História Highschool Of The Dead - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias High School of The Dead
Personagens Busujima Saeko, Hirano Kouta, Igou Hisashi, Komuro Takashi, Miyamoto Rei, Personagens Originais, Takagi Saya
Tags Colegial, Escola, Highschool Of The Dead, Horror, Hotd, Kohta Hirano, Rey Miyamoto, Saeko Busujima, Survivor, Takagi, Takashi, Violencia, Zumbi
Exibições 14
Palavras 713
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Ficção, Luta, Mistério, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sejam bem vindos à minha Fanfic, espero que essa ficção seja do agrado de todos que adoram ler Fanfics, de todos que adoram Animes e principalmente, de todos que adoram HOTD, embora eu tenha assistido o anime e goste bastante de leitura, essa é a minha primeira então peço compreensão e apoio de todos.

VAMOS LÁ ENTÃO?

Capítulo 1 - ATO I - PRESSENTIMENTO


Fanfic / Fanfiction Highschool Of The Dead - Capítulo 1 - ATO I - PRESSENTIMENTO

DOMINGO - 23:35 PM

Em um quarto pequeno, bagunçado, com roupas e objetos pessoais largados pra todos os lados, com pôsteres de bandas de Rock espalhados pelas paredes, estava Takashi Komuro, um adolescente de 17 anos que estava prestes a terminar o terceiro ano do ensino médio, o jovem morava em um quarto de hotel afastado dos pais, havia decidido sair de casa pra buscar amadurecimento e independência, algo tão sonhado pra qualquer pessoa da sua idade, mas  dois dias depois descobrira que foi a pior cagada que fez em sua vida, afinal de contas as suas roupas não apareciam lavadas e passadas em seu pequeno guarda roupas, e o dinheiro que ganhava fazendo bico como músico mal dava pra comprar almoço, quanto mais a janta.
Deitado em sua cama com seu fone de ouvido no último volume, tocando as músicas de sua banda favorita, Takashi tentava espantar o tédio que dominava aquele ambiente, já havia tentado fazer de tudo pra se distrair, jogar online, repassar suas músicas no violão, acertar dardos na foto do seu professor de matemática que estava preso com durex na porta de madeira que possuía pelo menos umas dez trancas, até estudar ele tinha tentado, mas sem sucesso, sua falta de concentração nos estudos não o deixavam ter bom desempenho acadêmico nem na sala de aula, quanto mais em seu quarto onde haviam muitas outras coisas pra fazer, após um leve suspiro, decidiu olhar a janela, tentava espairecer os pensamentos, não entendia o porque, mas algo o incomodava, parecia que sentia que algo de ruim aconteceria. Abriu a janela, olhou pra fora e não notou nada de diferente, a mesma rua vazia em sua frente, à sua direita uma árvore enorme com galhos que sacudiam enquanto as folhas farfalhavam por causa da força do vento, à sua esquerda um letreiro luminoso com a palavra "HOTEL", onde as luzes piscavam, exceto a Letra "H" que nem ascendia, lá no horizonte as luzes dos carros que iam e vinham na avenida, acima o céu, nublado, indicando que a chuva não demoraria a chegar, tudo parecia calmo até que...

"TRIIIING!"

Seu celular toca e vibra acima da mesa do computador, Takashi se assustou, não costumava receber ligações aquela hora, aliás, não costumava receber ligações a hora nenhuma, seu celular servia mais como computador, videogame portátil ou MP3. Mesmo assim ele pega o celular e olha o visor, a  chamada era restrita, curioso ele atende a ligação, poderia ser importante:

- Alô!?

Takashi pergunta com a entonação na voz que indica curiosidade e apreensão ao mesmo tempo:

- Quem é!?

Torna a perguntar depois que percebeu que não havia resposta à primeira indagação.

Apenas um chiado muito forte com uma voz distante que repetia insistentemente:

- Tome cuidado!

Takashi se sentiu ameaçado, e pensando ser uma brincadeira de mal gosto esbravejou ao telefone:

- HEY FILHO DA PUTA! NÃO TEM O QUE FAZER NÃO!? VAI INCOMODAR SUA MÃE AQUELA VACA!

Em seguida desligou o telefone com estupidez e o largou em cima da mesa do computador. Poucos segundos se passaram para que o céu nublado e escuro fosse tomado por uma luz tão ofuscante que fez com que seus olhos tivessem a sensação de ser perfurados com a broca de uma furadeira, Takashi fechou os olhos e gritou de dor, voltou de costas para a cama com as mãos cobrindo os olhos até que aquela sensação parasse, a dor foi aliviando logo em seguida e quando seus olhos tornaram a se abrir, nada parecia ter acontecido, o céu novamente estava escuro e nublado, tudo estava igual, exceto pela garoa que caía com sutileza  molhando as portas abertas de sua janela. Confuso, sem saber se o que havia acontecido foi real ou apenas fruto de sua imaginação, Takashi fechou a janela e voltou a se deitar, puxou a coberta que estava aos pés da cama para se cobrir, colocou suas mãos para trás, entre a cabeça e o travesseiro e indagou:

- CARALHO! Primeiro essa sensação ruim, agora isso. Espero não estar ficando maluco! Enfim... Amanhã é dia de aula e preciso acordar cedo, é melhor eu dormir.

Virou-se para onde estava seu despertador e viu que horas eram. O relógio marcava 00:12 AM. Depois disso seus olhos se fecharam e ele adormeceu.


Notas Finais


Por enquanto é isso galera, espero que tenham gostado de tudo até aqui e que acompanhem o desenrolar da história, tenho idéias muito boas pra compartilhar e espero o feedback de todos ok? Desde já agradeço e até o capítulo seguinte.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...