História Hiccstrid : O início de uma paixão. - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Personagens Astrid, Bafo e Arroto, Banguela, Batatão, Bocão, Cabeçadura Thorston, Cabeçaquente Thorston, Dente-de-Anzol, Fúria da Noite, Melequento, Perna-de-Peixe, Personagens Originais, Soluço, Stoico
Tags Hiccstrid
Exibições 124
Palavras 2.549
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Ficção Científica, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi seus lindos!
Achei muito legal as perguntas que me fizeram! Espero que assim estejamos mais íntimos♥♥♥

Mais um capítulo pessoal!
Espero que gostem amores♥♥♥

Capítulo 41 - Procurando a cura.


POV SOLUÇO


Eu: Vamos para o Domínio!!! - Eu digo desesperado vendo Banguela inconsciente. 


Astrid: O Banguela é muito pesado Soluço! E só temos a Tempestade aqui ! - ela diz e o dragão tenta a todo custo reanimar o Banguela. 


Eu: Vamos mandar uma carta então ! - eu digo levantando.


Astrid: Não trouxemos nenhum Terror conosco...-ela diz preocupada.


Eu: Então eu pego a Tempestade e vôo até o Domínio e você cuida do Banguela pra mim! - ela assente.


Astrid: Toma cuidado! - ela me beija com carinho e eu passo a mão na cabeça de Banguela.


Eu: Eu já volto pra você amigo! - Tempestade faz um sinal pra subir nela e eu vou. Alçamos vôo e fomos o mais rápido o possível para o Domínio.


POV HEATHER


Eu: Isso tá tão legal! - eu digo vendo a festa na sede. Era virada de ano, estava sendo muito divertido! Os Gêmeos arrumaram bastante fogos de artifício e nós cuidamos das bebidas e comida.


Dagur: Faz anos que eu não tenho uma virada de ano tão divertida HÁ HÁ HÁ!!! - Ele diz dançando com Perna de Peixe , até que foi engraçado.


Cabeça Quente : Acho que seu irmão bebeu mais que todo mundo Heather! - eu rio do comentário dela. Olho pra trás e vejo...Tempestade pousando?


Soluço : GENTE!!! -todos param e olham pra ele.


Melequento: O que você tá fazendo aqui ??? E cadê a Astrid? - ele diz e nós ficamos preocupados.


Cabeça Dura : Porque sua camisa tá suja de sangue? 


Soluço : O Banguela não está nada bem! A Astrid ficou cuidando dele,ée melhor vocês pegarem remédios e uma rede pra trazer ele até aqui segurado pelos dragões de vocês ! - ele diz e Perna de Peixe foi urgentemente pegar as ervas e a rede.


Dagur: Pegamos tudo ! - ele diz meio enrolado.


Soluço : Você tá bêbado ? - ele diz franzindo a testa.


Eu: Eu fico aqui com o Dagur e a Cabeça Quente, o resto de vocês vão com o Soluço! - eles assentem e montam nos dragões.


Cabeça Quente : O que será que aconteceu ? - Ela diz chegando perto de mim. 


Eu: Espero que não seja muito grave! 


POV ASTRID


Faz 9 horas mais ou menos desde que o Soluço foi ao Domínio, o Banguela está acordado mais ainda continua fraco. Coitadinho, ele é sempre tão alegre que dá um aperto no coração só de ver ele doente.


Eu: O Soluço já está chegando lindinho! - eu digo colocando a cabeça dele no meu colo. Olho na entrada da caverna e Soluço pousa com Cabeça Dura montado no Arroto mais sem Cabeça Quente e o Perna de Peixe e Melequento. 


Soluço : Ali Perna ! - eles entram na caverna.


Eu: Ainda bem que chegaram! - tiro Banguela do meu colo para Perna de Peixe examinar ele.


Soluço : Como ele tá ? - ele me pergunta.


Eu: Ele acorda e desmaia de novo! - o Soluço chega perto do Banguela desacordado novamente.


Soluço: Não me deixa amigão...-posso ver uma lágrima silenciosa cair de seus olhos.


Cabeça Dura: Ele vai ficar bem cara! Deixa de drama! - eu olho mortalmente.


Eu: Cala a boca! - Eu ajoelho ao lado de Soluço, abraçando ele.- Ele vai ficar bem, lindão! - ele sorri fraco.


Perna de Peixe: Bom, ele está com uma infecção no estômago! E parece ser forte...- Ele diz abrindo a boca de Banguela. 


Melequento: Se você cuidasse direito dele como eu cuido do Dente-De-Anzol , isso não teria acontecido!


Eu: Se você não claro a boca agora, eu juro que arranco os seus testículos! - eu digo irritada. 


Soluço : Ele tem razão ! Eu forcei demais o Banguela esses dias e não vi que ele estava comendo... 


Perna de Peixe : Qual foram os tipos de Peixes que ele comeu essa semana ? - ele pergunta é nós levantamos do chão.


Soluço : Salmão, Bacalhau, e alguns tipos de carnes como filé e costela de iaque, nada que eu não tivesse dado pra ele antes! Mais ele deve ter comido alguma coisa escondido! - Soluço diz passando a mão na nuca.


Perna de Peixe : Ele deve ter comido algo venenoso...-ele põe a mão no queixo...Na hora veio na minha mente!


Eu: Soluço! Lembra daquela erva que ele comeu na base do Viggo? - ele franziu a testa.


Soluço : Mais era hortelã! - ele falou e eu fui te a bolsa dele e peguei a erva mordida que ele havia trazido.


Eu: O Banguela comeu isso Perna de Peixe! - ele pega uma lupa e observa mais de perto.


Perna de Peixe : Hummm...Nada bom! - ele diz fazendo uma cara de espanto.


Cabeça Dura: Fala o que é ! - Perna olha pra nós.


Perna de Peixe: Não é hortelã, Soluço ! É Erva-do-Cântico! - Eu olho ele franzindo a testa.


Soluço : O que é isso ? - ele pergunta.


Perna de Peixe: Ela é usada nos humanos para curar feridas profundas, mais nos dragões ela dá um efeito contrário fazendo feridas internas até causar a emorragia!


Soluço: O BANGUELA VAI MORRER ??????- ele pergunta irritado.


Perna de Peixe : Não! É só termos a erva de cura certa, que conseguimos o antídoto. 


Eu: E qual erva é? - ele abre o livro.- Vai dar certo! - eu passo as mãos nas costas de Soluço.


Perna de Peixe: Se não conseguimos em 6 dias ele ... morre! - ele fala triste.- A erva de cura é uma planta chamada de Cristal-Azul! 


Soluço: Espera! Ela causa queimadura e feridas, ela pode piorar o Banguela!


Perna de Peixe : Não ! Ela causa feridas somente em humanos, assim como a Erva-Do-Cântico cura os humanos e causa feridas em dragões, o Cristal-Azul tem efeito contrário.


Melequento: E como essa planta é? - ele pergunta.


Perna de Peixe: É amarelada e tem cheiro de sabão!


Cabeça Dura : Deixa eu ver se entendi direito: Uma erva amarela tem nome Azul, e tem nome de cristal sendo que tem cheiro de sabão? - ele pergunta.


Perna de Peixe : Tecnicamente falando... Sim! 


Soluço: Então vamos até a Ilha Da Cura! - ele diz montando Tempestade.


Eu: Como você sabe que ela existe lá ?


Perna de Peixe: Lá tem vários tipos de plantas medicinais, então deve ter esse Cristal-Azul lá ! - Ele diz e logo colocamos o Banguela na rede e fomos carregando ele até pra fora da caverna.


Soluco: Logo você vai ficar bem amigo!- Os dragões seguraram um lado da rede e Soluço montou em Tempestade comigo pilotando. Fomos o mais rápido possível até a Ilha da Cura. Chegando lá paramos no meio da floresta.


Eu: Pra onde vamos ? Essa Ilha é bem grandinha! - Eu disse descendo de Tempestade junto com Soluço.


Perna de Peixe: Ela deve estar na mesma caverna em que as plantas carnívoras! 


Melequento: O QUE ???? -Ele exclama assustado.


Eu: Deixa de drama Melequento! - eu digo sarcástica.


Cabeça Dura: Isso vai ser incrível!!! - Seguimos até a caverna e paramos na entrada, de lá já dava pra ver as plantas e alguns ossos espalhados no chão.


Soluço: Eu e Melequento vamos pegar a planta e vocês ficam aqui cuidando do Benguela! - ele diz sério.


Melequento: Se eu morrer eu juro, que volto de Valhalla só pra te atormentar! - ele diz batendo no peito do Soluço.


Soluço : Pode tentar!- ele diz sarcástico. 


Eu : Toma cuidado! - eu digo e ele me beija.


Soluço : Pode ficar tranquila! Eu já levei uma flecha no peito, não vão ser essas plantinhas que vãos me matar! - ele diz e entra com Melequento na caverna.


Cabeça Dura: UIIII !!! A Astrid ficou toda preocupadinha com o amorzinho da vida dela !!! - ele disse imitando voz de menina.


Eu: Não enche cabeça de carneiro! - eu digo e bato na cabeça dele.


Perna de Peixe: Tomara que dê tudo certo! Da última vez que vinhemos aqui pra arranjar o antídoto pra gripe do Stoico, não fomos muito bem recebidos por essas plantas!


POV SOLUÇO 


Eu: Engraçado...Não achamos nenhuma planta carnívora até agora.- Eu digo andando na caverna.


Melequento: Ahhh...Esse lugar me dá arrepios no...


Eu: Melhor não terminar a frase! - eu pesso a ele.


Melequento : Eu acho que devíamos ir por... AHHHH!!! - Ele diz e vejo ele sendo punhado pra cima com uma planta segurando o seu pé. 


Eu : MELEQUENTO !!! - Eu vou pra perto dele devagar.


Melequento : ME TIRA DAQUI !!! - Ele súplica. 


Eu: Essas plantas só tem sensores de cheiro então ... Eu vou chegar bem devagar e cortar a raiz dela! - eu digo e chego mais perto da planta.


Melequento: SOLUÇO CUIDADO! - Eu olho pra trás e vem numa planta na minha direção.


Eu: Aiiii!!! - Eu sou mais rápido e corto ela.-Ufa!


Melequento: Esqueceu de mim??? - ele diz com os braços cruzados enquanto estava de cabeça para baixo. 


Eu: Espera...- eu cheguei onde ficam os fios da planta. Ela era maior que a outra, era verde e grande, não tinha cabeça como outros tipos mais perigosos.


Melequento: Vai logo !!!


Eu: Achei !!! -eu corto na hora, e a planta cai no chão.


Melquento: Ai! Minhas costas! - ele diz quando cai junto da planta.


Eu: Quer ajuda? - ele segura minha mão e levanta.


Melequento: Saiba que estou aqui pelo Banguela e não por você ! - ele diz andando na frente.


Eu: A é! - eu digo rindo por dentro. Ele tem esse jeitão todo dele mais no fundo, eu sei que ele se importa comigo. Ana mos mais um 5 minutos, já tínhamos passado do território das plantas carnívoras então estava melhor.


Melequento: Olha Soluço ! - ele aponta pra uma flor...Flor não ! Era a planta! 


Eu: Isso ! - chegamos perto e vimos, era realmente o Cristal-Azul. - Vamos pegar e dar o fora! -ele abriu a bolsa e cortou a planta.


Melequento : Pronto! Agora chegou a parte de vazar! -Saímos correndo até a saída, no caminho vieram algumas plantas carnívoras mais nada que seja mais que um arranhão! 


Eu : Chegamos !!! - saímos e encontramos o pessoal.


Astrid: Ainda bem que chegaram! - ela diz sorrindo.


Cabeça Dura : Ela quis dizer : Que bom que o amor da minha vida chegou! - ele diz zoando.


Eu: Não enche cabeça de carneiro! - ele desmancha o riso.


Cabeça Dura : Porque todos me chamam assim? - ele diz montando em arroto. Alçamos vôo novamente e fomos a caminho do Domínio. Olhei pra rede que estava Banguela e ele ainda estava inconsciente.


Astrid: Vai ficar tudo bem Soluço! - ela de passando a mão no meu cabelo enquanto pilota Tempestade.


Eu: Não sei como você sempre me acalma! - ela ri. Avistei o Domínio do Dragão. 


Melequento : Ainda bem! - pousamos na sede.


Heather: Ai estão vocês ! - ela diz e abraça Perna de Peixe.


Cabeça Quente: Porque está mancando cabeça oca ? - ela diz a Melequento. 


Melequento: Foram umas plantas carnívoras idiotas! - ele diz pegando no ombro dela.


Cabeça Quente: Plantas bobas! - voltamos a Banguela.


Astrid: Aqui a planta! - Ela dá para Heather que examina um pouco.


Perna de Peixe: Só temos que ferver ela com água até ela ganhar uma cor diferente. -ele diz e vai com Heather para a cozinha.


Eu: Logo, logo, vamos estar voando por aí novamente amigo! - eu digo fazendo carinho na barriga dele e ele solta um grunhido.- Eu sei Banguela! Seu estômago dói, mais já já vai passar! - depois de 15 minutos Heather vem com a cura.


Perna de Peixe : É só abrir a boca dele e despejar o líquido.- ele me explica e eu derramo na boca do Banguela.


Eu: Vai...Funciona! - Banguela abre os olhos más depois fecha eles de novo.-O QUE ???


Astrid: NÃO !!! - Eu boto em Banguela tentando fazer ele acordar.


Eu: BANGUELA ACORDA!!! - Eu olho pra eles desesperado.-TEM ALGO ERRADO! ERA PRA ELE ACORDA!!!! - Eu olho Banguela novamente.- Não...- eu deixo cair uma lágrima mais sou jogado no chão. Vejo Banguela acordar e pular em cima de mi me lambendo.


Cabeça Quente: Isso! - ela ri com o irmão.


Eu: Nunca mais me deixa de novo seu Dragão idiota! - eu digo e ele meio que me abraça de seu modo.- Eu também amo você ! - ele vai até a Astrid e lambe ela também. 


Astrid: Uiii! - ela diz rindo. 


Eu: Vai ficar uma semana com essa baba grudada em você!


Astrid: Você é tão lindinho! - ela diz e Banguela se esfrega nela.


Eu: Qual é ? Agora fiquei com ciúme! Dos dois...- todos riem na sala e Dagur chega.


Dagur: O que eu perdi? - ele entra na sede.


Eu: Você ficou aonde esse tempo todo ? - eu digo franzindo a sobrancelha. 


Heather: Ele estava muito bêbado então eu e Perna de Peixe deixamos ele dormindo! - ela diz rindo.


Eu: Então ... Espera! Vocês dois? Então se acertaram? - ela abraça Dagur que sorri.


Dagur: Somos muito melhor como uma equipe! -eles riem.


Astrid: Que bom que essa desavença de família acabou pra vocês dois! - fala pegando no ombro da Heather. Passamos aquele dia fazendo a nossa virada de ano, já que perdemos a verdadeira! Ficamos lá comendo e aproveitando um pouco de alegria. Depois cheguei em casa com a Astrid. Essa noite eu iria dormir com ela, sabe...Talvez tentar continuar o que não continuamos! Deito na cama e espero Astrid sair do banho. Tiro a camisa e a calça ficando de cueca. 


Eu: Aaa! - eu suspiro deitando na cama. Ouço a porta do banheiro se fechar e tiro a coberta de mim pra me mostrar e faço uma pose bem sensual...Ou pelo menos tentei!


Astrid: Já tomou banho? - ela diz ainda de toalha pegando uma camisola e uma calcinha no armário. 


Eu: Já! - eu digo engrossando a voz...Qual é ? Eu tô tentando seduzir ela! Coloco uma mão em cima do meu "V" e dobro o outro braço na cabeceira da cama.


Astrid: Tá legal! - ela se veste e vem em direção da cama. Será que ela não me notou direito???


Eu: Gata...- eu falo perto dela ainda na mesma pose.


Astrid: Que foi ? - Ela diz me olhando e se cobre com os cobertores. 


Eu: Sabe...Acho que está cedo pra dormir! - eu digo sorrindo safado. 


Astrid : Não está não ! - ela diz apagando a vela do seu lado.


Eu : Milady...-Eu digo carinho ainda com a voz grossa e beijo seu pescoço.


Astrid: Soluço ! Eu não vou tranzar com você agora! - ela diz seca.


Eu: Faz tempo que eu tô tentando! - ela ri baixo mais eu escuto.- Vamos Milady! Eu vou te fazer ver iaques voando! - eu digo em seu pescoço e ela da uma boa gargalhada. 


Astrid: AHAHAHA!!! - ela para de rir e me olha.- Já são mais de 2:00 da manhã! - ela se vira e deita.-Se cobre logo! - eu fico com uma cara de desacreditado da vida.


Eu: Tá legal! Eu sei que você quer se aproveitar do meu corpinho mais o cansaço fala mais alto! - ela ri.


Astrid: Isso aí! - ela fala sarcástica e eu me cubro.


Eu: Pelo menos deita aqui comigo! - eu falo manhoso e ela vira pra mim e se deita no meu peito.


Astrid: Tira mão da minha bunda! - ela bate na minha mão.


Eu: Ninguém mandou ser provocativa! - eu Beijo sua boca e ela sorri pra mim.


Astrid : Boa noite! - eu faço carinho em seus cabelos.


Eu: Boa noite Milady! - Dia maluco ! Mais consegui meu melhor amigo de volta, não saberia o que seria de mim sem ele!




Continua...


Notas Finais


Desculpa se teve algum erro ortográfico nesse capitulo neste capítulo!
Escrever pelo celular é HORRÍVEL!
Comentem o que acharam amores!
E até segunda feira ♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...