História Hidden Feelings - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Zayn Malik
Tags Drama, Romance
Exibições 43
Palavras 2.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, meus amores? Mil perdões pela enorme demora pra postar novos capítulos...

Capítulo 45 - Hello...


Fanfic / Fanfiction Hidden Feelings - Capítulo 45 - Hello...

    Anne On 


  Algumas semanas se passaram, e cada dia a mais eu sentia que estava me distanciando mais e mais do Zayn... Nós conversamos todos os dias, por Skype, mensagens e etc.. porém eu precisava sentir o calor dele, precisava SENTIR ele. Falta alguma dias para o feriado, e finalmente vou poder voltar para casa, pelo menos por um final de semana. 

 

 


--O Ian está na porta, atrás de você. -diz Cindy com um sorriso malicioso 

 

 


--Não me olhe assim, sua pervertida. -digo dando risada e saindo. 

 

 

 

--Olá mocinha. -diz Ian me olhando 

 

 

--Oi mocinho. -digo sorrindo 

 

 


--Você sumiu. -diz me encarando 

 

 

 

--Eu tenho muito trabalho, então quase não saio mais do quarto, ou da biblioteca. -digo revirando os olhos 

 

 


--Então, o que você acha da gente tomar um café? Hoje é sexta. -diz sorrindo 

 

 

 

--Eu prefiro comer um lanche, estou morta de fome. -digo e ele gargalha 

 

 

 


--Você só pensa em comer? 

 

 

 

 

--Claro, comida é vida. -digo sorrindo 

 

 

 

--Tudo bem, então eu te pego mais tarde? 

 

 

 

--Pode ser, mas a Cindy vai junto com a gente ok? 

 

 

 


--Por que? 

 

 

 

 

--Ian, você sabe que eu tenho namorado. E não pega bem eu sair sozinha com você. 

 

 

 

--Eu não vou te morder mocinha, pode ficar tranquila. -diz 

 

 

 

--Tudo bem, vou te dar um voto de confiança. -digo sorrindo

 

 

 

--Obrigada senhorita. -diz sorrindo 

 

 

 

--Então eu te espero, Ok? 

 

 

 


--Okay moça. -diz sorrindo, entrei no meu quarto e Cindy estava deitada na cama sorrindo maliciosamente. 

 

 

 


--O que foi? 

 

 


--Você e o Ian, estão bem próximo ultimamente. -diz sorrindo 

 

 

 

--Cindy não começa, o Zayn não pode nem sonhar que eu vou sair com o Ian. 

 

 

 


--Ele mataria o Ian. -diz gargalhando. 

 

 

 


--Por falar nisso, eu vou ligar pro Zayn. -digo discando seu número. 

 

 

 

    Ligação On 

 


--Alô? -ouço uma voz feminina 

 

 

--Quem está falando? -pergunto 

 

 

--É a Emily. 

 

 

--O que você está fazendo com o celular do MEU namorado? -digo me alterando um pouco 

 

 

 


--Ue, o Zayn está no banho. Eu só atendi o celular dele... 

 

 

 


--E por que você está aí? 

 

 

 

--Você é muito sonsa mesmo, né? 

 

 

 

--Emily, não tira minha paciência! Passa logo pro Zayn. 

 

 

 

--Foi uma noite muito exaustiva, deixa ele se recompor. 

 

 

 


--Emily, o que você está fazendo com meu celular? -ouço a voz do Zayn 

 

 

 

--Alô? -diz ele 

 

 

--Vai se recompor pela sua noite exaustiva, Zayn! -digo 

 

 


--Anne, não é isso que você está pensando! 

 

 

 

--Não é, então é o que? Eu não sou burra Zayn! 

 

 

 

--A Emily é louca, ela pegou meu celular enquanto eu estava trocando a Safaa. 

 

 

 


--Não subestime minha inteligência, Zayn! Quer saber, vai lá ficar com a Emily! -digo desligando o celular. 

 

 

 

--O que foi isso? -diz Cindy 

 

 


--A ex do Zayn atendeu o telefone dele! Que ódio desse idiota. -digo batendo a porta do banheiro 

 

 

 


  {....} 

 

 


   Eu já estava pronta esperando o Ian, o Zayn me mandou diversas mensagens e me ligou MUITAS vezes. Porém IGNOREI todas as ligações. 

 

 

--Boa noite, moça. -diz Ian na porta 

 

 

--Boa noite, moço. -digo sorrindo 

 

 


--Você está linda! -diz me analisando 

 

 


--Obrigado, você também está. -digo 

 

 


--Então, vamos matar a sua fome mocinha? 

 

 

 

--Vamos, eu não aguento mais. -digo gargalhando. 

 

 

 

   {....} 

 

 

 

   Nós chegamos no restaurante, e fizemos nossos pedidos. A conversa estava muito animada entre mim e Ian, até quando meu celular começou a tocar desesperadamente. 

 

 


--Você não vai atender? -pergunta 

 

 


--Não... -digo 

 

 


--Desculpa ser intrometido, mas aconteceu alguma coisa entre vocês? 

 

 

 

--Sim, aconteceu. Infelizmente. 

 

 

 


--Se você quiser desabafar, estou a disposição. 

 

 

 

--Eu realmente preciso desabafar. -digo dando um longo suspiro. 

 

 

 

  (...) 


Contei tudo ao Ian, e tenho que admitir ele é um ótimo ouvidor, em meio a conversa algumas lágrimas escaparam... E ele me consolou com um abraço, depois que comemos voltamos para a universidade. Eu já estava muito cansada..  

                      
    Zayn On 

 

-- Mas Mãe, aquela vaca da Emily pegou meu celular e falou com a Anne, e agora a Anne está super chateada comigo. Eu preciso conversar com ela, pessoalmente! - Digo pela milésima vez 

 

 

-- Não Zayn! Você é louco? - Diz 

 

 

-- Sim! Sou louco pela minha namorada que você não quer deixar eu ir ver. - Digo 

 


-- Se eu não deixar você vai da mesma forma, então vai Zayn! - Diz, e eu sorrio satisfeito.

 

 

   Aquela vaca da Emily só me trás prejuízos na minha vida. Bom, como minhas malas já estavam arrumada pois se mesmo se minha mãe não deixasse, eu iria da mesma forma. 

 


-- Tchau mãe, volto em alguns dias. - Digo já saindo 

 

--VAI COM DEUS! -Ouço ela gritando 

 

{....}

 

 

   Espero que a Anne não esteja muito nervosa. Odeio quando nós brigamos, ainda mais por telefone. Depois eu já estava no avião, daqui umas horas verei minha namorada. 

 

 

{.........} 

 

Eu já estava em um táxi a caminho de onde minha doce namorada está. Melhor eu ligar para ela né? É eu vou ligar. 

 


 Ligação On 

 


-- Alô? - Falei assim que ela atendeu 

 


-- Ah, oi Zayn, oque você quer? Se desculpar? Se foi para isso, nem tente! - Diz com sua voz irritada

 


-- Ah, eu vou tentar sim!  - Digo saindo do táxi e vendo a enorme faculdade onde ela provavelmente está, como eu já sei o número do seu quarto vou ir sem avisa-lá. 

 


-- Eu vou desligar, porque não estou afim de ouvir suas desculpas! E estou muito ocupada. - Diz e desliga 

 


  Falei com os recepcionistas e deixaram eu subir, fui olhado em cada canto desse lugar. É enorme, fui olhando quarto por quarto até achar o bendito quarto da Anne. Será que eu bato na porta ou já vou abrindo? Melhor bater né? Bati e ouvi um " Ta aberta " só que não era a voz da Anne.

 


-- Oque deseja? Olha estou solteira sim. - Diz uma garota muito bonita suponho que seja a Cindy. 

 


-- An.... Cadê a Anne? - Perguntei olhando para onde suponho ser a cama da minha namorada.

 

 

-- Pra que quer saber? - Me perguntou me olhando 

 

-- É que... - Antes que pudesse responder ela interrompeu

 


-- Espera, você não é o Zayn? O que ela brigou, e que ele traiu ela com uma tal de Emilly essa puta? É você? - Pergunta, que menina intrometida

 


-- Sou o Zayn Sim, mas onde está a ANNE? - perguntei

 

 

-- Ah, ela está com o Ian... Não deveria ter  falado isso. - Diz 

 

 

-- Ian? IAN? - pergunto sem paciência

 


-- Não sei. - Diz saindo do quarto 

 


-- Espera, onde eles estão? 

 


-- Não sei! - Diz e me deixa sozinho com cara de idiota. 

 

 


  Ah, mas a Anne tem MUITO oque me explicar. Vou ligar para ela nesse exato momento, Anne não me atendia eu estou muito nervoso.

 

Ligação On 


-- O que você quer? - Ela pergunta ja com a voz irritada.

 


-- ONDE VOCÊ ESTÁ? - pergunto já aumentando meu tom de voz, estava tentando encontrar Anne com esse cara. Aí então estou andando para um lado para o outro. 

 


-- Está gritando por que? Olha Zayn você não quer me deixar mais irritada do que eu já estou! - Diz 

 


-- Só me diz onde você está? - Pergunto novamente 

 


-- Para que quer saber? Minha vida não interessa para você! - Disse, acho que estou alucinado posso ouvir a voz dela, só que não por telefone e sim bem próxima...

 


-- Claro que me interessa! Eu sou seu namorado. - Digo 

 


-- Meu namorado? Meu namorado é meu travesseiro mais você NÃO É MESMO! - disse, e assim vi Anne falando essas palavras por telefone e pessoalmente já que estou a vendo sozinha, bem próximo onde estou. 

 


-- Você está bem linda! - Digo ainda por telefone

 


-- Não vem mudar de assunto! Quer saber TCHAU! -diz e vejo desligando o telefone, e colocando dentro da bolsa, depois olhando direito para mim...

 

-- Zayn? - Ouço a voz dela um pouco distante, quanto mais perto vou chegando dela consigo ver seus olhos com lágrimas, odeio fazer ela chorar. 

 

-- Oque faz aqui? - Pergunta quando cheguei bem perto dela.

 

-- Vim fazer as pazes com você, mas sua amiga me falou uma coisa que eu fiquei totalmente irritado, agora que eu estou vendo seu rosto, fico bem melhor, mais calmo. - Digo 

 


-- Você é Louco né? Vir aqui, só para falar comigo? A Trisha deixou? - Pergunta 

 

 

-- Mesmo se minha mãe não deixasse eu vir, eu viria mesmo assim. - Digo, ela sorri um pouco.

 


-- Você é Louco! Cara você é Louco, meu deus meu namorado é Louco! - Diz 

 

-- Ei, repete oque você disse? - Digo 

 

-- Você é Louco! 

 


-- Não, Não, depois.

 

-- Cara você é louco. - Diz sorrindo 

 


-- Não, depois. - Digo 

 

-- Ham, não lembro. - Diz sorrindo 

 

-- Anne, diz logo.

 

-- Meu NAMORADO é Louco. - Diz 

 

-- Seu namorado! - Digo sorrindo 

 

-- Meu, espera você veio aqui para conversar então vamos, conversar muito bem sobre essa história né? - Diz 

 

-- Só quero dizer que a Emily é uma vaca que invadiu minha casa sem permissão, e atendeu meu celular enquanto estava ocupado. - Digo 

 


-- Será que eu acredito no meu querido e super gostoso namorado? - Pergunta com uma carinha que me deu vontade de beijar ela. 

 

-- Tem que acreditar né? - Digo, e a aproximo do meu rosto, a beijando.

 

-- Eu deveria te dar broncas e ficar irritada com você. - Diz 

 

-- Mas você não consegue ficar brava com o seu namorado super gostoso. - Digo sorrindo ela sorri junto 

 

-- Então, quero saber essa história de você sair com o tal de Ian? - Pergunto 

 

-- Ele é só um amigo! - Diz 

 

-- Amigo? 

 

-- Sim Zayn, estava chateada com você então ele me alegrou, e eu sempre disse que só queria amizade com ele. - Diz 

 


-- Me desculpe? - Digo 

 

-- Tudo bem. - Diz 

 

-- Não tá tudo bem Anne, eu sempre deixo você assim é culpa minha, as vezes eu só queria ser um cara perfeito para você... - Digo 

 


-- Ei, Ei, você não é perfeito mesmo Zayn, mas você é perfeito para mim você é irritante, me faz sorrir, é romântico, é muito bom de cama e isso te faz perfeito para mim.  - Diz maliciosa

 


-- Eu sou mesmo bom de sexo, eu sei. - Digo convencido 

 


-- É você é bem convencido também. - Diz 

 

-- Só disse a  verdade. - Digo e puxo ela para um beijo.. 

 

 


--Eu estava morrendo de saudades do seu toque. -diz me analisando 

 

 

 

--Eu estava morrendo de saudades de você. -digo afastando a mecha de cabelo que estava em seu rosto. 

 

 

 

--Nós podíamos dar uma volta, o que você acha? -pergunta 

 

 

 

--É claro que podemos, mas antes temos que passar no hotel e deixar minhas malas. -digo a pegando no colo 

 

 

 


--Me colocar no chão seu louco. -diz sorrindo, Ah, como eu estava com saudades desse sorriso, desse perfume... 

 

 


--Anne? -um menino surge em nossa frente 

 

 

--Ah, oi Ian. -diz Anne meio constrangida 

 

 


--Você esqueceu seu casaco... -diz entregando 

 

 

 

--Ah, obrigado. -diz 

 

 


--Prazer, sou Ian. -diz esticando a mão pra mim 

 

 


--Prazer, eu sou o namorado da Anne. -digo

 

 


--Eu imaginei... -diz 

 

 


--Vamos amor? -diz Anne 

 

 


--Vamos. -digo andando, ainda com Anne em meus braços 

 

 


--Tchau Ian. -diz acenando 

 

 


--Não fui muito com a cara desse menino. -digo 

 

 

 

--Ele é muito legal, e muito bonito também. -neste momento a coloquei no chão. 

 

 


--Fica com ele então. -digo indo na frente 

 

 


--Ei, eu falei isso pra te provocar seu bobinho. -diz rindo da minha cara 

 

 

--Sei. 

 

 


--É sério, no meu coração só tem espaço pra você. Eu sou completamente apaixonada por você, e você sabe disso. -diz me olhando fixamente 

 

 

 

--Eu já disse que eu te amo? -pergunto a pegando no colo novamente 

 

 

--Não. -diz manhosa 

 

 

--Eu amo você. -digo no seu ouvido, e pude ver que os pelos de sua coxa se arrepiaram. 

 

 

--Eu também te amo. -susurrou em meu ouvindo. 

 

 

 

      {....}


Notas Finais


COMENTEM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...