História Hi, Im Liv - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs, Dove Cameron, Lauren Cohan, Sabrina Carpenter
Exibições 163
Palavras 1.726
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Because of you


Fanfic / Fanfiction Hi, Im Liv - Capítulo 13 - Because of you

Jornal da escola é usado para deixar todos os alunos atento a todas as noticias que rolam no local de estudo.  É onde publicam coisas boas se você é popular e coisas horríveis se você não é. É como se aqui fosse uma pirâmide social. E são noticias como: a líder das torcidas está pegando o capitão, mas também o co-capitão. Nova banda na escola.  E algo bem parecido com o Livro do Arraso em Meninas Malvadas, mas nesse caso, você sabia as coisas que eram escritas sobre você. E quando ele é publicado toda segunda-feira com todas as novidades, as pessoas caem matando. E é onde a irmandade entre garotas e o brotherhood entre garotos acabam. Isso destrói todo mundo.

_Pode dar licença? A gente esta almoçando. –eu falei afastando a pessoa que segurava uma câmera enquanto uma garota anotava tudo que acontecia em um caderno rosa com o titulo “Jornal do Arraso” em letras pretas.

_Rárárá queridinha, não saímos daqui sem a nossa principal manchete. –o garoto falou colocando a câmera na minha cara.

_Sai daqui. –eu disse.

_É vazam. –Riley falou e eles foram até ela.

_Riley Sorenson, o que você tem a dizer sobre o novo casal da escola? –ele perguntou e eu neguei com a cabeça.

_Não tem casal nenhum. –eu falei.

_Vaza daqui Pete. –Tyler disse o olhando.

_Olivia como consegue lidar com o péssimo temperamento do Zummach?

_Olha aqui cara, eu te dou cinco segundos para deixar a gente em paz, ou senão, torça para ser bom em correr. –Tyler falou.

_Você não pode me agredir. Eu sou do jornal. –ele respondeu ainda parado perto da mesa. _Mas vocês não irão me responder não é? Tudo bem, eu não preciso de vocês. –ele saiu andando e eu revirei os olhos.

_Olívia... –uma voz chamou atrás de mim e eu me virei para trás nervosa.

_O que?! –eu perguntei brava e alto pensando que era a garota do jornal, mas era apenas a treinadora. Eu arregalei meus olhos  e se tivesse um buraco no chão eu enfiaria minha cabeça lá. _Ah desculpa, eu pensei que era...

_Eu não quero saber. Venha comigo. –eu peguei minha bolsa no chão e sai andando atrás dela.

**

_Então você quer melhorar na trave? –a treinadora perguntou e eu assenti com a cabeça.

_É, eu quero. –eu falei.

_Certo, pratique quantas vezes eu mandar então. Sem essa de “estou cansada”. Se eu escolhi você e a Kaya é porque eu confio e sei que vocês conseguem. São as melhores daqui. E você pode melhorar bastante, só tem que fazer o que eu digo, eu sou a treinadora e quero o melhor para vocês duas. –eu assenti e abaixei o olhar para o piso de madeira da sua sala. _Está seguindo a dieta?

_Hmmm....

_Eu não quero que emagreça. É só para se manter saudável e deixar essas baboseiras que adolescentes comem de lado. –ela falou me entregando outra folha. _Se quiser ser a melhor, você vai. Você consegue.

_Ok. –eu me levantei e sai da sala dela em direção ao banheiro. Eu empurrei a porta e encontrei uma garota com uniforme das lideres de torcida. Eu coloquei as minhas coisas em cima da bancada da pia e ela olhou o papel.

_Ah, a droga da dieta. –ela falou. _Eu emagreci depois desse tempo. –ela falou arrumando a saia curta.

_Mas não é para emagrecer é só para... –eu comecei e ela riu.

_Isso é papo furado dela. Nem funciona. –ela continuou e eu fiz uma cara estranha.

_Então... como você consegue... o que você come?

_Ah eu amo comer. Eu como qualquer tipo de coisa, mas depois é super fácil. É dois dedos na garganta e seus problemas estão resolvidos. –ela sorriu e saiu do banheiro. Eu pensei no que ela falou e neguei com a cabeça. Eu me virei para o espelho e levantei minha blusa começando a me analisar. Eu a abaixei rapidamente parando de pensar nesse tipo de coisa. Eu não faria isso...tipo...nunca. É, sem chance. Eu sai do banheiro e vi Zay beijando a mesma garota da festa. Eu passei por eles e voltei para o refeitório.

_Heyy... já achei que tinha sido sequestrada pela bruxa. –Riley falou e eu ri me sentando ao lado dela.

_Eu posso te perguntar uma coisa? –eu perguntei sussurrando e ela assentiu fazendo uma cara estranha. _Acha que eu preciso emagrecer?

_Não! Claro que não. Porque você teria? Tem um corpão. –ela falou.

_Eu concordo. –Tyler falou se intrometendo no assunto. _Agora... alguém falou sobre o seu peso e você quer que eu quebre?

_Tem que parar com essa mania de ficar falando sobre quebrar os outros. –eu disse e ele deu de ombros.

_É mania gata. –ele piscou para mim e eu revirei os olhos. _Mas agora voltando ao assunto, o sinal já vai tocar e você não comeu nada. –ele empurrou seu sanduíche na minha direção  e eu o peguei.

_Aqui não tem tomate não né? Eu odeio. –eu disse olhando.

_Não, essa coisa tava cheia de picles. E é muito nojento. –ele disse fazendo uma careta e eu comecei a comer dando de ombros.

_Esse negocio é muito bom. Eu amei. –falei mastigando. _Vou comprar outro, alguém quer.

_Você nem acabou de comer esse. –ele disse apontando para a minha mão e eu me levantei.

_Vou terminar daqui ate a fila. –eu disse e sai andando.

**

Depois de uma longa tarde de treino e tombos eu fui para o vestiário. A escola já estava vazia e não devia ter ninguém no vestiário das meninas. Eu destranquei meu armário e peguei minhas coisas de banho dentro dele. Coloquei minha bolsa e bati a porta pegando minha toalha.

Eu entrei no banho e fechei meus olhos sentindo a água quente cair sobre mim. O único som que eu ouvia era o do chuveiro. Alguma coisa estralou aqui dentro e eu franzi o cenho.

_Riley? –eu perguntei na esperança de ser ela querendo me assustar novamente. _Riles é você?

_Não, sou eu. –Tyler falou e eu arregalei meus olhos colocando a cabeça para fora da cortina e me enrolando no plástico rosa.

_O que você esta fazendo?! Sai daqui! –eu gritei enquanto a água continuava a cair sobre mim.

_Eu só estou procurando uma coisa, calma. –ele falou olhando o chão.

_Está procurando no vestiário das meninas?!

_Ah é. –ele riu e eu agarrei meu shampoo jogando em sua direção fazendo ele rir mais ainda.

_Você é um tarado! Se chegar perto dessa cortina... –eu comecei e ele deu um passo. Eu taquei meu pente nele e o mesmo conseguiu desviar por pouco. Ele riu e fez um aceno.

_Só vim te dar um susto loira. Te espero do lado de fora. –ele saiu rindo e eu semicerrei meus olhos de raiva. Esse garoto gostava de provocar. Eu terminei meu banho rapidamente e troquei de roupa em segundos. _Espero que já esteja vestida. Ou não espero. –ele abriu a porta rindo e eu o olhei enquanto eu penteava meu cabelo.

_Você é um idiota. –eu disse e ele deu de ombros se sentando no banco. _O que esta fazendo aqui ainda?

_ahhh eu tava dando uma volta.

_Uma volta? Na escola? –eu perguntei desconfiada. _Por duas horas há mais do que depois da hora de saída?

_Bom, vamos dizer que eu gosto de andar e eu fui educado em casa a minha vida toda. –eu revirei meus olhos e soltei uma risada abafada. _OK estou brincando. Vou ser sincero. Eu estava te vigiando. –eu arquei minha sobrancelha não entendendo nada. _Na verdade, te protegendo dos outros para falar a verdade.

_Protegendo? E de quem?

_Do time de futebol é claro. Eles te acham gostosa. E quem te pegar. Ate mais do que pegar. –ele resmungou e eu ri negando com a cabeça.

_E o que você tem haver com isso? –eu perguntei.

_Olha aqui gata, eles são cheio de mãos bobas. –ele falou gesticulando com as mãos e eu juntei minhas coisas.

_Sâo é? Eu gosto. –ele me olhou de olhos arregalados e eu comecei a rir. _Eu estou brincando.

_Ah, tive um mini-infarto. –ele disse se levantando. _O que quer fazer agora?

_Agora? Eu vou para casa.

_Qual é. Vamos fazer alguma coisa. Que tal irmos para o sidewalk? Você deve estar com fome não deve?

_Tem razão. Mas eu não posso demorar. Sério.

_Tudo bem.

Nós caminhávamos para fora da escola e íamos ate o carro dele. Vimos três garotos do time de futebol e Tyler começou a ficar tenso.

_Credo, relaxa. Não precisa ficar com essa cara.

_É a única que eu tenho. –ele falou.

_Sabe, agora que você falou... você devia sorrir mais sabia? –ele me olhou e eu vi os garotos nos olhando.

_Ah eles vão começar com as graças. –Tyler falou e eu ouvi um assobio. _Estão assim com você só porque acham que estamos nos pegamos.

_Nos pegando? –eu perguntei quase rindo. _É uma palavra engraçada.

_Você é louca. –eu dei de ombros e nós caminhamos ate o carro.

_E ai Tyler? –um deles falou e Tyler abriu um sorriso falso. _Oi loirinha. –eu sorri sem mostrar os dentes e Tyler os olhava com um ódio assassino. Se tinha alguém que ele odiava, era alguém que andava com a camiseta do time de futebol. _Tem namorado ou...

_É, ela tem. –Tyler respondeu na frente. _E está bem aqui. –ele andou em passos lentos ate mim e eu o olhei.

_O que esta fazendo? –eu perguntei sussurrando quase não saindo nenhum som.

_Indo ate você devagar. –ele disse.

_Por que?

_Por que se eu corresse, eu iria te assustar. –ele me beijou e eu ouvi os garotos assobiando. Ele segurou meu rosto com uma das mãos e desceu a outra para a minha cintura. Senti minhas costas batendo no carro e ele pediu passagem com a língua. Eu concedi enquanto passava meus braços em volta do seu pescoço. Minha bolsa já estava no chão e eu começava a ficar com falta de ar. Ele afastou nossas bocas e encostou nossas testas. Eu abri meus olhos e encarei o par de olhos verdes na minha frente. Tyler me beijou novamente e se afastou.

_Você eu não devia ter feito isso. –eu sussurrei enquanto ficávamos na mesma posição.

_Por que?

_Porque está fazendo eu começar a gostar de você.


Notas Finais


Comentem ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...