História He's Not A Monster - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias VIXX
Personagens Ken, Leo, N, Ravi
Tags Hakyeon, Ken, Leo, Neo, Ravi, Taekwoon, Vixx
Exibições 32
Palavras 404
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ANNYEONG~
Nada a declarar ;u;
Boa leitura, espero que gostem~

Capítulo 1 - City Lights


Fanfic / Fanfiction He's Not A Monster - Capítulo 1 - City Lights


Dizem, ou pelo menos pensam, que o seu coração é frio. Ou que a sua alma é negra, errados estão os que pensam que o seu ser é maldoso.

Não deveriam julgar eles, esses humanos delinquentes, os políticos corruptos? Ou os pedófilos? Ao invés de criticarem alguém, que mal conhecem (pouco ou nada sabem sobre ele e, mesmo assim teimam em fazê-lo) e nunca sequer matou alguém?

Às vezes o olhar vazio pode enganar muito, pode esconder a personalidade infantil e tímida. Mas há um alguém, um alguém que nunca o julgou. Essa pessoa ama-o como é, e sofre, sofre muito, por ele.

E Taekwoon deve a vida a Hakyeon, exatamente por este o proteger, indo contra tudo aquilo que é considerado normal.

As luzes brilhantes da cidade cegam no, mas ele adora-as mais que as próprias estrelas do céu. Ao contrário de Cha Hakyeon, que não trocaria o bréu estrelado por nada, nem um pote de ouro, nem as mais brilhantes jóias.

E, bem no fundo do coração, Taekwoon sente um carinho enorme pelo mais velho.

Mas quando a noite cai, o céu cintilante é ofuscado pela vida, a vida da grande megapole.

E nada, nada mesmo, Hakyeon pode fazer para impedir Jung de partir. Os instintos adormecidos do mais alto são dominados por aquele ser demoníaco.


“Ravi”


E caminhando em passos firmes, sai a andar pela porta fora, rumo à cidade, quem sabe a uma boate ou discoteca, ou até mesmo ele vá direto à casa dele. Dele, Jaehwan.

Esse homem é o motivo das noites mal dormidas, passadas entre gritos e choros, onde as quatro paredes abafam a dor de Hakyeon. Sente que naquele mesmo momento, a pele fria e pérola do seu amado pode estar a ser tocada por um outra alguém, a kilometros de distância.... E imaginar ser traído dá-lhe uma ânsia de vomito enorme, nada que drogas para adormecer não disfarcem.


Mas Hakyeon seria capaz de passar mais uma noite sentindo as lágrimas escorrer para acordar nos braços do agora, novamente Taekwoon.


"Ele não é um monstro"


Os seus pequenos dedos tocam a derme delicada da face do amado, que expressa um improvável sorriso. Aquele não era Ravi, já não.


"Ele ama-me"


E por tudo oque é mais precioso para si, por todas as criações de Deus e até o próprio, Cha jura que permanecerá perto de Jung Taekwoon até Ravi levar não só o corpo do mesmo consigo, mas também o sangue das feridas no coração de Hakyeon...


Notas Finais


A minha unnie disse que estava mto bom ;u; confio nela
Bem, a história pode ser pequena, mas pode ser vista de 3 pontos de vistas (segundo a minha unnie Minhyuka), eu até explicaria cada um deles, mas tiraria a graça à história kkkk <3
Ate a uma próxima ;u;
KISSUS~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...