História História Confusa - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Charli, ChiNoMimi, Dakota, Kentin, Letícia, Personagens Originais
Tags Armin, Baseado Em Fatos Reais, Drama, Thales
Exibições 19
Palavras 729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem!

Capítulo 1 - O dia chato de Armin Parte I


Um dia comum de escola, um dos dias mais chatos da minha vida. Os finais de semana que se salvam eu durmo o dia todo, oque não faz muita diferença já que eu durmo quase a aula toda de um jeito ou de outro. E nesse exato momento estou morrendo de sono por causa da noite anterior..

EU TINHA QUE SABER QUAL FRUTA EU ERA. Aquele quiz apareceu pra mim VÁRIAS VEZES SEGUIDAS e eu não cliquei nele. É igual aqueles posters do "Compartilhe a foto da criança com câncer e digite Amém"

Fala sério.. Que tipo de pessoa madruga na internet por causa de quizers de personalidade? Só um velho de 15 anos igual a mim.

Eu sou o cara mais chato do mundo segundo os quizes. Meu hobbie é quizers, não tenho comida favorita amo todas elas, não tenho cor favorita, não tenho notas ruins e nem boas, nunca arrumei uma briga séria com ninguém que me traumatizou ou coisa do tipo, e só tenho colegas de classe que só servem pra perguntar as horas, e perguntar do clima pra passar o tempo. E novamente eu digo, EU SOU UM VELHO. Nunca sofri bullying, e nunca tive uma namorada que eu gostasse e depois ela foi embora sem me dizer nada.

Sou tão sem graça..

Meus olhos é a única coisa que chama atenção pra mim. Eu vivo em um lugar onde 99999999% das pessoas tem olhos castanhos, então é meio normal pra mim pessoas me olhando demais, afinal eu sou um Deuso. Mas quando eu não era acustumado eu já apostei que queriam meu corpo nu.

Resultado:Perdi 50 centavos.

E nesse exato momento minha turma está com fogo no rabo, gritando, brigando, fofocando, comendo, peidando.. e o meu professor de pé nos olhando com cara de me mate. O único problema é que eles não sabem do que esse professor é capaz. Eles não sabem com quem estão mexendo. Esse professor tem fama por causa dos seus ataques de estres, ouvi dizer que ele se controla por causa dos remedios, mas quando fica crítico ninguém o segura. Já ouvi dizer que seus chutes e socos já quebraram 12 portas da escola, e que se ele te encara muito, seu cerébro explode. Seu nome é Fábio.

O alarme avisando o recreio finalmente toca, me deixando um pouco desapontado afinal eu queria cerébros por toda parte, mas me contento guardando minhas coisas. Espero o pessoal sair primeiro se apertando na porta dando muitas chances de algum garoto se aproveitar da situação. Logo depois de ter um espaço só pra mim, me contento pegando minha mochila e saindo daquele lugar. Mas Armin, por que caralhos você leva a sua mochila pro recreio? Resposta simples: Eles vão cagar a sua mochila e roubar suas coisas. Não ta fácil pra ninguém.

Chegando no pátio totalmente lotado, pessoas conversando, jogando, rindo, e uma guerra de comida lá pro final do pátio. Elas estão mantendo sua vida social e fazendo memórias, eu poderia fazer o mesmo. PODERIA mas dormir durante esses 15 minutos de recreio EU NÃO PODERIA DEIXAR PASSAR.

Vou caminhando com minha companheira mochila em meu ombro direito a procura do lugar da soneca, o lugar com menos terrestres. Esse lugar é completamente isolado, ninguém vem muito por lá por que já teve alguns assasinatos e dizem que é assombrado. Atrás da escola.

Quando eu chego lá, percebo que o lugar era um pouco escuro por causa das árvores, tinha um jardim, e era um pouco silencioso já que a maioria dos alunos não vinham aqui, só dava pra escutar alguns gritos e o barulho dos passáros QUE EU ODEIO. Mas dormir é uma prioridade.

Solto minha mochila em um lugar qualquer e me escosto em um muro de concreto que tinha por ali, fechando os olhos e deixando me levar pela melhor sensação do mundo..

                                            . . .


               Uma voz atrapalhou meu sono me fazendo tentar abrir meus olhos..

QUEM FOI O SER QUE TÃO IMPURO QUE ATRAPALHOU O MEU SONO DA BELEZA?

Pisquei algumas vezes pra me acustumar com a claridad- QUE PORRA É ESSA? TAVA ESCURO QUE SÓ O BATMAN

Que horas são?

Olho em direção as vozes e avisto meu clone e uma criatura do sexo oposto.

-Eu quero e preciso de BATATAS!

-Bianca cala o cu. Pra que você quer isso?

-Vou chama-la de Robson!

         ROBSON?


Notas Finais


O 1 cap ficou curto eu sei. No próximo eu prometo que vai ser maior!

NÃO ME ABANDONEM PLIS!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...