História Hidden Loves - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 10
Palavras 914
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Agradecimentos especiais a algumas pessoinhas que inspiraram esta histórinea :3
Beijineos Jamanta, Asuka, Ciel, Baka e Mozin Sz

Capítulo 6 - Revelações


Já era de manhã e todos estavam acordados, menos Ciel e Baka. Arthur abriu os olhos lentamente, viu Isaac dormindo sob seu peito e acariciou seus cabelos.

-Ciel? Acorda!

-Deixa eu dormir, hyung - disse, sonolento.

-Quem você pensa que é pra me chamar de hyung?

-Vou te chamar de quê então? - perguntou perplexo.

-De daddy.

-Mas daddy não é pra...

-É, é sim - interrompeu-o.

-Prefiro hyung.

-Tudo bem, tudo bem. Agora vamos lá pra fora.

Isaac foi na frente pra ajudar Amy e Asuka na cozinha. Quando Arthur saiu da barraca, viu Iasmin sentada na enorme pedra que ficava em frente ao lago e foi até ela já que não tinha nada melhor para fazer.

-Hey - sentou-se ao seu lado.

-Oi.

-Que "oi" seco hein.

-Tem que ser molhado agora?

-Osh, calma moça - disse assustado - não precisa descarregar a tpm em mim.

Asuna ficou em silêncio e Arthur percebeu que havia algo errado ali.

-Você tá bem?

-Tô.

-Eu sei que não tá, eu te conheço dona Iasmin.

-Então por que pergunta?

-O que ouve? Desabafe com Baka.

Iasmin virou-se para ele e o encarou por alguns segundos.

-Você sabe que eu fico acordada até madrugada, né?

-Sei...

-Você sabia que deu pra escutar direitinho você e Ciel ontém a noite?

Arthur ficou sem jeito, não sabia o que responder.

-Asuna, não fala isso pra ninguém pelo amor de Deus.

-Eu não vou contar, relaxa.

-Baka agradece. Mas você não me disse porque não está bem.

-Puta merda, você é lerdo pra porra.

-Eu sou o Baka, esqueceu?

-Tá, tá...

-Vai me dizer o que te deixou mal?

-Eu já disse, sua anta.

-Ue. O que eu e Ciel fizemos te deixa mal?

Houve outro pequeno momento de silêncio enquanto Baka tentava absorver aquela informação. Por que aquilo deixara Iasmin com um certo desconforto afinal?

-Me explica Asuna, eu não entendi.

-Sim, o que você e Ciel fizeram me deixa mal. Quer que eu desenhe?

-Por que isso te deixa mal? - perguntou confuso.

-Quer saber mesmo?

-Sim, eu quero.

Iasmin virou para ele novamente, e deu um longo suspiro.

-Eu realmente não quero admitir isso, mas é melhor admitir agora do que ficar fazendo clichê. A verdade é que... - deu uma pausa em sua fala - a verdade é que eu gosto de você Baka.

Arthur enlouqueceu com aquela frase. Como assim? De repente, do nada Iasmin decide gostar dele? Estava tremendo e sem saber o que falar.

-O-oi? Certeza que tu não bebeu nada?

-Vai me zoar agora? - disse ela, desviando o olhar.

-Não, é que... Você me deu um fora quando estávamos no colégio e de repente você me diz isso?

-Nós tínhamos treze anos, já passou pela sua cabeça que eu podia estar com medo ou sei lá?

-Iasmin?

-Quié?

-Por que nunca me disse isso antes? - disse enquanto colocava delicadamente um fio solto de seu cabelo atrás de sua orelha.

Baka notou suas bochechas rosarem enquanto Asuna olhava para baixo.

-Porque eu sempre soube que você gostava de Ciel.

-O quê? Eu gostava de você desde o dia que te conheci.

-Exatamente. "Gostava", agora você deve ficar com Ciel. Todos sabem que você o ama.

-Olha...- foi soltando as palavras lentamente, como se estivessem entaladas em sua garganta - eu realmente amo Isaac, mas o primeiro amor nunca é superado.

-Não. Você já superou, você tá em outra e eu não quero atrapalhar.

-Eu não te esqueci, Iasmin.

-Sim, você esqueceu. - disse com um ar de desamparo.

-Quer que eu prove que não esqueci?

-Pode tentar, você sabe que me esqueceu.

-Espera aqui.

Baka foi para a barraca, apanhou uma pequena caixa e levou-a até Iasmin.

-Que é isso? - perguntou Asuna.

-Abre.

-Só tem um monte de tralha aqui.

-Olha item por item.

-Tá, tá... Tem um lápis, um bilhete, uma folha de árvore, um pacote de bala, uma pedra e uma pétala de flor.

-Sete de Julho de 2010: eu tinha esquecido meu estojo e pedi um lápis seu emprestado antes da aula, vinte e quatro de Maio de 2011: você me passou um bilhete que dizia "me empresta uma folha, pra eu desenhar" e você acabou arrancando metade das folhas do meu caderno, quinze de Novembro de 2010: a gente tava na sua casa subindo na árvore, arrancamos um monte de folhas e depois sua mãe nos fez ajuntar todas, três de Outubro de 2010: eu gastei toda minha mesada em balas na cantina e a gente ficou comendo igual dois gordos sedentários depois da aula, dezesseis de Junho de 2012: a gente foi junto pra casa depois da aula e fomos até em casa chutando uma pedra que encontramos no caminho, dois de Dezembro de 2010: você tinha ido com uma flor vermelha no cabelo pro colégio e as pétalas da flor começaram a cair no meio da aula, todo mundo ficou te zoando e eu fui ajudar a desenrolar as pétalas do seu cabelo.

-M-masoq...

Asuna estava sem palavras. Ele tinha decorado tudo aquilo? Como? E por que?

-P-por que você guardou tudo isso? Tá parecendo um yandere, deu até medo.

-Eu guardei porque essas coisas me trazem lembranças boas, elas me lembram você, e naquela época eu queria ter certeza de que nada no mundo ia fazer eu me esquecer de você. E esse objetivo eu tenho até hoje, eu não quero te perder Iasmin. E não, eu não te esqueci e nunca vou te esquecer.


Notas Finais


Espero que tenham gostado :3
Beijineos de neon ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...