História Hi Cat - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs
Personagens Chandler Riggs
Tags Chandler Riggs, Norman Reedus
Exibições 206
Palavras 1.131
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Cap.13


   Passamos a tarde todo nos conhecendo e eu descobri que ele gostava das mesmas series que eu, um ponto positivo, achava Bob esponja infantil e para bebês, vários pontos negativos, não gostava de sorvete de uva, desisto somos super diferentes.

- E então?

- Então o que garoto? (perguntei enquanto ele estava deitado mexendo no celular e eu arrumava o quarto)

- Como você acha que vai ser a parti de agora?

- Estranho pois sou a namorada de um ótario

- Vai para merda

- Eu to na casa da Jessy então... (ele começou a rir)

- Pelo que eu to vendo você e sua mãe não são tão amigas

- Não mesmo (Então o Mingus entra no meu quarto)

- Kare sua vagabunda eu vi como você esta influenciando a Katelyn

- Ai não, vai começar de novo?

- EU NÃO CONCORDO POXA... EU A AMAVA

- MAS ELA NÃO TE AMA, PERDEU IDIOTA (Ele começou a vim para cima de mim mais o Chandler entra na frente e ele para)

- Chandler? O que faz aqui?

- Nossa sou tão invisível assim?

- Cala boca, eu tenho assuntos a resolver com essa ai

- Ou, essa ai tem nome vim cabeça de bagre, e se chama Kare (falei)

- Quer parar de provocar ele? (Chandler falou irritado) Olha Gus, desculpa mais eu não posso deixar você fazer algo com a minha mulher

   Perai, ele falou mesmo a minha mulher? Eu to em um pesadelo? Ou sonho? Como assim?. Eu não escutava mais nada do que eles falavam ai o cretino me da um beijo bem devagar no canto da boca e me olha com desejo e... carinho?

- Vou ficar com o Mingus tchau

   Então eles saíram e eu ainda estava parada tentando raciocinar

- Eu eim (peguei o celular e liguei para a Kate) Alô Kate? Vem para cá agora e trás a Hayden

- Certo né

   Ela desligou e me sentei na cama, depois de um tempo elas entram no quarto e a Kate boa as coisas dela no chão

- o que foi? (fui até a porta me certifiquei que todos estavam nos seus quarto e a fechei)

- Eu to louca

- Por? (as duas perguntaram)

- Seguinte, eu sou a namorada de mentirinha do Chan

- Ui já chama por apelido? (a Hay perguntou e a Kate ficava seria)

- Cala boca a e por falar isso... aqui está o numero do meu irmão

- Valeu (ela se levantou)

- Onde vai?

- Atrás do meu homem

   Começamos a rir e logo ela sai

- Vai me contar o por que dessa transformação?

- To fazendo uma serie e essa serie mexeu com o meu psicológico

- outra alem de The Walking Dead?

- Sim

- Que show, qual o nome?

- [email protected], vai começar a segunda temporada agora

- Ah

- Foi ai que conheci o Ash

- Interessante

- Bom amanhã é a sessão de fotos

- Pode deixar

   Ela pegou as coisas dela e saiu. Escutei gritos vindo do quarto ao lado e risadas altas, logo Jessy entra no quarto e me chama para jantar então eu desço.

   Todos estavam na mesa, eu, Jessy, Norman que por incrível que pareça ele apareceu para jantar, Mingus e Chandler que ficou ao meu lado

- Filha não vai comer?

- Por favor Jessy?! Não me chame de filha (falei brincando com o copo)

- Ah por favor digo eu, vou te obrigar a comer todo dia? Isso cansa sabia?

- Então não obrigue (falei como se fosse obvio e Chandler põe a mão na minha coxa e aperta para eu ficar cama)

- Vamos pirralha, come?! ( o Norman pediu e eu sorri para ele)

- Ok

   Botei uma fatia de pizza

- Ele você obedece? (Jessy perguntou)

- Eu obedeço as pessoas que eu gosto (ela me olhou com raiva e Chandler se intrometeu)

- A pizza está muito boa mesmo

- Obrigada, fui eu que fiz (Jessy fala jogando os cabelos para trás)

- E desde quando você sabe fazer pizza?

- Para de provocar Kare (Chandler sussurrou em meu ouvido)

- Desde do acidente

- Foi motivo para aprender a cozinhar?

- Isso me destraia

- E o que você tanto pensava para se dedicar a isso?

- Como eu fui um tolo por deixar você sozinha com elas

- Ai isso é motivo para nos abandonar?

- Logico! Você acha que é fácil olhar para sua cara sabendo QUE SE NÃO FOSSE POR VOCÊ ELAS NÃO ESTARIAM AQUI?

- E BOM SABER QUE ELAS NÃO ESTÃO AQUI PARA VER O QUANTO A MAMÃE IDIOTA DELAS SE TORNOU

- COMO É? (ela se levanta e eu também)

- TA SURDA?

- VAI PARA MERDA KARE

- VAI VOCÊ

- OLHA SÓ NO QUE SEU PAI TE TRANSFORMOU

- NÃO FALA DELE, VOCÊ NÃO TEM O DIREITO POIS ELE PODE TER ME CRIADO SOZINHA MAIS ME CRIOU COM AMOR DE MÃE E DE PAI UMA COISA QUE VOCÊ NUNCA VAI TER

- O QUE?

- SABE... POR QUE EU VIM PARA CÁ? POR QUE? VOCÊ MESMA FALOU QUE NÃO GOSTA DE ME OLHAR

- EU SINTO FALTA DELAS

- E VOCÊ ACHA QUE EU NÃO SINTO? (todos ficaram em silencio inclusive ela) Você acha que eu não sinto? Se eu não tivesse botado aquilo naquele bolo nos não estaríamos aqui.. e olha, teve um lado bom nisso, você conheceu o Norman e eu conheci esse babaca

   Sai dali furiosa fechando a porta de casa com força. Andava na rua soltando fogo plo nariz e logo deu uma vontade de chorar... assim fiz. Chorei, eu chorei muito para tirar aquela sensação ruim, cai de joelhos e fiquei ali, a noite era fria então o vento me causava arrepios, senti algo ser posto no meu corpo e vi que era um casaco.

- Vamos da uma volta (Chandler falou me levantando e fomos andando abraçados)

- Por que ta aqui?

- Não podia deixar uma garota gostosa e linda como você sair sozinha a essa hora da noite, que tipo de namorado eu seria?

- Sabe que não somos namorado de verdade né?

- Aparte do momento que você topou fazer parte desse “plano” você passou as ser minha

- Eu sou um objeto para ser sua?

- Não e se fosse eu não deixaria ninguém tocar em você gatinha

- Ta legal, cadê o Chandler e o que você fez com ele?

- Idiota

   Chegamos a uma pracinha e nos sentamos em uns balanços, ficamos calados só curtindo a paz que raramente tínhamos, ele segurou minha mão

- Eu to aqui para o que precisar Kare

- valeu Chan

  E estávamos assim, sentados de mãos dadas sobre a luz da lua

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...