História Hey Mom, I'm Gay!


Escrita por: ~


Sinopse:
Não espero que entenda, só que continue me amando, porque mãe, eu sou gay.

Jungkook!Centric | OF | Doubble | Jungkook!AU
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 812
Favoritos 235
Comentários 29
Listas de Leitura 52
Palavras 427
Terminada Sim
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Aceitacao, Bts, Droubble, Gay, Homossexualidade, Jungkook, Jungkook!centric

Fanfic / Fanfiction Hey Mom, I'm Gay!
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Droubble, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
.Ei Mãe!
14
482
231
 
2.
.Ei filho!
15
330
196

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~Kim_Hyo
Capítulo 1 - .Ei Mãe!
Usuário: ~Kim_Hyo
Usuário
Meu Deus... Eu... Eu te amo já <3
Acho que você me descreveu em apenas 231, lindas, palavras...
Pelo pouco que li já amei sua escrita, de verdade. Podem ser poucas palavras, mas são sinceras e não só transmitem algumas realidades, como também fazem você sentir o impacto da situação. Suas palavras, diferentes de outras, são cheias de vida e fazem as pessoas sentirem um pouco da situação na qual alguns se encontram

Eu, de verdade, amei!

Vou desabafar mesmo, me senti confortável contigo já hahaha. No começo de tudo eu me senti com medo e assustada, eu não negava minha sexualidade por não querer gostar de uma menina, afinal, eu já gostava dela. Eu negava porque tinha medo dos olhares julgadores que iria receber, principalmente o dos meus pais. Eu criei tantas expectativas em relação aos meus pais e eu sei que eles também criaram ou até criam um grande futuro pra mim, mas e se eu falasse que gosto de uma menina? Eles ainda me veriam como a filhinha deles? Eles ainda falariam de mim com orgulho? Eles ainda me teriam como a bebê, que mesmo eu não sendo, pra eles eu sempre vou ocupar esse posto...?
Acho que não é difícil aceitarmos o que somos no final das contas... O difícil é aceitar que nossas pessoas queridas podem não aceitar nossa nova realidade e dar meia volta. Eu não os culpo e acho que ninguém deve fazer isso porque na nossa cabeça, eles são os equivocados, mas na cabeça dele, nós somos. Fomos criados de maneiras diferentes e assim como queremos respeito, eles também querem o nosso respeito. Mas admito que eu estar namorando uma menina não altera o respeito que tenho para com eles, isso nunca vai mudar

Você realmente me comoveu com suas palavras, eu senti aquele aperto no coração... Obrigada
E assim como o Kook, eu não me desculpo, eu gosto dela e pretendo continuar gostando, afinal, não posso mais conter meus sentimentos...
Postado por ~moonlyz
Capítulo 1 - .Ei Mãe!
Usuário: ~moonlyz
Usuário
O que dizer, não é? Bom, eu tenho um pai adotivo, já que meu pai biológico não me procura e eu quase nunca o vejo, mas quando nos vemos nós discutimos. Ontem eu falei pro meu pai sobre uma garota gostar de outra garota, mas foi um problema com minha amiga. Ele apenas disse "A mãe dela é louca. Se fosse minha filha, eu aceitaria na boa". Ele tem uma filha, que já gostou de mim, mas ei a considero irmã. Ela perguntou pra ele o que aconteceria caso ela gostasse de garotas, ele disse que aceitaria. Minha mãe já é outro caso. Ela é cristã, então segue os negócio da bíblia e não aceita de jeito nenhum os bissexuais, as lésbicas, os gays e os transexuais. Eu já pretendia falar com meu pai, mas depois disso eu quero ser quem eu sou, sem medo de ser feliz. Se gosto de garotas e garotos, apenas irei jogar tudo para o alto e viver a minha vida. Não é porque tenho apenas 10 anos que não posso ser quem sou. Sexualidade não se escolhe, vem de você. Essa fanfic foi simplesmente.. Maravilhosa. Você me ajudou tanto com tão poucas palavras que estou altamente surpreendida. Continue assim, huh? Seu futuro é brilhante como escritora e designer. A cada história sua que leio, fico cada vez mais tocada e apaixonada. Você consegue transmitir bastante coisa em suas palavras, e eu gosto disso.