História High Hopes - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Markson, Yaoi, Yugbam
Exibições 113
Palavras 2.227
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLÁ AMORZINHOS!!! Obrigada por todos os favoritos, comentários e visualizações. Parecem que estão gostando da fanfic, certo? Isso é muito bom e me sinto imensamente grata por todo amor que estão dando.
Aproveitem o capítulo, boa leitura <33

Capítulo 4 - Voltando ao trabalho


Im Jaebum levou alguns minutos para ter a velocidade normal de sua respiração de volta depois daquele sonho um tanto quanto esquisito, podendo assim se levantar e banhar-se. Ainda enrolado na toalha e com o cabelo devidamente seco, parou enfrente ao grande armário branco e cinza fitando suas peças de roupas. Hoje, enfim, voltaria à sua vida normal. Voltaria ao seu emprego e agradecia por isso pois haveria muito mais coisas para ocupar sua mente. Vestiu seu jeans escuro e devidamente justo, uma camiseta social azul clara junto a um blazer no tom azul-marinho e pôs seu sapato social. Im era um tanto quanto vaidoso, mesmo que nos últimos dias tenha sido relaxado, ainda assim não perdeu esse seu costume. Perfumou-se com a mesma fragrância amadeirada de sempre, usava esse mesmo perfume desde o colegial; saindo do quarto seguiu até o primeiro andar do grande apartamento e foi direto à cozinha. Tomou mais do líquido escuro e amargo que o normal, comendo algumas coisas aleatórias que avistou na bancada da cozinha e voltou ao banheiro para fazer a higiene bucal em poucos minutos, para depois sair do apartamento o trancando e ir direto ao estacionamento do prédio. Adentrou seu carro e respirou fundo antes de dar a partida, sua mente girava só de imaginar os olhares que receberia dos funcionários por ficar mais de duas semanas longe, mas, ainda assim, se sentia um tanto quando satisfeito por voltar ao seu trabalho.

 

O costumeiro trânsito não somente matinal de Gangnam já não lhe estressava mais, depois de tanto tempo aprendeu a conviver com isso. Em um dos semáforos que insistia em passar mais de trinta segundos fechado, decidiu ligar o rádio para que o som das buzinas do lado de fora não o fizesse explodir. Uma música conhecida começou a tocar e conseguiu arrancar um quase imperceptível sorriso dos lábios do rapaz, tal que começou a mexer os dedos postos no volante e cantarolar baixinho junto a melodia. Mais quarenta minutos foram gastos até enfim estacionar na garagem subterrânea do prédio gigantesco, onde apanhou sua bolsa social - algo como uma maleta, só que muito mais moderna e muito mais a cara dele - e pegou o elevador agradecendo por estar vazio. Mas foi só o mesmo parar no térreo para que mais três pessoas entrassem, sendo uma delas a única sorridente às 7:15 da manhã.

 

- Bom dia, hyung. É ótimo tê-lo de volta.

 

Jaebum o encarou incrédulo, que formalidade toda era aquela vindo do mais jovem? Não que ele não respeitasse seu hyung mas Jackson era sempre muito extrovertido, digamos assim, e o mais velho sabia que para ele agir de tal forma alguma coisa havia.

 

- Bom dia, Jackie. Por quê esse sorriso essa hora da manhã?

 

- Não posso estar feliz em ter não somente meu melhor amigo como também o presidente da empresa de volta?

 

- Não. - JB, como muitos o chamavam, respondeu simplista - Está tudo bem ou tem algo que preciso saber?

 

- Ah, quanto a isso, eu e Mark hyung tran…

 

- Não, imbecil! - Colocou a mão sobre a boca do mais jovem antes que ele terminasse aquela frase - Não quero saber da sua intimidade com o Tuan, estou me referindo a empresa.

 

- A empresa... - Repetiu enquanto retirava a mão do outro de si, vendo a porta abrir no seu andar e descendo junto com o amigo onde caminharam lado a lado no corredor espaçoso - Nada de muito interessante. Quer dizer, tem umas novidades, mas isso eu conto depois.

 

Assentiu de leve para o amigo e chegaram ao centro do setor onde trabalhavam, vendo as pessoas arrumando-se em suas mesas devidamente separadas como uma cabine média para cada funcionário, atraindo todos os olhares curiosos para si por segundo. Não que Jaebum fosse uma pessoa arrogante ou um chefe ruim, mas naquela manhã, por saber que os olhares eram curiosos e julgadores, obteve uma carranca séria e só proferiu um “bom dia” alto o suficiente para que todos escutassem e respondessem educadamente, seguindo ao seu escritório.

 

Jackson o acompanhou até o local sabe-se lá para que e assim que o mais velho acabou de organizar suas coisas e se sentou em sua cadeira de couro marrom claro, reverenciou e proferiu um "é ótimo tê-lo de volta" com um sorriso sincero para depois sair dali e seguir ao outro lado do setor onde ficava seu escritório.

 

Não demorou muito para que JB estivesse focado em seu trabalho; papéis para analisar, contratos que queria rever por si próprio, assinatura de documentos e mais coisas que os funcionários traziam para si. Já imaginava que teria trabalho de sobra por ter sumido tantos dias mas isso não o incomodava de fato.

 

O horário de almoço chegou mais rápido do que o esperado e, quando Jackson e Jinyoung vieram o chamar para almoçarem juntos como de costume, o mais velho negou dizendo que não estava com fome e tinha muito trabalho a fazer. Quase quarenta minutos depois os rapazes voltaram ao seu escritório espaçoso com algumas sacolas, Jaebum revirou os olhos ao ver o que estava acontecendo ali e quando fora se manifestar a porta foi aberta e mais uma pessoa entrou no recinto.

 

- Ótimo, meu escritório virou cantina? - Proferiu querendo parecer raivoso mas era apenas puro fingimento.

 

- Eu que paguei toda essa comida, então tratem de comer e não precisam agradecer, sei que sou um ótimo hyung.

 

- Encontrem alguém mais convencido que Mark Tuan e darei um prêmio a vocês. - Jinyoung disse recebendo um leve tapa na cabeça do que fora dirigida a palavra.

 

Risadas breves ecoaram baixo pelo local e logo os três estavam sentados de frente ao presidente que era, também, o melhor amigo de ambos, comendo feito esfomeados. Im podia negar que estava com fome pois queria focar somente em seu trabalho mas era completa mentira e seu estômago sabia disso. Uma conversa saudável e descontraída foi posta sobre o recinto, fazendo a atmosfera que pairava sobre eles ser leve e relaxante. Constantemente Jackson fazia piadas e brincadeiras idiotas como de costume, fazendo seus hyungs rirem escandalosamente. Quando o horário da refeição acabou, pontualmente, organizaram as sacolas e se retiraram do local, ambos voltando aos seus postos e afazeres.

 

///

 

Suspirou cansado enquanto relaxava seu corpo na cadeira acolchoada logo depois de retirar o blazer que já o incomodava depois de tanto tempo o usando. Fitou o horário no celular e o mesmo marcava 15:20, piscou os olhos diversas vezes tentando manter a energia.

 

Batidas foram proferidas em sua porta e logo a figura de Jackson adentrou o local, pondo-se de frente ao mais velho um tanto quanto apreensivo. Em um singelo “entrem” dito pelo mesmo, dois rapazes entraram o escritório com posturas eretas, parecendo tão apreensivos quanto Jackson. Jaebum levantou uma das sobrancelhas fitando seu amigo e o mesmo pigarreou com o olhar que fora lançado sobre si.

 

- Hyung, bom, esses são os novos estagiários que o vice-presidente trouxe por indicação da outra sede. - Tentando manter sua voz firme enquanto dizia, Jackson arregalou os olhos em direção aos dois rapazes e fez sinal para que eles dessem um passo à frente.

 

Maneou de leve a cabeça indicando que ambos deveriam se apresentar ao presidente da empresa. O nervosismo era visível em ambas expressões dos rapazes com fisionomias jovens e levemente amedrontadas pela carranca de Jaebum.

 

- Senhor Im, sou Kunpimook Bhuwakul. Por ser um nome bem complicado me apelidaram de Bambam assim que cheguei na empresa. É um prazer conhecê-lo. - Disse ao tomar frente e reverenciar primeiro para seu mais novo chefe que o fitava com uma expressão indescritível.

 

- Tailandês? - O rapaz assentiu com um meio sorriso – Legal. E você?

 

- Ah, sou Kim Yugyeom, Senhor Im. Prazer em conhecê-lo. - Respondeu fazendo também a reverencia e voltando a se pôr ao lado do colega.

 

- Novos estagiários quase no meio do ano? Isso é novo. - Sussurrou mais para si, mesmo que os outros tivessem escutado e por isso sentiram seus corações dispararem. Isso seria algo ruim? Não ao ponto de vista do chefe que, ao perceber a troca de olhares dos mais jovens, desfez aquela pose de autoridade e deu lugar a uma expressão mais leve - Não se preocupem quanto a isso, foi só uma pergunta retórica, nada que vá atingir vocês. - Ditou vendo ambos parecerem mais relaxados com o comentário - Vieram por indicação do vice-presidente mas não pensem que por isso serão tratados de modo diferente ou que terão privilégios a mais que os outros estagiários, ok?

 

- Sim, senhor. - Responderam em uníssono.

 

- Vocês terão Jackson como mentor, então tirem qualquer dúvida com ele. Trabalharão nesse setor, não aceitem trabalhos dos outros setores, isso não é obrigação de vocês; mas é óbvio que ajudar uma outra pessoa não é algo ruim, só não façam trabalhos que não são de seus ramos. E quando Jackson não estiver, podem vir falar comigo sempre que precisarem. - Ditou levantando-se e dando um leve sorriso aos meninos que ouviam tudo com atenção redobrada – Quando foram enviados para cá?

 

- Duas semanas atrás. - Jackson respondeu.

 

- Ok. - Jaebum pensou que os novos estagiários foram enviados enquanto ele estava fora e sentiu-se mal por isso, era seu trabalho recebê-los – Peço desculpas por não ter estado aqui quando chegaram, tive problemas e acabei de voltar. Bom, Jackson ou o vice-presidente já devem ter explicado tudo a vocês, inclusive que não temos restrições severas com roupas então não precisam vir assim todos os dias a não ser que gostem. Sei que terno não é tão confortável. - Ditou sorridente fitando os meninos e por ora olhou seu blazer posto no encosto da cadeira, recendo um sorriso dos mais jovens de volta junto com assentimento – E, por fim, não me chamem do Senhor Im, vocês tem permissão para me chamar de JB hyung. Por ora é isso, estão dispensados por hoje e foi um prazer conhecer vocês. Trabalhem duro.

 

- Obrigado. - Mais uma vez responderam juntos e reverenciaram, saindo do escritório.

 

Não que o sorriso, todo o bom humor e hospitalidade por parte de Jaebum fossem falsos, de modo algum, mas assim que os outros saíram da sala deixando só Jackson posto de frente para o mais velho, voltou a levantar uma de suas sobrancelhas enquanto o encarava. “Nós vamos conversar depois” foram as palavras necessárias para fazer Wang sair em disparada do local como uma criança prestes a levar uma bronca. Estagiários novos era uma coisa importante, como Jackson pode deixar para lhe contar aquilo tão tarde? E aliás, onde estava o vice-presidente? Não viu Jung até agora.

 

///

 

Assim que fitou o horário no canto inferior de seu notebook percebeu que já haviam se passado vinte minutos do fim do expediente. Juntou então suas coisas, pondo tudo em seu devido lugar e vestindo seu blazer novamente, apagando a luz e saindo de seu escritório. Alguns funcionários ainda se encontravam ali fazendo seus trabalhos designados e o fitaram de modos diferentes. Parou então, inusitadamente, na entrada de uma das cabines dos funcionários e encarou a mulher jovem sentada escrevendo algo que não o importava no momento, tal que teve sua atenção roubada quando o mais velho bateu em sua mesa como se pedisse permissão para “entrar”.

 

- Onde está o vice-presidente? - Questionou.

 

- Bom, de qual deles estamos falando, senhor?

 

- Como assim de qual deles? - Riu baixo com um tom irônico – Até onde sei só existe um vice-presidente.

 

- O Senhor Jung pediu demissão há um tempinho, senhor.

 

- Então não temos um vice? - Perguntou incrédulo.

 

- Temos. - Respondendo de modo simplista enquanto voltava a escrever, mas sem deixar de responder seu superior – Parece que o novo vice-presidente veio transferido da filial de Mokpo.

 

- Novo? Mas já? - A mulher assentiu sem dar muita importância pois queria terminar de uma vez por todas aquele relatório e ir para sua casa – E onde ele está? O escritório esteve fechado o dia todo.

 

- Saiu para uma reunião importante depois que o senhor chegou e ainda teve um jantar com uma filial para revisar uns contratos.

 

- Mas isso era meu trabalho! - Ditou entre os dentes.

 

Sem deixar que a moça terminasse de lhe contar as novidades do local, retirou-se sem nem se despedir e pegou o elevador bufando. Assim que entrou em seu carro, jogando sua bolsa no banco do carona, bateu com certa força no volante; por quê o novato estava fazendo seu trabalho? Tudo bem, tinha lá seu cargo de vice-presidente, mas era o trabalho designado a Im Jaebum, não a seja lá quem ele fosse. Se, por algum acaso o vice fosse em algo assim, deveria ir na companhia do presidente em primeira pessoa ou avisar algo, só poderia tomar seu lugar se o presidente não estivesse ali mas agora ele estava. Praguejou-se em sussurros ao pensar que, no tempo que ficara fora, o mesmo poderia ter pego vários de seus trabalhos. Ao invés disso deveria agradecer, já que senão teria muito mais o que fazer e a empresa estaria totalmente atolada e embolada. Mas estava furioso demais por ter, por ora, seu serviço roubado.

 

Seja lá quem fosse o mais novo vice-presidente da Skyway, Jaebum já o odiava de corpo e alma.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...