História Hibridos (BoruMitsu) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Menma Uzumaki, Mitsuki
Tags Borumitsu, Sasunaru
Exibições 564
Palavras 1.159
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


gente quase que esse capitulo não saia, eu acordei hoje as 4 da manhã pra termina-lo.

então espero que gostem dele, boa leitura

Capítulo 9 - Partindo e magoado


Fanfic / Fanfiction Hibridos (BoruMitsu) - Capítulo 9 - Partindo e magoado

Pov. Mitsuki

 

Estava muito feliz por ter evoluído meu relacionamento com o boruto, nem sei por que do meu sorriso de orelha a orelha, deve ser porque eu finalmente vou realizar minha vingança, pois nunca nessa vida eu vou me apaixonar por alguém como boruto, impossível... Eu acho.

Estava agora voltando pro meu quarto pra tomar um banho relaxante, tirar esse cloro de piscina da minha pele, e pensar no meu próximo passo pra conquistar o loirinho. Chego no meu quarto e ao abrir a porta, me deparo com a cena mais nojenta, e humilhante que eu já vi.

Boruto estava quase transando com shinki na cama dele, ele nem reparou que eu abri a porta do quarto, como esse idiota pode fazer isso depois de me beijar, ele não tem nem um pingo de consideração? E se eu estivesse me apaixonando de verdade, esse idiota sem coração. Essa cena só me faz lembrar do por que estou fazendo isso com ele.

Bato a porta do quarto com o intuito de chamar a atenção deles, só pra ser um impata-foda por vingança, eles se assustam se separando rápido, olhando assustados pra mim.

- mitsuki (escuto ele falar bem baixo)

- continuem, vou só tomar um banho e vou embora (falo sem olhar pra ele)

Pego a primeira toalha que vejo e entro no banheiro, logo tirando minha roupa e entrando no chuveiro, sentindo a água fria passar pela minha pele. Sento uma lagrima cair de meu olho, me assustando, afinal... por que estou chorando?

Mesmo contra minha vontade, deixo as lagrimas caírem feito cachoeiras pelo meu rosto, se misturando a água fria, nunca fui desses que se impedem de chorar, pra mim se é pra chorar, irei chorar, não é motivo de vergonha. Mas agora esse choro não tem motivo, ou tem e eu não sei.

Depois de uns 15 minutos no banheiro, enrolei a toalha na minha cintura, olhando meu reflexo no espelho vendo os olhos vermelhos e inchados de tanto chorar sem motivo, pois mesmo que o motivo seja boruto, não valeria a pena chorar por ele, mas tenho medo que o motivo, seja realmente ele.

Sai do banheiro de cabeça baixa pois não queria ver aquela cena horrível de novo, mas ao abrir a porta, não escuto gemido ou grito de prazer nenhum, levanto um pouco os olhos vendo boruto distraído olhando pela janela, olhando as estralas lá em cima.

Vou ate minha cama onde deixei minhas roupas em cima, chamando a atenção de boruto, olho de relance pra ele, vendo os olhos meio avermelhados, porque ele estaria chorando?

Começo a colocar minhas roupas, tudo sobre o olhar do loirinho, que mim olhava com um semblante triste e preocupado ao mesmo tempo, fico de costas pra ele tentando evitar seu olhar, mas é impossível, ele não parava.

- dá pra sentir seu olhar queimando em mim boruto (falo ainda sem me virar)

- mitsuki... eu....... (fala ele baixo e com o tom meio triste)
 

- você o que? (tento falar o mais frio possível)

Me viro a tempo de ver ele se assustar com meu tom de voz, mas ele logo abaixa a cabeça fitando o chão, a minha magoa sumiu dando lugar a raiva, raiva dele ter beijado outro logo depois de me beijar, raiva da indiferença dele perante as outras pessoas, raiva dele ter me traído, logo agora quando eu comecei a.....

- como você pode ser tão frio em? (falo) como você pode fazer isso com as pessoas (me aproximo dele ficando frente a frente com ele) como pode ser tão idiota (seguro seus braços e o sacolejando as vezes)COMO PODE SER TÃO EGOISTA E HIPÓCRITA

- t.tá me machucando (fala entre lagrimas que caiam de seus olhos)

- como pode não amar (falo quase num sussurro sentindo as lagrimas caírem)

Solto seus braços, volto pra minha cama terminando de me vestir o mais rápido que posso, saindo do quarto, ainda ouso os soluços de boruto, o que me faz chorar ainda mais, saio andando sem rumo pelos corredores, e acabo esbarrando em alguém, esfrego os olhos pra limpar as lagrimas e olho novamente pra frente, vendo que era ame, ela me olhava preocupada, mas não falei nada só abracei ela e me permiti chorar ainda mais em seu ombro, sentindo ela fazer carinho em meus cabelos.

Quando me acalmo um pouco, ela me ajuda a sentar no primeiro banco que viu, se sentando ao meu lado, ainda fazendo carinho nos meus cabelos.

- o que foi? (ela pergunta)

Eu conto absurdamente tudo a ela, na parte que eu falo do shinki percebi que ela ficou triste, logo me repreendendo mentalmente por não ter escondido essa parte, mas depois que eu termino ela estava com um sorriso enorme no rosto, o que me deixou surpreso e meio bravo com ela, como ela podia achar engraçado minha situação.

- caio na própria armadilha mitsuki uchiha hahaha (fala ela gargalhando)

- o que? (pergunto sem entender)

- você se apaixonou (fala ela)

- que? Não uchihas nunca se apaixonam (falo com muito orgulho)

- olha eu me apaixonei por shinki... seu pai pelo seu papai.... meu pai pelo meu papai... (fala ela contando nos dedos)

- ta ta entendi (falo cruzando os braços)

- haha (ela continua rindo de mim)

Eu já estava ficando irritado com ela, levanto de lá saindo, batendo os pés e fazendo um bico de bravo, ainda ouvindo ela me chamar de longe.

Volto pro meu quarto, vendo boruto ainda chorando baixo, ele percebe minha presença  e olha pra mim, vejo seus olhos vermelhos e aquilo me parte o coração, mas o ignoro. Deito em minha cama de sapato mesmo, e vou dormi, o dia foi cheio, e se eu passar mais um segundo agora, eu irei chorar junto do boruto.

 

Pov. Boruto

 

Vi mitsuki entrar no quarto e ir dormi, o que ele tinha falado avia me machucado, mas o pior, é que era tudo verdade, eu sou um maldito ser insensível, incapaz de amar alguém, beijei mitsuki e em menos de 5 minutos, estava agarrando shinki, ele tem todo o direito de ficar irritado comigo, acabo dormindo com esses pensamentos.

Me acordo sentindo o sol bater no meu rosto, viro pro outro lado procurando por mitsuki, mas ele não estava lá, olho pro seu guarda-roupas, vendo seu lado vazio. Dou um pulo da cama, saindo do quarto, ando pelos corredores caçando qualquer um que posso me dizer onde ele estar, e acabo esbarrando em ame.

- cadê o mitsuki? (pergunto)

- você é um idiota mesmo, ele ficou magoado demais e pedia para voltar pra tokyo, ele já deve estar no avião agora (fala ela)

Como eu pude ser tão burro, agora eu não posso me desculpar com ele, pois logo depois dessas malditas férias, vão aparecer outras férias de um mês, e eu não vou poder velo, sem falar que shinki vai querer explicação, eu to fodido.

CONTINUA



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...