História Hey ASTRO! - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO
Personagens Eunwoo, Jinjin, MJ, Moonbin, Personagens Originais, Rocky, Sanha
Tags Amizade, Astro, K-pop, Qual O Casal?, Romance
Exibições 93
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá a todos! Demorei mas cheguei!!!

Uaaaaau! 77 favoritos?????????? Gente, que coisa mais divina, muito obrigada! Vocês são incríveis!

Esse capítulo é mais uma transição de tempo, porque eu não queria ficar enrolando com dia a dia e queria que as coisas avançassem um pouco! Tentarei não demorar com o próximo, okay?

Capítulo narrado pelo Eunwoo, capa será adicionada ao longo da semana.

Beijos sz

Capítulo 7 - Color seems so bright -


But lately color seems so bright, and the stars light up the night
My feet they feel so light, I'm ignoring all the signs {…}
” – (Kat Dahlia)

– Hey, Eunwoo... - ouvi ela me chamar após caminharmos alguns minutos em silêncio, então olhei para ela, sorrindo.

– Sim?

– Eu só queria te agradecer por hoje... você acabou de me conhecer e mesmo assim me defendeu e me ajudou, foi contra um amigo por minha causa! Muito obrigada.

Parei de andar e ela fez o mesmo, virando-se de frente para mim.

– Não precisa agradecer. Sei quando uma pessoa é boa e quando não é, e você é boa, Doorim... não merece ser tratada com tanta indiferença como o Bin fez.

Ela encolheu os ombros e eu fiquei pensando se tinha dito algo de errado, mas então ela sorriu e aquele sorriso mexeu comigo de uma forma inexplicável.

– Você é gentil, Eunwoo. Fico feliz de ter esbarrado com você no caminho do refeitório.

Sorri em resposta e então continuamos a andar em direção a casa dela. No caminho, conversamos sobre amenidades, evitando o assunto Moonbin vs Doorim, e ela me contou sobre a vida no Japão e coisas assim. Quando chegamos a sua casa, ela se despediu e entrou, e então eu saí andando em direção a minha própria casa. No caminho, fiquei pensando sobre o agradecimento de Doorim... Realmente, não era do meu feitio ajudar alguém dessa forma, e muito menos ir contra um dos garotos, geralmente nós é que nos juntávamos para ir contra alguém! Então porque a ajudei? Me senti mal pela forma como Moonbin a tratou, não é? É! Foi isso... eu não pude aguentar a injustiça. Me pareceu uma explicação plausível.

Quando cheguei em casa, fui direto para o meu quarto afinal, meus pais estavam trabalhando. Tomei um banho rápido e me troquei, indo jantar logo em seguida. Depois de ter feito tudo o que tinha que fazer, entre jantar, lavar a louça suja, escovar os dentes e ler um pouco, deitei-me e fiquei olhando para o teto, sem sentir uma gota de sono qualquer... Isso até meu celular tocar, indicando que tinha uma nova mensagem. Peguei o aparelho e abri o aplicativo de mensagens, encontrando uma de Moonbin:

“Precisamos conversar.”

Ergui uma sobrancelha, sentando-me na cama e acendendo o abajur ao meu lado. Sobre o que Bin queria conversar comigo? Será que era sobre Na Doorim? Rapidamente respondi:

“É só dizer!”

“O que está rolando entre você e a Doorim?”

Na mosca! Eu sabia que era sobre isso que ele queria falar... só não imaginei que iria ser tão rápido. Ri sozinho e balancei a cabeça em seguida, respondendo a mensagem:

“Entre nós? Como assim? Quer saber se namoramos? Ou o que? Seja específico, Bin...”

“Sabe o que eu quero dizer, Eunwoo! Você nem a conhece!”

“Aparentemente, nem você... A diferença é que eu estou tentando conhecê-la.”

Ele não respondeu e eu dei a conversa por finalizada, deixando o celular no criado-mudo e apagando a luz para poder dormir. Depois de me ajeitar confortavelmente em minha cama, rapidamente caí no sono.

-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-

Um mês se passou e Moonbin nunca mais me perguntou nada sobre minha relação com Na Doorim. Nesse meio tempo, nos tornamos grandes amigos, e eu frequentava bastante a casa dela, a pedido de sua avó, uma ahjumma gentil que sempre fazia comidas maravilhosas para nós. A garota dos cabelos compridos passou a sentar-se conosco durante as refeições no colégio e ia a quase todos os ensaios da nossa banda, nossa apresentação estava chegando e ela parecia tão animada quanto nós, prometendo que estaria na primeira fila para nos ver.

Doorim se deu muito bem conosco, mas parecia não fazer muito sucesso com as outras garotas da classe, que a olhavam feio... provavelmente por ciúmes afinal, modéstia a parte, ela andava com os garotos mais bonitos do colégio... hunf! Mesmo assim, ela não parecia se importar, e também parecia empenhada em fazer Bin voltar a ser seu amigo, o que não parecia estar funcionando muito bem. Ele até parecia não se importar de vê-la conosco todo o tempo, mas raramente se dirigia a ela, e procurava não manter contato visual e aquilo me irritava... por mais quanto tempo ele continuaria tratando-a dessa maneira?

– Eunwoo sunbae! – Doorim veio correndo em minha direção, um sorriso nos lábios.

– Oi! – sorri em resposta.

– Vamos viajar – ela disse e, sem esperar que eu respondesse, voltou a falar, parecendo animada. – Um fim de semana num resort, cortesia dos meus pais.

– Seria bom relaxar um pouco um fim de semana antes da apresentação – comentei, pensativo.

– Eu sei! Mas preciso de um favor...

– Qual?

– Preciso que convença Moonbin a vir conosco.

– Isso sim é uma missão e tanto – comentei, coçando a minha nuca, sentindo-me sem graça.

Doorim se tornou alguém especial para mim. Seu jeito meigo e carinhoso de ser, era algo que realmente tinha me fisgado, de uma forma indescritível. Eu sabia bem que estava sentindo algo a mais por ela, e sabia também que esse algo a mais talvez não fosse correspondido, mas mesmo assim, eu não conseguia me fazer desistir. Quando ela sorri para mim, é como se meu mundo ficasse mais colorido, e as cores se tornassem mais brilhantes... desde que a conheci, fui apresentado a novas cores, das quais nem mesmo sabia os nomes, mas que eram especiais e tão lindas quanto ela...

Porque estou pensando nisso tudo? Porque estou pensando nisso enquanto vejo seu olhar de expectativa para mim? Porque eu sei que seu olhar de expectativa não é para saber se eu vou topar ir viajar com ela... e sim porque ela quer que Moonbin vá!

Eu sei que o maior desejo dela é voltar a ser amiga de Moonbin, sei também que ela sempre diz amiga, nunca outro termo... mas ainda assim, algo dentro de mim me diz que não é só amizade... Que entre eles sempre existiu algo a mais, e é isso que me desmonta sempre que ela fala dele. Suspirei e assenti em sua direção, sorrindo em seguida.

– Tudo bem! Vamos convencer Moonbin a viajar conosco!

– Ah, muito obrigada sunbae! – ela se jogou em meus braços e me abraçou, e tudo o que eu pude fazer, foi retribuir.


Notas Finais


Deixem suas opiniões, são importantes para o andamento da história!
Volto logo com um capítulo novo!
Beijos sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...