História Hi Girl, Let's Play! - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Anabelle, Bts, Chucky, Gritos Mortais, Horror, Jeff The Killer, Jigsaw, Pennywise, Ryuk, Terror
Visualizações 30
Palavras 928
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Se eu gosto dela...Qual é o problema?


- “Temos de falar.”

Hoseok fita Jimin seriamente, encosta-se ao sofá da sala e assente afirmativamente para que Jimin começasse a falar.

- “O que achas que estás a fazer?”

- “O que queres dizer com isso?” – Hoseok pergunta confuso.

- “Eu vi. Tu ias beijá-la. O que tens na cabeça para fazer isso?”

- “Qual é o problema disso?”

- “Ela está em perigo!” – o rosto de Jimin fica levemente vermelho. – “E tu estás mais preocupado com coisas fúteis!”

- “Não são coisas fúteis.”

- “São! O nosso objetivo é protege-la e não beijá-la.”

Taehyung permanecia em silêncio observando os dois rapazes.

- “Estás todo nervosinho, por acaso gostas dela?” – Hoseok solta uma gargalhada.

- “Eu não ligo a coisas fúteis como o amor! Eu quero primeiro ter a certeza que ela está bem, depois logo me vou preocupar com coisas como ser amigo dela e era o que devias fazer Hoseok!” – Jimin aproxima-se do rapaz com uma expressão fria.

- “Ei, tem calma. Talvez eu tenha sido persepitado mas eu gosto dela e não vejo problema em demonstra-lo.”

- “Ela está em perigo!”

- “Ela está mais a salvo ao meu lado do que ao teu lado. Não é a mim que o Jungkook quer matar.” – a conversa dos dois começava a tomar um tom agressivo.

- “Ele também vai te matar não te preocupes. Ele pretende matar todos os que estão contra ele.”

- “Rapazes!” – Taehyung levanta a voz. – “Daqui a pouco ela vai acordar com o vosso barulho. Vamos todos dormir e esquecer isto. A verdade é que precisamos todos de nos distrair e o Hoseok tem razão, Jimin.” – o rapaz olha para Jimin. – “Não há mal em demonstrarmos o que sentimos.”

Um silêncio tenso instala-se na sala. Hoseok suspira e entra no quarto de hospedes.

- “Taehyung...” – Jimin começa.

- “Jimin, entende, o Hoseok gosta dela e ele já lhe deu a entender isso. Está mais do que claro que tu também gostas dela, porque não lhe dizes de uma vez?”

- “Eu não gosto dela, só tenho medo...”

- “Claro...Eu já te conheço, tu não me enganas, agora anda dormir e esquece isso.”

Jimin suspira e coça a nuca, seguindo Taehyung para dentro do quarto.

 

"S/n acorda a meio da noite, ouve um barulho vindo da cozinha e levanta-se. Abre a porta do quarto e depara-se com uma escuridão intensa. Caminha lentamente pelo corredor, a porta do quarto de hospedes estava ligeiramente aberta, e no meio da escuridão apenas uma luz da cozinha iluminava o chão. A rapariga entra na cozinha lentamente, vê uma silhueta parada junto das gavetas onde esta guardava os utensílios de cozinha.

- “Taehyung?” – a rapariga pergunta num sussurro.

A silhueta segurava alguma coisa na mão, algo semelhante a uma faca. A sua lâmina refletia a luz da cozinha. Esta vira-se lentamente para S/n e uma gargalhada mórbida é ouvida na cozinha.

- “Olhem quem temos aqui.” – a voz de Jungkook surge no ambiente.

- “Jungkook?”

Nesse momento a luz ilumina o rosto do rapaz que sorria maliciosamente.

- “É tão bom ver-te novamente.” – Jungkook aproxima-se a passos largos de S/n.

Cada passo que o rapaz dava fazia S/n recuar. A rapariga fugiu para o seu quarto trancando a porta. Encostou a sua testa à mesma e suspirou, sentindo alivio, alivio este que foi quebrado quando sentiu algo na sua garganta. Duas mãos preendem-na e esta sente algo rasgar a pele da sua garganta. Olha ligeiramente para trás e vê o rosto de Jungkook.

- “Adeus princesinha.” – o rapaz diz ironicamente pressionando mais a faca.

O ar começou a faltar a S/n, sangue escorria pelo seu corpo, queria fazer algum movimento mas não conseguia, os seus olhos fecharam-se e...”

- “Não!” – a rapariga grita sentando-se na cama.

A sua respiração e batimentos cardíacos estavam acelerados, felizmente tinha sido apenas um sonho. Senta-se na ponta da cama tentando acalmar a sua respiração, quando ouve alguém bater à porta do quarto. Não responde, mas a porta é aberta lentamente a seguir.

- “S/n?” – a voz de Jimin soa calmamente. – “Passou-se alguma coisa? Eu ouvi um barulho vindo do teu quarto.”

- “Foi só um sonho...”

O rapaz entra no quarto e fecha a porta do mesmo lentamente. Senta-se ao lado da rapariga colocando o seu braço à volta dos ombros da mesma e puxando-a contra si, surpreendendo a rapariga.

- “Sonhaste com o Jungkook?” – pergunta e a rapariga assente. – “Está tudo bem, enquanto eu estiver aqui eu vou ter a certeza de que ele não te toca nem com um dedo.”

S/n sorri fitando os olhos do rapaz.

-“Aconteceu alguma coisa hoje? Parecias triste no bar.”

- “Não, só estava preocupado.” – Jimin suspira. – “O melhor é irmos dormir, amanhã tens de ir à faculdade.”

A rapariga concorda e deita-se na sua cama.

- “Há algum problema se eu dormir aqui? O Taehyung ocupou o meu espaço na cama, além disso se tiveres algum problema é só acordares-me.”

- “Por mim tudo bem.” – sorri.

Jimin retribui o sorriso e ambos se deitam de costas um para o outro. Algo que não durou muito, pois assim que este se apercebeu que ela tinha caído no sono virou-se ficando de frente para as costas da rapariga. A sua mão acaricia os fios de cabelo da mesma, passando logo suavemente pelo seu rosto e descendo pelo seu braço até parar na cintura da mesma. Jimin aproxima-se encostando as costas da rapariga ao seu peito e encostando a sua cabeça à de S/n. Assim, pouco tempo depois, o rapaz acabou também por cair no sono.


Notas Finais


Bem...é a primeira vez que escrevo algo assim sem ser parte da Fanfic, mas estou a escrever este pequeno texto para agradecer a todos os comentários que têm postado ao longo dos capítulos da fic, eu fico muito contente por saber que estão a gostar da história e do enredo e todos os comentários incentivam-me a continuar a escrever a postar a fic. Quero agradecer novamente por todos os comentários e claro se tiverem alguma ideia do que poderá acontecer adorava saber as vossas ideias e digamos "teorias" :)
Obrigada novamente :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...