História Hey, Guys! - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Bianca di Angelo, Calipso, Charles "Charlie" Beckendorf, Chris Rodriguez, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Cronos, Dionísio, Frank Zhang, Frederick Chase, Gleeson Hedge, Grover Underwood, Hades, Hazel Levesque, Hefesto, Hera (Juno), Hermes, Jason Grace, Katie Gardner, Leo Valdez, Luke Castellan, Malcolm, Miranda Gardiner, Nico di Angelo, Octavian, Paul Blofis, Percy Jackson, Perséfone, Piper Mclean, Poseidon, Prometeu, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Sally Jackson, Silena Beauregard, Thalia Grace, Travis Stoll, Tyson, Will Solace, Zeus, Zoë Nightshade
Tags Franzel, Jasiper, Percabeth, Thalico, Tratie
Visualizações 45
Palavras 1.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Katie


— Gente, fui só eu que vi minha cadeira balançando? - Annabeth perguntou, nos olhando com uma cara intrigada.

— Eu também vi, Annie. Isso tá estranho. Muito estranho - Thalia concordou, com um olhar sinistro.

'PAC'

— Ai, meus deuses! O que foi isso? -Perguntei, olhando para os lados.

'PAC'

— Não tô entendendo porra nenhuma - Lia disse.

— Gente, 'tão jogando pedras na janela! - Falei, apontando pra mesma.

Logo, outra pedra foi jogada, e ouvimos o mesmo 'PAC'.

— Quem é o imbecil do caralho que tá fazendo isso? Se quebrar a janela minha mãe me mata! - Annabeth reclamou, olhando lá fora.

— Hum, meninas. É só impressão minha, ou tem umas sombras bizarras ali perto da piscina? - Perguntei, franzindo o cenho.

— Onde, Katie? - Thalia perguntou.

— Ali, em baixo da palmeira - falei, apontando para o local.

Logo Annabeth confirmou com a cabeça, e Thalia apertou os olhos. 

— Parecem... garotos. Vamos lá ver o que eles querem - Thalia disse, nos puxando para fora.

— Thalia, eu tô de pijama, porra! - Annabeth reclamou.

— Primeiro: você tá na sua casa, Annabeth. Segundo: foda-se o pijama. Tá bonita assim mesmo. Agora, vamos, porque eu tô achando que são as mesmas sombras que 'tavam na varanda! - Thalia rebateu e praticamente nos empurrou escada abaixo.

Andamos até a piscina que, para a nossa infelicidade, era rodeada de palmeiras. Mas, bem rápido, três "vultos" claramente masculinos vieram até nós. Estavam todos vestidos de preto, inclusive usando aquelas máscaras de ninja, que cobrem toda a cara. (?)

— Quem são vocês e o que vocês estão fazendo na minha casa? - Annabeth perguntou, os encarando.

— Nós só viemos transmitir um recado, princesa - um de olhos verdes falou, com um sorriso de canto.

— Que recado? - Thalia perguntou desconfiada.

— Vocês tinham uma dívida com Ele, e Ele vai cobrar. A não ser que vocês queiram se juntar à Prometeu... Mas, uma coisa: não importa a escolha de vocês, Ele vai cobrar a dívida e vocês terão que voltar para a Júpiter e treinarem de novo, caso contrário, vocês já sabem o que vai acontecer - um de olhos pretos falou, com um sorriso afetado.

— Ele? Como que Ele encontrou a gente? - Perguntei, tentando fingir confiança. Mas, por dentro, estava tremendo de medo.

— Isso eu não sei, florzinha. Ele nos impediu de contar, Tânatos o proibiu. A sorte de vocês é que sempre foram as protegidas de Tânatos então, se Ele quizer fazer algo, provavelmente será impedido. Mas isso não O impede de pedir o serviço à terceiros - o de olhos castanhos disse, nos lançando um sorriso maldoso.

— Meus deuses, estamos fodidas! Eu gosto da Júpiter, mas... tô com medo do que pode acontecer se voltarmos pra lá. Vocês lembram do que Ele fez com a gente! - Sussurrei para as meninas e elas acentiram.

— Mas a gente tem que ir, Katie. Talvez, agora, Ele comece a afetar nossos amigos, não a gente. E isso seria pior ainda - Annabeth disse cochichando. - E, como esse cara disse, somos protegidas de Tânatos, sempre fomos. O que pode acontecer demais? Vai ser como sempre foi: matar, roubar e sequestrar. Sempre fizemos isso. Agora, ou voltamos, ou alguém inocente paga por isso.

— Então nós vamos voltar. Só tenho medo do que Ele vai cobrar pela dívida... -Thalia falou baixo. - Nós vamos voltar pra Júpiter. Mas precisamos saber: quem são vocês e quando a gente pode voltar.

— Bem, Tânatos disse que amanhã, as 21:30 vocês poderiam estar lá. E nós... Bem, nós somos três caras incríveis que vocês só vão conhecer pelo codinome, é claro - o de olhos pretos disse, mandando uma piscadinha para a Thalia. E ela só revirou os olhos, como sempre.

— E qual seriam os codinomes, senhores incríveis? - Annabeth perguntou sarcástica, cruzando os braços.

— Bem, eu sou o Agente Scott, e esses são os Agentes Justin e David - o de olhos verdes respondeu. 

— Eles ainda usam o nome do meio como codinome?! Fala sério! - Reclamei.

— Pois é... E as senhoritas seriam quem? - O de olhos castanhos perguntou, depois de dar uma risadinha fraca.

— Agentes Lauren, Alisson e Selena - Thalis disse apontando para a Annabeth e para mim, respectivamente.

— Foi um prazer, princesas. Mas temos que ir - o de olhos verdes disse e eles foram embora.

— Uma pena que eu não possa dizer o mesmo. Nunca vou agradecer por ter encontrado eles... Agora, vamos ter que voltar pra Júpiter! Eu gosto de lá, mas aquela foi a época mais sombria da minha vida! A época mais sombria das nossas vidas! A que mais sofremos! Eu não quero viver tudo de novo! - Falei, passando a mão pelo meu cabelo. 

— Katie, nós também gostamos de lá. Se a gente se recusar a ir, estaremos sendo esgoístas - Annabeth disse e eu e Thalia a olhamos em dúvida. - Meninas, depois que Ele nos acolheu, acabamos traíndo-O. Ele não gostou nada, e fez o que fez. Quem nos acolheu, quem nos criou depois disso, foi Tânatos! Ele nos deu tudo que precisávamos na época! Toda a ajuda! E agora, que ele está precisando da nossa ajuda, nós vamos negá-la? Vai me dizer que isso não é egoísmo? - Annabeth disse, e eu  consegui entender seu raciocínio. Tânatos não tinha nada a ver com o que Ele fez conosco, ele nos ajudou. E nós não vamos o negar a nossa ajuda!

— Thalia, a Annie tá certa. Tânatos nos ajudou, e nós vamos ajudá-lo de volta! - Falei convicta e ela sorriu.

— Sim, nós vamos! Mal posso esperar pra ter minha vida de novo! Todo aquele dinheiro da minha "família" não vale nada, mas na Júpiter, sim, eu tenho algum lugar. Algum lugar em que me dê valor, que me reconheçam por meu mérito, não pelo meu dinheiro! Só o que eu mais quero é voltar pra lá, ver Tânatos, Prometeu e ter minha Harley preta de volta! - Ela disse e nós rimos.

— Nem me fale... Ser reconhecida apenas por fama e dinheiro... Todas nós passamos por essa porra, infelizmente. Mas, se voltarmos pra lá, vamos ter tudo de volta! Vamoa ter Tânatos, Prometeu, nossos antigos colegas, carinho, cuidado e, o mais importante: nossas motos! - Falei e elas riram.

— Verdade... Agora, vamos voltar pro quarto. Amanhã a gente tem que estar na Olympus às 07:00, e eu não tô nem um pouco afim de chegar cheia de olheira... E, além do mais, a gente vai ter que voltar a treinar, igual o Agente Justin disse. E a gente tá bem fora de... - Annabeth dá um bocejo - forma.

— Ver... - também bocejei. Bem que dizem que são contagiosos. - dade...

Voltamos pro quarto, eu e Thalia vestimos nossos pijamas, e caímos nas camas. Fui olhar o horário no meu celular, e já eram 23:58, então só virei pro lado e dormi.

Minha pior escolha. Sonhei que Ele voltava e fazia aquilo de novo, que depois o Travis me abandonava de novo, e que minha mãe e as meninas morriam. Acordei várias vezes e, toda vez que dormia de novo, sonhava a mesma coisa...

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...