam Winchester
Tags Adam, Bottom!cas, Bottom!dean, Dean Winchester, Destiel, Festa, Gabriel, Gay, Lemon, Midam, Miguel, Romance, Sabriel, Sam Winchester, Supernatural
Visualizações 25
Palavras 1.655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HEEEY BROTHEEERS
Mano tem uns gato endemoniado aqui, scrr kakakak
Enfim, anjoos vcs estão bem? Porque eu estou otimamente doente kakak
Mas enfim, fiquem com o capítulo kakakak
Até la embaixo
Boua leitura💜

Capítulo 13 - Conflicts without resolution


O sol estava começando a raiar quando Gabe acordou, ele não havia dormido muito bem devido ao que vêm acontecendo. Ele se sentia culpado de não conseguir impedir

- Bom dia Sammy - Gabe sussurrou e bejou a testa do maior, mas o mesmo não acordou.

Gabe foi até o banheiro, se dispiu e entrou no box para tomar sua ducha. Ele abriu a torneira e deixou os primeiros pingos de água caírem sobre seu peito. Ele pensava, e não deixava as lágrimas saírem, por mais que queria. Ele não desejava chorar tão cedo, mas talvez aquela decisão foi a pior do dia.

Terminando o banho, foi até o closet e pegou sua boxer verde e uma calça social preta e sua camisa listrada azul com branco, e colocou sua gravata -a qual ele odiava - E foi para a cozinha tomar um café.

Ninguém tinha ainda acordado, ele realmente acordou mais cedo que o normal. Era mais um dia normal na empresa, a não ser pelo incômodo do seu colega.

- Vamos não vai ser tão ruim! - Gabriel repetiu essas palavras pra si e não esperava que Sam estaria bem ali na porta

- O que não vai ser tão ruim?

- Ah... Oi Sammy - Gabe disse assustado e ainda um pouco desanimado

- Me responde

- Sammy... É... Eu te falei isso ontem!

- Ah sobre aquilo... Não se preocupa Gabe, eu não vou ficar nervoso e sei la matar o indivíduo, hoje vou pra faculdade e tentar não pensar nas palavras que ouvi ontem

- Oh... Tudo bem então, eu vou indo, tenho um dia longo hoje! - Gabe passou por Sammy e o beijou - Até depois

- Até - E Sammy ficou, ele esperava mesmo que tudo desse certo e ele não precisasse matar alguém.

/Quarto Destiel\

- Hum? Cas? - Dean acordou confuso, Castiel não estava em seus braços

- Dean? Calma amor, eu to aqui do seu lado! - Castiel disse virando Dean para o seu lado

- Ah... Então vem cá - Dean pegou Castiel pela cintura e o beijou

- Amooor! Ta frio! - E Castiel riu

- Eu te esquento, vem cá - Dean envolveu Castiel em um abraço que esquentou o mesmo rápido

- Dean, eu te amo!

- Somos dois, eu também me amo!

- Idiota! - E os dois caíram na gargalhada

- Brincadeira, é lógico que eu te amo! - Dean beijou Castiel, foi realmente um beijo quente e envolvente

- Ahn, hoje eu tenho aula...

- Que merda hein... só porquê achei que íamos ficar aqui o dia todo!

- Dean... eu nunca faltei sabe... sou o aluno exemplar

- Eu sei disso - Dean já estava fazendo bico

- Eu nem terminei! O que eu estava dizendo era, acho que essa onda de aluno exemplar acaba hoje, vou faltar

- Mentira! Cas eu te amo! - Dean abraçou Castiel e beijou sua testa

- Haha Sabia que você ia ficar assim

Os dois continuaram a dormir, desta vez sem se preocuparem com o tempo. Enquanto isso Sam se preparava para ir à faculdade.

Vestiu seu moletom da adidas e seu tênis e foi até o chaveiro e pegou o molho de chaves do carro. Entrou no Ford preto e saiu dirigindo até a faculdade.

Era mais um dia tranquilo, no final do dia ia pegar o Gabriel no trabalho, era normal. Então prosseguiu com sua aula normalmente sem se preocupar, mas quase sempre olhava o celular para ver se não havia nenhuma mensagem do seh amado

- Winchester? - O professor Thomaz falou o encarando

- Ahn... oi professor

- Como "oi"? Não está prestando atenção na aula! 

- Desculpe, estou checando para ver se não tem nenhuma mensagem do meu irmão - Sam sabia que não era verdade, nunca esperaria uma mensagem de Dean

- Então está bem, mas se não prestar atenção vai se ferrar nas minhas provas!

- Ok professor - Sam pegou a caneta azul e começou a escrever as coisas do quadro.

/Na empresa\

Gabe estava tentando ao máximo  não se distrair com o colega, ele estava enchendo-o novamente, e dessa vez ele não ia segurar.

- Oliver para, sério

- Por que? Estou só te falando que você é gostoso

- Isso me incomoda! Tenho namorado

- Isso melhora as coisas anjo!

- Para idiota! Sai daqui!!

- Não! Me obriga - Oliver veio para cima de Gabe e tentou beija-lo

- SAI! - Gabe gritou, o que vez todos da sala olharem para os mesmos

- Gabriel, ele está te incomodando? - O chefe chegou no local

- Sim.

- Oliver, minha sala, AGORA! - O senhor Turner estava aparentemente nervoso,nunca houve relatos de abusos em sua empresa, principalmente de assédio sexual

Gabe relaxou um pouco e sua amiga, Claire, chegou para acudi-lo

- Gabe você está bem?

- Preciso de um pouco de água

- Vem - Clarie pegou o braço do loiro e puxou para a saida, aonde tinha um bebedouro - Vamos bebe!

- Ta bom! - Gabe encheu o copo descartável e mandou goela abaixo

- Melhor Novak?

- Bem melhor... - E os dois voltaram para os gabinetes para terminar os relatórios

Já na sala do chefe, Oliver estava recebendo um esporro daqueles de doer a alma.

- Onde já se viu? Se continuar você irá ser demitido! Ouviu bem senhor Oliver?

- Ouvi, não vai mais acontecer - Oliver na verdade tinha ficado com raiva de Gabe, e o loiro iria receber a vingança.

- Até a próxima! Que eu espero que não tenha!

- É, tchau... - Oliver nem olhou para trás e foi direto pra o seu gabinete, ele estava com sangue nos olhos, nunca havia recebido nenhum esporro do seu chefe. Estava com raiva de Gabe, planejava sua vingança com ódio

- E ai babaca, como foi com o chefinho? - Um amigo de Oliver chegou apoiado na porta

- Cala a sua boca idiota! - Oliver levantou e foi até Ash com ódio, parecia que o espancamento ia rolar

- Calma cara, vou embora antes que esse soco acerte minha cara

- É melhor! - Oliver voltou ao seu computador.

/Casa\

Dean tinha levantado e puxado Cas consigo e levado para o box, de banho tomado os dois foram para o armário pegar umas roupas.

Dean colocou sua boxer preta e uma calça de moletom preta e uma camiseta de manga longa branca. Já Castiel, colocou sua boxer azul royal e uma calça de moletom azul com uma camiseta com as mangas vermelhas e o centro branco.

- Cas, você já pensou que em um mês e meio vamos nos casar... e ainda nem temos um local!

- Vamos ajeitar tudo isso hoje?

- Não, vamos comer e depois ver isso!

- Okay! - Castiel desceu para a cozinha com Dean e foi até a chaleira esquentar a água

- Chá? 

- Pode ser! Eu quero chá preto

- Então são dois! - Dean pegou duas canecas e colocou os saquinhos pendurados

A água ferveu e eles a colocaram na caneca e esperaram os cinco minutos

- Vamos começar a falar do casamento? 

- Vamos! Então, eu pensei bastante no casamento!

- Como que seria Cas?

- Em uma igreja bem simples no interior, em um campo bonito, aonde seria a festa, as cores principais seria o azul ciano bebê e verde folha bebê, um contraste bom. O bolo seria de andares, mais especificamente de quatro andares. Seria bolo branco com recheio de chocolate e morangos, serviriamos taças com tiramisu e a champanhe seria "liberada". Os convidados se sentiriam nos bancos ao lado do altar. Nossos ternos serão pretos e com uma gravata borboleta azul e uma verde! E é isso

- Caralho Cas, eu só tinha pensado nas flores! Meu deus!

- Vou confessar que tive ajuda!

- De quem?

- Da Meg, ela ainda não se casou, só ano que vem, como disse ela "Preciso emagrecer" 

- Faz sentido - E Dean riu

- Mas quais seriam as flores? 

- Bromélias e rosas? Ou Tulipas e Camélias?

- Camélias e rosas!

- Ok então!

Os dois olharam no relógio e viram que era hora do almoço, então se trocaram e foram a um restaurante espetacular.

/Faculdade\

Sam estava angustiado e não via a hora de se encontrar com Gabe, mas ainda era hora do almoço!

Ele pegou o prato na cantina e foi se servindo, no final pesou a comida e foi se sentar junto aos amigos, que não esperavam por ele e se assustaram. Papo vem papo vai o sinal bateu para as duas últimas aulas.

Sam tentava prestar atenção em todas as falas de seu professor, mas o seu pensamento estava em outro lugar.

Finalmente as aulas acabaram, e Sam estava afoito para chegar a empresa em que Gabe trabalhava.

Chegando ao estacionamento viu Gabe sentado na mureta conversando com uma garota, Sam ficou tranquilo, até porquê era uma garota!

- Hey Gabe! 

- Oi pão de mel! 

- Mentira - Claire caiu na risada com o apelido

- Cale a boca Clar! - E os três riram muito

- Vamos? 

- Claro! - Gabe entrou no carro e Sam entrou no lado do condutor e foram para casa.

Ao chegar, viram que Cas e Dean estavam em casa, mas aparentava não estarem transando. Sam e Gabe entram de fininho e foram pra cozinha comer, Dean e Cas desceram e se juntaram aos dois para comerem o jantar, ou melhor, lanche que Sam iria preparar.

Pós lanche os quatro saíram para passear e encontrar os amigos.

Voltaram la pelas nove e meia e foram para a cama, apesar de estar super cedo, Gabe e Sam capotaram, os dois tiveram dias terríveis e Gabe não havia dormido bem, parece que a preocupação perdeu lugar na liga do sono!

Já Dean e Castiel, ficaram conversando um bom tempo, falando sobre os convidados e os outros preparativos do casamentos.

Enfim chegou a hora dos dois caírem na cama e desmaiarem de sono, Castiel apoiou a cabeça no peito do loiro, assim por poucos minutos ouviu o batimento cardíaco do loiro

- Nossa amor

- Sabe o porquê? 

- Não

- É porque estou com você! Ele fica assim quando te vejo e te sinto, na minha pele, na minha boca, em todas as partes em que você toca, eu me sinto assim, bem.

- Te amo Dean!

- Eu te amo Castiel!

Os dois pombinhos, ou melhor, noivos, se beijaram e deixaram o sono ganhar.


CONTINUA....


Notas Finais


Oiiie!! Bom, gostaram?? Me digam 😊
Bom deu bastante trabalho kkakaka
Tive realmente que virar de cabeça pra baixo pra escrever! Kakaka

É isso, vou encerrando mais um capítulo. (Tem uns gato brigando aqui... mdsss, tão falando)

Amanhã vai ter mais um! Eu espero kkakaka

Bjs até amanhã 🌚❤♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...