História Hey Gatinho!- Imagine Xiumin Exo - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Xiumin
Visualizações 152
Palavras 816
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fluffy, Hentai
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Demorei? Sim!
Estou aqui com novo Capítulo? Estou!
Desculpa o sumiço pessoal...
Eu tive uma semana CHEIA até demais, e não deu para postar capítulo novo...
Boa leitura!

Capítulo 8 - Ameaçada ?


Continuação...

 × × ×  Xiumin POV On  × × × 

"A dona iria ficar assustada quando saber que eu sou um híbrido? Iria! Por que? Bom, é muito raro ter híbridos, principalmente porque existe apenas na Ásia! Talvez ela gostasse de saber que sou um híbrido, pois ela poderia ter um novo amigo, ou até algo mais que uma simples amizade entre um "homem" e uma Deusa na qual chamo de Dona ou Mamãe."

    ~ ~ ~  S/n POV On  ~ ~ ~

Hoje acordei animada, iria comprar mais algumas coisinhas para Xiumin. Não que as coisas que ele tem não seja ruins, mas é que estão se desgastando muito rápido.

Me levanto ds cama e vou fazer minha higiene matinal. Saio do banheiro e vou em direção ao meu guarda-roupa pegar algo simples porém arrumado. Termino de trocar e desço para a cozinhar tomar café da manhã, encontro minha Omma sentada na mesa já comendo suas panquecas.

- Bom dia Omma! -Falo sorrindo e me juntando a ela.

S/m- Bom Dia filha! Acordou mais cedo por que? -Sorri e me pergunta.

- Vou comprar umas coisinhas para o Xiumin! O que acha? -Falo sorrindo comendo um pedaço da minha panqueca com mel.

S/m- Boa idéia! Aproveita que eu vou ao mercado e pega uma carona! -Sorri terminando de comer, se levanta e coloca suas sujeiras na pia.

- Okay  Omma! Mas você vai agora? -A olho com uma sobrancelha erguida.

S/m- Sim, vou comprar coisas para fazer no almoço. -Diz guardando algumas coisas na geladeira e no armário.

Assim que também acabo de comer, coloco as sujeiras na pia e lavo as mesmas. Seco minhas mãos em algum pano que vo pelo frente. Quando iria sair da cozinha, lembro de deixar a ração  (Específica para gatos) e vou para a sala esperar minha Omma se arrumar.

>×< >×< Quebra de Tempo >×< >×<

Já estava quase chegando em casa e era umas 17:00, realmente passei bastante tempo comprando coisas para o meu gatinho.

Estava passando perto de um beco quando ouço sons de tiros. Fico com medo, desespero e curiosidade, mas, a curiosidade falou mais alto. Vou até perto do beco e vejo uma mulher jogada no chão (provavelmente baleada) sangrenta e acho que um homem segurando uma arma em suas mãos olhando em direção direção a mulher que já deve ter morrido.

Engulo seco tentando não fazer um mínimo barulho mas, acho que foi o suficiente para o homem ouvir e se virar para mim.

???- Ei! O que está fazendo aqui? -Pergunta vindo em minha direção recarregando a arma que está em sua mão direita. -Responde! -Aumenta um pouco mais o tom de voz.

- E-Eu estava passando por a-aqui e acabei v-vendo i-isso... miane! -Falo com os olhos marejados já prevendo minha morte.

???- Ou você sai daqui e não conta para NINGUÉM o que viu, ou você morre aqui agora sem mais nem menos! -Diz de modo frio dando ênfase no 'ninguém'.

- E-Eu v-vou sair d-daqui e não contar p-para n-ninguém o que e-eu vi! -Digo andando para trás. 

???- Acho bom, pois saiba que eu sei TUDO sobre você S/n! Agora SAI daqui antes que eu atiro em você! -Diz novamente dando ênfase no 'tudo' e no 'sai'.

- O-Okay! - Falo rápido e saio dali correndo o mais rápido que eu posso.

"Por que aconteceu isso tão der repente? Quem é ele? Como ele sabe meu nome? Como ele sabe tudo sobre mim? Eu conheço ele?"

Tantas perguntas mas todas sem resposta alguma... ou será que sim?

Chego em casa e entro correndo desesperada. Subo as escadas correndo indo em direção ao meu quarto entrando no mesmo logo fechando e trancando a porta. Vou até as cortinas cortinas fecho as mesmas junto ao vidro que nelas tem.

Vou até minha cama e me jogo deitada sobre a mesma. Fico fitando o teto por algum tempo até ouvir um miado. 

Acho que entrei tão rápido que nem reparei que Xiumin estava ali deitado em sua caminha. Vou até o mesmo e me sento ao seu lado fazendo carinho na cabeça do pequeno gatinho.

-Ah Xiumin... apenas você para me acalmar... tão fofinho, calmo, bonito, engraçado as vezes... aposto que se fosse uma pessoa seria bem melhor do que já é! -Falo olhando o gatinho que fechava seus olhos, talvez ele iria dormir ali mesmo, em meu colo. -Gostaria de ter um namorado como você mas na forma humana, quem diria ter uma pessoa fofa igual a você! Imagino como seria seu nome na forma humana... Kim MinSeok seria uma boa!? -Falo tirando o gato de meu colo (Que nem sei como foi parar ali) e o coloco de volta em sua cama.

Me levanto e vou deitar-me novamente em minha amada cama macia e confortável. Volto a fitar o teto e pensar em coisas aleatórias, como sempre.

"Como será minha vida agora que fui ameaçada por uma pessoa que diz me conhecer bem, sabe meu nome, e tudo o que pode existir sobre mim?"




Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo amores mios!
Até logooo
Beeeijoooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...