História Hidden truth - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Exibições 14
Palavras 731
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Self Inserction, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - XIV


Hidden truth:

Introdução:

Prazer, Min Yoongi -Yoongi.

Capítulo 14:

Narradora on:
Tae não conseguiu falar com Jungkook na quinta feira, pois não havia conseguido encontrar o mesmo na escola. Só conseguiu se encontrar com Jungkook na aula de música, que faziam fora da escola, mesmo assim não adiantou muita coisa. Ele estava estranho e nem falava com Taehyung. Mesmo daquele jeito tae não desanimava, estava completamente iludido com um beijo.
Sexta, sábado e domingo se passaram e Jungkook continuou a evitar ao máximo se encontrar com Taehyung, ele sabia que mesmo estando errado não queria falar com o mesmo.
Jungkook estava caminhando pela escola, na segunda feira, na esperança de não ser encontrado por Taehyung, mesmo assim ouviu o mesmo chamar pelo seu nome.
Ele sabia que não adiantava correr agora que já havia sido visto, mesmo assim começou a andar mais rápido, fingindo que não havia ouvido. Não adiantou pois tae se aproximou e o puxou.
-Por que não tá falando comigo? Por que não disse nada depois sobre o beijo? 
-Tae, será que dá pra gente conversar em outro lugar? -jungkook dizia sussurrando em seu ouvido para que tae não falasse nada a respeito em pleno corredor.
O mesmo concordou e foram conversar no vestiário masculino, no qual estava vazio.
Tae parecia estar feliz, mas kook não expressava nada.
-Jungkook tem alguma coisa te incomodando?
-Tem... -ele suspirou- o beijo.
-O que foi? Eu não beijo bem? -tae riu.
-Não, não é isso... É que eu não pensei antes de fazer aquilo e agora me arrependo.
Taehyung ficou um pouco em silêncio e seu sorriso se fechou.
-Desculpa tae, eu não queria te iludir nem nada, na verdade eu não sou gay e...
-Espera, tá dizendo que me beijou por dó? Olha eu não preciso que ninguém tenha dó de mim! -Taehyung começou a se alterar- você não sabe o quanto que eu não suporto isso! 
-Desculpa tae... Eu sei que sinto algo por você, mas eu acho que não é do jeito que você tá pensando...
-Não! Não é do jeito que VOCÊ tá pensando. Você quer ter a razão de que não é gay, por isso fala que não sente nada por mim, você não se aceita por isso não quer acreditar no que você realmente é.
Por mais que tenha sido somente um beijo, tae tinha toda a razão, ele sabia que tudo o que estava falando era verdade.
Jungkook abaixou sua cabeça compreendendo tudo como se estivesse concordando com aquilo.
-Então é isso. Você não tem coragem o  bastante... 
O mais novo continuou em silêncio, o que fez tae tomar a decisão de deixa-lo sozinho e retornar para sua casa.
Sua mãe ficou meio assustada ao ver seu filho chegar com raiva da escola. O mesmo aconteceu com a mãe de Jungkook, não tanto quanto a mãe de Taehyung, mas mesmo assim, ficou preocupada com o filho que chegou em casa meio abalado, ele não queria falar sobre o problema, apenas chegou em casa, se deitou na cama e passou o dia dormindo.
Taehyung:
Terça feira/escola
Ainda estava meio chateado com Jungkook, mas acho que acabei pegando um pouco pesado com ele, como se estivesse forçando o mesmo a adimitir que era gay e que gostava de mim... Ah, no fundo eu sabia, quem tava errado, era eu.
Fui para a escola no dia seguinte e fui direto me encontrar com Akemi. A mesma estava conversando com um garoto, no qual eu não conhecia, seus cabelos eram esverdeados, num tom que não chegava a ser chamativo, pois era meio desbotado, ele era baixinho e sua pele era muito, muito branca.
-Akemi, eu...
-Ah oi tae! -ela disse se virando para mim, sorrindo- já conhece o... 
Quando ela se virou novamente, não encontrou o garoto, nem mesmo eu.
-Oxê ele tava bem aqui...
-Não importa. Akemi, preciso falar com você.
-Sobre o quê?
-Jungkook.
-Ah... Você não tá se iludindo muito não tae? -ela perguntava meio sem jeito como se quisesse usar outras palavras para não me magoar.
-Ãh... Tava.
-Como assim tava?
-Eu briguei com ele.
Ela riu- nem começaram a namorar e...
-Eu nunca disse pra você que queria namorar ele.
-É, mas tá na cara.
Abaixei minha cabeça e concordei.
-Olha tae... Se serve de consolo... Esquece ele, se ele se importa com você, deixa ele te procurar.
-Obrigado -sorri.
Ela retribuiu o sorriso, agora me abraçando.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...