História Hi, Im Maya - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs, Garota conhece o Mundo (Girl Meets World), Josh Duhamel, Lauren Cohan, Norman Reedus, The Walking Dead
Personagens Chandler Riggs, Josh Duhamel, Lauren Cohan, Norman Reedus
Exibições 386
Palavras 1.733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - I think I kill her in two weeks


Fanfic / Fanfiction Hi, Im Maya - Capítulo 35 - I think I kill her in two weeks

A entrevista acabou e eu me levantei junto com Gina. Nós saímos pelo mesmo lugar que o elenco e eu caminhei ate Robert.

_Hey, está afim de dar um susto no Andrew e no Norman? –perguntei e ele me olhou. Ele abriu um sorriso e me puxou.

_Vamos, temos muito o que conversar. –ele disse e nós nos sentamos no sofá perto da parede. _Fala Cohan mirim versão malvada, do que precisa?

_Lauren me falou que eles morrem de medo de espíritos e coisas do alem.  Tem alguma idéia? –ele pensou um pouco e assentiu.

_Greg! –ele chamou e ele veio caminhando até nós. _Eu preciso de duas mascaras. Duas camisola rasgadas, sua maquina de fumaça, duas peruca preta e peça para colocarem câmeras no quarto do Andrew e do Norman. Temos uma pegadinha para hoje a noite. –eu sorri e Robert fez um toquinho comigo. _Adoro mentes criminosas.

**

Chandler distribuía autógrafos e tirava fotos com os fãs. Eu estava sentada na mesa ao lado dele passando as fotos para ele. Ele se levantou para tirar uma foto e a garota pulou no colo dele. Ele a segurou e eu semicerrei os olhos.

_Isso sempre acontece? –perguntei á Lauren.

_De vez em quando. Já beijaram ele aqui. –ela disse e eu a olhei chocada.

_Não vão fazer isso comigo aqui vão? –eu perguntei.

_Provavelmente não. Elas sabem que você luta. –ela falou e nós rimos.

Na volta para o hotel, estávamos na van, todos estavam calados. Robert me olhou discretamente e eu sorri de lado.

_Sabem a história do hotel em que estamos hospedados? –ele perguntou quebrando o silencio.

_Não. Porque? –Chandler perguntou o olhando. Ele também era medroso com esse tipo de coisa.

_Ouvi coisas ruis. Ate pensei em mudarmos mas...

_O que aconteceu?

_Teve um quarto, o 203. Duas  garotas morreram queimadas lá há três anos. –ele disse e Norman e Andrew olharam para ele.

_Nós estamos no 203. –Norman falou e Robert os olhou.

_Tenso. –ele disse.

_Explica esse historia direito. –Michael pediu e eu segurei o riso.

_Estavam brincando com um isqueiro, o fogo acabou chegando na cortina e o incêndio começou. Elas não conseguiram sair do quarto a tempo. As pessoas começaram a ver a fumaça mas, os pais não conseguiram salvá-las. Tinham entre 10 e 13 anos.

_Uau. Coitadas. –eu disse. _Como elas se chamavam?

_Sarah e Caroline. –ele respondeu.

_Vá para a luz Caroline. –Steven falou e Norman e Andrew forçaram uma risada.

_Que horror. –Lauren falou.

_Isso é sério mesmo, ou você esta zuando? –Andrew perguntou.

_Eu to falando sério. Saiu ate nas noticias. Procura no Google. –Robert falou e Andrew pegou seu celular. Eu e Robert nos entreolhamos e ele assentiu com a cabeça discretamente. _Uau, teve isso mesmo.

_O pior não é isso. –robert falou. _Olha os depoimentos. –eu peguei o celular dele e dei zoom.

_ “fiquei hospedada no quarto 203 ano passado. Eu nunca havia ouvido falar do acidente. Soube na mesma noite que eu cheguei no hotel. Eu achei tudo normal, o quarto era perfeito. Mas, coisas estranhas começaram a acontecer meia-noite. Mais tarde eu soube que esse foi o horário que as garotas morreram. Apareceu uns escritos na parede. Estava escrito Sarah e Caroline. Eu achei tudo muito estranho, mas...pensei que já estivesse lá. Em seguida a TV ligou sozinha, e ficava chiando. Aquilo não parava. Eu a desliguei e fui dormir. De noite eu acordei com um barulho. Uma fumaça começou a invadir o quarto, e eu as vi. Perto do banheiro. Foi assustador, não dormi por dias.”. Ok isso dá medo. –eu falei.

_Vamos mudar de assunto. Credo. –Lauren falou.

_É, essas coisas não existem. –Andrew falou.

_É, ela deve ter inventado.  –Norman disse e coçou a barba. _Eu não tenho medo de nada.

_Nem eu. –Andrew falou.

**

Eu estava sentada na cama assistindo TV. Eu havia acabado de falar com o meu pai pelo celular e eu pensava na comic con. Eu me levantei e fui para o quarto do Chandler. Eu bati na porta e quando ele abriu eu sorri.

_Ahw... eu tava lembrando da comic com e... eu também te amo. –eu falei e ele sorriu. Eu o beijei e ele me puxou para dentro do quarto fechando a porta atrás se si. Ele me pegou e me sentou na bancada do quarto e pediu passagem com a língua. Eu concedi e quando o ar foi necessário ele se separou e me olhou ofegante.

_Eu quero você. Para sempre. –eu sorri e assenti.

_Eu também quero você para sempre. –eu falei e voltei a beijá-lo. Ele tirou minha blusa e desceu os olhos para o meu sutiã cinza. Eu tirei a blusa dele e ele colocou sua boca no meu pescoço começando a dar leves chupões mas que com certeza deixariam marcas. Colei nossas bocas novamente  e ele me puxou para mais perto dele enquanto passava as mãos pelas minhas costas. Ele me levantou da bancada e começou a andar comigo ate a cama. Eu me deitei e ele se deitou por cima de mim descendo suas mãos para as minhas coxas. Ouvimos uma batida na porta e eu fechei meus olhos rindo.

_Estamos esperando o casal ai para jantarmos. –Norman falou batendo na porta com mais força.

_Já estamos indo. –eu falei.

_O que estão fazendo?! –ele perguntou e nós ouvimos Andrew rindo. Eu e Chandler nos entreolhamos e eu o empurrei de cima de mim. Eu me levantei e vesti minha blusa. Abri a porta e passei por ela a fechando atrás de mim.

_Assistindo TV ué. –falei começando a andar. Eu chamei o elevador e Chandler saiu do quarto. Nós entramos no elevador e ficamos em silencio. Fomos para o restaurante e entramos.

_Obrigado Norman. –Chandler sussurrou para ele e Norman segurou o riso.

_Disponha. –ele respondeu enquanto eu me sentava ao lado de Lauren.

_Tudo bem? –ela perguntou me olhando.

_Tudo. –eu respondi  e olhei para Chandler que estava de cara fechada.

_O que foi no seu pescoço? –ela perguntou e eu arregalei os olhos. Cobri com minha mão rapidamente e a olhei.

_Eu...eu não sei.

_Ah, eu sei bem o que foi? –Norman falou.

_Parece que lá no quarto estava rolando outro tipo de programa. –Andrew falou  e eu e Chandler nos entreolhamos. Chandler o chutou e ele reclamou da dor.

_O que quer dizer? –Steven perguntou nos olhando.

_O que acham de comermos? –perguntei batendo palmas.

_Eu acho uma boa idéia. –Chandler falou.

**

_Boa noite. Até amanhã. –Steven falou entrando no seu quarto.

_Boa noite Normaniny. Cuidado com os espíritos. –eu falei entrando para o meu.

_Cala a boca Maionese. –ele disse. Ouvi as portas dos quartos se fechando e eu sai do meu. Caminhei ate o do Robert e bati na porta. Ele abriu a porta e eu entrei. Nos sentamos em frente a um computador e eu vi Norman e Andrew andando pelo quarto. Andrew fechou a janela e depois deles escovarem os dentes eles foram dormir. A cama do Andrew era mais perto da porta e a Norman perto da janela.

_Começa. –Robert falou em um walkie-talkie. Nós ouvimos alguns arranhados e vimos eles descobrirem a cabeça para olharem.

_O que foi isso? –ouvimos Norman perguntando e a TV ligou. Eles se assustaram e começaram a andar pelo quarto. Eu e Robert começamos a rir e continuamos a ver o que acontecia. Norman desligou a TV enquanto Andrew olhava em volta.

_Não devíamos mudar de quarto? –Andrew perguntou.

_Fica de boa. –Norman disse e eles correram para a cama cobrindo a cabeça. Vimos a fumaça entrando por debaixo da porta e eu e Robert rachamos quando eles se amontoaram todos na mesma cama.

_Vamos mudar de quarto. Eu to com medo. Isso não é de Deus. –Andrew falou. Vi duas menininhas saindo do banheiro e eles começaram a gritar desesperadamente. As meninas gritaram e eles gritaram mais ainda quase subindo um em cima do outro. Elas começaram ir ate eles e eles subiram na cama antes de sair correndo pelo quarto gritando. Eles tentaram abrir a porta, mas ela estava trancada.

_Alguém nos ajuda! –eles gritaram e minha barriga começou a doer de tanto rir. _Alguém nos tira daqui!

_Oi Norman, oi Andrew. Eu sou Sarah e essa é minha irmã Caroline. –uma delas falou e eles gritaram mais ainda.

_Vamos lá. –Robert falou e nós fomos até o quarto deles. Nós abrimos a porta e eles saíram correndo pelo corredor. Eu e Robert rachamos enquanto as menininhas se aproximavam. Eu abracei uma delas rindo enquanto eles já estavam descendo pelas escadas.

**

Entramos no avião de volta para Atlanta. Todos riam do vídeo do Norman e do Andrew enquanto eles estavam emburrados.

_O que vai, volta né? –eu falei e Norman me apontou o dedo. Eu ri e me sentei.

_Quase nos matou do coração sua louca. –Andrew falou.

_Eu não consegui pregar meus olhos ontem. Acho que manchei minha calça. –Norman falou.

_Que nojo Norman! –Steven falou tacando uma almofada nele. Eu ri e Lauren se sentou ao meu lado.

Nós chegamos em casa e eu vi dois carros estacionados na garagem. Eu e Lauren nos entreolhamos enquanto Chandler puxava a minha mala e a dele. Eu destranquei a porta e olhei a sala vazia.

_Pai? A gente voltou. –eu falei e ele veio correndo mandando a gente falar baixo. _O que aconteceu?

_Visita de família. –ele falou sussurrando.

_Ah não. –eu falei.

_Quem esta aqui? –Lauren perguntou.

_Minha mãe. Minha irmã de criação que não gosta nenhum pouco de mim, e a filha. –ele disse.

_A filha, que eu não gosto nenhum pouco dela. –eu falei. _Ai meu Deus.

_Vão ficar quanto tempo? –Lauren perguntou.

_2 semanas.

_O que?! –eu praticamente gritei. _Não vão ficar aqui vão? Quer dizer, a vovó tudo bem. Mas a Tia Taylor e a vaca da Mandy?

_Vão ficar aqui. –ele disse. _Acho que dormiram. Depois de cantar 400 musicas de acampamento.

_Sua prima e sua tia são tão ruins assim? –Chandler perguntou sussurrando.

_São horríveis. –eu falei.

_Maymay! –Mandy gritou e desceu as escadas correndo vindo me abraçar. Ela se jogou em mim e eu dei dois tapinhas nas costas dela.

_Mandy... –eu disse e a afastei. _Você esta...hmm... ótima. –eu falei.

_Oi. –ela disse para o Chandler. Ela sorriu e eles se entreolharam. Eu acho que eu mato ela em duas semanas.


Notas Finais


Comentem ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...