História Hey my brother (imagine D.O) 1ª temporada incesto. - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, D.O, Kai, Personagens Originais
Tags Álcool, Baekhyun, Exo, Incesto, Kai, Sexo
Exibições 166
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Josei, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá fanáticos de plantão! 👋

Obrigadinha pelos comentários sobre minha ideia de escrever um imagine do Kai, estarei esperando mais comentários, nunca é demais e devo dizer que o primeiro capítulo já está pronto, mas não postarei logo.

Quem curte um shoujo romântico quero indicar meu novo bebê, é a segunda temporada do "Olha o que o amor me faz", dessa vez é com os rapazes do EXO, vou deixar o link nas notas finais caso queiram dá uma olhada.
Vamos ao que interessa!

Boa leitura! 😘

Capítulo 11 - Dream…… Real.


Fanfic / Fanfiction Hey my brother (imagine D.O) 1ª temporada incesto. - Capítulo 11 - Dream…… Real.

Eu podia sentir o seu perfume invadindo minhas narinas, seu corpo colado ao meu em um momento de êxtase e prazer sem igual, estávamos ofegantes e suados, incansáveis daquela brincadeira que poderia nos condenar. Era bom, seu toque, seus beijos em meu pescoço, suas mãos passeando pelo meu corpo, uma luxúria sem fim, condenando-me ao mais vil dos pecados.

Arranhei suas costas enquanto o tinha me consumindo por dentro, a cada investida era um gemido que se formava em meus lábios, queria gritar clamando seu nome, mas apenas me permiti ao prazer carnal e pecaminoso. Senti que chegaria ao meu ápice, as pernas tremiam e pude sentir que também se derramaria sobre mim em uma explosão de prazer.

__ ACORDA S/N! _pulei da cama assustada, estava sonhando e era um sonho erótico. __ A OMMA ESTÁ TE CHAMADO PARA JANTAR. _olhei para a criatura que me tirou do melhor sonho do mundo.
__ Sabia que é falta de respeito acordar uma pessoa aos gritos?! _Kyung estava próximo a minha cama com os braços cruzados e um sorriso de lado.
__ Te chamei várias vezes, mas não quis me ouvir. _respondeu dando de ombros.
__ Que horas são? _cocei os olhos a fim de despertar por completo.
__ Oito horas! _arregalei os olhos.

Meu Deus! Dormi demais!

__ Com o quê tanto sonhava, heim S/N? _me perguntou. __ Estava gemendo e agarrando os lençóis. _minhas bochechas ficaram vermelhas ao lembrar do sonho. __ Não acredito! _Kyung colocou a mão na boca sorrindo. __ Você estava tendo um sonho erótico! _arregalei os olhos ficando ainda mais vermelha. __ Isso explica tudo. _sorriu malicioso.
__ Não explica nada Kyung, estava tendo um pesadelo. _o empurrei para fora do quarto o trancando logo em seguida.

Respirei fundo e andei em passos largos até o banheiro, eu tinha que tomar um banho gelado para aliviar a tensão entre minhas pernas, não acreditei que estava tendo um sonho erótico e ainda por cima com um desconhecido.

Quem era ele?

Essa pergunta ficou martelando na minha cabeça, um cara desconhecido nos meus sonhos não era muito comum já que eu podia sonhar com o Kris, o Kai, o Baek e até com o sem noção do Kyung. Mas pensando bem, o cara poderia ser qualquer um deles, os quatro são bonitos e gostosos, principalmente o Kris, o Kid bengala da Coréia.

De banho tomado e devidamente vestida com um pijama, desci para saber o que tanto a omma queria comigo, mas ao adentrar a sala não vi ninguém, apenas o zoiudo assistindo televisão.
__ Cadê ela? _perguntei procurando a omma.
__ Na igreja! _ele respondeu sem tirar os olhos da TV.
__ E como é que você me acorda naquela gritaria dizendo que a mamãe estava me chamando, sendo que ela nem está em casa?! _ponho a mão na cintura ficando na sua frente.
__ Estava me sentindo meio sozinho e achei melhor te acordar. _o encarei brava. __ Pedi pizza, sua favorita. _sorriu e me mandou um beijo.
__ Seu ridículo! Cadê seus amigos? Por que não está com eles?
__ O R.I.T convidou eles para outra festa.
__ E por quê você não foi?
__ Não estava afim! _respondeu e voltou sua atenção para a TV.

Respirei fundo pela milésima vez e fui para a cozinha pegar a pizza, voltei para a sala me sentando no chão para ver TV junto com o zoiudo. Algumas vezes podia sentir seu olhar sobre mim, mas evitei o máximo contato visual, porém minha paciência se foi quando começou a mudar os canais sem parar, aquilo me deixou infezada da vida.
__ QUER PARAR?! _me virei bruscamente.
__ O que foi? Ficou louca? _seu cinismo me deixava ainda mais irritada.
__ Pára de mudar os canais. _tentei pegar o controle remoto de suas mãos, mas ele foi mais rápido e desviou.

Não teve jeito, fui para cima de Kyung-Soo pegar o maldito controle, ele levantava os braços colocando no alto, então dei um pulo que me fez cair em cima dele, ficamos com os rostos bem próximos e pude sentir seu hálito quente.

Nossas respirações estavam descompassadas e seus olhos analizavam meu rosto, engoli em seco, pois naquele momento senti o desejo de beijá-lo, mas nem pensei muito, pois o mesmo tomou meus lábios para si.

Talvez fosse ainda reação do sonho, mas me deixei levar pelo beijo faminto de Kyung, sua língua explorava minha boca e levei os braços envolta de seu pescoço aprofundando ainda mais o beijo. Logo ele inverteu nossas posições ficando por cima do meu corpo, entrelacei as pernas envolta de sua cintura e puder sentir sua ereção por cima da calça moletom chocando com minha intimidade que já estava pulsando de tanto tesão.

De novo Kyung se moveu sentando no sofá comigo em seu colo, colocou meu cabelo de lado e beijou minha pele exposta do pescoço. Um arrepio percorreu toda a extensão do meu corpo causando uma eletricidade que apenas ele me proporcionava, cravei as unhas em seus ombros e abafei um gemido mordendo o lábio.
__ Queria tanto que pudesse gemer meu nome! _ele disse e mordeu o lóbulo da minha orelha. __ Mas como temos pouco tempo até nossos pais voltarem, me contento só com uma rapidinha. _tomou meus lábios para si apertando minhas coxas e bumbum.

Suas mãos foram para a barra do meu short e levantei para que ele o retirasse junto com a calcinha, não fiquei envergonhada em estar nua em sua frente, isso nem era mais novidade mesmo, então ele baixou um pouco a calça deixando seu membro saltar. Não era grande como o do Kris, mas era tão gostoso quanto, mordi o lábio e sem nenhum pudor voltei a sentar em seu colo o penetrando em mim.

Agarrei com força os ombros dele enquanto o sentia duro feito rocha se enterrar na minha intimidade, aquilo era puro êxtase, meus lábios procuraram os seus e logo estava estocando com força.
__ Rebola pra mim maninha. _seu pedido foi uma ordem.

Comecei a rebolar e quicar em seu membro, ele apertava minha bunda dizendo coisas sem sentido, joguei a cabeça para trás gemendo. Em poucos minutos estava chegando em meu ápice, cravei as unhas nos ombros de Kyung ao ter o tão esperado orgasmo, depois de algumas estocadas ele também gozou e deitei a cabeça em seu ombro recuperando o fôlego.

Kyung-Soo acariciava meus cabelos enquanto ainda permanecia com a cabeça deitada, mas aquele momento foi interrompido pelo barulho do carro de nossos pais.
__ Se veste! _Kyung me tirou de seu colo apressado, peguei minha calcinha e short vestindo rapidamente, ele subiu sua calça e se ajeitou no sofá, voltei a sentar no chão olhando para a TV.
__ Olá crianças?! _omma disse ao entrar em casa.
__ Oi omma! Como foi na igreja? _Kyung era o rei na enrolação.
__ Foi ótimo! _papai respondeu fechando a porta. __ Que novidade é essa vocês estarem tão quietos? O que fizeram o tempo que estávamos fora? _nos entreolhamos.
__ Nada! _respondemos juntos dando de ombros.


Notas Finais


O capítulo saiu um pouco curto, mas na próxima faço com mais conteúdo. 👍

Link 👇
https://spiritfanfics.com/historia/entre-o-amor-e-a-loucura-7187295

💋💋💋 no ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...